logo Melhores Destinos

“Comprem passagens agora, pois os preços estão muito baixos” diz presidente da Azul

Thayana Alvarenga
30/04/2021 às 17:32

“Comprem passagens agora, pois os preços estão muito baixos” diz presidente da Azul

O presidente da Azul, John Rodgerson, está otimista com a retomada do setor aéreo no Brasil, mesmo com o momento vivido pelo país em relação à pandemia. Em entrevista à CNN Business, ele disse que enxerga aqui algo que já está acontecendo nos Estados Unidos.

“Eu conversei com colegas nos EUA e os voos domésticos nunca foram tão bons. Uma empresa teve o melhor dia de reservas da história”, disse ele, que confia em uma retomada parecida no Brasil.

Com essa projeção positiva, Rodgerson orienta aos passageiros que aproveitem as tarifas de agora, já que com a volta dos voos e a demanda subindo, os preços devem aumentar também. “Comprem passagens agora, pois os preços estão muito baixos. Em quatro meses, esses preços não serão mais realidade”, lembrou.

Retomada de voos no Brasil

As companhias aéreas brasileiras estão operando, porém com malha reduzida realizando voos essenciais. Mas esse cenário deve melhorar em breve com a vacinação em andamento. “Em dezembro atingimos 90% da nossa malha de volta, sem vacina, em plena pandemia. Então eu acredito que ao vacinar todo mundo vai ter muita demanda no nosso setor”, disse Rodgerson.

“Pensa em quantas luas de mel não aconteceram, casamentos, quantos netos nasceram sem conhecer os avós, quantas pessoas tem vontade de sair de casa e conhecer praias lindas. Covid tirou um ou dois anos da vida de muita gente, e infelizmente tirou a vida mesmo de muita gente. Ao ser vacinado, eu acho que as pessoas vão querer aproveitar mais a vida e ver as belezas do Brasil”.

John Rodgerson, CEO da brasileira Azul Linhas Aéreas

Outro fator que deve contribuir para o retorno dos voos nacionais é a alta do dólar. Afinal, fica difícil viajar para o exterior com ele nas alturas. Rodgerson acredita que então o turismo vai decolar de vez.

“Com o dólar alto vai ter demanda reprimida dentro do Brasil. É uma vergonha os brasileiros nunca levarem seus filhos pra Foz do Iguaçu, pro Amazonas, Floripa, para as praias do Nordeste. O Brasil tem as melhores belezas do mundo, temos que aproveitar isso”, disse.

Apesar deste otimismo todo, as companhias aéreas não vivem um momento fácil. A Latam, por exemplo, está em recuperação judicial. A Gol, por sua vez, teve mais uma queda de caixa e fechou março com R$ 1,9 bilhão nos cofres, 10% a menos do que no mês anterior. Rodgerson fala que a situação da Azul está positiva, com R$ 4 bilhões em caixa. Porém, os números apontam que a receita líquida da companhia despencou 49,4%, a R$ 5,8 bilhões, enquanto o prejuízo foi de R$ 10,2 bilhões em 12 meses. Em 2019, a empresa havia conseguido lucrar R$ 823,7 milhões.

Com informações da CNN Brasil.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção