Como é voar na classe executiva do novo Airbus A330neo da Azul de Campinas para Lisboa

Como é voar na classe executiva do novo Airbus A330neo da Azul de Campinas para Lisboa

VCP Campinas
LIS Lisboa
AD 8752
Avião Airbus A330neo
Classe Executiva
Poltrona 5A
Data 21/11/19
Partida 22:20
Chegada 11:20
Duração 10h
Por
8 · jan · 2020

Embarcamos na classe executiva do novo Airbus A330neo da Azul de Campinas até Lisboa. Confira como foi a nossa experiência.

Sobre a Azul

A Azul é a companhia aérea com o maior número de destinos servidos no Brasil, atendendo 106 cidades. Além disso, opera voos para Fort Lauderdale – Miami, Orlando, Lisboa, Porto, Buenos Aires, Bariloche, Montevidéu, Córdoba e Rosário, e planeja lançar voos para Nova York ou Paris nesse ano.

A empresa utiliza atualmente 7 aeronaves Airbus A330, além de 2 novos A330neo nos voos de longo curso. Deve receber ainda mais 3 Airbus A330neo nos próximos meses.

Resumo do review

Destaques positivos: sala VIP, configuração da cabine, refeições e comissários

Ponto a melhorar: falta de internet Wi-Fi

A viagem

Eu peguei esse voo para realizar um dos meus sonhos de infância. Conhecer uma fábrica de aviões. E recebi o convite para visitar a fábrica da Airbus, em Toulouse, que produz aviões de grande porte, entre eles os gigantes Airbus A380 (de dois andares) e os novíssimos A350.  Minha jornada começou com a Azul, do Brasil até Lisboa, em classe executiva, seguido de um voo interno com a TAP até meu destino final, em classe econômica.

Assim que recebi as passagens (foram dois bilhetes separados para o voo até Portugal e para o trecho interno), inseri o número do meu TudoAzul e marquei meus assentos. No trecho entre Lisboa e Toulouse a reserva prévia do assento era paga, então deixei em aberto.

Na semana da viagem verifiquei no site da Azul e também pelo Flight Radar que tanto meu voo de ida como o de volta seriam operados com as já conhecidas e tradicionais aeronaves Airbus A330, que eu já havia avaliado em 2016. Os novos A330neo operam nessa rota, e também para Porto e Fort Lauderdale, mas ainda de forma aleatória, apenas em alguns dias. Mas, no dia da viagem, uma surpresa!

Check in e Embarque

Eu fiz o meu check-in pela internet e meu primeiro voo seria doméstico, do Aeroporto Santos Dumont (RJ) para Viracopos. Tinham poucos passageiros esperando e fui prontamente atendido na fila das prioridades comerciais. Para minha surpresa, meu assento original tinha sido modificado, de 2A para 4A. Perguntei a atendente o motivo, mas logo percebi olhando a nova configuração da aeronave que o equipamento havia mudado do Airbus A330 para o novo A330neo, o que para mim seria excelente, já que seria meu primeiro voo de longa duração nesse equipamento da Azul. Nem me importei com a mudança de assento, que continuava sendo janela.

Vale destacar que o contrário também pode acontecer. Se você for viajar com a Azul, mesmo que a previsão para o voo seja com uma aeronave, a programação pode mudar de última hora, já que são jatos similares, sendo o NEO em uma versão mais moderna.

Logo fui para o embarque, mas não sem antes ter que driblar pela enésima vez aquela turma insistente que fica vendendo assinatura de revista em troca de brindes. Certamente você já ouviu frases como “Vem pegar seu acesso digital!”, “Já pegou sem brinde?”, ou “Internet grátis, senhor?”. Não sei a opinião de vocês, mas eu evito a todo custo! Primeiro, porque geralmente essa transação você vai pagar caro por uma assinatura de uma revista que provavelmente não vai ler (na prática, vai comprar o “brinde” por um valor alto). Segundo, porque conheço vários de casos de amigos e leitores que tiveram o cartão de crédito usado nesse tipo de compra indevidamente utilizado para assinaturas de outras revistas, e até compras pela internet sem autorização. É arriscado, pois seus dados ficam registrados…

Voltando ao nosso tema, decolamos do Rio de Janeiro alguns minutos após o previsto, mas nada que atrasasse o horário de chegada em Campinas. No embarque do voo doméstico, o único ponto que chamou a atenção foi ver uns 50 passageiros embarcando como TudoAzul Diamante, sem nenhum controle. Em alguns aeroporto a Azul parece estar seguindo a prática da GOL, fazendo vista grossa e deixando cada passageiro embarcar quando bem entende.

Lounge Azul (Sala VIP Campinas)

Clientes voando em Classe Executiva, TudoAzul Diamante e portadores dos cartões Itaucard TudoAzul Platinum podem utilizar o Lounge Azul, Sala VIP da Azul que fica setor de embarque internacional do Aeroporto de Viracopos.

A novidade para mim foi ver o lounge renovado e ampliado, com uma área três ou quatro vezes maior do que a original. Não foi algo tão recente, mas na minha última visita ainda era aquela sala pequena. Agora o Lounge Azul ficou com um espaço excelente, com áreas para descansar, trabalhar ou passar o tempo com a família e amigos. Muito bom!

Realmente o lounge merecia uma ampliação, pois com a quantidade de voos internacionais da Azul aumentando, o espaço já estava ficando apertado.

O lounge ganhou espreguiçadeiras, uma sala de TV e nova iluminação. O espaço exclusivo dedicado às crianças foi mantido.

São várias opções de lanches e refeições quentes e frias, além de doces e bebidas. No dia da minha visita, para comer tinha massa recheada com molho vermelho, uma sopa de frango com legumes, escondidinho de carne seca, dois tipos de salada, além de pão de queijo, mini cheeseburguer, pastel de bacalhau, bolinha de carne, e sanduíche frio. De doce, havia brigadeiro, mouse de chocolate com coco, salada de frutas, além de maçã e banana embaladas. Sem contar os tradicionais snacks servidos nos voos da Azul.

Para beber, algumas opções de sucos, refrigerante, água com e sem gás, café, cappuccino, vinho branco e vinho tinto.

O tempo que tive no lounge foi suficiente apenas para tirar as fotos e comer alguma coisa, já que eu não queria chegar tarde no embarque, preocupado em fazer as fotos da cabine.

Embarque

O embarque ocorreu no horário previsto, começando pelas prioridades legais, seguido dos passageiros em classe executiva e clientes TudoAzul Diamante.

Depois de eu me acomodar na minha poltrona me ofereceram espumante, água ou suco de laranja, junto com um bombom de chocolate. Prontamente aceitos!

Na sequência, depois do embarque ser encerrado, a comissária Juliette (chefe do voo) saudou um a um todos os passageiros da classe executiva, se apresentando, dando nominalmente boas-vindas e se colocando à disposição para qualquer necessidade durante o voo. É um gesto simples, mas que na minha opinião faz a diferença. Os passageiros se sentem mais acolhidos e à vontade quando a tripulação se mostra mais receptiva.

Cabine

A diferença mais significativa do Airbus A330neo da Azul para a primeira geração do A330 utilizado pela empresa é a quantidade de poltronas na classe executiva. São 9 fileiras, totalizando 34 assentos. No A330 antigo são 5 fileiras e 20 assentos.

Vale destacar que a Azul também tem um Airbus A330 que era da Avianca Brasil voando com uma poltrona e configuração um pouco diferente, mas vou focar no novíssimo A330neo dessa viagem.

A configuração da executiva é 1-2-1, onde todos os assentos dão acesso ao corredor. Nas fileiras ímpares os assentos do meio (E e F) são mais próximos, ideal para quem viaja acompanhado. Nas fileiras pares (D e G), ficam mais distantes.

Já os assentos dos cantos são mais próximos das janelas nas fileiras pares, ficando um pouco mais distantes, mas ainda assim acessíveis, nas fileiras ímpares (veja nas imagens a seguir).

Ainda assim, é possível viajar em qualquer poltrona com privacidade, já que há divisórias que podem separar as poltronas do meio.

Todas as poltronas viram cama e reclinam 180 graus. Com o controle da poltrona é possível ajustar dezenas de posições para descansar, trabalhar, comer ou dormir. É possível baixar o braço do assento para ganhar mais espaço na hora de reclinar a poltrona.

A poltrona é confortável e permite uma boa noite de sono. Porém, achei que o monitor e a mesinha de refeições ficaram baixos nessa versão, deixando menos espaço para movimentar as pernas. Ou seja, a impressão é que a poltrona do A330neo tem um pouco menos de espaço do que a do A330 tradicional, algo que eu não esperava por ser um equipamento mais novo. Ainda assim, nada que tire o brilho desse excelente produto.

O acabamento das poltronas é em tecido na cor azul, sendo que o apoio para cabeça é em couro. As poltronas contam ainda com tomada universal, porta USB de carregamento rápido, além de um sistema de entretenimento com telas individuais sensíveis ao toque com alta definição. Tem também um compartimento onde ficam guardados os fones de ouvido e a necessaire.

No detalhe, abaixo, a mesinha de refeições, compartimento de bagagens e luz de leitura.

Senti falta de saídas individuais de ar condicionado e de uma luz direta de leitura acoplada na poltrona, daquelas que a gente pode ascender sem iluminar quase que a cabine inteira.

Veja mais alguns detalhes dos compartimentos da poltrona e do banheiro.

Classe Econômica

Aproveitei o momento do embarque para registrar também algumas imagens da classe econômica do A330neo, que conta ao todo com 264 assentos, sendo 108 na Economy Xtra e 156 na econômica tradicional, na configuração 2-4-2.

As poltronas da Economy Xtra são na cor cinza, com encosto para a cabeça na cor azul. Já a Economy tem assentos na cor azul escura, com encosto para a cabeça em cor mais clara.

Todos os assentos também contam com sistema de entretenimento individual com tela sensível ao toque e controle remoto. Os passageiros também recebem travesseiro e cobertor, como já é um padrão na indústria em voos de longa duração.

Começamos a taxiar às 22:23, decolando somente às 22:39, devido ao acúmulo de tráfego aéreo no aeroporto de Campinas.

Serviço de Bordo

Durante o embarque os comissários distribuíram o cardápio. Detalhe que na capa indicava o trecho VCP-FLL (a rota da Azul para Fort Lauderdale, nos Estados Unidos). Talvez tenham transferido as refeições do voo de Fort Lauderdale para esse voo, porque nesse dia o voo para os Estados Unidos foi repentinamente cancelado por problemas técnicos em uma outra aeronave.

Jantar

Antes da decolagem o comissário Alain veio retirar o meu pedido. Foi muito atencioso e perguntou se eu gostaria de ser acordado para o café da manhã. A resposta foi positiva, até porque queria registrar as imagens para postar aqui. E também porque fico faminto em viagens. Talvez por ansiedade, mas eu acabo comendo bem mais do que o normal…

O serviço do jantar começou com pano quente para limpar as mãos, seguido de nuts e castanhas como aperitivo. Para acompanhar, optei por uma coca-cola sem açúcar (eu sei que poderia aproveitar e beber vinho ou alguma outra coisa mais interessante, mas eu estava super cansado e não queira ingerir álcool).

Para comer, optei pela sopa de abóbora com leite de coco, junto com a salada com frango e manga de entrada. Para o prato principal, minha escolha foi o lombo assado com batatas e abobrinha grelhada ao molho de cerveja preta e ameixas.

A sopa estava quente e deliciosa. Deu vontade de pedir mais, mas fiquei com vergonha… A salada estava boa também. Acho que acertei em cheio na escolha do lombinho. Lendo o cardápio, fiquei com receio de vir uma meleca com gosto doce, mas tinha pouco molho e estava bem saboroso (só tive que colocar um pouco de sal para ficar do meu gosto). É normal o lombinho ficar um pouco ressecado, mas o molho, ainda que em pouca quantidade, acabou trazendo um bom equilíbrio ao prato (me senti um crítico gastronômico agora hahaha).

De sobremesa, sorvete de creme com cobertura de chocolate e de farofa doce, além de uma mini goiabada zero para uma eventual necessidade de doce durante o restante do voo. Acabou que não comi a goiabada, achei ela jogada na minha mochila semanas depois do voo…  🙂

Eu acho que a comida é um dos pontos altos da classe executiva da Azul. Em voos anteriores sempre encontrei refeições gostosas, acima da média.

Depois da sobremesa ignorei café, chá e qualquer outra coisa. Só lembro de ter escovado os dentes apagado. Dormi até a hora que começaram a servir o café da manhã… Afinal, tinha que aproveitar aquela poltrona-cama, pois não é todo dia que a gente viaja assim…

Café da manhã

Pouco menos de duas horas antes do pouso os comissários começaram a servir o café da manhã. Optei pelo prato quente, o omelete com queijo, acompanhado de batata assada e tomate concassé. Tinha ainda frutas fatiadas, croissant, manteiga e geleia de morango. Para beber, várias opções, mas fiquei com o tradicional suco de laranja.

A omelete estava um pouco seca, mas ok. Acho que faltou um pouco mais de queijo para deixar ela mais macia. Um pouco mais de tomate também ajudaria a reduzir a secura do prato, como já pude observar em outros voos.

Já as frutas estavam docinhas e o croissant delicioso. Nada melhor do que chegar de viagem bem alimentado, não acham?

Terminada a refeição fui ao banheiro dar uma arrumada no cabelo e me preparar para a chegada. Ainda deu tempo de assistir um episódio da excelente  série The Good Wife, que estou revendo depois de ter assistido a todos os capítulos alguns anos atrás (sou viciado em séries, é meu passatempo favorito nos voos, depois de comer e de dormir).

Entretenimento e amenidades

Quando embarquei encontrei no assento um edredom e um travesseiro. Ambos de tamanho satisfatório, confortáveis e bem fofinhos. Nenhuma diferença para o que é utilizado pela Azul na classe executiva das aeronaves A330 tradicionais.

Além disso, na poltrona tinha uma necessaire com escova e pasta de dente, pente de cabelo, protetor para os olhos e para os ouvidos, creme hidratante e protetor labial da L’occitane, meia, lenço de papel, uma caneta e uma tag de mala da Azul. Tem gente que não liga para isso, mas eu adoro! Além de ser prático, eu aproveito para usar os produtos também quando viajo de econômica. E sempre faço a alegria da família distribuindo as necessaires excedentes.

No meu voo eram dois modelos de cores diferentes, uma tons de rosa e outra em tons de azul. Mas o conteúdo era idêntico.

Sistema de entretenimento

No Airbus A330neo da Azul os monitores de entretenimento individual são um pouco maiores e com melhor definição que no modelo anterior do A330.

O sistema oferece uma boa gama de filmes, séries, músicas e jogos, com conteúdo em português e inglês, e legendas em alguns idiomas. Além disso, parte do conteúdo é específico para crianças.

Já os fones de ouvido contam com cancelamento de ruídos, sendo do mesmo modelo das aeronaves mais antigas.

Entre os filmes disponíveis, alguns sucessos do cinema como “Vingadores: o ultimato” e “Aladdin”. Mas a quantidade de títulos não é tão grande. Ainda assim, dá encontrar algo que agrade para passar o tempo durante o voo.

Outro item disponível para os passageiros no sistema de entretenimento da Azul é o mapa de voo, onde é possível acompanhar detalhes da viagem, como velocidade, altitude, localização, horário na cidade de partida e de destino, além do tempo que decorrido de voo, e quanto falta para pousar. Eu adoro!

Senti falta de internet wi-fi e da visão de câmeras externas pelo sistema de entretenimento. Por se tratar de uma aeronave de última geração, eu esperava encontrar esses dois itens em funcionamento. A Azul prometeu internet wi-fi em  seus voos a partir deste ano, mas não deu detalhes do cronograma de implantação nas aeronaves de longo curso.

Equipe e comissários

Na minha opinião, entre as companhias aéreas nacionais a Azul é a empresa que mais se destaca no quesito comissários de bordo. No geral a tripulação é sempre educada, prestativa, proativa e gentil, indicando que genuinamente gostam do que fazem. Nesse voo não foi diferente.

Programa de Fidelidade

O TudoAzul é o programa de fidelidade da Azul. O programa possui quatro categorias diferentes, que podem render o despacho de até 3 bagagens cortesia em voos nacionais, 1 em voos internacionais, cortesias para o Espaço Azul, embarque e check-in prioritários, acesso a sala VIP, passagem cortesia para acompanhante e outros benefícios.

É possível ainda pontuar os voos da empresa no MileagePlus, da United, ou no Miles&Go, da TAP Portugal. Confira as regras de pontuação da tarifa que consta em seu bilhete antes de decidir onde creditar seus pontos.

Airbus A330 x A330neo

Se você não for um amante da aviação não precisa se preocupar se seu voo com a Azul será operado pelo Airbus 330 ou pelo A330neo. As diferenças entre as duas cabines são pequenas, não impactando muito o conforto a bordo.

Chegada em Lisboa

Pousamos em Portugal um pouco antes do horário previsto. Foi um voo tranquilo, com pouca turbulência. Em Lisboa um dia parcialmente dublado, com temperatura média de 14 graus.

O controle de passaportes estava vazio na hora que pousamos. Um alívio, pois já peguei filas enormes no aeroporto de Lisboa, nos voos que chegam mais cedo.

Meu destino final era Toulouse. Como meu voo seguinte tinha sido comprado num bilhete separado, tive que sair para fazer o novo check-in e despachar a bagagem.

Aproveitei o tempo de sobra para ir na sala VIP da TAP em Lisboa, tomar um banho e comer uns pasteis de nata (hummmmm). Para mim uma chuveirada entre um voo e outro faz muita diferença. Embarco bem mais relaxado (limpo e cheiroso também, como meu colega Sandro aqui do Melhores Destinos gosta de dizer hehehe).

Apesar do meu voo interno com a TAP ser em classe econômica, clientes TudoAzul Diamante têm acesso a sala VIP voando com a companhia aérea portuguesa em qualquer classe de serviço. Bastante útil!

Ainda tive que aguardar um bom tempo meu voo para Toulouse, que atrasou cerca de uma hora… isso me obrigou a comer mais uns pasteis de nata na sala VIP, um enorme sacrifício… Sorte que não estava com pressa, pois o primeiro compromisso seria só no dia seguinte.

Foi mais um bom voo com a Azul, que tem um serviço muito bom e consistente nas suas rotas internacionais. Vale lembrar que a empresa deve lançar Nova York ou Paris como seu novo destino internacional ainda neste ano.

Devo postar em breve como foi a incrível visita a fábrica da Airbus, em Toulouse, praticamente um parque temático para amantes da aviação!

E você, já voou no Airbus A330neo da Azul? Como foi sua experiência? Parecida ou diferente da minha? Comente e participe!

Nota final

Azul

Campinas - Lisboa

Voo AD 8752

9,1
Embarque 10
Assento 9,0
Entretenimento 8,5
Amenidades 9,5
Equipe 10
Fidelidade 8,0