logo Melhores Destinos

Como é voar Delta do Brasil para os Estados Unidos na classe econômica

Como é voar Delta do Brasil para os Estados Unidos na classe econômica

GRU São Paulo
MCO Orlando
DL 196
Avião Boeing 767-300
Classe Econômica
Poltrona
Data 18/03/2016
Partida 21:40
Chegada 05:59
Duração
Por Leonardo Cassol
21/06/2016 às 11:46

A Delta Air Lines iniciou voos diretos ligando São Paulo e Orlando em dezembro de 2015. É a única empresa norte-americana a fazer essa rota, concorrendo apenas com a Latam. A companhia também opera voos diários e diretos para Nova York, Atlanta e Detroit de São Paulo, bem como voos para Atlanta saindo do Rio de Janeiro, oferendo conexões rápidas para centenas de destinos nos Estados Unidos e no mundo. Com o acordo de compartilhamento de voos que possui com a GOL, liga mais de 32 destinos brasileiros a sua malha global.

Sobre a Delta

A Delta possui números impressionantes. Uma frota com mais de 700 aeronave ligando 319 destinos, em 58 países e 6 continentes. Transporta mais de 170 milhões de passageiros por ano, predominantemente o público que viaja a negócios. Foi fundadora da aliança SkyTeam, da qual também fazem parte Air Europa, Air France, KLM, Aeromexico, Aerolineas, Alitalia, Korean e outras que não operam no Brasil.

Resumo da avaliação

Duração da viagem: 9h10  Aeronave: Boeing 767-300

Capacidade: 208 passageiros (36 na executiva Delta One, 29 na econômica premium Delta Confort e 143 na econômica ou Main Cabin)

Destaques positivos: Wi-fi, sistema de entretenimento e café da manhã

O que pode melhorar: Reclinação e espaço entre as poltronas

Check-in

Cheguei cedo ao balcão de check-in da Delta no GRU Airport. A fila estava bem pequena e precisei de pouco mais de 5 minutos para ser atendido, o que achei muito bom. Eu não tinha conseguido fazer o check-in pelo aplicativo para celular, nem pelo site. Creio que por ser brasileiro e precisar as confirmações de segurança exigidas pelas autoridades norte-americanas.

A companhia disponibiliza totens de auto atendimento, uma fila exclusiva para despachos, outra para check-in e outra para prioridades comerciais (Sky Priority) e regulatórias. Todas as filas estavam bem tranquilas, e os totens de autoatendimento estavam vazios.

É uma melhora significativa da Delta e do GRU Airport, pois me recordo até um tempo atrás de filas enormes nos balcões das companhias aéreas que fazem voos para os Estados Unidos. Não sei se peguei um dia fraco, mas me pareceu que houve uma melhoria na estrutura de atendimento mesmo. Um alívio para os passageiros.

Sala Vip (Smiles)

A Delta possui convênio com a sala Vip do Smiles, que fica no Terminal 2 GRU Airport. Mesmo voando em classe econômica é possível utilizar o lounge com o cartão Smiles Ouro e Diamante, Delta Skymiles Medallion Gold, Platinum e Diamond, ou cartões SkyTeam Elite Plus, que era o meu caso. Consegui o cartão Freccia Alata Plus aproveitando a equivalência de status oferecida pela Alitalia, então pude utilizar a sala Vip.

O lounge é bem amplo e funcional, com vários ambientes. Não tem luxo! Mas é muito melhor que esperar no saguão do aeroporto. Fica bem movimentado no final da tarde e início da noite, mas com lugar para todos se sentarem.

A sala oferece gratuitamente uma ampla variedade de bebidas alcoólicas e não alcoólicas, desde vinhos, whisky, cerveja, até refrigerantes, sucos, leite, café e água. Tem bastante opção.

Os passageiros também dispõem de um bufê com grande variedade de itens quentes e frios, como saladas, massas, salgados, pães, doces, amendoim etc. A reposição é contínua e me pareceu ser bem eficiente, dada a quantidade de pessoas que utilizavam a sala.

Como eu estava com muita fome, experimentei um escondidinho de carne moída, que estava bom. De sobremesa, brigadeiro de colher. Sem chance de erro! Evitei comer mais não por falta de vontade, mas para deixar espaço para o jantar que seria oferecido no voo, logo em seguida.

Além de Wi-fi, jornais e revistas, a sala dispõe de chuveiro. Como eu fui para o aeroporto direto do escritório, aproveitei para experimentar o serviço. Você faz o agendamento na recepção e aguarda o chamado pelo sistema de som. Depois de uns 15 minutos aguardando recebi um kit com toalhas, sabonete e a chave do banheiro. Tomar banho foi bem reconfortante e me deixou mais relaxado para enfrentar horas de voo. Eu recomendo!

Controle de passaportes e raio x

O GRU Airport já automatizou o embarque internacional do Terminal 2, de onde decolou o voo da Delta. Ficou bem prático. Só colocar o cartão de embarque no leitor de código de barras e pronto! Se alguém tiver dificuldade pode pedir ajuda para funcionários do aeroporto que ficam ali do lado.

As filas do controle de passaporte e do raio x estavam bem tranquilas. Levou pouco mais de 10 minutos para passar por tudo. Acho que a abertura do Terminal 3 desafogou bastante o Terminal 2, deixando todo o processo de segurança bem mais rápido.

Embarque

O embarque foi no portão 242 e iniciou pontualmente. Foi bem tranquilo. Cheguei bem cedo e fui o primeiro da fila de prioridades comerciais. Utilizei o cartão da Freccia Alata Plus da Alitalia para embarcar junto com os passageiros da classe executiva. Afinal, eu precisava pegar o avião vazio para tirar as fotos para esse review!

Cabine

A cabine é bem ampla e segue a configuração 2 x 3 x 2 na classe econômica. Considero uma boa configuração, já que casais podem voar juntos próximos às janelas e o grupo de poltronas no meio comporta famílias maiores.

A aeronave não era nova, nem velha, mas foi completamente reformada. Todas as poltronas tinham sistema de entretenimento individual e acabamento em couro azul escuro. As poltronas tinham um apoio para a cabeça flexível e retrátil, o que ajuda a dar sustentação na hora de dormir.

O espaço entre as poltronas é semelhante ao que é oferecido pela grande maioria das companhias. Ou seja, um pouco apertado. Além disso, as poltronas não reclinam muito. Dá menos de um palmo de reclinação. A parte boa é que quando o vizinho da frente desce a poltrona você não fica tão sufocado. A parte ruim é que não dá uma sensação de tanto conforto, mesmo com a poltrona reclinada.

Lembrando que quem for mais alto ou quiser mais espaço tem a opção da Delta Confort, com mais espaço entre as poltronas. Tem como comprar pelo site, check-in ou pelo app. Clientes com status no Skymiles podem obter gratuitamente.

Tenho facilidade para dormir, especialmente se eu encostar minha cabeça na janela do avião (ou melhor, naquela parte entre as janelas, que fica perfeito), então tive um voo bem tranquilo e dormi pouco mais de 5 horas direto, logo depois do jantar.

Entretenimento

O sistema de entretenimento da Delta é relativamente novo e bem eficiente. Cada poltrona tem uma tela sensível ao toque de 9 polegadas, com entrada USB.

Há tomadas com energia com múltiplas entradas entre os assentos e Wi-fi a bordo, que mesmo sendo um serviço pago, é muito bem-vindo.

Ao entrar no avião cada passageiro encontra um kit com travesseiro e edredom higienizados.

Os comissários também passam distribuindo fones de ouvido, protetor auricular e tapa olhos, um diferencial para os passageiros da classe econômica Delta. No bolsão da poltrona também tem as instruções para se conectar ao Wi-fi. Já comecei o voo animado.

Wi-fi

O Wi-fi já está disponível na maior parte das aeronaves da Delta que fazem voos de longa duração. Depois da decolagem, somente quando o avião atinge uma altitude acima de 10 mil pés que o sinal de wi-fi é liberado. O serviço é cobrado em dólar e por dispositivo conectado, e custa a partir de US$ 3,95 (apenas mensagens de texto), US$ 14,95 por 2 horas ilimitadas e US$ 18,95 pelo voo todo.

Precisava muito dormir, então acabei não testando o wi-fi nesse voo.

Tem ainda o Delta Studio, onde é possível através do wi-fi assistir à programação disponível no sistema de entretenimento no seu celular, tablet ou computador, sem pagar nada.

Sistema de entretenimento

A Delta tem um sistema bem completo, com programação sob demanda (cada um assiste o que quiser), com uma boa variedade de filmes, sendo alguns deles bem recentes, séries de TV, documentários e shows, além de jogos, músicas, mapa de voo e informações sobre a aeronave. Parte do conteúdo tem legendas em português ou opção dublada, mas não vale para tudo. Dá pra conferir a programação antes de embarcar, pelo site da Delta.

Através do mapa de voo é possível conferir a localização do avião, a distância percorrida, o tempo de voo, a altitude e ainda os horários na cidade de origem e de destino. É quase hipnotizante!

Serviço de Bordo

Durante o voo foram servidas duas refeições: jantar e café da manhã. A companhia aprimorou recentemente seu serviço de bordo na classe econômica e executiva, com novos menus, carta de vinhos e café Starbucks.

Jantar

Uns 20 minutos após a decolagem os comissários passaram entregando fones de ouvido, protetores de olhos e de ouvidos aos passageiros. Em seguida, distribuíram lenços para a limpeza das mãos e uma garrafa de água mineral (algo pouco comum na classe econômica), dando início do serviço de bordo. Gostei! Afinal, é muito ruim acordar com sede à noite e ter que incomodar os demais passageiros para ir buscar água.

Serviram o jantar cerca de uma hora após a decolagem. Ofereceram massa (canelone recheado com ricota) ou frango (cozido, acompanhado de vagem e batata). Optei pelo frango, pois sempre acho que as massas ficam muito secas servidas no avião. Não me arrependi! O jantar estava quente (tirando o pãozinho, que era frio) e gostoso. Foi acompanhado de salada de alface e beterraba ralada, cookie, chocolate e uma sobremesa de chocolate com coco ralado. Para beber, optei pelo vinho tinto, entre dezenas de opções como refrigerantes, sucos, cerveja, tônica etc.

Durante o voo, do fundo da aeronave, ficam à disposição dos passageiros água, café e refrigerante. Bacana, pois não precisa ficar pedindo para os comissários.

Café da manhã

Duas horas antes do pouso a tripulação acendeu a luz, distribuiram os lenços para a limpeza das mãos e iniciou o serviço de café da manhã. Dessa vez não teve opção para escolher. serviram sanduíche de presunto e queijo, salada de frutas, suco e laranja, barra de cereal, bombom e café da Starbucks.

Estava bem gostoso. Achei acima da média, considerando o que costumo ver na classe econômica de outras companhias. Particularmente o café da Starbucks me agradou muito, pois não tinha aquele gosto de chá e aparência de água suja que habitualmente é servido dentro dos aviões. Aprovado!

Comissários e equipe de solo

Fiquei com uma impressão muito boa da equipe da Delta. Os funcionários do check-in e do embarque foram corteses e bem profissionais. Os comissários eram jovens, simpáticos e prestativos. Dois deles falavam português, tranquilizando os passageiros que não falavam inglês. O serviço de bordo foi muito bem executado. Infelizmente, isso não é tão comum como deveria ser voando em companhias aéreas norte-americanas onde, dependendo da sua sorte, você pode pegar uma tripulação muito boa ou muito ruim. Parabéns para Delta!

Programa de Fidelidade

O program de fidelidade da Delta é o Skymiles. A pontuação é em função do valor pago na passagem, começando com 5 milhas por dólar gasto para quem não tem status no programa de fidelidade. Essa regra favorece quem paga mais caro pela passagem, mas acaba reduzindo o acúmulo da grande maioria das pessoas que viajam com tarifas promocionais.

Além do Skymiles, é possível pontuar os voos da Delta no Smiles ou nos programas de fidelidade de companhias aéreas da SkyTeam. Nesses casos, o acúmulo é em função das milhas voadas, podendo ser integral, o que equivaleria a 4.255 milhas por trecho ou 8.510 ida e volta, no caso do voo entre Guarulhos e Orlando, bem como parcial, como, por exemplo, 25%, 50%, 75% das milhas voadas, conforme a tarifa adquirida.

Conclusão

Pousamos um pouco antes do horário previsto no aeroporto de Orlando. Ainda estava escuro. Após o pouso, uma surpresa. O comandante pediu que todos aguardassem sentados após a parada da aeronave, pois uma comissária havia passado mal e precisava de atendimento médico. Ela foi retirada de cadeira de rodas do avião (foto), mas aparentemente não era nada grave. Saímos da aeronave sem problemas, logo em seguida.

De uma maneira geral, a experiência com a Delta foi muito positiva. Na classe econômica, sem dúvida, considero a melhor entre as companhias aéreas norte-americanas, com destaque para o bom serviço prestado, com excelente custo x benefício. Não é à toa que ela tem nota 8,1 dos nossos leitores no ranking de companhias aéreas do Melhores Destinos.

Nota: os funcionários da Delta não tiveram conhecimento sobre o review ou sobre a presença da equipe do Melhores Destinos a bordo. Não houve tratamento diferenciado em nenhum momento. O anonimato nos permite retratar a experiência real que um passageiro terá ao voar com a companhia aérea. Além disso, os comentários retratam não apenas como eu fui tratado, mas como vi os funcionários tratarem os demais passageiros.

E você, o que achou? Já voou ou vai voar com a Delta na classe econômica? Ficou com alguma dúvida? Teve uma experiência semelhante ou diferente da minha? Comente e participe!

Leonardo Cassol – é editor do Melhores Destinos e especialista em milhas e programas de fidelidade. Acumula e utiliza, em média, 1 milhão de milhas a cada ano. Possui status nos quatro programas de fidelidade nacionais: Black Latam Fidelidade (One World Emerald), Smiles Diamante, Amigo Diamante (Star Alliance Gold) e TudoAzul Safira. Também foi membro Premier 1K (Star Alliance Gold) no MileagePlus United por 6 anos consecutivos e Freccia Alata Plus (Sky Team Elite Plus) na Alitalia.

Nota final

Delta

São Paulo - Orlando

Voo DL 196

8,2
Embarque 8,0
Assento 7,5
Entretenimento 9,0
Amenidades 8,5
Equipe 9,0
Fidelidade 7,5

30 Comentários

  • Thiago Vieira says:

    Já fui a Orlando pela Delta, gostei muito, recomendo sempre

  • Jonatas Elias says:

    Voei para Bangkok por 500 dólares (valeu MD!!!) e fiquei muito satisfeito com o serviço, tanto em terra quanto no ar. O melhor de tudo foi ter o mesmo atendimento independentemente da rota. Já vi relatos sobre a AA que para o Brasil é assim e para a Europa é assada. Na Delta, tanto o trecho “brasileiro” (Guarulhos – Atlanta), transpacífico (Atlanta – Tokyo) e asiático (Tokyo – Bangkok) foram, posso dizer, britanicamente iguais, variando apenas o idioma do voo.

  • Rodolfo says:

    De 767-300 é muito bom! Agora de A330 não gostei…As poltronas bastante desconfortáveis para mais de 9 horas de vôo.

  • Fabio Arisa says:

    Delta muuuito desconfortavel voo para NY cheguei acabado para reuniao de manhã. Muito diferente de TAM, AA, United. Na volta tive de fazer upgrade pois nao conseguiria ter outra experiencia com cadeiras tao apertadas. Entretenimento e jantar aquem das concorrentes. Cortaram custos demais…

  • Edgard says:

    Tem alguma matéria do MD explicando mais detalhadamente sobre os programas de milhagem, alianças e status?

  • Teria sim, tb pela Alitalia, mas o objetivo do review era a econômica normal mesmo. 🙂

  • Leonardo Carvalho says:

    Voei pela Delta faz um ano e tive basicamente as mesmas impressões, exceção feita à comida: Pedi o mesmo frango e não gostei. Pessoal muito atencioso e o sistema de entretenimento me ajudou bastante, já que não tenho a mesma facilidade pra dormir a bordo. Experiência muito positiva.

  • Fabio Alan Pracz Fiuza says:

    Ótimo… fui a Atlanta com a Delta e a volta Atlanta – Orlando – São Paulo. sempre ótimo.

    Como relação a milhagem, tentei transferir para smilles e não consegui, alguém
    sabe como ?!

  • César Novaes says:

    Viajei 2x com a Delta, uma vez na antiga Bussines Elite, que foi perfeito, e na econômica, que achei muito apertada, Chegando a ser claustrofobico. O serviço de bordo deles realmente é muito bom, Mas eu acho, na econômica, a American Airlines mais confortável!

  • FabioPalmeiras says:

    A Delta é, sem sombra de dúvida, a melhor cia americana, tanto para voos do Brasil aos EUA, como para voos domésticos. Atendimento sem frescura, mas excelente. Comida boa, e muita pontualidade.

  • Robson Fenasci says:

    Muito legal, Leonardo! Excelente opção para Orlando, sobretudo agora que cancelaram os voos de Brasília. Só uma observação: a Delta não realiza 15 mil voos diários e sim a aliança SkyTeam. Parabéns pelo relato!

  • Salvatore Carrozzo says:

    Oi, Leonardo. Parabéns pelo relato. Mas tenho duas observações, 1) Pq ressaltar que a tripulação é jovem? Fica parecendo que uma tripulação mais idosa não é desejável e 2) há a necessidade de se colocar a foto da comissária na cadeira de rodas? Qual a relevância da imagem? Eu, se fosse ela, ficaria bem chateada de me ver exposta em um estado de fragilidade. Obrigado.

    • Salvatore, obrigado. Eu destaquei a idade porque isso é pouco comum em voos com cias norte-americanas. Não vejo relação entre desempenho e idade dos comissários. O post também não expressa isso. Se você ler o post da executiva da KLM, vai ver que destaquei a senioridade e a qualidade dos comissários. É um item que volta e meia é comentado pelos leitores, portanto quando há algo que foge ao padrão eu acabo mencionando. 2) A foto não mostra o rosto da comissária. O nome dela também não é mencionado. Não vejo como isso pode causar alguma exposição indesejada, até porque ela passou mal. Isso nunca seria culpa dela. Abs

      • Anisio Batista says:

        Já voei muito pela Delta e sempre fui muito bem atendido. Detroit/Tokyo no 747 foi uma experiência muito boa. Serviço de bordo muito bom.

  • Santiago Edo says:

    Valeu Leonardo! Legal teu review! Vamos em Março pra LA e pela primeira vez voando Delta. Já fico mais tranquilo!

  • FabioPalmeiras says:

    Correção: a Delta tem mais de 830 aeronaves em operação. Era a maior do mundo até a American comprar a US Airways. Mas a Delta continua sendo disparado a melhor companhia Americana. Sem incidentes, ótima pontualidade e serviço, ao contrário da AA.

  • Daysa salvaterra says:

    Vou para Orlando pela Delta em Junho, amei a reportagem, mas ficou uma dúvida:
    A viagem com crianças, existe algum menu?
    Como solicito ?
    Obrigada!!

    • Eduardo Calixto says:

      Daysa, irei em agosto com a minha filha de 6 anos e já consegui selecionar pelo próprio site da Delta o menu Kids (juntamente com a poltrona). Pode tentar que vc consegue sim… Depois me conta se foi bom kkkkk.

  • Joao Huang says:

    Muito melhor do que a AA. Atendimento muito bom e aviões modernos.

  • Lucas Lobao says:

    Campeao, emiti bilhetes delta atraves de milhas smiles GRU-NY, para AGOSTO-17.. existe a possibildaide de um upgrade? Como proceder, ainda que liguei diretamente para SP e consegui marcar os assentos 2-3-2 parece a Aeronave, como proceder para o assento Comfort? GRATO

  • João says:

    Oi Karen, que legal que vocês vão realizar esse sonho! Boa viagem e divirtam-se!

  • JhonatanGG says:

    Olá pessoal,

    Vou para San Francisco passando por Atlanta com a Delta, e tenho uma dúvida: Uma pessoa de 1,78 passaria sufoco na classe econômica do A330?

    Pergunto isso porque ano passado fui pela United (via Houston) na EconomyPlus e até nessa categoria achei o espaço um pouco apertado.

  • Santos says:

    Muito bom voar com delta, Rio x Miami. Amei. Já fui com outras companhias, mas, a delta não deixa a desejar. Claro, lógico, sim, voltaria a usar a empresa como meio de transporte aéreo. Parabéns equipe delta.

  • 1. Pode sim, dependendo da disponibilidade.
    2. Liga na Delta ou vai pelo site com o localizador da Delta (pede pra Smiles) e tenta marcar.

  • Oi Rafa, as refeições já estão incluídas na passagem. Não paga nada adicional. A Delta libera 1 bagagem de mão de até 10kg desde que sem líquidos acima de 100 mil, por conta da exigência de voos internacionais para os EUA. Também não pode itens cortantes ou inflamáveis, como em qualquer voo. Geralmente podem ser despachadas 2 bagagens. Na sua passagem deve vir indicado se são de até 32kg cada ou 23kg cada.

  • Estevam Oliveira says:

    Bom dia. Gostaria de utilizar esse forum de discussão para deixar registrada a minha infeliz experiência com a Delta Air Lines em recente viagem que realizei para Orlando com a família. Na ida sem problemas. Considero que o serviço da companhia foi o que se espera de qualquer cia aérea. O retorno, bom esse foi uma das piores experiências que já vivi. A conexão em Atalanta atrasou cerca de 9h, sendo que o horário de saida para o Rio que seria 11h26 da noite de 01/06/2018 passou para 8h30 do dia 02/06/2018. Pois bem, nestes casos, como é de se esperar a Cia deveria providenciar hotel, alimentação etc. Os atendentes limitaram-se a encamnhar os passageiros para uma máquina a qual deveria emitir automaticamente o voucher de hotel. Qual não foi minha surpresa em verificar que a despeito de viajar em família, inclusive com uma criança de 4 anos, a máquina emitia vouchers para hoteís diferentes para nosso grupo. Diante da imensa fila a qual deveríamos nos dispor a enfrentar para uma atendimento pessoal, bem como em função de constatar que a referida fila não avançava, até porque, pelo que percebíamos os funcionários não estavam preparados para o tratamento que nós clientes esperamos nestas condições, optamos por permanecer no aeroporto. Uma madrugada inteira “dormindo” no chão frio do aeroporto, eu, minha esposa, minha irmã e meu neto de 4 anos. Nenhuma providência quanto a acomodação ou alimentação. O mais interessante é que escolhi a Delta, pagando incusive tarifas maiores que de outras companhias, em função de avaliações às quais tive acesso na internet. Mas depois desta terrível experiência jamais voltarei a voar de Delta e opinarei àqueles que conheço a fazerem o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *