Santos Dumont ou Galeão: qual aeroporto no Rio de Janeiro escolher para a sua viagem?

Denis Carvalho
Denis Carvalho
30/06/2020  ·  17:1430 · jun · 2020  ·  17:14

Santos Dumont ou Galeão: qual aeroporto no Rio de Janeiro escolher para a sua viagem?

Vai viajar para o Rio de Janeiro e está em dúvida sobre qual aeroporto escolher? O Rio de Janeiro tem dois aeroportos distantes apenas 14 quilômetros um do outro. De forma geral, o consenso é que o Santos Dumont é a melhor opção na maioria dos casos: está localizado no Centro e próximo à Zona Sul, ou seja, perto de tudo que interessa à grande maioria dos turistas e visitantes da Cidade Maravilhosa. Mas, o número maior de voos, os preços mais baixos e a estrutura de transportes, porém, pesam em favor do RioGaleão/Tom Jobim – o que justifica essa a comparação.

Nesse post reunimos informações úteis para ajudar você a decidir qual aeroporto escolher na cidade.

Aeroporto Santos Dumont

“Na dúvida, vá para o Santos Dumont”. O antigo conselho que virou ditado para os viajantes com destino ao Rio de Janeiro tem sua razão de ser. Em primeiro lugar pela localização privilegiada do aeroporto, no centro da cidade, que favorece tanto a chegada às principais áreas de hotéis e pontos turísticos quanto às zonas de negócios, além de ser a opção mais rápida para se chegar à Rodoviária Novo Rio. Do Santos Dumont para a Zona Sul, a distância varia desde uns poucos quilômetros até os bairros mais próximos ao centro, como Flamengo e Botafogo, a pouco mais de 10 km até Copacabana e aproximadamente 20 km até Ipanema e Leblon.

Há um ônibus especial que liga o Santos Dumont ao Aeroporto do Galeão por R$ 18,25. Mas, não se engane, o trajeto de pouco mais de 18km pode levar mais de uma hora, dependendo do trânsito. E também ônibus comuns que conectam com os principais bairros da cidade. Porém, apenas a linha especial para dentro do aeroporto, não sendo muito recomendado para quem estiver com malas andar até o ponto das linhas comuns.

O Santos Dumont foi conectado pelo moderno VLT, que liga o aeroporto ao Centro da cidade, ao metrô e a rodoviária Novo Rio. Em junho de 2020 a tarifa custa R$ 3,80. O VLT é confortável, seguro e tem ar condicionado, sendo uma excelente opção para esses casos.

O aeroporto também ganhou um shopping anexo, com boas opções de alimentação e de compras, além de um hotel com uma vista bem legal.

Há dois locais designados para o embarque em transporte por aplicativos, como Uber e 99, um próximo ao shopping e outro no setor de embarques. Essas são excelentes opções de deslocamento para grupos.

Além disso, o Santos Dumont é um dos aeroportos mais bonitos do Brasil, com bela arquitetura – tombada como patrimônio do estado -, ao lado do mar e com vista privilegiada para o Pão de Açúcar e para a Ponte Rio Niterói. Decolar do terminal e passar ao lado desses cartões postais cariocas é uma experiência inesquecível.

A parte negativa é a menor oferta de voos diretos para o aeroporto, a maioria a curtas distâncias. Além da ponte aérea Rio-SP, seu principal destino, há voos para as principais cidades do Centro-Sul do Brasil, mas às vezes mais caros que os do Galeão.

Mais informações no site da Infraero.

 

Aeroporto Internacional Rio Galeão / Tom Jobim

Assim como em São Paulo e Belo Horizonte, o crescimento da cidade exigiu a construção de um segundo aeroporto com mais capacidade, especialmente para voos internacionais. No caso do Rio, o novo terminal foi construído na Ilha do Governador, mais próximo da área central que seus colegas paulista e mineiro. O Galeão é muito maior que o Santos Dumont e concentra todos os voos internacionais do Rio de Janeiro, além de importantes rotas domésticas, especialmente para Brasília, Salvador, São Paulo e Porto Alegre. Também é do Galeão que partem quase todos os voos diretos da capital fluminense para o Norte e Nordeste.

O Galeão é a melhor opção para quem vai para a Baixada Fluminense e é interessante para quem vai para a Barra da Tijuca e demais bairros da Zona Oeste. Fica relativamente próximo ao centro, com acesso pelas Linhas Vermelha e Amarela, além da Avenida Brasil. Mas, dependendo do horário, o trânsito é intenso. O ideal é pousar no Galeão no período da tarde ou da noite e decolar pela manhã. Assim, você estará sempre no contra-fluxo do trânsito.

A melhor forma de fazer o percurso são as linhas turísticas, feitas com ônibus especial executivo e com ar condicionado – o chamado frescão. Custa R$ 18,85 a linha até o Leblon, passando pelo centro, Rodoviária Novo Rio, Aeroporto Santos Dumont e por quase toda a Zona Sul (Flamengo, Botafogo, Copacabana e Ipanema). O trajeto completo pode levar mais de uma hora, dependendo do trânsito. Também há ônibus urbanos que fazem o trajeto por R$ 4,05. Para quem vai para Niterói, há uma linha da Auto Viação 1001 por R$ 8,20. Confira todas as opções de ônibus especial e comum partindo do Galeão, com preços e horários, clicando aqui.

O aeroporto conta ainda com espaços designados para carros de aplicativos, como Uber e 99, que são boas opções para grupos, além dos pontos oficiais de táxis. Quem preferir pegar um táxi deve optar pelos de cor amarela, que são mais baratos. A corrida ao centro fica em torno de R$ 60. Para a Zona Sul, em torno de R$ 80.

Mais informações no site da concessionária RioGaleão

Dicas para escolher o melhor aeroporto para chegar no Rio de Janeiro?

Um site muito interessante para quem vai ao Rio de Janeiro é o Vá de Ônibus, que oferece opções para montagem de trajetos e linhas com consulta por endereços, pontos de interesse e atrações turísticas.

Para pesquisar passagens para ambos os aeroportos, em vez de utilizar os códigos SDU (Santos Dumont) ou GIG (Galeão) use RIO nos sites de venda de passagens ou das companhias aéreas. Vão aparecer nos resultados as melhores opções dos dois aeroportos.

No mapa abaixo você pode conferir onde ficam os principais aeroportos que atendem a região metropolitana do Rio de Janeiro.

Visualizar Aeroportos Rio de Janeiro em um mapa maior

Faltou alguma dica importante? Deixe seu comentário para que possamos melhorar este post!

Com contribuições dos leitores Gilberto Martins, Bruno Feliciano e Jörg Bliesener

Veja também: