logo Melhores Destinos

Delta estuda expandir voos domésticos em Miami para melhorar a conectividade com a Latam

Leonardo Cassol
03/10/2019 às 16:05

Delta estuda expandir voos domésticos em Miami para melhorar a conectividade com a Latam

Após o anúncio da compra de 20% da Latam e da criação de uma aliança estratégica com a empresa, a Delta Airlines está estudando como melhorar a conectividade com os voos da nova parceira. A companhia aérea norte-americana declarou que planeja aumentar a quantidade de voos domésticos para Miami, onde a Latam opera 11 voos diários, bem como avalia novas ligações da América do Sul com Atlanta, seu principal centro de operações.

A Delta atende hoje os três principais centros de operação da Latam: São Paulo, Santiago e Lima, além de outras cidades na América do Sul. No Brasil, também tem voos ligando São Paulo a Nova York.

Já a Latam concentra a grande parte dos seus voos em Miami, apesar de também ter Nova York, Orlando, Boston, Los Angeles e Washington como destinos nos Estados Unidos (os dois últimos com voos saindo de Santiago e Lima apenas).

Rotas da Latam

Em entrevista ao site The Points Guy, o Vice-presidente de Planejamento de Redes da Delta, Joe Esposito, disse que a empresa vai realinhar a rede para conectar os passageiros em Miami: “Queremos ter certeza de que podemos conectar nossos clientes em Miami. Atlanta continuará sendo a principal porta de entrada da Delta para a América Latina. Miami, por outro lado, poderá atender viajantes sul-americanos nos Estados Unidos que se conectam para outros destinos domésticos”, destacou, sem entrar em maiores detalhes.

Atualmente a Delta voa sem escalas de Miami para Atlanta, Detroit, Havana, Nova York (JFK), Nova York (LaGuardia) e Minneapolis, e planeja adicionar voos entre Boston e Miami a partir de dezembro.

A concorrência não está parada. A rival American Airlines (que logo deixará de ser parceira da Latam), responsável por cerca de 2/3 dos voos saindo de Miami, anunciou essa semana uma nova ligação diária entre São Paulo e Miami (a 3ª frequência). Não foi coincidência. Na mesma ocasião, a empresa também comunicou a expansão de suas rotas de Miami para Santiago e Lima, os outros dois centros de operação da Latam, além do retorno de seus voos diretos entre Boston e Londres.

Um eventual aumento da oferta de voos entre o Brasil e os Estados Unidos pode beneficiar os passageiros com mais opções de horários e preços mais competitivos. Mas é cedo para comemorar.

É provável que a American Airlines e a GOL já estejam em negociação para uma nova parceria, uma vez que ambas serão abandonadas por suas atuais parceiras. Vamos aguardar os desdobramentos desse importante movimento no setor aéreo.

Com informações do TPG

Leia também:

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção