15 estereótipos de países que você sempre acreditou (alguns são verdadeiros!)

Wendell Oliveira
Wendell Oliveira
19/04/2020  ·  7:2319 · abr · 2020  ·  7:23

15 estereótipos de países que você sempre acreditou (alguns são verdadeiros!)

Americanos são ricos, britânicos são pontuais, chineses comem coisas esquisitas e brasileiros amam futebol e carnaval. Você certamente já ouviu e talvez até acredite nesses julgamentos. Estereótipos são crenças populares, imagens preconcebidas e generalizadas sobre algo ou alguém, inclusive países e culturas.

Há quem jure que os franceses são mal-educados sem nunca ter ido a Paris. Outros preferem não viajar para a África porque é “perigoso”. Estereótipos podem facilitar nossa vida ao adiantar o que esperar de determinadas situações; mas também podem legitimar preconceitos e limitar nossas atitudes em relação a coisas diferentes — especialmente quando falamos de viagem.

Não deixe de visitar um lugar só porque você acha que há algo de errado com ele. Confira nossa lista com 15 estereótipos de países e fique ligado: alguns são verdadeiros!

1/15
Falso: Faz frio no Canadá o ano todo

Estereótipos Canadá

Um típico dia de sol no Canadá, segundo alguns. (Imagem: Mohawk College)

Muitas pessoas acham que o Canadá é um país extremamente frio, onde o inverno dura o ano todo. Embora sua localização seja bem ao Norte e próximo ao Ártico, isso não significa que os canadenses não tenham verão!

Por ter um território imenso (é segundo maior país do mundo em área total, somente atrás da Rússia), o Canadá tem diversas cidades e regiões com clima bem parecido com o dos EUA e Europa. Em Winnipeg e outras cidades, durante o verão é possível se deparar com temperaturas na casa dos 30ºC!

Pois é, os canadenses não vivem em iglus e nem usam luva o ano todo 🙂

2/15
Verdadeiro: Italianos são passionais

Estereótipos Itália

Mammia mia, ma quanti stereotipi! (Foto: Ragnar Schmuck/Getty)

Talvez você não saiba imitar um queniano ou um guatemalteco, mas certamente conhece os trejeitos de um italiano. A começar pelos gestos típicos: o costume de falar com as mãos já foi tema de estudos científicos. Estima-se que existam 250 gestos usados no dia a dia na Itália, uma herança dos tempos do Império Romano, quando a compreensão entre diferentes povos exigia muita gesticulação.

A voz alta e o jeito expansivo são marcas registradas de um dos países mais fascinantes do mundo. Com tantas paisagens incríveis e comida boa, é difícil não se apaixonar e defender com unhas e dentes o jeitinho italiano.

3/15
Falso: Franceses são rudes

Estereótipos França

Como alguém pode ser mau-humorado em Paris? (Imagem: Canal Way Away/Youtube)

Não dá para generalizar a educação de um país inteiro, e com a França não seria diferente. Franceses, como qualquer outra nacionalidade, podem ser rudes se você for grosseiro com eles, ou responder com educação se você também for educado.

Na maioria das vezes, esse estereótipo sobre o mau-humor dos franceses é fruto da má compreensão sobre a cultura francesa. Se você entrar em um restaurante e não disser “Bonjour” para o garçom, isso pode ser interpretado como um sinal de desrespeito, que será igualmente respondido com falta de respeito.

Experimente cumprimentar as pessoas sempre que entrar em algum lugar e você terá uma outra visão sobre a educação dos franceses.

4/15
Verdadeiro: Britânicos bebem muito chá

Estereótipos Inglaterra

Chá: um estereótipo delicioso. (Imagem: Theefabriek/Divulgação)

Um das primeiras associações que fazemos com os britânicos — logo após a rainha e o clima instável de Londres — é o hábito de beber chá.  E esse é um estereótipo muito verdadeiro!

84% dos britânicos bebem chá todos os dias. São aproximadamente 100 milhões de xícaras por dia, cerca de 36 bilhões por ano! Os britânicos gostam de saborear seus chás com doces, bolos e outras guloseimas que tornam a bebida quente ainda mais saborosa. Só não necessariamente costumam fazer isso às cinco em ponto, com o dedinho levantado. Isso é mais comum nos filmes sobre a realeza, mas não na vida real.

5/15
Falso: Chineses sabem Kung Fu

Estereótipos China

Se você entendeu a referência, parabéns. (Imagem: Kung-Fusão/Columbia Pictures)

Estamos acostumados a ver nos filmes personagens chineses dando golpes habilidosos, chutes e acrobacias dignas de mestres do Kung-Fu. Lamento informar, mas isso não se aplica à vida real. Tendo vivido por muito tempo na Ásia, já tive a chance de presenciar lutas entre chineses e o espetáculo foi bem feio, não muito diferente de bêbados brigando em qualquer lugar do mundo.

Sim, algumas escolas chinesas ensinam Kung-Fu para as crianças. Assim como você fazia futebol na Educação Física e nem por isso se tornou o Neymar. Caso queira ver lutadores de verdade na China, visite uma escola de artes marciais.

6/15
Verdadeiro: Indianos têm milhões de deuses

Estereótipos Índia

Dando uma carona para Shiva (Imagem: Narinder Nanu/AFP)

Frases que começam com “milhões de” geralmente tendem a ser exageradas, mas definitivamente não é o caso da Índia. Estima-se que há pelo menos 330 milhões de deuses reverenciados no hinduísmo, a religião principal do país. São seres espirituais que habitam alguns dos templos mais exóticos do mundo e dão um ar todo espiritual a um destino com mais de 1 bilhão de habitantes.

7/15
Falso: A África é um destino perigoso

África estereótipo destino perigoso

Safári na Namíbia

A menos que você pretenda passar a noite num safári em meio a leões famintos, a África não é um destino perigoso. E nem seria possível generalizar, já que não estamos falando de um país, e sim de um continente diverso, que engloba culturas tão diferentes quanto as do Egito, Marrocos, Moçambique e África do Sul.

Embora muitas notícias sobre guerras civis e fome ainda sejam comuns no continente, sua segurança na África vai depender do destino visitado. A Namíbia é um destino turístico conhecido pelas praias, desertos e safáris; escalar o Kilimanjaro na Tanzânia é um experiência e tanto — e ambos são países considerados seguros. Já a Angola e partes de Joanesburgo são igualmente atraentes, mas requerem maior atenção dos visitantes em relação à segurança. Pesquise, não generalize!

8/15
Verdadeiro: Alemães gostam de regras

Estereótipos Alemanha

Não se engane, até a cerveja da Oktoberfest tem regras rígidas. (Foto: Christof Stache/AFP)

A Alemanha tem muitas leis que regulam diversos aspectos da vida de seus cidadãos. Embora o excesso de regulação possa causar certa inflexibilidade, é através delas que os alemães ganharam a fama de serem certinhos e eficientes.

As leis alemãs costumam dar atenção especial ao direito de propriedade e privacidade. É provavelmente o único país do mundo onde dirigir nu é permitido, já que seu carro é considerado um “espaço pessoal”. Nem mesmo a bebida nacional escapa: a lei Reinheitsgebot (também conhecida como a “lei da pureza da cerveja”), promulgada em 1516, institui que a cerveja deve ser fabricada apenas com os seguintes ingredientes: água, malte de cevada e lúpulo.

9/15
Falso: Árabes são muito conservadores

Aparentemente ninguém usa véu nas baladas do Líbano. (Foto: Shutterstock/File Photo)

Há uma confusão imensa com o termo “árabe” e “muçulmano”. Embora este último represente uma religião que de fato pode ter elementos conservadores, o primeiro trata-se de uma etnia, que não depende de crença ou país. Existem árabes cristãos e árabes israelenses; países árabes conservadores e país árabes seculares, como a Jordânia e o Líbano.

Aliás, Beirute, capital do Líbano, é conhecida como a “Ibiza do Oriente Médio”, graças à sua vida noturna agitada. Nas praias de Sharm el Sheikh, no Egito, locais e estrangeiras desfilam de biquíni. Até mesmo no Irã (que não é árabe, mas persa) a religião oficial conservadora não impede a população de ter hábitos e visões bem mais progressistas do que seu próprio governo.

11/15
Verdadeiro: Japoneses são muito organizados

Estereótipos Japão

“Empurradores” oficiais ajudam a organizar a lotação do metrô de Tokyo. (Imagem: YouTube/Divulgação)

O povo japonês se destaca por muitas coisas, uma delas é o seu extremo senso de organização. Quem já visitou o Japão sabe: poucos lugares no mundo possuem ruas mais limpas, com uma população educada e transporte público invejável.

O pensamento coletivo e o respeito ao próximo é algo enraizado na cultura japonesa e fazem parte da reputação local. Quem desrespeita algumas dessas regras de etiqueta invisíveis pode ser mal-visto e até excluído da sociedade.

12/15
Falso: Espanhóis são preguiçosos

Esteréotipos Espanha

A famosa siesta pode ser um hábito saudável! (Foto: Ignacio Perez Diez)

Quando visitar a Espanha, não estranhe o fechamento repentino de alguns comércios após o meio-dia. A siesta (aquela soneca depois do almoço) é um hábito bem comum entre os espanhóis.

Mas fechar por algumas horas durante o dia não significa dormir o tempo todo. Embora o hábito da siesta tenha benefícios para a saúde, muitos espanhóis preferem fazer outras tarefas durante este período. Aliás, espanhóis trabalham mais horas do que os alemães!

13/15
Verdadeiro: Russos não sorriem para estranhos

Esteréotipos Rússia

Então, foi aí que o problema começou. Aquele sorriso. Aquele maldito sorriso.” (Foto: NBC/Divulgação)

Muitos de nós temos o hábito de sorrir para estranhos, seja ao sermos atendidos num balcão, no transporte público ou até mesmo por educação em outras situações. Bom, se você fizer isso na Rússia, atrairá olhares de reprovação.

Russos simplesmente não sorriem para estranhos — esse é um estereótipo real. Na cultura russa, sorrisos são considerados íntimos demais, algo que você só faz com quem conhece. Portanto, se você quer arrancar um sorriso de um russo, tente fazer amizade com ele primeiro!

14/15
Falso: Americanos são extremamente patriotas

Estereótipos Estados Unidos

Make stereotypes great again! (Imagem: Getty)

Não é raro termos a impressão de que os americanos são obsessivamente patriotas, que adoram falar sobre o seu país e sempre carregam a bandeira dos Estados Unidos para onde for.

Embora manifestações de patriotismo sejam comuns em grandes eventos (assim como nós adoramos vestir a camisa “canarinho” nos jogos da Copa), muitos americanos não possuem um patriotismo cego e sabem valorizar as tradições do país. Também não é incomum ver casos de americanos renunciando a cidadania, seja por razões políticas, para não pagar impostos ou evitar o serviço militar.

15/15
Verdadeiro: Brasileiros que acessam o Melhores Destinos economizam mais

Taí uma estereótipo incontestável: quem tem o aplicativo do MD instalado no smartphone recebe promoções e dicas de viagem em tempo real. Dá para economizar com passagens aéreas, pacotes, seguros e ainda receber super dicas!

Baixe logo o aplicativo do Melhores Destinos — é grátis!

O Mapa de Estereótipos

A imagem no início desse post é o “Stereotype Map (Mapa de Estereótipos), de autoria da empresa J. Walter Thompson Intelligence, que entrevistou 6 mil pessoas de 27 países para criar um estudo que mostra as “personalidades” de países de acordo com a opinião de pessoas do mundo todo. A pesquisa foi feita com maiores de 18 anos em países como Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Colômbia, Egito, Finlândia, entre outros.

Segundo o estudo, “Os mapas revelam que, na maioria dos casos, as percepções globais não se alinham com os locais. Muitas vezes, nossas atitudes e percepções de um determinado país são ditados pelo nosso nível de familiaridade com esse mercado e os estereótipos relacionados a ele. Quer admitamos ou não, a grande maioria de nós organiza o mundo de acordo com estereótipos padronizados, imagens mentais que representam uma opinião, a atitude preconceituosa ou julgamento acrítico.


Já presenciou outros estereótipos (ou o inverso deles) nas suas viagens? Deixe seu comentário!