Dubai suspende projeto de maior aeroporto do mundo devido à instabilidade econômica

Wendell Oliveira
10/09/2019  ·  4:5410 · set · 2019  ·  4:54

Dubai suspende projeto de maior aeroporto do mundo devido à instabilidade econômica

Não está fácil para ninguém. As obras de expansão do aeroporto Al Maktoum, em Dubai, projetado para ser um dos maiores do mundo, com capacidade anual de mais de 250 milhões de passageiros, estão suspensas. O motivo seria a atual instabilidade econômica dos países do Golfo.

As construção foi interrompida e o financiamento congelado até segunda ordem, de acordo com a revista Bloomberg. Anteriormente, a data de conclusão da primeira fase do aeroporto, orçada em US$ 36 bilhões, já havia sido adiada em cinco anos, com previsão para outubro de 2030. A obra permitiria à companhia aérea Emirates consolidar sua posição como a principal transportadora de longo-curso do mundo.

Dubai: o turismo está estagnado desde 2017

O crescimento econômico de Dubai foi de 1,94% em 2018, atingindo o ritmo mais lento desde 2009. Embora seja uma economia diversificada, os baixos preços do petróleo, valorização do dólar e a desaceleração do mercado imobiliário vêm afetando significativamente os resultados. Tensões geopolíticas também entram na equação — o turismo está estagnado desde 2017, ano em que estourou a crise diplomática com o Qatar.

O aeroporto Al Maktoum — o segundo de Dubai —, também conhecido como Dubai World Central (DWC), foi inaugurado em 2013, mas atende somente 11 companhias aéreas. Embora a capacidade anual de passageiros tenha aumentado cinco vezes para 26,5 milhões no ano passado, o número real foi de apenas 900.000.

Após as obras de expansão do aeroporto, a capacidade aumentaria para 130 milhões de passageiros. O projeto final permitiria receber até 260 milhões, mais do que dobro do total de passageiros nos aeroportos mais movimentados do mundo atualmente.

Ao que tudo indica, Dubai sai da disputa para ver quem terá o maior aeroporto do mundo na próxima década, deixando o caminho livre para os novos aeroportos de Istambul e Pequim.