logo Melhores Destinos

Como ser turista depois da quarentena: dicas para a sua primeira viagem

Monique Renne
Monique Renne
21/05/2020 às 5:34

Como ser turista depois da quarentena: dicas para a sua primeira viagem

A retomada da vida “normal” depois da quarentena começa a ganhar força em diversos países do mundo e isso nos enche de esperança para a hora da próxima, e tão aguardada, viagem. Com nações abrindo fronteiras, museus voltando a receber turistas, praias cheias de banhistas, parques repletos de vida e até algumas vacinas em fase de testes, já começamos a criar expectativa para a retomada das nossas voltinhas por esse mundão. Sabemos as coisas não serão como antes e precisamos nos preparar para encarar o novo universo dos turistas, que pode durar um bom tempo. Retomar as viagens depois de um longo período de quarentena vai exigir bem mais que uma boa promoção de passagem aérea ou câmbios favoráveis. Como então nos preparar para o novo mundo das viagens que nos espera? Separamos algumas dicas que irão te ajudar a seguir em frente, com mais tranquilidade, rumo aos próximos melhores destinos da sua vida!

Só viaje quando se sentir seguro para isso

Primeiro passo e mais importante de todos é viajar somente quando se sentir seguro. Abertura de parques, fronteiras, lojas, bares e restaurantes não importarão nada enquanto você não se sentir confiante para viajar. E essa é uma decisão estritamente pessoal! Se sentir bem para encarar a primeira viagem pós-quarentena depende de cada um e é preciso entender que cada viajante deve avaliar a sua própria necessidade. Se você é do time que vai correr para o aeroporto assim que a quarentena acabar, tudo bem! Se você acha que só vai conseguir retomar a viagem depois da vacina, também está tudo certo! O importante é respeitar o seu momento, seja ele quando for, e aceitar quem pensa diferente.

Primeira viagem depois da quarentena

Acompanhe as notícias sobre viagem

Todos os dias publicamos aqui no Melhores Destinos novidades sobre o rumo das viagens pelo mundo. Falamos sobre aeroportos, companhias aéreas, reabertura de fronteiras, medidas de segurança tomadas por hotéis e restaurantes, dicas de destinos para a primeira viagem pós-quarentena e tudo mais que envolve o novo universo do turismo. Se manter informado é fundamental para não tomar uma decisão errada na hora de viajar. Busque veículos de comunicação que sejam boas fontes de informação, fique longe das fake news e acompanhe como estão os rumos do país ou cidade para onde você gostaria de ir. Estar bem informado te ajudará a tomar a decisão correta na hora de embarcar. Ah! Mas nada de ficar lendo apenas notícias sobre coronavírus, ok? Aproveite para também saber mais dicas sobre o destino e, claro, relaxar a mente e esquecer um pouco os problemas se inspirando com posts e matérias menos pesadas.

Organize bem a sua primeira viagem pós-quarentena

A hora da sua primeira viagem pós-quarentena vai chegar, seja mais cedo ou mais tarde! E é preciso estar bem organizado, escolher com sabedoria o destino e tudo mais que envolve essa viagem tão especial. E são muitos pontos a considerar nessa hora: a escolha entre destinos no Brasil ou no exterior; a decisão de viajar de carro ou avião; o tipo de hospedagem; ir muito longe ou ficar pertinho de casa; se aventurar por lugares com atrações lotadas ou um destino de natureza, praia e cachoeiras mais isolado; qual transporte usar e outros vários detalhes. Quanto mais bem preparado, mais tranquilo você ficará na hora de viajar. Veja mais sobre dicas de organização para a primeira viagem pós-quarentena.

Primeira viagem depois da quarentena

Não pense apenas em economizar e priorize a sua segurança e saúde

Este não é o momento de economizar a todo custo na sua viagem. Escolher o hotel mais barato, o meio de transporte mais econômico, os restaurantes mais em conta e tudo mais que envolve corte de gastos não necessariamente é uma boa pedida agora. Nesta retomada de viagens, avalie mais a questão de segurança e riscos do que a economia. Ao escolher um hotel, verifique como estão o cuidado sanitário, a lotação e o distanciamento mínimo entre os hóspedes. No caso de restaurantes, esse quesito também será fundamental na hora da escolha. Por algum tempo, aqueles mercados tradicionais maravilhosos e os pé-sujos que tanto amamos poderão ter que esperar um pouco mais pela nossa visita. O ideal é escolher locais que prezem muito pela higiene e cuidado no distanciamento. A cada passo da viagem, é preciso avaliar a relação custo x benefício para decidir se o barato não pode sair caro.

Primeira viagem depois da quarentena

Tenha uma reserva financeira para a viagem

Os dias atuais ainda estão bem confusos e a maneira como viajávamos antes não serve de parâmetro. Embarcar com dinheiro contadinho não é uma opção segura e o ideal é ter uma boa reserva para eventuais transtornos e emergência. É preciso estar preparado para comprar uma passagem de retorno de última hora, optar por transportes mais caros, mudar de hotel, ficar mais dias no destino e diversos outros perrengues que podem surgir de última hora e que exigem dinheiro para serem resolvidos. Nada de viajar com os trocados contados sem pensar em uma maneira eficiente de solucionar um grande pepino. No mínimo, tenha um cartão de crédito com limite suficiente para resolver alguns probleminhas inesperados.

Primeira viagem depois da quarentena

Tenha datas flexíveis

A imprevisibilidade toma conta do atual momento e mudanças de última hora, tanto na ida quando na volta da viagem, podem ser necessárias. Além da questão financeira, que envolve ter uma reserva para pepinos de última hora, é preciso estar atento também à possibilidade de mudança de datas. Evite viajar com dias exatos e procure embarcar com muita folga para compromissos importantes. Se você tem algo imperdível para resolver antes ou depois da viagem, escolha datas distantes para não ter problemas. O mesmo vale para as férias. Não deixe para voltar na última hora se for preciso retomar o trabalho logo no dia seguinte.

Primeira viagem depois da quarentena

Esteja preparado para qualquer coisa: do melhor ao pior

Não estamos querendo ser catastróficos. Longe disso! Queremos apenas que você viaje sabendo que a famosa lei de Murphy (que é apenas uma expressão e não uma lei de fato) está aí batendo à nossa porta, nos jogando na cara a perversidade do universo. É horrível ler isso, mas, na prática, pode ser muito bom! Se você viaja preparado para o pior, tudo o que acontecer de bom será sensacional! E dentro do atual momento, esperar pelo pior é apenas ser um pouquinho precavido. Alguns meses atrás ninguém imaginava a loucura que estaríamos vivendo hoje. Sendo assim, imaginar que algo de ruim pode acontecer, e estar com o espírito preparado para isso, ajudará a lidar melhor com tudo o que vier, isso inclui todas as mazelas e maravilhas da viagem também!

Primeira viagem depois da quarentena

Seja paciente

Se tem uma palavra que certamente fará parte do vocabulário de todo viajante pós-pandemia é “paciência”. O novo normal nas viagens vai exigir um bocado de paciência de todos! Se você decidiu viajar, é bom já ir treinando o modo zen para encarar a sua primeira aventura. Tudo será mais difícil, mais demorado e menos familiar. Coisas que fazíamos com maestria e de olhos fechados, como embarcar em uma aeronave, poderão se tornar uma corrida de obstáculos digna dos eventos olímpicos, com passagens por grandes filas até a demora nos atendimentos. Mentaliza que é por uma boa causa, respira fundo, e segue em frente.

Primeira viagem depois da quarentena

Resiliência é fundamental

Essa pode até não ser uma lei de Murphy, mas com certeza a expressão “aceita que dói menos” cabe muito bem neste momento. Há coisas com as quais não adianta discutir, argumentar ou negociar. É melhor simplesmente aceitar. Resiliência será tão importante quanto paciência e as duas palavrinhas andarão bem juntas neste momento. Não adianta questionar o modo como está sendo organizado o aeroporto, as novas regras do hotel que você já se hospedou uma dezena de vezes na vida ou as novidades nem sempre boas do seu parque favorito. Desenvolver a capacidade de adaptação às mais diferentes e inesperadas situações será ainda mais importante nos dias de hoje, quando tudo é novidade para todos. Aceita. 

Primeira viagem depois da quarentena

Tenha empatia

A dor, as dúvidas e os problemas do outro não são os mesmos que os seus. Sabendo disso, é hora de exercitar ao máximo a sua empatia. A palavrinha já devia fazer parte do nosso dia a dia em qualquer situação de viagem, mas no momento em que vivemos ela se torna peça ainda mais fundamental para ter uma viagem feliz. Entenda que todos nós estamos passando por dias difíceis, mas que cada um encara as mudanças do mundo de uma maneira singular. Não ache que o que serviu para curar a sua dor e a sua mente servirá para o coleguinha. Não julgue o que outros turistas e viajantes estão sentindo ou como estão encarando a primeira viagem. Muito menos faça juízo de valor das pessoas que vivem no local para onde você pretende viajar. Cada um sabe a dor que carrega. O momento é de se colocar no lugar do outro, tentar entendê-lo e unir esforços para que todos fiquem bem. Compreenda e, na medida do possível, dê apoio!

Viagem pós-quarentena

Respeite todas as regras de segurança e higiene

Se tem uma coisa no novo normal das viagens que não adianta argumentar são as regras de higiene e segurança. Não perca tempo debatendo, questionando, discutindo ou tentando descumprir as novas medidas sanitárias que tomarão conta de todos os ambientes por onde você passar. Elas ainda estão em teste e muita coisa pode mudar, mas, por hora, o importante é cumpri-las. Usar máscara, manter distância segura, não fazer aglomerações e cumprir horário de entrada e saída em atrativos são apenas algumas, das incontáveis, novas medidas que serão tomadas por países, aeroportos, museus, restaurantes, lojas e todos os ambientes por onde você circular. As regras serão diferentes em cada país e cidade, mas o básico será comum a todas.

Viagem pós-quarentena

Tenha um celular com acesso à internet a todo momento

Se a internet já era fundamental nas viagens anteriores à pandemia, agora ela ganhará ainda mais importância na vida do turista. Diversas atrações terão a venda online como único meio acesso aos ingressos, muitos deles com horário marcado. A internet será útil também para fazer check-in em aeroportos e hotéis, além de ser uma das opções para pagamento em diversos locais, como lojas e restaurantes. Aplicativos serão cada vez mais usados em transporte público e privativo, delivery de comida, para visualizar cardápios de restaurantes (por um bom tempo eles não existirão mais no papel) e até como audioguia em museus. Tudo isso para diminuir o contato entre as pessoas e reduzir as chances de contágio. Compre um chip no país de destino ou faça um plano de viagem internacional para não entrar em roubada durante a viagem. Não fique dependente apenas do Wi-Fi.

Viagem pós-quarentena

Leve um kit básico de higiene

Por muito tempo máscara e álcool gel serão seus grandes aliados. E você deve carregá-los (mais de um, preferencialmente) para todo lado! Muitos ambientes irão autorizar a entrada apenas de pessoas com uso de máscara e, claro, ela serve para a sua proteção e para a das pessoas que terão contato com você. Já o álcool gel vai garantir que você mantenha as mãos limpas em todos os momentos que considerar em que houve contato com alguma superfície perigosa (não precisa ser uma bomba, um saleiro de uso comum já cumpre bem esse papel de risco). Lembre-se que a sua segurança vem antes de qualquer coisa e é sempre bom manter os olhos abertos para situações potencialmente contagiosas. Todo cuidado é pouco. E agora, mais do que nunca, ele precisa ser redobrado.

Reduza ao máximo a sua bagagem

Carregar o mundo nas costas (ou nas rodinhas) pode não ser o ideal no momento. Ter mobilidade, agilidade e rapidez para circular em ambientes como aeroportos, hotéis e transporte público é fundamental nessa retomada de viagens. A melhor maneira de viajar agora é viajar leve! Prefira levar apenas a bagagem de mão com até 10 kg. Você terá controle total de onde a sua mala passou e não precisará esperar por ela na esteira. Uma mala pequena ajudará a circular com mais tranquilidade.

Leia também: Dicas para escolher a mala ideal para a sua viagem de avião

Viagem pós-quarentena

Faça um seguro de viagem

O seguro é importante em qualquer viagem e, em tempos de coronavírus, ele se torna ainda mais fundamental. Apesar de muitos seguros não oferecerem a cobertura de pandemias, o atendimento em todos eles é garantido ao menos até o momento do diagnóstico. Fora o fato de que acidentes acontecem a todo instante e ninguém está livre de um problema de saúde não relacionado à covid-19. Estar segurado tornará tudo mais fácil caso haja uma emergência. Veja mais dicas sobre seguro de viagem.

E aí? Você é do time que já está pronto para o próximo embarque ou é da turma que vai esperar tudo se acalmar para botar o pé na estrada? Conta pra gente aqui nos comentários e ajude outros viajantes neste momento tão difícil para todos.

Leia também: Dicas de destinos para viagens pós-quarentena e o “novo normal”: o que deve mudar na rotina das viagens após o fim da quarentena.