logo Melhores Destinos

Companhia aérea nega colher a criança, por estar na classe econômica

João Goldmeier
07/07/2021 às 20:00

Companhia aérea nega colher a criança, por estar na classe econômica

O relato de um passageiro da British Airways causou comoção nas redes sociais. Segundo ele, a companhia se negou a fornecer uma colher para que pudesse alimentar seu filho durante um voo entre a Ilha da Madeira e Londres. O talher, segundo o relato, seria exclusivo da classe executiva.

Simon Gold voltava de férias com sua esposa Ortal (grávida de sete meses) e seu filho Jacob, de apenas um ano de idade. Ao procurar a colher para alimentar o pequeno durante o voo (que dura quatro horas) ele percebeu que havia colocado o item na bagagem despachada.

Simon chamou então uma comissária para pedir uma colher emprestada, no que teria sido informado que o item era exclusivo dos passageiros voando na Club Europe (classe executiva da British nos voos intra-Europa). O pai ficou furioso: “Eu não estava pedindo uma refeição grátis, não estava pedindo um upgrade ou um assento melhor”.

Foi aí que o pequeno Jacob resolveu protestar: chorou e gritou durante 40 minutos, quando enfim a tripulação cedeu e trouxe uma colher para ele pudesse comer.

A British Airways negou que seus funcionários sejam orientados a agir de tal forma. Segundo a companhia, a demora de 40 minutos foi devida ao grande número de passageiros no voo: “Lamentamos que, em um voo movimentado, nossa tripulação de cabine não tenha podido oferecer imediatamente ao nosso cliente a colher que ele solicitou, mas o fez o mais rápido possível”, disse em um comunicado.

Com informações do The Sun.

Não perca nenhuma oportunidade!
ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
tela do app do melhores destinos
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção