logo Melhores Destinos

10 coisas (quase de graça) para fazer no Rio de Janeiro

Leonardo Marques
Leonardo Marques
14/12/2010 às 9:34

10 coisas (quase de graça) para fazer no Rio de Janeiro

Férias e verão chegando… o Melhores Destinos convidou a carioca e blogueira Natália do Ziga da Zuca para nos dar algumas sugestões sobre atividades ao ar livre e em conta no Rio de Janeiro. São dicas para quem está a passeio, no intervalo de uma viagem de negócios ou para os próprios cariocas, de todas as idades!

Quer receber as promoções de passagens do Melhores Destinos no seu Whatsapp? Clique aqui e se cadastre! É grátis!

Vamos às dicas…

1 – Pedalar pela orla da Zona Sul

Na minha opinião (mega suspeita) é a melhor forma de se passear por belos cartões postais da cidade!

Rio de Janeiro Pedalar

O Rio possui estações de aluguel de bicicletas, distribuídas entre a Lagoa, Copacabana, Leme, Gávea, Ipanema e Leblon. São aquelas famosas bikes laranjas do banco Itaú que frequentemente são vistas nas ciclovias.

Para usar é bem simples! Basta chegar na estação e utilizar o App Bike Itaú, selecionando a estação mais próxima de você e o plano. Depois será necessário digitar o código gerado pelo aplicativo ao lado da bicicleta escolhida. Há opção de passe diário a partir de R$ 8,80.

Confira mais informações sobre o Bike Itaú Rio!

2 – Andar no Bondinho de Santa Teresa

Bondinho Santa Teresa

Apesar dos trancos que o bondinho dá, vale à pena! Afinal, passar sobre os Arcos da Lapa é por si só um espetáculo à parte! O passeio liga o Centro a Santa Teresa. O custo é de R$20 e o valor é pago na ida e a volta é inclusa.

Quanto? R$ 20
Onde? A estação inicial fica na Rua Lélio Gama, próximo à estação de metrô Carioca. As saídas ocorrem em intervalos médios de 15 a 20 minutos.

Confira mais informações sobre o Bondinho de Santa Teresa.

3 – Passeio de Barco da Marinha pela Baía de Guanabara

Poucos conhecem o Espaço Cultural da Marinha localizado no Centro do Rio, próximo a Praça XV. Considero um espaço muito interessante, pois além de visitarmos um submarino, uma das Naus do Descobrimento e um helicóptero museu, ainda temos a oportunidade de visitar o museu do espaço.

Centro cultural Marinha rio de janeiro

Quanto? Gratuito.

Outras atrações imperdíveis, acontecem a bordo de navegações da Marinha do Brasil:

Uma pela baía de Guanabara, com um guia contando a história da região, adultos e crianças adoram.

Centro cultutal Marinha rio de janeiro

A outra atração, vai até a Ilha Fiscal, onde os passageiros desembarcam e visitam a Ilha e algumas alas do Torreão, além de visitar exposições permanentes. O lugar também possui um café.

Centro cultutal Marinha rio de janeiro

Informações:

Visitação: terça a domingo, das 12h às 17h
Endereço: Av. Alfred Agache, s/n, Centro, próximo à Praça XV
Telefones: (21) 2104-5592 / 2104-6025
Agendamentos para grupos: (21) 2104-6992/ 2104-6721 (telefones de segunda a sexta)
Valores: variam de acordo com a atração. Passeios marítimos custam R$ 36, sendo que estudantes pagam meia. O Espaço Cultural da Marinha tem entrada franca.

(Atualização) As atrações do Espaço Cultural da Marinha, bem como o Passeio Marítimo pela Baía de Guanabara estão temporariamente suspensas.

4 – Visitar o Mirante da Paz (no Cantagalo)

Depois da instalação da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) no Morro do Cantagalo, ficou muito tranquilo visitar a comunidade, e agora com a inauguração do elevador que tem acesso direto do metrô para o Mirante da Paz (nome dado pelos moradores da comunidade), está tranquilo e fácil!

De lá, podemos ver as Ilhas Cagarras, a praia de Ipanema, a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Morro Dois Irmãos e o Cristo Redentor.

Mirante da Paz Rio Janeiro

Quanto? De graça!
Onde? Acesso pela estação de metrô General Osório, saída Rua Barão da Torre, em Ipanema.

5 – Chorinho na Praça

Para fazer um programa tipicamente carioca, vá a um desses lugares em Laranjeiras:

Rua General Glicério aos sábados.

Aqui você encontrará feira comum (frutas, verduras, etc) e de artesanato. Além da Barraca do Luizinho com caipirinhas deliciosas e a Barraca do Bigode, com pastéis de vários sabores e caldo de cana.

Chorinho Praça São Salvador Rio Janeiro

Em torno das 11hs começa o chorinho, música de muito bom gosto, arte pura!

Quanto? Gratuito.
Onde? Na rua General Glicério (transversal a rua das Laranjeiras, próximo ao número 481).

– Praça São Salvador aos domingos

Aqui não há feira, apenas algumas barracas de artesanato (quinzenalmente), mas ao redor você encontrará bares e botecos, como o Bar Brasil e a Adega da Praça. Isso sem contar com a Pizzaria Zona Sul, que é deliciosa e barata. Eu costumo comprar a pizza e levar para a praça, assim divido com os amigos e curto o chorinho!

Quanto? Gratuito.
Onde? Entre as Ruas Paissandú, Ipiranga e São Salvador, próxima ao bairro do Flamengo.

6 – Feira do Rio Antigo

Sou fã dessa feira que infelizmente só acontece no primeiro sábado do mês, porque por mim poderia acontecer semanalmente!

Lá você encontrará desde antiguidades, a artesanatos e artistas de rua. Os restaurantes costumam estar abertos e com vários pratos típicos, dentre eles a tradicional feijoada.

Quanto? Gratuito
Onde? Rua do Lavradio, Lapa.

Mais informações no site da feira do Rio Antigo!

7 – Visitar o Forte de Copacabana

Se você gosta de cultura, história e um belíssimo visual, você precisa conhecer o Forte de Copacabana.

O Forte ainda possui alguns cafés, todos com vista para a orla de Copacabana, com destaque para a tradicional Confeitaria Colombo.

Forte de Copacabana rio de janeiro

Quanto? R$ 6 (inteira) e R$ 3 (estudantes e idosos) – grátis às terças!
Onde? Av Atlântica, Posto 6, Copacabana .

Tel: (21) 2522-4460
Maiores informações no site oficial do Forte de Copacabana.

8 – Caminhar pela Pista Cláudio Coutinho

Localizada entre a costa do Pão de Açúcar e a Praia Vermelha, é o lugar ideal para refrescar a cuca e dar uma boa corridinha ou caminhada, seja pelo exercício ou apenas para curtir a brisa e o visual.

Quanto? Gratuito.
Onde? À esquerda da Praia Vermelha.

9 – Visitar o Parque Lage

Localizado no Bairro Jardim Botânico, esse patrimônio tombado pelo IPHAN é rico em história e beleza natural. Dentre seus atrativos encontramos um belíssimo casarão, trilhas, parques infantis, áreas para piquenique e cavernas artificiais.

Dentro do casarão há um café, em que aos finais de semana servem café da manhã ao redor da piscina.

Quanto? Gratuito.
Onde? Rua Jardim Botânico, 414.
Horário: Diariamente das 8hs às 18hs.

10 – Dar ao menos um giro pela noite na Lapa

Você gosta de samba, pagode ou funk? Nada disso? Então é aqui mesmo que você tem que vir!
A Lapa é o lugar que abriga todas as tribos no Rio, das patricinhas aos hippies. Ambiente super democrático e rico em diversidade.

Lapa rio de janeiro