logo Melhores Destinos

Bogotá, na Colômbia: as dicas de uma brasileira que mora na cidade

Rafael Castilho
30/06/2021 às 10:24

Bogotá, na Colômbia: as dicas de uma brasileira que mora na cidade

Bogotá, a capital da Colômbia, atrai vários turistas brasileiros todos os anos. Além dos viajantes, muito brasileiros embarcam rumo ao país para ficar e mudar de residência. É o caso de nossa leitora Gabriela Figueiredo (@gabriela_iuspa), que está em Bogotá há 8 meses. Mudou para lá com o marido, duas filhas e o cachorro. Neste tempo já se encantou com a cidade e escreveu um relato especial sobre o que fazer, onde comer, e muitos outros detalhes que te ajudarão na hora de planejar sua viagem para Bogotá. Confira!

Bogotá

Por Gabriela Figueiredo

Bogotá é uma cidade grande com cara de interior. Por exemplo, você pode passear pelas ruas e estradas e em pouco tempo conseguir ver vacas, galinhas e até mesmo ovelhas. Tem um cheiro diferente… de natureza e as montanhas ao redor de toda a cidade são um ponto encantador pra quem a conhece. É uma cidade que se localiza longe da costa colombiana, mas a partir dela se consegue chegar a lugares maravilhosos e o melhor, super perto.

Bogotá foi fundada na praça de Chorro de Quevedo, que é um lugar público com bares, restaurantes, muitas construções no estilo colonial e recebe pessoas do mundo todo. Ao visita-la, além dos pontos turísticos mais conhecidos, é imprescindível caminhar e desbravar o centro histórico, que possui museus, praças, feiras e deliciosos cafés.

Em Bogotá você não pode deixar de conhecer o Cerro Monserrate, La Candelaria, Plaza de Bolívar e diversos museus, como por exemplo o do Oro e Fernando Botero.

A temperatura de Bogotá é em torno dos 18 e 19 graus. O sol quando aparece é bem forte, mas o vento frio é sempre presente. O ideal é nunca esquecer do protetor solar, labial e claro, sempre ter um casaco, nem que seja leve, com você.

E não esqueça de que por mais que esteja em outro país, melhor não dar bobeira com seus eletrônicos pelas ruas. Tire fotos, aproveite para registrar os momentos, mas sempre atento. Afinal, você está em uma cidade grande como qualquer outra.

Bogotá, além de ser um destino de muitas pessoas para negócios, também pode ser um destino familiar. Para crianças e pets há muitas e muitas opções, desde restaurantes nas estradas com enormes espaços para diversão, como a cada dois três quarteirões presença de parques com toda a estrutura. A cidade é altamente arborizada, principalmente na região norte.

Porém, nem tudo é perfeito e o trânsito de Bogotá está presente para nos lembrar disso. As motos podem passar por todos os lugares das ruas, assim como há muitos carros e sempre quando tiver um compromisso, planeje e saia com antecedência. Opção para isso não faltarão, afinal se encontram muitos táxis a todos os lugares e horários pelas ruas.

Restaurante, comida típica e lugares para fazer aquela pausa para um lanchinho, é fácil de se encontrar. A gastronomia é rica e os colombianos adoram conversar com brasileiros.

Quando ir a Bogotá

Na cidade de Bogotá, não há estação do ano definida devido à altitude e localização próxima à linha do Equador.

Logo, seguindo as recomendações para passar dias em torno dos 19 graus, tudo ficará tranquilo.

O que fazer em Bogotá

Centros comerciais, parques, restaurantes, tudo o que uma cidade grande oferece é super procurado em Bogotá. As pessoas da cidade nos deixam a vontade, querem saber mais do Brasil, contam sobre a vida bogotana e estão super dispostas a dar dicas.

Pra quem gosta de história e cultura, a cidade conta com muitos museus, como o Museu Nacional de Bogotá. Poucas pessoas de fora sabem, mas há um castelo pertinho da cidade, com acesso super fácil, que pode se conhecer e onde vpcê pode almoçar. Esse é o chamado Castillo Marroquín.

Museu Nacional (foto Gabriela Figueiredo)

Pontos turísticos

Em Bogotá, é de lei conhecer o Cerro Monserrate. O cerro é o mirante de onde se pode ver toda a cidade e para quem é católico, um ótimo momento de reflexão religiosa. Todo o caminho você consegue acompanhar a trajetória de Jesus até ser ressuscitado. Para chegar ao cerro, se paga uma taxa de menos de 10 mil pesos colombianos (R$ 13,50), com direito a subida por teleférico ou funicular.

Vista do Monserrate (foto Gabriela Figueiredo)

Saindo do cerro, não muito longe, temos o centro histórico como a La Candelaria, com suas casas coloridas, Chorro de Quevedo, lugar onde foi fundado Bogotá e não se pode esquecer do caminho cheio de grafites.

Chorro de Quevedo (foto Gabriela Figueiredo)

Depois, aconselho descer na Plaza de Bolívar, onde possuem os três poderes. Porém, a praça é cheia, principalmente nos finais de semana e o mais legal é poder ver e tirar fotos com as lhamas. É um lugar cheio de história!

Andando pela praça, você pode degustar um bom canelazo (bebida típica aqui da Colômbia) e conhecer os museus presentes no local. Em alguns deles, é necessário realizar reserva, então, sempre bom buscar a opção no site para não perder a oportunidade de conhecer.

Passeios em Bogotá

Há muitos roteiros locais disponíveis, desde conhecer a cidade com tour ou a pé mesmo a partir de algum ponto turístico.

Onde comer em Bogotá

Há ótima opções de restaurante para estar com a família ou amigos, além de muitos terem infraestrutura infantil. Para quem gosta de um foodtruck, temos vários pela cidade, com opções variadas desde parrilla a empanadas.

Que está a passeio em Bogotá, não pode deixar de comer as famosas arepas rellenas.

Família no restaurante Andrés D.C. (foto Gabriela Figueiredo)

Vida noturna em Bogotá

Restaurantes, baladas não faltam por aqui. Mas o que você precisa saber antes de chegar é que há uma lei que proíbe a presença de crianças em determinados lugares que vendam bebidas alcoólicas após as 18h. Sempre é bom se atentar e buscar a informação com o lugar que você irá para não perder o passeio.

Outra opção de diversão para quem gosta, são os cassinos. Aqui é legalizado e pela cidade há vários.

Compras em Bogotá

Bogotá é uma cidade com muitos shoppings (chamados de Centro Comercial), e em praticamente todos, acha-se roupas de marcas nacionais e importadas. O preço varia muito, há muitas opções de compras e estilos que atendem a todos os gostos.

Como chegar à Bogotá

Em Bogotá, temos o Aeroporto El Dorado. Saindo do Brasil, voo direto de cerca de 5 horas e 30 minutos. O aeroporto não é grande, é super bem organizado e a opção de táxi é gigante ao sair.

Transporte em Bogotá

A cidade em si, conta com grande opção de táxi, ônibus entre os bairros e o famoso Transmilênio (que liga Norte a Sul e vice e versa). Bogotá não possui metrô e trem, mas possui um único trem a passeio que liga a cidade de Zipaquirá.

(foto Gabriela Figueiredo)

Dinheiro na Colômbia

Nem todos os lugares aceitam cartões. Logo, é sempre bom ter dinheiro em espécie com você.

Pela região da Calle 140 (bem conhecida e de fácil acesso para outros lugares da cidade) há diversas casas de câmbio com opção de trocas de moeda.

Os preços nas lojas são variados, porém pesquisando se acha muita coisa boa, por valor baixo.

Veja nosso post especial sobre a moeda colombiana: Peso colombiano, dólar ou real? Que moeda levar em uma viagem à Colômbia?

Plaza de Bolívar (foto Gabriela Figueiredo)

Dicas de Bogotá

Para chegar em Bogotá, não é necessário passaporte. Se o RG estiver válido, pode ser realizada a viagem tranquilamente.

A vacina de febre amarela é indispensável e claro, portando a Certificado Nacional de Vacinação.

Como toda cidade grande, cuidados com seus objetos pessoais, bolsas e eletrônicos.


Agradecemos a Gabriela pelas ótimas dicas! E você, fez uma viagem inesquecível, mora em alguma cidade turística e quer compartilhar com a gente? Envie seu texto e fotos para convidado@melhoresdestinos.com.br! 

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção