logo Melhores Destinos

Companhias suspendem operação para a China devido ao coronavírus

Daniel Gadelha
29/01/2020 às 10:48

Companhias suspendem operação para a China devido ao coronavírus

Atualizado em 04/02/2020

Confira as companhias que já anunciaram a suspensão de suas operações para a China devido ao coronavírus.

Air Canada

A companha irá suspender seus voos para Pequim e Xangai de 30 de janeiro até 29 de fevereiro de 2020. A empresa também está oferecendo remarcação ou reembolso sem custo para todos os clientes com passagem comprada para a China seguindo a política:

  • Passagens para Wuhan compradas até 21 de janeiro para voar entre 22 de janeiro e 29 de março poderão ser remarcadas para voar até 15 de junho de 2020.
  • Passagens para Pequim e Xangai compradas até 28 de janeiro para voar entre 24 de janeiro 29 de fevereiro poderão ser remarcadas para voar até 15 de junho de 2020.

Entre em contato com a companhia pelos telefones (11) 3254-6630 / (21) 2220-5343 ou pelo site.

Veja o comunicado no site da companhia.

Air France

A empresa francesa cancelou seus voos para a cidade de Wuhan até o dia 29 de fevereiro. Passageiros afetados devem entrar em contato com a companhia para verificar as opções de acomodação ou reembolso.

A operação da companhia para Xangai e Pequim permanece, no entanto, alguns voos poderão ser cancelados devido a baixa demanda. Verifique o status do seu voo no site da companhia. Para estes destinos, a companhia também está oferecendo opções de remarcação ou cancelamento sem custo.

Entre em contato com a companhia pelo telefone (11) 3878-8360 ou pelo site.

Veja nota no site da Air France.

American Airlines

A companhia americana American Airlines suspendeu as suas operações para Pequim e Xangai no período de 9 de fevereiro até 28 de março. Os voos para Hong Kong também foram cancelados até 20 de fevereiro.

Os passageiros afetados deverão entrar em contato com a companhia para verificar as opções de acomodação.

Entre em contato com a empresa pelo telefone 3004-5000 ou pelo site.

British Airways

Por recomendação do governo britânico, a companhia inglesa British Airways cancelou todos os seus voos para a China de hoje (29/01) até sexta-feira (31/01). A empresa opera voos diários de Londres para Xangai e Pequim. Os passageiros com passagens para voar com a companhia para estes destinos devem entrar em contato para verificar as opções de acomodação disponíveis.

Os voos entre os dias 1 e 23 de fevereiro permanecem sem alteração, mas os passageiros voando nessas datas podem remarcar o voo através do site sem custo desde que origem e destino permaneçam os mesmos. Quem preferir, pode também solicitar o reembolso (incluindo bilhetes emitidos com milhas) também sem custo. Caso o bilhete tenha sido adquirido através de uma agência de viagens, a solicitação deve ser feita através desta.

A British Airways opera também dois voos diários de Londres para Hong Kong os quais não foram afetados pela medida.

Entre em contato com a empresa pelos telefones 0800 761 0885 / 0800 886 8266  ou pelo site.

Veja a nota no site da companhia.

Delta

A Delta também suspendeu todos os seus voos para a China a partir de 6 de fevereiro até 30 de abril. Passageiros impactados serão comunicados e serão oferecidas opção de acomodação, remarcação ou reembolso.

A companhia está oferecendo a opção de cancelamento sem custo e uma alteração sem cobrança de taxas para passageiros com viagem marcada para a China. A remarcação será feita conforme disponibilidade de cabine e respeitando origem e destino.

Entre em contato com a Delta pelo telefone 0800 761 0035 ou pelo site.

Veja o comunicado no site da Delta.

Grupo Lufthansa

A Lufthansa comunicou em seu perfil oficial no Twitter que os voos operados por ela e demais membros do grupo – Swiss Air e Austrian Airlines – para a China estão suspensos até o dia 7 de fevereiro. A nota diz ainda que temporariamente não está aceitando reservas para o país afetado para viajar no mês de fevereiro.

Os passageiros impactados deverão procurar as companhias para verificar as opções de acomodação disponíveis.

As operações das companhias para Hong Kong permanecem inalteradas.

  • Lufthansa: (11) 3878-8151 / (21) 3500-1471 / 0800 595 0728 ou pelo site. atendimento.brasil@lufthansa.com
  • Swiss Air:  (11) 4700-8910 ou pelo site.
  • Austrian Airlines: Somente pelo site.

Iberia

A companhia espanhola irá cancelar todos os seus voos para Xangai até o final de fevereiro. Os passageiros impactados poderão solicitar opções de acomodação, remarcação ou reembolso sem custo adicional.

Entre em contato pelo telefone (11) 3956-5999 ou pelo site.

Veja nota no site.

Qatar Airways

A Qatar Airways tomou a decisão de cancelar todos os voos de/para a China a partir de 3 de fevereiro, sem data prevista para retorno. Uma avaliação semanal será conduzida com a intenção de retomar os voos o mais rápido possível.

Passageiros afetados poderão remarcar os bilhetes para datas ou destinos alternativos, ou solicitar um reembolso completo sem custos, de acordo com as seguintes regras:

  • Aqueles que compraram suas passagens diretamente com a Qatar podem alterar o voo através do site (“Gerenciar reserva“)  ou pelo call center da companhia.
  • Aqueles que compraram suas passagens através de outros agentes deverão contactar o emissor do bilhete para ajustar o itinerário ou pedir reembolso.

Entre em contato pelo telefone (11) 4700-8673 ou pelo site.

Confira a nota original no site.

United Airlines

A empresa declarou que todos os voos para a China operados entre os dias 6 de fevereiro a 28 de março foram cancelados. O voo diário entre Hong Kong e San Francisco está mantido. Consulte sua reserva no site da companhia e, caso o seu voo tenha sido afetado, entre em contato com a empresa para verificar as opções de acomodação.

Entre em contato com a United pelos telefones 0800 162 323 / (11) 3145-4200 ou pelo site.

Confira outras empresas aéreas que estão adotando políticas semelhantes devido a epidemia do coronavírus.

A epidemia do vírus está afetando os planos de viagem de milhares de pessoas ao redor do mundo. Esperamos que a situação normalize o quanto antes e que o mínimo de passageiros seja afetado.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção