logo Melhores Destinos

Fátima: um guia completo para a sua visita ao maior destino religioso de Portugal

Bruna Scirea
Bruna Scirea
13/05/2021 às 12:10

Fátima: um guia completo para a sua visita ao maior destino religioso de Portugal

O Santuário de Fátima é o principal centro de peregrinação cristã de Portugal e um dos mais visitados destinos de turismo religioso do mundo. Só em 2017, quando se completaram cem anos da primeira aparição da Virgem Maria às três crianças pastorinhas na região, Fátima recebeu quase 10 milhões de fiéis – para se ter ideia, neste mesmo período, o Brasil inteiro foi visitado por 6,5 milhões de turistas.

Localizada a cerca de 130 quilômetros de Lisboa, a Cova da Iria, onde foi erguido o Santuário de Fátima, é daqueles lugares carregados de energia. E merece uma visita, principalmente dos devotos. Fomos a Fátima e neste post reunimos tudo o que se precisa saber para visitar o destino: quando ir, quanto tempo ficar, como chegar, o que fazer e sugestões de outros passeios que podem ser combinados em uma ida ao santuário.

O Santuário de Fátima

Segundo a fé católica, a primeira aparição da Virgem Maria às crianças pastorinhas Lúcia, Francisco e Jacinta, ocorreu em 13 de maio de 1917. Ao longo de uma sequência de manifestações nos meses seguintes, a santa teria pedido aos três que o terço fosse rezado e que uma capela construída em sua homenagem. Dois anos mais tarde, estava erguida a Capelinha das Aparições no mesmo local da azinheira, árvore sobre a qual se davam as aparições da Virgem Maria. Era o primeiro passo para o que viria a ser o Santuário de Fátima.

Hoje o complexo católico é formado por duas igrejas: a tradicional Basílica de Nossa Senhora do Rosário, e a moderna Basílica da Santíssima Trindade, concluída em 2007. Na área central, há uma grande esplanada, onde à noite ocorre a Procissão das Velas e, durante todo o dia, peregrinos fazem percursos de joelho em demonstração de fé. É também neste pátio central que multidões se reúnem em dias de celebração no calendário cristão.

santuario de fatima igreja nossa senhora de fatima

O Santuário de Fátima é o principal motivo pelo qual peregrinos vão até a cidade de Fátima. Para além dele, existem alguns outros lugares para visitação, como o Museu de Cera, o museu interativo O Milagre de Fátima, além das casas dos três pastorinhos em Aljustrel, vila distante cerca de 2,5 quilômetros do santuário.

Quanto tempo ficar em Fátima, Portugal

Se a sua visita for mais turística do que religiosa, você não precisará mais do que duas ou três horas para conhecer o Santuário de Fátima (e, de repente, até visitar a Vila de Aljustrel, onde nasceram os três pastorinhos). Agora, se a sua ideia for vivenciar Fátima, participar das missas, rosários e mergulhar na energia da cidade, reserve pelo menos um dia inteiro com pernoite – assim será possível participar da Procissão das Velas, que será provavelmente um dos momentos mais emocionantes de sua passagem por Fátima.

Quando ir a Fátima, Portugal

O Santuário de Fátima está aberto durante todo o ano e não tem muita diferença visitá-lo no inverno, verão ou outra estação. A não ser pelos seguintes motivos: no inverno, além das temperaturas mais baixas, há mais chances de chuva em Portugal. Como o Santuário de Fátima tem uma extensa esplanada, que liga as igrejas e a capelinha, o mau tempo pode tornar o passeio um pouco menos confortável. Além disso, a Procissão das Velas não costuma ocorrer nas noites dos meses mais frios.

santuário de fátima

Se quiser evitar multidões, procure não visitar Fátima em datas importantes para a comunidade católica, principalmente nos dias 12 e 13 maio, quando ocorrem as festividades relativas à primeira aparição da Virgem Maria. Todos os dias 13 entre junho e outubro também costumam ser movimentados no santuário.

O que fazer em Fátima

Capelinha das Aparições (Santuário de Fátima)

A Capelinha das Aparições é ainda hoje um dos locais mais visitados do Santuário de Fátima. Parte disso, deve-se ao fato de este ser o lugar onde o rosário é rezado em diversos idiomas (confira os horários no site do santuário). Ali está a famosa imagem de Nossa Senhora de Fátima e é também de onde parte a Procissão das Velas, um dos momentos mais marcantes para quem visita o local. Ao lado da Capelinha das Aparições, está um espaço para a retirada das velas (pede-se que se deixe uma oferta, conforme o tamanho da escolhida), além de uma área com fogo constante, onde são acesas e depositadas as velas.

Basílica Nossa Senhora do Rosário (Santuário de Fátima)

Em 1928 começou a ser construída a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, um imponente edifício em estilo neobarroco, com uma torre de 65 metros de altura. A basílica é certamente uma das construções que mais chamam atenção no santuário – sobretudo à noite, quando fica iluminada. No interior dela, estão enterrados os irmãos Francisco e Jacinta Marto (que morreram ainda na infância e hoje são considerados santos pela Igreja Católica) e a prima Lúcia de Jesus, falecida em 2005.

santuario de fatima igreja nossa senhora de fatima

Basílica Santíssima Trindade (Santuário de Fátima)

À frente da Basílica de Nossa Senhora do Rosário, porém no extremo oposto do santuário, está a Basílica da Santíssima Trindade, uma enorme igreja construída em 2007, com capacidade para 9 mil pessoas. Neste espaço amplo, moderno e com boa acústica, ocorrem diariamente as missas. Próximo à basílica, uma escadaria conduz o visitante à uma área subterrânea, onde ficam várias capelas de oração e um espaço dedicado a exposições relativas à Nossa Senhora, aparições e outras temáticas a ver com o santuário.

Procissão das Velas (Santuário de Fátima)

Nos meses mais quentes do ano, a Procissão das Velas acontece todas as noites e emociona centenas de fiéis que se reúnem no Santuário de Fátima. A reza do terço ocorre na Capelinha das Aparições. Os religiosos são convidados a segurarem velas acesas e, após, a oração, seguir em procissão pela esplanada acompanhando a imagem da Virgem Maria de Fátima. Este é um dos momentos mais marcantes para quem visita o complexo católico e, para vivenciá-lo é recomendado pernoitar na cidade – já que a procissão ocorre a partir das 21h30. Visite o site oficial do santuário para saber se a cerimônia está prevista no período em que você pretende visitar Fátima.

santuario fatima portugal

Vila de Aljustrel

A cerca de 2,5 quilômetros do santuário, está a Vila de Aljustrel, onde nasceram as crianças que teriam avistado a Virgem Maria no início do século 20. As casas dos irmãos Francisco e Jacinta Marto e da prima Lúcia de Jesus são hoje museus abertos ao público. Por lá, estão alguns pertences das famílias e a representação de como seria um lar na Vila Aljustrel durante a infância dos pastorinhos. Fique atento pois as casas costumam estar abertas das 9h às 18h, fechando para visitas entre 13h e 14h.

Outro ponto na vila é a Casa Museu de Aljustrel, que fica ao lado da antiga morada de Lúcia. O chão batido, as paredes em pedra e barro e os poucos e simples móveis no interior mostram como eram as condições dos moradores da vila no início do século passado. É cobrado 1 euro pela entrada.

Para ir do Santuário de Fátima até a Vila de Aljustrel, são duas as melhores opções: táxi ou  de trenzinho, chamado Comboio de Fátima. O circuito começa na rodoviária e para em vários pontos da cidade, como o Santuário (parte norte e sul), início da Via Sacra (caminho que os pastorinhos costumavam fazer até o Calvário Húngaro), Vila de Aljustrel, Valinhos e a Igreja Paroquial de Fátima. O bilhete ainda inclui o trecho de ônibus até a Gruta das Moedas (mas fique atento: são apenas dois horários de ida e regresso por dia).

Valinhos

Mais à frente de Aljustrel está Valinhos, região pela qual as três crianças pastoreavam o rebanho até chegar à Cova da Iria, onde as aparições ocorriam. Em Valinhos, mais exatamente na Loca do Anjo, foram duas as aparições do Anjo da Paz, em 1916. No ano seguinte, foi também nesta região de Fátima que a Virgem Maria teria aparecido pela quarta vez.

Museus e outras atrações

Fátima conta ainda com o Museu de Cera, o museu interativo O Milagre de Fátima, o Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios (é assim mesmo que se escreve em Portugal) e as Grutas de Mira de Aire – atrações com bem menos apelo do que o santuário e a vila dos pastorinhos, mas que podem ser interessantes para quem desejar passar mais tempo na cidade.

Como chegar a Fátima

Como ir de Lisboa para Fátima

De ônibus: uma das melhores maneiras para ir de Lisboa para Fátima é de ônibus. O trajeto é feito diariamente (em vários horários) pela empresa Rede Expresso, saindo do Terminal Rodoviário Sete Rios e desembarcando no terminal de Fátima, bem próximo ao Santuário. O percurso dura cerca de 1h30, e as passagens custam a partir de 10,90 euros. Atenção: o guichê da empresa na rodoviária de Fátima não aceita cartões internacionais. Então compre todos os trechos em Lisboa ou pela internet.

Guarda-volumes na rodoviária de Fátima: quem visitar Fátima apenas de passagem, num pit stop em uma viagem entre Lisboa ou Porto, por exemplo, pode contar com o serviço de guarda-volumes na rodoviária da cidade. O serviço é oferecido diariamente junto ao único guichê do terminal, das 6h30 às 21h. São cobrados 2,50 por cada bagagem.

De carro: outra boa maneira de ir de Lisboa para Fátima é com carro alugado. O trecho de cerca de 130 quilômetros é feito em média em 1h20. Todo o percurso se dá pela A1, uma das maiores rodovias do país, bem conservada e segura. A estrada é concessionada e o gasto estimado pelo site Via Michelin é de 8,15 euros com pedágios. Do Porto para Fátima, a estrada é a mesma A1. A viagem leva 2 horas e o gasto com pedágio é de cerca de 14 euros.

Há um amplo estacionamento junto ao Santuário de Fátima. Só não se esqueça de manter suas malas bem guardadas no porta-malas, não deixando nenhum pertence à vista (sugestão que vale para qualquer destino do mundo).

O bom de ir de carro é a possibilidade de programar um passeio maior pelo centro de Portugal, visitando, além de Fátima, os mosteiros de Batalha e Alcobaça, o Convento de Cristo, em Tomar, e a vila medieval de Óbidos. Você pode montar roteiros de bate-volta incluindo Fátima e mais dois destes destinos ou planejar um pernoite na cidade e visitar todos os destinos em dois dias. O Santuário de Fátima também pode ser visitada em um pit stop entre Porto e Lisboa.

Trem (comboio): é a opção menos indicada para quem deseja visitar Fátima. Isso porque a estação de trem mais próxima à cidade fica em Leiria, a cerca de 30 quilômetros.

Excursões: em Lisboa e no Porto, são várias as empresas que fazem excursões de um dia para Fátima, incluindo visitas a pontos turísticos próximos, como os mosteiros de Batalha e Alcobaça. O valor dos passeios varia entre 65 e 150 euros por pessoa.

Como ir do Porto para Fátima

Para quem sai do Porto, o trecho até Fátima custa cerca de 15 euros e a viagem é feita em 2 horas. Os ônibus partem diariamente (em vários horários) do Terminal Campo 24 de Agosto.

Leia mais:
Viagem a Portugal: informações e dicas para você planejar a sua a partir do zero


Ficou com dúvidas ou tem alguma outra dica para sugerir aos viajantes que estão planejando conhecer o Santuário de Fátima? Participe nos comentários!