logo Melhores Destinos

As sete cidades de montanha mais deslumbrantes da Europa cobertas de neve

Rafael Castilho
Rafael Castilho
27/12/2020 às 6:49

As sete cidades de montanha mais deslumbrantes da Europa cobertas de neve

Começou o inverno na Europa, assim como a temporada de esqui. Dos Alpes aos Pirenéus, o Velho Continente abriga algumas das montanhas mais bonitas do mundo. Ao longo de vales, no meio de picos nevados, estendem-se lagos, rios e enseadas que emolduram belas cidades que ficam mais encantadoras com o cair da neve. Conheça sete das mais charmosas vilas europeias neste inverno.

Alesund – Noruega

A localização de Alesund incorpora o que torna a costa norueguesa um lugar único: cidades construídas ao nível do mar rodeadas por fiordes, picos e enseadas que oferecem paisagens como nenhuma outra no mundo. No inverno, os turistas buscam a cidadezinha para fazer esqui alpino, esqui de passeio e caminhada na neve. Mas também o visitante pode ir a Alesund simplesmente para relaxar e admirar as luzes do norte sobre os picos cobertos de neve e o mar da Noruega 

Alesund, Noruega

Chamonix – França

Na região francesa dos Alpes, pertinho de Genebra na Suíça, fica um dos destinos mais famosos do inverno europeu. Chamonix é bem conhecida por seus picos temíveis e atrai não apenas alguns dos atletas mais resistentes e destemidos da França, mas também do mundo todo. É um dos destinos preferidos para gravar aquele tipo de filmes de esqui que nos fazem perguntar como alguns dos feitos são humanamente possíveis.

Mas Chamonix também é muito francesa, com restaurantes inesquecíveis que servem vinhos da região de Savoie. Portanto, se esquiar com um guia e contornar fendas profundas não estiver em sua lista de viagens, não se preocupe. Há muito o que fazer nas lojas, brasseries e cafés da cidade. O centro histórico da cidade de Chamonix é um ótimo lugar para estar quando a neve começa a cair.

Chamonix, França

Cortina d’Ampezzo – Itália

A cordilheira das Dolomitas, na Itália, contém algumas das áreas de esqui mais irresistíveis da Europa. O local combina encostas para cada tipo de habilidade de esqui com vistas deslumbrantes, culinária incrível e uma atmosfera montanhosa encantadora. Em meio a todas as cidades das Dolomitas, Cortina d’Ampezzo é conhecida como “a pérola”.

O local dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1956 fica no vale Ampezzo, onde dois rios se encontram. É um lugar para ser apreciado não apenas com esquis, snowboards, esqui cross-country ou raquetes de neve, mas com um par de botas de inverno aconchegantes. A cidade é um excelente lugar para fazer compras ou entrar em um de seus muitos restaurantes para uma refeição única que mostra as influências alpinas austríacas na região, com salames picantes e queijos, mas, é claro, massas maravilhosas.

Cortina d’Ampezzo, Itália

Hallstatt – Áustria

Na margem oeste do Lago Hallstatt, a cidade austríaca que compartilha seu nome com o impressionante lago alpino, é um cartão postal que ganhou vida. O lago cobre uma área de 8.55 km2, atingindo profundidades de mais de 120 metros e tem uma cor azul penetrante.

Da cidade, os visitantes podem subir a 350 metros de altura até a plataforma do mirante Skywalk Hallstatt para contemplar uma paisagem de tirar o fôlego. Eles também podem visitar um lago de sal subaquático e fazer um tour pelas minas que já foram uma importante fonte de renda para a cidade. Olhar para os picos cobertos de neve, para a pequena cidade e para o lago de cristal é considerada uma das experiências mais icônicas dos Alpes austríacos. Toda a área é um Patrimônio Mundial da Unesco.

Hallstatt, Áustria

Mittenwald – Alemanha

Nenhuma cidade montanhosa da Baviera, no sul da Alemanha, é mais classicamente bávara do que Mittenwald. No inverno o distrito de Obermarkt se enche de neve e visitantes passeiam entre as famosas igrejas de São Pedro e São Paulo e por chalés, restaurantes e pubs. Mittenwald é conhecido como a “vila dos mil violinos”, pois já foi um grande fabricante do instrumento e muitos músicos ainda encantam a cidade com melodias. Todo mês de dezembro, Mittenwald hospeda um dos mercados de Natal mais encantadores da Alemanha.

Mittenwald, Alemanha

Salzburgo – Áustria

Na fronteira com a Alemanha, pertinho de Munique, e aos pés dos Alpes fica bela Salzburgo. Local de nascimento do compositor Mozart e do famoso filme Noviça Rebelde (1965), a cidade respira arte e cultura misturada com o vida alpina rústica. Salzburgo significa “montanha de sal” e suas famosas minas de sal são responsáveis por parte da riqueza que resultou na elegante arquitetura barroca da cidade. Do alto a Fortaleza Hohensalzburg, patrimônio da Unesco, abrilhanta mais a paisagem que durante o inverno é coberta por uma camada branca de neve que traz mais encanto a Salzburgo.  

Salzburgo, Áustria

Zermatt – Suíça

Com sua torre de rocha em forma de pirâmide, o Matterhorn talvez seja um dos picos mais icônicos do mundo. E é ele que abrilhanta a paisagem de Zermatt, na Suíça. A cidade fica pertinho da Itália e a pouco mais de 200 km de MilãoEspremida em um vale nos meios dos Alpes, Zermatt é impressionante como o Matterhorn e encantadora com os seus belos chalés e casas de madeira. O local é tão belo que já foi cenário de um filme da Disney (Terceiro Homem na Montanha – 1959). Toda esta beleza ganha mais vida e charme no inverno com os telhados brancos e as pistas de esqui movimentando a cidadezinha. 

Zermatt, Suíça

Informações Matador Network.

E você já esteve em algum desses vilarejos ou outro destino de inverno na Europa? Conte nos comentários!