logo Melhores Destinos

Algarve, Portugal: dicas para planejar uma viagem para as praias portuguesas

Bruna Scirea
Bruna Scirea
26/09/2020 às 5:00

Algarve, Portugal: dicas para planejar uma viagem para as praias portuguesas

O Algarve, no sul de Portugal, é um dos mais famosos destinos do verão europeu. As belas praias e as falésias douradas, que por vezes despontam do mar verde esmeralda, são um espetáculo a parte. Mas há mais motivos que levam milhares de turistas todos os anos para esta região portuguesa: resorts, trilhas costeiras com vistas deslumbrantes, centrinhos charmosos, gastronomia saborosa e uma infinidade de praias, grutas e cavernas a serem exploradas a pé, a nado, de barco ou caiaque. Não falta o que fazer no Algarve.

Já tem muitos anos que franceses, alemães e ingleses descobriram as belezas deste litoral. Agora, é cada vez maior o número de turistas brasileiros que viajam para Lisboa, Porto e outras cidades portuguesas, e esticam as férias até o Algarve. Por isso, com base em quatro viagens que fiz pela região, reuni neste post informações de como chegar, quando ir, o que fazer, como se locomover e quais as mais belas praias algarvias. Confira todas as dicas e planeje o seu verão no Algarve!

Como chegar

O Algarve até tem um aeroporto regional, mas ele é mais utilizado como porta de entrada por viajantes que chegam com low costs de outros países europeus em direção às praias portuguesas. Se você estiver em Lisboa, por exemplo, uma possibilidade é ir até o Algarve de trem. O Alfa-Pendular faz o percurso em mais ou menos 2 horas e meia, parando em Albufeira, Faro e Tavira. O trem Intercidades leva mais tempo: 3 horas de viagem até Albufeira, 3h30 até Faro e 4h20 até Tavira.

No entanto, devido à grande quantidade de praias, que se espalham por praticamente toda a costa, o mais recomendado é alugar um carro para conhecer o Algarve. De preferência, pegue o carro já em Lisboa e percorra a autoestrada A2 até Albufeira, no Algarve. Desde Albufeira, a estrada A22 irá percorrer toda a região litorânea: na direção oeste, estão praias como Carvoeiro, Lagos e a Ponta de Sagres; à leste estão Faro e Tavira, já na fronteira com a Espanha.

Fui quatro vezes ao Algarve. Na primeira delas cheguei de low cost a Faro, onde fiquei hospedada. No fim de semana em que fiquei na região, fiz um passeio de barco até as praias próximas de Faro e peguei um trem para conhecer Albufeira. Em outra viagem, fui de ônibus fretado até Carvoeiro, onde fiz passeios e trilhas a pé, utilizando o Uber para alguns trajetos. Agora, só pude conhecer mesmo as praias de Algarve nas duas vezes em que cheguei de carro e com ele percorri todas as “quebradas” do litoral, descobrindo praias vazias, admirando a vista sobre os mirantes, e conseguindo fazer um raio-x melhor da região.

Como se deslocar no Algarve

Uma linha de trem liga Faro a Albufeira, duas das mais importantes cidades do Algarve —  o único porém é que as praias mais bonitas da região não ficam entre elas. Então, se quiser conhecer o verdadeiro Algarve, você vai precisar de algum outro tipo de transporte.

Há linhas de ônibus, mas elas são poucas, não levam às praias mais escondidas e também circulam com frequência não tão boa. É possível conhecer a região de ônibus? Sim, com paciência. Nestes casos, procure se hospedar em um centro urbano maior e próximo a algumas das praias mais bonitas, como Albufeira ou Lagos. Informe-se com antecedência sobre as linhas e paradas de ônibus e planeje um roteiro considerando as distâncias e o tempo de deslocamento até cada lugar. Sem dúvida, irá exigir um planejamento maior.

O carro ajuda muito. Mas há praias no Algarve, como a da Corredoura, em que só se chega por mar

O que recomendamos mesmo é que você alugue um carro. Só assim poderá circular por toda a costa, parando nas mais diferentes praias e curtindo aquelas que mais se encaixarem no seu perfil. Pode haver alguma dificuldade para encontrar vagas de estacionamento nos centro das cidades (prefira hotéis com estacionamento disponível), mas nas praias costuma haver bastantes vagas.

O transporte por meio de aplicativos também funciona na região, mas dependendo do local onde você estiver, poderá ter dificuldades para usar os serviços.

Onde ficar no Algarve

Há hotéis, pousadas e resorts espalhados por praticamente toda a faixa litorânea do Algarve. Se você estiver de carro, poderá aproveitar a região se hospedando em qualquer região. Por comodidades como um centrinho para passeios noturnos, boas opções de restaurantes e atrações próximas, sugerimos que a estadia seja em algumas destas quatro cidades ou em praias próximas a elas:

Lagos

Bom para curtir algumas das praias mais famosas do Algarve e que têm a cara da região, com falésias e mar esverdeado, como as praias de Dona Ana e do Camilo. É também em Lagos que está a Ponta da Piedade, uma das paisagens mais conhecidas do litoral português, cheia de grutas e cavernas. De Lagos, também partem passeios de barco para a Gruta de Benagil.

Por conta da boa infraestrutura, com várias opções de hotéis, resorts, restaurantes, centrinho cheio de lojas e boas praias, Lagos é sem dúvida um dos melhores lugares para se hospedar em uma viagem ao Algarve. Algumas boas opções de hotéis em Lagos são o Tivoli Lagos, bem próximo ao centrinho da cidade, e o Carvi Beach Hotel, localizado na Praia Dona Ana. Quem preferir se hospedar em resorts, há duas boas opções na Meia Praia: o Vila Gale Lagos e o Iberostar Selection Lagos Algarve.

Carvoeiro

Em Carvoeiro o charmoso centrinho já é bem menor do que em outras cidades hoteleiras do Algarve, mas não faltam boa opções de hotéis, inclusive resorts, e restaurantes. Nesta faixa do Algarve, devido à necessidade de carro para a locomoção, as praias são menos frequentadas do que em outras áreas. E há inúmeras opções, para todos os tipos de perfis.

Quem se hospeda em Carvoeiro também tem a possibilidade de fazer a belíssima trilha dos Sete Vales Suspensos, que passa por algumas das praias algarvias mais bonitas, como a do Carvalho e a Praia de Benagil, onde fica a famosa gruta, acessível somente por mar e com um buraco no teto. Há inclusive passeios de barcos de Carvoeiro para a Gruta de Benagil.

Já nos hospedamos em dois hotéis da regiões e recomendamos ambos: o Hotel Carvoeiro Plaza, bem no centrinho de Carvoeiro, e o Tivoli Carvoeiro, que tem uma vista incrível e uma prainha praticamente particular.

Albufeira

Albufeira é uma das maiores cidades do Algarve e, portanto, não faltam opções de hospedagem, restaurantes e bares. As praias do entorno já não têm encostas tão altas e as falésias dão um último sinal de vida por ali. Depois, de Albufeira até a fronteira com a Espanha, as praias são mais abertas e com longas faixas de areia.

Por ficar bem no meio da faixa litorânea do Algarve, Albufeira é uma boa base para quem pretende conhecer tantos as praias mais a oeste, cheias de falésias, quanto as cidades históricas a leste, como Faro e Tavira. Dali, partem passeios de barco para as grutas do Algarve.

Só há de se ter em mente que é um destino que atrai bastantes jovens, que lotam bares, ruas e casas noturnas. A festa é garantida — se é o que você procura, é claro. Para se hospedar bem próximo aos bares, restaurantes e ruas mais agitadas de Albufeira, boas opções são o Hotel Sol e Mar e o Hotel Baltum. Mais afastado do centro de Albufeira, há ainda resorts com ótimas avaliações, como o Epic SANA Algarve Hotel, o Balaia Golf Village, o PortoBay Falesia e o 3HB Falésia Garden.

Faro

Faro é onde fica o aeroporto que atende todo o Algarve. É uma das maiores cidades da região, com museus, igrejas históricas, restaurantes, lojas e livrarias. Porém está distante das praias mais bonitas. Faro é banhada pela Ria Formosa, ambiente de transição entre o rio e o mar onde é possível fazer passeio de barco. No entanto, não é muito comum ver turistas e moradores “pegando praia” por ali. Portanto, hospede-se em Faro somente se você tiver interesse em saber mais da história do Algarve e todas as suas influências árabes. Boas opções de hospedagem em Faro são os hotéis Best Western Hotel Dom Bernardo, Hotel Sol Algarve by Kavia, Faro Boutique Hotel, Eva Senses Hotel e o Aqua Ria Boutique Hotel.

Quando ir ao Algarve

A melhor época para visitar o Algarve é sem dúvida durante os meses mais quentes do ano, quando os dias são ensolarados, as praias estão movimentadas e o calor convida a um mergulho no mar. Entre o fim de junho e agosto, durante as férias escolares europeias, as praias e hotéis costumam estar lotados, e os preços, um pouco mais elevados. Para fugir da muvuca e ainda assim aproveitar o melhor do calor no Algarve, escolha as primeiras semanas de junho ou setembro.

Praia do Carvalho é uma das mais famosas entre as menos agitadas

No inverno, primavera e outono, as paisagens seguem lindas, mas sem o colorido da vida à beira-mar, que é a marca registrada da região.

O que fazer no Algarve

Praias

É por causa das praias que milhares de portugueses e turistas se deslocam até o Algarve durante o verão europeu. As praias entre Lagos e Armação de Pêra têm o visual mais clássico da região: com falésias, grutas e cavernas e a necessidade de descer escadarias ou fazer trilhas para se chegar à beira-mar. Entre as duas cidades são cerca de 30 quilômetros de praias dos mais variados estilos: com infraestrutura, grutas, mais isoladas, super movimentadas, para nudistas, para quem gosta de águas mais calmas, com maior faixa de areia…

Destacamos entre as mais belas (e mais conhecidas) as seguintes: Praia do Camilo e Dona Ana (Lagos), Praia do Carvoeiro, Praia do Vale Centeanes, Praia do Carvalho e Praia da Marinha. Na região de Albufeira as praias têm maior faixa de areia, mas as falésias já começam a desaparecer. Veja nosso post com as 10 melhores praias do Algarve.

Passeios de barco e caiaque

Para conhecer lugares secretos do litoral, a dica é fazer um passeio de barco pelas grutas do Algarve. Um dos melhores é o tour de lancha que sai da Ponta da Piedade, em Lagos — lugar que por si só já vale a visita. Do alto da encosta, é possível ver várias falésias e os diferentes tons de verde das águas da região. Um belo programa para um fim de tarde.

Outro passeio divertido é o que passa por várias cavernas e formações rochosas e leva até a Gruta de Benagil, um dos mais belos e famosos pontos turísticos do Algarve. Também é possível fazer passeios de caiaque até as grutas e cavernas da encosta. E tem até uma vantagem: geralmente é possível aproveitar melhor cada lugar escondido visitado, já que os barcos não costumam ficar neles mais do que alguns segundos.

A Gruta de Benagil é uma das mais belas formações rochosas do Algarve

Trilha dos Sete Vales Suspensos

Para quem gosta de explorar os destinos a pé, a sugestão é a trilha dos Sete Vales Suspensos, que tem quase seis quilômetros, começando na Praia do Vale Centeanes e indo até a Praia da Marinha (ou vice-versa). Apesar de algumas subidas e decidas (leves), o trajeto não é complicado, além de ser bem sinalizado. As vistas são de tirar o fôlego, inclusive para praias onde só se chegar por mar, como é o caso da estonteante Praia da Corredoura. Recomendo demais fazer este percurso!

Algarve histórico

A visita à Ponta de Sagres, bem no extremo do Algarve, é interessante para quem gosta da história das navegações. Era ali que as embarcações aguardavam as condições climáticas ideias para seguir as viagens mar afora. Além de um museu, admirar a vista e o pôr do sol sobre as falésias de Sagres é uma ótima pedida para um fim de tarde no Algarve. Na outra ponta do litoral, já próximo da Espanha, duas cidades guardam muito da história da região: Faro e Tavira. Especialmente em Faro, vale a pena uma caminhada pelo centro histórico, fazer um free walking tour (passeio guiado), além de conhecer o museus, igrejas e livrarias da cidade.

Gastronomia

Portugal é famosa pelas comidas fartas, deliciosas e mais baratas do que em grande parte dos países europeus. Os frutos do mar estão nos cardápios de praticamente todos os restaurantes do país, mas é certamente no Algarve o lugar onde eles são mais frescos e deliciosos. Prove sardinhas, pratos com chocos, lula e até de amêijoas (vôngole) misturadas com carne de porco e vegetais em conserva (prato chamado de carne de porco à alentejana). É uma delícia! Nas praias, uma das comidas mais famosas à beira-mar é a Bola de Berlim, algo parecido com o sonho no Brasil.

Típica comida nas praias portuguesas: Bola de Berlim, parecido com o sonho

No mais, aproveite os dias de férias e descanse, curta as belas paisagens, prove bons vinhos portugueses e se divirta! No Algarve, oportunidade não faltam!


E aí, curtiu nossas dicas para planejar uma viagem para o Algarve? Já esteve nesta famosa região litorânea de Portugal? Deixe suas sugestões e dúvidas nos comentários!