Barbados – dicas do que fazer no paraíso do Caribe

Camille Panzera
20/11/2018  ·  11:59Publicado 20 · nov · 2018  ·  11:59Atualizado 28 · out · 2019

Barbados – dicas do que fazer no paraíso do Caribe

Barbados é uma pequena ilha no Mar do Caribe que muita gente só conhece como país natal de Rihanna, a maior celebridade do lugar. Estive por lá recentemente, a convite do Visit Barbados, órgão oficial de turismo local, a experiência foi muito enriquecedora. Deixo abaixo algumas dicas para quem pretende visitar esse lindo pedacinho mundo!

Barbados, um paraíso no Caribe

Barbados

Carlisle Bay em Barbados

Barbados está localizado no Oceano Atlântico, a cerca de 2500km de Miami e perto de outras ilhas caribenhas como Granada e Martinica. A ilha é cheia de particulares, que tornam o local ainda mais interessante e curioso! Como por exemplo o fato de utilizar mão inglesa em seu sistema de direção e ser uma das ilhas com maior renda per capita do Caribe.

Ela tem em torno de 430 km², 250 mil habitantes, foi uma colônia britânica e faz parte do Commonwealth. Sua capital é Bridgetown, onde fica o aeroporto da ilha, que recebe voos da Air Canada, American Airlines, Avianca, British Airways, Copa Airlines, Delta e outras companhias.

A língua oficial de Barbados é o inglês, mas o inglês falado entre os moradores do lugar tem uma forma diferente de ser falada, bem difícil de ser compreendida por pessoas de fora – não se preocupe, todos falam também o inglês usual.

Barbados praia

O turismo é um forte incentivador de sua economia, mas também a produção de cana de açúcar é tradicional do local. É a partir da cana que se faz a bebida mais popular na ilha, o rum, misturado em dezenas de drinks.

Barbados é um destino excelente para quem procura praias paradisíacas, preços possíveis e um merecido descanso. A água do local é morna, não provoca aquele choque ao entrar no mar, as temperaturas são agradáveis o ano inteiro.

Quando ir a Barbados

Barbados é um destino com temperaturas agradáveis o ano todo, com média de temperatura anual na ilha é de 26°C. Ficar de olho nas condições climáticas é importante para o sucesso da viagem. O período mais seco do ano vai de janeiro a maio (ótima época para viajar), enquanto julho a novembro é um período mais chuvoso.

No segundo semestre, mais precisamente entre 1 de junho e 30 de novembro é temporada de furação – é muito raro um furacão passar diretamente em Barbados, mas a passagem deles por outras áreas no Caribe podem acabar provocando tempestades na ilha, principalmente de agosto e outubro. O período em que viajei (meados de outubro) estava nublado, com chuvas fracas ocasionais. O tempo estava bom, mas para quem quer muito sol, pode ser um período aquém do esperado.

food e rum festival barbados

Food & Rum Festival

Estive na cidade na época do Food & Rum Festival, que foi bastante proveitoso para conhecer um pouco da gastronomia local. E assim como esse festivalBarbados também realiza outros eventos ao longo do ano, sendo o mais popular o Crop Over, o “Carnaval de Barbados”. Ele simboliza o fim da colheita da cana de açúcar e se estende por várias semanas. O ápice do festival é o Kadooment Day, quando é feriado, há música e festa nas ruas.

Muitos cruzeiros que viajam pelo Caribe fazem paradas em Barbados, especialmente entre os meses de novembro a abril, quando o fluxo de embarcações é maior. Para quem deseja conhecer outros destinos da região, é uma ótima pedida.

praia de barbados

Brighton Beach

Transporte em Barbados

Barbados tem um sistema de transporte público, táxis e carros para serem alugados. Como a ilha utiliza a mão inglesa, muita gente opta por não alugar um carro e deixar o transporte para locais mais distantes feito através de táxis e ou tours, que também são uma maneira frequentemente usada para conhecer diferentes áreas da ilha.

A maior parte das estradas de Barbados são pequenas, sem muitas faixas. A condição das vias é razoável, em alguns lugares boa e sinalizada em outros, bastante fraca. Toda as placas das vias estão em inglês. Ainda que seja uma ilha pequena, há congestionamento e trânsito lento dependendo da região que se trafega e do horário – é sempre bom consultar aplicativos tipo GPS, como o Google Maps, para saber qual caminho tomar durante o percurso.

barbados dicas

Hastings Rocks

Para quem não quer alugar um carro, é possível conhecer boa parte das atrações através dos passeios realizados por agências turísticas. Outra forma é combinar com um taxista para levar-lo ou buscá-lo em uma praia que deseja ou mesmo fazer um tour de táxi pelos locais que deseja ir.

Praias de Barbados

As maiores atrações de Barbados são as praias, é claro! Com um mar maravilhoso como o que tem, não poderia ser outro o maior incentivo para visitar o lugar. Todas as praias de Barbados são públicas – nem Rihanna tem sua própria praia – algumas delas têm a estrutura de um clube, restaurante ou hotel por perto, enquanto outras praticamente não têm movimento e ficam desertas.

Barbados oferece experiências diferentes, basta escolher o tipo de praia que deseja frequentar. A parte da ilha voltada para o Oceano Atlântico (East Coast) é um pouco traiçoeira e menos visitada pelos turistas, ela é mais procurada pelos surfistas; já a costa sul (South Coast), onde fica a capital Bridgetown e a costa oeste (West Coast) são ideais para quem viaja a passeio, sem a intenção de surfar.

praia de barbados

Accra Beach

Entre as praias bacanas para conhecer na costa leste/oeste estão a Accra Beach (Rocky Beach), Hastings Rocks, que tem um calçadão delicioso para caminhar na beira do mar, Peebles Beach e Brownes Beach, ambas parte de Carlisle Bay – a que mais gostei. Essas praias têm areia clarinha e fina, além de um mar super azul. Elas também costumam ter um mar bem calmo, que é a condição perfeita para quem viaja com crianças.

barbados dicas

Paradise Beach

Para quem prefere praias desertas, uma boa ideia pode ser ir a Brandons Beach ou Brighton Beach, ambas têm um mar tranquilo e geralmente poucas pessoas.

Na costa leste, Bathsheba é um nome para guardar em mente. A praia talvez não seja a melhor para banho, mas tem um visual muito bonito. É um lugar com pedras em formatos bem diferentes e que rende um bom passeio para relaxar.

Uma forma de conhecer um pouco das belezas naturais da ilha é fazendo um passeio de barco. As empresas de Barbados oferecem passeios variados, o que fiz e recomendo muito é realizar um passeio de barco com parada em Carlisle Bay, que com sua água cristalina permite ver tartarugas. O lugar é lindo, excelente para um mergulho refrescante no mar.

passeios em barbados

St Nicholas Abbey

Mais atrações de Barbados

Visitar uma destilaria de rum é outra boa atividade em Barbados. A Mount Gay, fundada em 1703, oferece passeios guiados e degustação da bebida, assim como a St Nicholas Abbey, que tem um espaço lindo e bem arborizado, com uma cafeteria em meio a mata. O rum, bebida produzida a partir da cana, é produzido há mais de 300 anos em Barbados e o país é considerado seu local de origem.

Para quem gosta de plantas, a dica é visitar um dos jardins botânicos do local, que tem um clima maravilhoso para orquídeas, como o Hunte’s Garden.

Compras: Fazer compras também pode ser uma boa pedida para quem visita Barbados, já que a ilha tem centros comerciais livre de impostos, o chamado tax free. Bons shoppings da ilha são o Cave SheperdSheraton Mall e o luxuoso Limegrove Lifestyle Centre, com lojas como Michael Kors, Ralph Lauren, Longchamp e outras. Lembre-se de levar seu passaporte para fazer o tax free das compras!

noite em barbados

Harbour Lights

Noite: Ao percorrer a ilha, nota-se muitos e muitos bares; alguns simples, outros mais elaborados. A cerveja nacional é Banks, servida em quase todo lugar. Para curtir um pouco da vida noturna, um lugar tradicional é o Harbour Lights, que fica na beira da praia e tem uma programação diferente a cada dia. As noites de segunda e quarta-feira têm show com bandas ao vivo, jantar e bebida liberada.
Outra dica é o Oistings Fish Fry, que permite conhecer um pouco mais da cultura local – são vários restaurantes um ao lado do outro, com música e comida a preços baixos.

Onde ficar em Barbados

Barbados tem hotéis para todos os bolsos, com opções mais econômicas e outras luxuosas. Boa parte dos hotéis fica voltado para o mar, mas como a ilha não é tão pequenina, esses hotéis estão localizados em diferentes costas. Os hotéis que ficam na beira-mar têm estrutura para o hóspede curtir a praia, assim não é preciso deixar o lugar para curtir o mar – a dica, então, é escolher um hotel com uma boa praia logo a sua frente.

Os hotéis ficam localizados principalmente ao longo da costa sul, onde está Bridgetown, e costa oeste de Barbados. As duas áreas costeiras têm ótimas praias e parte dos hotéis da ilha funciona no modo all inclusive. Estive hospedada no Accra Beach Hotel, bem na frente de Accra Beach e é uma opção com bom custo-benefício. Por bons preços também é possível ficar no Yellow Bird Hotel ou no South Gap Hotel. Para quem prefere um all inclusive, uma opção é o hotel Sugar Bay Barbados.

As hospedagens tendem a ficar mais caras na época de dezembro a março – alta temporada – e mais econômicas em meses que ocorrem mais chuvas, como julho, agosto e setembro.

 

> Leia também:
– Saiba como tirar o visto do Japão
– Como tirar o visto Americano (Atualizado 2019)

Informações essenciais

Visto: Brasileiros que viajam a turismo não necessitam de visto, apenas passaporte válido até o fim da hospedagem.

Fuso Horário: GMT-4 – geralmente uma hora a menos que o horário de Brasília

Energia: 115~230 volts. As tomadas são de dois pinos chatos.

Moeda: A moeda oficial de Barbados é o dólar barbadense (2 BDS$ to 1 US$), mas o dólar americano é amplamente aceito nos hotéis e estabelecimentos. Recomendo levar dólar americano e se sentir necessidade, trocar parte por dólar barbadense. É possível que ao pagar em dólar americano você receba troco em dólar barbadense, por exemplo. Para uso dos ônibus é recomendável ter a moeda local.

Já esteve em Barbados? Divida com a gente e outros leitores suas dicas e experiências!