Coronavírus: Dinamarca, Polônia e Chipre fecham suas fronteiras para estrangeiros

Rafael Castilho
13/03/2020  ·  10:1913 · mar · 2020  ·  10:19

Coronavírus: Dinamarca, Polônia e Chipre fecham suas fronteiras para estrangeiros

A cada dia novos casos na Europa do coronavírus aumentam e mais países adotam medidas emergenciais para tentar frear a pandemia. Dinamarca, Polônia e Chipre são os mais novos países europeus a restringirem a entrada de estrangeiros.

A partir de amanhã, as fronteiras da Dinamarca estarão fechadas para estrangeiros. “Os estrangeiros que não puderem fornecer um propósito digno de entrar na Dinamarca terão a entrada negada na fronteira”, disse o primeiro-ministro dinamarquês Mette Frederiksen, segundo a Reuters. A medida tem prazo de duração de 30 dias.

Na Polônia e no Chipre, uma ilha, a medida vale a partir de domingo. Todos os estrangeiros que não apresentarem permissões especiais serão barrados.

Na Polônia a medida tem validade de 14 dias e no Chipre 15. Além disto, todos os cidadãos poloneses que retornarem ao país serão obrigados a cumprir quarenta domiciliar de 14 dias.

A exceção nos três países é para a entrada de mercadorias, incluindo alimentos, medicamentos e matéria-prima industrial.

Outros países já viram adotando medidas semelhantes ou até mais restritivas. Na Itália e na Eslováquia há restrições a mobilidade dentro dos países. República Tcheca e Ucrânia também fecharam as fronteiras para estrangeiros. Na Suíça, somente cidadãos suíços podem cruzar a fronteira com a Itália.