logo Melhores Destinos

Holanda exigirá teste de covid a cada 24 horas de viajantes brasileiros

João Goldmeier
João Goldmeier
21/09/2021 às 19:07

Holanda exigirá teste de covid a cada 24 horas de viajantes brasileiros

Os brasileiros que forem visitar a Holanda terão de fazer testes de covid-19 a cada 24 horas para acessar bares, restaurantes, museus e outros lugares fechados. Isso porque a partir do próximo sábado (25/09) o país passará a exigir o comprovante de vacinação por meio de um aplicativo próprio, que no momento só é compatível com os certificados emitidos por países da União Europeia.

Depois da boa notícia da dispensa da quarentena para brasileiros na chegada à Holanda, que tem início amanhã (22/09), um balde de água fria: a partir de sábado será obrigatório apresentar o comprovante de vacinação através do aplicativo Dutch CoronaCheck.

O problema é que o app só reconhece os certificados emitidos por países europeus e alguns outros como Turquia e Noruega, ou seja, não vai reconhecer os certificados emitidos no Brasil e outros países como Estados Unidos e Reino Unido.

A solução vai ser realizar testes para detecção de Covid-19 a cada 24h na Holanda. Com o resultado em mãos é possível inserir no aplicativo Dutch CoronaCheck, e assim poder acessar lugares fechados. A exigência preocupa a indústria da hospitalidade holandesa:

“Sem o certificado da vacina eles (os turistas de fora da União Europeia) vão ter que testar, testar, testar. Não é uma situação ideal” disse o porta-voz da Koninklijke Horeca Nederland (KHN), maior organização de negócios ligados a hospitalidade.

Ao menos os testes são gratuitos e podem ser agendados por telefone (no número 0800 1202). Mas é muito esquisito que a Holanda aceite o comprovante de vacinação brasileiro para entrar no país, mas não para entrar nos lugares. Exigir um teste todos os dias é algo que incomoda e toma tempo precioso da viagem.

É preciso que a Holanda faça as adaptações com urgência no seu aplicativo para que seja possível reconhecer outros certificados de vacinação.

Mais informações na página do governo da Holanda.

Dica do leitor Otto Fuchshuber