logo Melhores Destinos

Companhia aérea compra 19 mil iPhones de última geração para seus comissários

Leonardo Cassol
Leonardo Cassol
01/05/2021 às 11:00

Companhia aérea compra 19 mil iPhones de última geração para seus comissários

A companhia aérea norte-americana Delta Airlines anunciou que vai entregar 19.000 celulares iPhone 12 da Apple para todos os seus comissários de bordo, em parceria com a fabricante e com a operadora AT&T. O objetivo é equipar a tripulação com aparelhos de última geração para melhorar a eficiência dos voos e a experiência dos passageiros, utilizando novos recursos de realidade aumentada e a nova rede 5G.

A Delta será a primeira companhia aérea a ter acesso completo à rede 5G usando a cobertura da AT&T. O programa começará a distribuir iPhones em setembro, que virão equipados com o aplicativo SkyPro, desenvolvido especialmente para os funcionários da empresa.

O que os comissários poderão fazer com o novo telefone?

Os funcionários poderão utilizar o iPhone 12 para agilizar o check-in, checar assentos ocupados, status de upgrades e de bagagens, reservar refeições, verificar informações de voos e conexões, além de acessar o inventário da aeronave instantaneamente.

Além disso, o SkyPro permite aos membros da tripulação acessar vídeos de treinamento e segurança, inclusive aqueles com realidade aumentada (AR). A tripulação também poderá localizar itens de alimentação e outros objetos importantes a bordo usando a câmera do iPhone. Ao apontar a câmera para portas e armários fechados, por exemplo, a equipe poderá ver onde as coisas estão armazenadas e o que precisa ser substituído.

Celulares e tablets já são utilizados por outras empresas aéreas, inclusive no Brasil

Em 2011, a United começou a fornecer iPads aos seus pilotos, substituindo quilos  de papel por informação digital. O programa teve tanto sucesso que, em 2015, a empresa decidiu entregar iPhones para a equipe.

Em 2019, a Apple e a British Airways celebraram uma parceria para fornecer o iPhone XR a 15.000 funcionários. Até então, a empresa já fornecia um iPads para auxiliar cada voo. As tripulações usam os dispositivos para reservar refeições para os clientes, verificar informações e voos de conexão, por exemplo.

No Brasil, a GOL iniciou em 2016 o uso de tablets em seus voos para auxiliar os tripulantes na gestão das informações sobre os passageiros, serviço de bordo e também dados operacionais. A ferramenta fica com o chefe de cabine e tem informações como o mapa de assentos com o nome de todos os clientes a bordo, seu perfil junto à companhia, solicitações de cuidados especiais – como menores desacompanhados, idosos ou usuários de cadeiras de rodas, por exemplo -, passageiros com conexões e escalas, entre outros. Além disso, também reúne os dados do voo, relatórios de atividades a serem realizadas a bordo, dados gerais da tripulação e demais informações operacionais.

Imagem: Divulgação Gol

A Latam adotou o uso de tablets pelos pilotos em 2015, em substituição aos manuais de bordo impressos de suas aeronaves. De acordo com a empresa, eles foram equipados com aplicativos e softwares especialmente desenhados para substituir o material impresso de referência: cartas de navegação em formato digital, manuais, certificados de voo e aplicativos para cálculo de desempenho operacional. A tecnologia diminuiu o peso e a quantidade de papel a bordo, liberou espaço da cabine e reduziu o tempo de atualização das informações.

Imagem: divulgação Latam

Os funcionários da Latam também utilizam um aplicativo no celular para identificar os passageiros embarcados e seus respectivos assentos, prioridades, menores desacompanhados, entre outros itens de serviço.

É muito legal ver a tecnologia cada vez mais presente no dia a dia da aviação. E você, ficou com uma pequena invejinha de quem trabalha na Delta? Dá uma lida então no nosso post para quem quer ser comissário de bordo.


Veja também: