logo Melhores Destinos

China usará vacina chinesa como critério para a concessão de visto a turistas

Rafael Castilho
17/03/2021 às 12:41

China usará vacina chinesa como critério para a concessão de visto a turistas

A China vai retomar e facilitar a emissão de vistos para estrangeiros em diversos países pelo mundo. Boa notícia! Certo? Entretanto, o anúncio não inclui o Brasil e vem acompanhado de uma grande polêmica. O visto só vai ser emitido e facilitado a pessoas que tomaram uma das vacinas chinesas de Covid-19.

Um comunicado falando sobre a retomada da emissão dos vistos e a facilidade para os inoculados com vacinas Made in China foi divulgado por diversas embaixadas chinesas pelo mundo, entre elas: Washington, Roma, Camberra, Tel Aviv, Bangkok, Manila, etc. Veja o comunicado na íntegra aqui.

“Para retomar os intercâmbios pessoais entre a China e outros países de maneira ordenada, a partir de 15 de março de 2021, a Embaixada da China fornecerá a seguinte facilitação para requerentes de visto vacinados com vacinas chinesas COVID-19 (tendo tomado ou duas doses de vacinas com o intervalo estipulado entre elas ou uma vacina de dose única pelo menos 14 dias antes do pedido de visto) e obteve o certificado de vacinação.”

Apesar do comunicado, as viagens turísticas na China ainda continuam suspensas para os estrangeiros. Além do visto para a China, os viajantes necessitam de teste PCR negativo de Covid-19.

O anúncio do governo chinês surpreendeu as autoridades estrangeiras, pois grande parte dos países listados, para terem os vistos facilitados, não estão aplicando as vacinas chinesas. Na verdade a maioria nem tem as doses chinesas aprovadas pelos organismos sanitários locais.

Para alguns especialistas, a medida teria como finalidade a aceleração das aprovações e futura compra das vacinas. “Acho que estamos chegando a um ponto em que o domínio chinês da produção e distribuição de vacinas na Ásia começará a ser desafiado”, disse Nicholas Thomas, professor associado de segurança sanitária da City University de Hong Kong em entrevista a publicação norte-americana Fortune. “A China quer garantir que as vacinas chinesas continuem sendo a escolha preferida [nesses países]”

Já o governo da China defende a medida. “Nossa proposta para facilitar a viagem daqueles que foram vacinados com vacinas chinesas é feita após considerar cuidadosamente a segurança e eficácia das vacinas chinesas”, disse Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China

Muitos países e organismos internacionais estão buscando mecanismos para a retomada das viagens e do turismo. A medida chinesa, apesar de controversa, vai neste sentido. Vale destacar também que estão em testes os certificados sanitários internacionais para facilitar as viagens. A União Europeia analisa hoje a criação de um passaporte de saúde no Bloco. Na semana passada, a China lançou um novo passaporte de vacina digital, chamado de “certificado de saúde para viagens internacionais”, para seus 1,6 bilhão de cidadãos. Conheça outros certificados de saúde que estão em teste.

O serviço consular da China está suspenso está suspenso temporariamente no Brasil. Durante este prazo a emissão de vistos está suspensa. Vale lembrar que a vacina chinesa Coronavac foi aprovada e está sendo aplicada no Brasil.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção