logo Melhores Destinos

Má notícia! Chile vai exigir quarentena obrigatória de brasileiros que entrarem no país antes de 7 de dezembro

Yenifer Contreras
18/11/2020 às 10:30

Má notícia! Chile vai exigir quarentena obrigatória de brasileiros que entrarem no país antes de 7 de dezembro

Como já informamos, a partir do dia 23 de novembro, os brasileiros e demais estrangeiros poderão retornar ao Chile, com entrada pelo aeroporto Arturo Merino Benítez, cumprindo todos os requisitos de saúde. Hoje, porém, as autoridades divulgaram um novo requisito: até 7 de dezembro, é exigida quarentena de 14 dias para quem vem de países com transmissão comunitária, como é o caso do Brasil.

A subsecretária Paula Daza explicou que todos os estrangeiros, para embarcar em um avião e chegar ao Chile, devem cumprir três requisitos: PCR feito 72 horas antes de embarcar, seguro saúde obrigatório que cobre os benefícios associados ao COVID -19 e seu passaporte de saúde que deve ser preenchido no site www.c19.cl

Restrição extra até 7 de dezembro

Porém, durante as duas primeiras semanas de abertura da fronteira, entre 23 de novembro e 7 de dezembro, os estrangeiros que vierem de países com transmissão comunitária, segundo classificação da OMS, terão que manter quarentena de 14 dias no país. Esta lista é publicada semanalmente no site da Organização Mundial da Saúde.

“Isso nos permitirá analisar a situação do país com a abertura das fronteiras e proteger os cidadãos”, explicou a subsecretária.

Durante a estada, o estrangeiro deve obrigatoriamente completar o seu estado de saúde e onde se encontrará durante 14 dias numa plataforma que será libertada na próxima semana. A medida praticamente impede viagens a turismo ao Chile até 7 dezembro, já que os passageiros serão obrigados a passar duas semanas fechados em um hotel ou apartamento alugado aguardando o fim da quarentena.

A autoridade sanitária informou que “o descumprimento da vigilância obrigatória por 14 dias pode acarretar graves penalidades para os estrangeiros que não o façam. Não só corre o risco de multas de acordo com o Código de Saúde, como também pode ser encaminhado para uma Residência de Saúde, cujas despesas terão de ser autofinanciadas, ou até ser deportado para o seu país de origem”.

Com informações da Mejores Destinos Chile

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção