Cabo Verde Airlines e Amaszonas suspendem temporariamente todas suas atividades no Brasil

João Goldmeier
17/03/2020  ·  14:3817 · mar · 2020  ·  14:38

Cabo Verde Airlines e Amaszonas suspendem temporariamente todas suas atividades no Brasil

A Cabo Verde Airlines e a Amaszonas acabam de divulgar que irão suspender todas as suas atividades no país. Saiba mais:

Cabo Verde Airlines

A cia africana vai suspender suas atividades por completo por 30 dias a partir de amanhã (18/03/2020). A medida é consequência do fechamento das fronteiras de Cabo Verde e poderá ser prorrogada por mais tempo.

Depois de banir os voos para a Itália em fevereiro, o governo local decidiu cortar qualquer conectividade aérea com todos os países europeus com casos de covid-19, bem como Estados Unidos, Brasil, Senegal e Nigéria, inviabilizando por completo a operação da empresas.

A companhia ainda avalia junto aos principais acionistas e autoridades locais a necessidade de manter voos especiais, humanitários, de repatriação ou carga, de forma a garantir que o arquipélago não fique isolado e que os bens essenciais como medicamentos não faltem a população.

Entramos em contato com a companhia para saber das opções para quem tem reservas para o período suspenso, já que a nota oficial não trata do tema. Assim que tivermos retorno, iremos atualizar este post. Vale lembrar que a cia aérea tinha voos no Brasil para Fortaleza e Recife.

Leia a nota do cancelamento dos voos da Cabo Verde Airlines na íntegra.

Amaszonas Línea Aérea

A Amaszonas Línea Aérea informou que irá suspender suas operações no Brasil entre 01 de abril e 02 de junho de 2020. A cia boliviana tem voos para Foz do Iguaçú e Rio de Janeiro. A decisão pode ser alterada a depender da situação de ambos países.

Além disso, passageiros com voos programados entre 15 e 31 de março de 2020 (que estão operando normalmente), podem optar por mudar a data da viagem até 31/12/2020 ou a validade do bilhete (o que vier primeiro) sem cobrança de multa ou diferença tarifária. Se preferir, podem ainda alterar a rota, havendo aí a cobrança de diferença tarifária (se houver).

A companhia informa, ainda, que as rotas domésticas na Bolívia seguem operando regularmente.  As operações para Cusco (Peru) e Iquique (Chile) foram interrompidas até 31 de março, conforme diretrizes enviadas pelos dois países.

Para dúvidas sobre a nova política de operação, remarcação de voos e compra de passagens para voos a partir de 2 de junho, entre em contato com a companhia através dos telefones (11) 3995-5064 e (21) 2018-3198 ou do email reservas.br@amaszonas.com.

Veja também: