logo Melhores Destinos

Aluguel de casa na praia: 7 dicas para escolher a hospedagem perfeita

Bruna Scirea
Bruna Scirea
04/05/2021 às 10:05

Aluguel de casa na praia: 7 dicas para escolher a hospedagem perfeita

Alugar uma casa na praia e aproveitar os dias sem pressa à beira-mar é um programa que agrada muita gente. E dá para entender o porquê, né? E garantir um cantinho agradável para chamar de seu ao longo da temporada no litoral é meio caminho andado para uma viagem sem perrengues.

Neste post, trazemos sete dicas e cuidados para você escolher uma casa na praia perfeita para as férias. Claro, todas as dicas aqui também valem para apartamentos na praia. Confira!

1. Localização

Quando as férias são na praia, a localização é um fator ainda mais importante do que nos grandes centro urbanos. Primeiro porque o transporte público ou acesso a táxi e transportes por aplicativo tende a ser mais limitado. Viajando de carro, o problema é outro: falta de estacionamento perto da orla e você pode ficar incomodado de entrar molhado e sujo de areia.

Portanto, a dica é: na medida do possível, tente se hospedar próximo à praia. E se o preço permitir, a localização ideal é perto da praia e também de outros pontos de interesse, como uma rua de barzinhos para aproveitar à noite ou o centrinho, onde estão mercadinhos, restaurantes e farmácias. Claro, isso se o seu plano não for uma praia deserta, longe de tudo e de todos.

Antes de alugar uma casa na praia, verifique portanto a localização dela no Google Maps – veja 10 dicas para aproveitar o Google Maps em viagens. Também investigue nos comentários/avaliações o que os hóspedes falam sobre a localização. Poder fazer tudo (ou quase tudo) a pé é uma mão na roda em destinos litorâneos.

E se estiver em dúvida de onde passar as férias, confira nosso post com as 35 melhores praias do Brasil.

Foto: Monique Renne/Melhores Destinos

2. Estrutura da casa de praia

O que você espera de uma casa na praia? Faz questão de que a acomodação tenha uma bela piscina pra não botar defeito nos dias de férias? E que tal uma churrasqueira para poder reunir a família e amigos em uma refeição sem pressa?

Alguns dos pré-requisitos da estrutura da casa na praia que trago aqui podem ser bastante insignificantes para alguns, mas devem estar na check list dos viajantes mais exigentes. Outros pontos aos quais se atentar: a casa oferece um chuveiro na área externa para tomar aquela ducha rápida e não encher a casa de areia?

No interior, há banheiros suficientes para o número de hóspedes? Há ventiladores ou ar-condicionado nos quartos? Telas anti-mosquito podem ser bem-vindas em alguns destinos litorâneos no Brasil, sobretudo aqueles situados na Mata Atlântica. Tem espaço para as crianças brincarem? E se o grupo estiver indo de carro, certifique-se de que a casa oferece garagem para todos.

Pergunte ao proprietário da casa que você pretende alugar sobre os utensílios de cozinha e eletrodomésticos. Boas panelas, microondas, forno e um refrigerador espaçoso ganham ainda mais importância se você viaja com crianças ou for daqueles que amam cozinhar – fazer refeições em casa também ajuda no orçamento.

3. Acessórios de praia

É claro que dá para alugar cadeiras e guarda-sóis nos quiosques na beira da praia. Também é possível levar da sua própria casa, caso tenha. As duas opções, no entanto, embora viáveis, implicam um gasto maior ou espaço a menos no bagageiro do carro.

Sendo assim, ganha pontinhos extras uma casa de praia com estes acessórios fundamentais quando o que se quer é curtir vida à beira-mar confortavelmente e com certa proteção do sol. E se a casa alugada oferecer também um cooler para levar bebidinhas geladas para a areia, aí ganha o coraçãozinho de qualquer veranista.

Fica a dica: já leu nosso post com as 25 melhores praias do Nordeste, perfeitas para você curtir as férias?

Praias do Litoral Norte de São Paulo

Foto: Monique Renne/Melhores Destinos

4. Roupas de cama e de banho

Para quem vai até o destino litorâneo de avião pode ser fundamental que a casa de praia ofereça roupas de cama e de banho – principalmente para quem gosta de economizar (euzinha aqui) e acaba viajando quase sempre só com uma mala de mão. Porque né… sabemos: numa mala de cabine de avião cabem roupas e calçados bem contadinhos. Seria um malabarismo ainda acrescentar lençóis, sobre-lençóis e toalhas de banho.

Falando em toalhas de banho, fica outra perguntinha: será que a casa tem toalhas extras caso a sua estadia seja longa? Ou permite o uso da máquina de lavar roupas?

5. E se chover?

Ninguém quer nem pensar na possibilidade de chuva quando o assunto é férias na praia. Mas a verdade é que todo mundo já dever ter tido os dias de folga pelo menos em parte comprometidos pelo mau tempo.

E, bem, aí é garantir que o clima não vai completamente arruinar as suas férias. Neste sentido, pode ser interessante garantir que a casa de praia tenha um bom wi-fi, suficiente para navegar nas redes sociais e também assistir séries e filmes. A casa é espaçosa o suficiente caso todos os hóspedes tenham que ficar trancadinhos em dias de chuva? E o sofá? Grandão e delicioso?

Para bom apreciador, um dia de chuva na praia também tem o seu valor…

É claro que todas as férias exigem também jogo de cintura. Até porque o bom-humor deve ser levado junto para a praia – e os perrengues devem ser mais motivos de risada do que de estresse. No fim, a não ser que você seja extremamente neurótico com tudo e exigente para caramba, sempre dá para fazer do limão aquela limonadinha agradável: encontrar diversão mesmo em uma casa apertada, puxar o baralho na falta de internet e usar a imaginação para passar o tempo enquanto o sol não vem.

6. Política de cancelamento

Casas na praia costumam ser bem disputadas na alta temporada – sobretudo no sul do Brasil, quando faz mais sentido ir para o litoral no verão, já que em outros meses o frio ou o mau tempo não combinam muito com férias na praia. Ou seja: é sempre válido procurar a hospedagem na praia com a maior antecedência possível.

E aí, entra outra questão: fazendo a reserva com antecedência, aumenta o risco de os planos mudarem ou algo acontecer e ser necessário cancelar a viagem. Em tempos de pandemia, então, nem se fala. Ainda são muitos os destinos litorâneos brasileiros que estão abrindo e fechando, oscilando a cada semana.

Para isso, só há uma dica. E importantíssima: leia as entrelinhas para saber qual é a política de cancelamento da hospedagem que você deseja reservar. No caso de casas alugadas pelo Airbnb, há anfitriões que permitem o cancelamento com reembolso e outros não. Verifique se alguma taxa é cobrada e o qual período para fazer o cancelamento, caso preciso. Aliás, confira 10 dicas para economizar e não ter dor de cabeça reservando estadias pelo Airbnb.

7. Avaliação dos hóspedes

Ao levar em conta todas as questões descritas acima, certamente você estará bem ciente de como é a casa na praia que está alugando. Surpresas dificilmente acontecerão. O único porém é que às vezes as fotos do anúncio da internet nem sempre são fiéis à realidade. É aí que está a importância de SEMPRE conferir o que os viajantes que já se hospedaram na casa têm a dizer sobre ela.

É geralmente nas avaliações dos hóspedes que encontramos as informações reais: que a casa é sim do jeito como é descrita, que o chuveiro não esquenta, o ar-condicionado de um dos quartos está estragado, a cama é ruim, o travesseiro duro… ou mesmo que o anfitrião antipático e não disposto a resolver eventuais probleminhas.

Antes de fazer a reserva, portanto: leia os comentários!


Tem outras dicas e cuidados para alugar uma casa na praia para as férias perfeitas? Já passou por algum perrengue? Participe nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *