logo Melhores Destinos

Anvisa recomenda a interrupção da temporada brasileira de cruzeiros

Bruna Scirea
Bruna Scirea
03/01/2022 às 9:54

Anvisa recomenda a interrupção da temporada brasileira de cruzeiros

Atualização 03/01, às 16h30: a Clia Brasil (Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros) anunciou a suspensão da temporada brasileira de cruzeiros até 21 de janeiro. Viagens que estão sendo realizadas poderão completar o itinerário até segunda ordem, mas novos embarques e saídas foram interrompidos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou ao Ministério da Saúde a suspensão urgente da temporada brasileira de cruzeiros 2021/2022 após três navios registrarem casos de Covid-19. Neste momento, duas embarcações estão em quarentena e outras seguem em operação.

De acordo com o órgão, o esforço para controlar a situação sanitária dentro das embarcações está sendo “gravemente impactado por falhas no cumprimento dos protocolos pactuados para o início da temporada”. Cabe ao Ministério da Saúde decidir se irá revisar a portaria que autoriza as viagens de cruzeiros nesta temporada.

A Anvisa também está pedindo aos passageiros com cruzeiros marcados que reconsiderem suas viagens. De acordo a agência, além do risco à saúde, são altas as chances de outros tipos de transtornos, como ter de desembarcar antes do fim da viagem e em um porto diferente do planejado.

Cinco embarcações já estavam circulando na costa brasileira quando começaram os casos de Covid-19 entre passageiros e tripulantes. O Costa Diadema e o MSC Splendida já estão em quarentena – somados, foram confirmados quase 150 casos de pessoas contaminadas nos dois navios.

No MSC Preziosa foram pelo menos 20 passageiros identificados com Covid-19 neste domingo, mas a embarcação tem autorização para novos embarques. Os navios Costa Fascinosa e MSC Seaside seguem operando normalmente.

Estamos acompanhando as decisões em relações à temporada brasileira de cruzeiros e traremos novidades sempre que surgirem.