logo Melhores Destinos

Chile confirma reabertura para turistas do Brasil até o fim mês e divulga exigências para entrada

Yenifer Contreras
Yenifer Contreras
10/11/2020 às 10:10

Chile confirma reabertura para turistas do Brasil até o fim mês e divulga exigências para entrada

O governo do Chile anunciou ontem que as fronteiras do País devem ser reabertas a estrangeiros até o fim do mês. O Ministério da Saúde confirmou ontem que a reabertura valerá para viajantes de todos os países, incluindo o Brasil, e os protocolos que terão de ser seguidos, além do uso de máscaras e álcool gel: testes de Covid, restrição do número de fronteiras abertas, monitoramento de visitantes por meio de aplicativo, entre outros requisitos.

“O plano que está sendo desenvolvido considera uma abertura gradual, portanto nesta fase apenas a barreira aérea internacional será levantada, através do Aeroporto de Santiago, enquanto o resto das fronteiras continuarão fechadas ”, explicou a subsecretária de Saúde Pública, Paula Daza, em entrevista ao jornal La Tercera.

Além disso, ela anunciou que as seguintes medidas farão parte do protocolo de entrada que o Chile exigirá dos estrangeiros:

  • O visitante, antes de embarcar para o Chile, deve preencher uma declaração que detalha sua origem e destino, bem como seu estado de saúde.
  • Será exigido um teste PCR negativo, realizado a no máximo 72 horas, em laboratório reconhecido pela autoridade sanitária do Chile.
  • Os visitantes não terão que ficar em quarentena e poderão passear livremente, mas serão controlados por um aplicativo que monitorará seus sintomas. O sistema já funciona em países como a Colômbia.
  • Não haverá restrição quanto à procedência dos visitantes, podendo eles viajar de qualquer parte do mundo, independentemente da situação epidemiológica de seu país.
  • A única fronteira aberta de entrada será, inicialmente, o Aeroporto Internacional de Santiago.

Desde março, as fronteiras do Chile estão fechadas para a entrada de estrangeiros, sem limitar as viagens de chilenos e residentes ao exterior. Há um mês as restrições foram relaxadas, permitindo, por exemplo, a entrada de parentes chilenos em nosso território, além de eliminar a quarentena obrigatória, e permitir a entrada em nosso país por meio de um PCR negativo.

Na mesma entrevista, a vice-presidente executiva da Federação das Empresas de Turismo (Fedetur), Helen Kouyoumdjian, recebeu o anúncio como uma notícia positiva. “Se você sabe que as fronteiras vão abrir antes de dezembro, pode trabalhar com o horizonte claro, porque as reservas não vão acontecer da noite para o dia. Nossa estimativa é que teremos cerca de 30% da demanda normal durante o mês de janeiro ”.

Com informações do Mejores Destinos Chile.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *