logo Melhores Destinos

Aeroporto Internacional de Buenos Aires terá português como idioma oficial e descontos para brasileiros

Denis Carvalho
Denis Carvalho
01/11/2017 às 11:11

Aeroporto Internacional de Buenos Aires terá português como idioma oficial e descontos para brasileiros

O Ministério do Turismo e a empresa Aeropuertos Argentina 2000 deram início hoje ao programa Brazilian Friendly no Aeroporto Internacional Ezeiza. Com o objetivo de receber melhor os milhares de turistas brasileiros que visitam o país – foram 650 mil apenas esse ano – o terminal recebeu placas e anúncios de áudio em português, que passa a ser um de seus idiomas oficiais, junto com espanhol e inglês.

O programa ainda prevê a aceitação de reais em todos os estabelecimentos e a incorporação de pratos nacionais nos restaurantes do aeroporto, de pão de queijo a opções de almoço.

A novidade que mais deve agradar, porém, são os descontos e benefícios exclusivos para os turistas do Brasil. A empresa promete lançar hoje o aplicativo AA2000 digital Experience Card, com descontos de 10% em lojas, restaurantes e serviços de transporte e de até 20% nos serviços ao passageiro.

Veja também: Como ir do Aeroporto de Ezeiza a Buenos Aires de transfer, táxi, ônibus ou Uber

“Queremos dar as melhores boas-vindas aos irmãos brasileiros”, afirmou o ministro do turismo argentino, Gustavo Santos, que apresentou o programa durante a  Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT), em Buenos Aires.

O ministro disse ainda que serão realizados treinamentos com funcionários do aeroporto para receber melhor os brasileiros e será lançada uma campanha de promoção com a ex-modelo brasileira Anamá Ferreira, escolhida como embaixadora brazilian friendly.

Leia mais:
O que fazer em Buenos Aires: 43 dicas para a sua viagem!
20 passeios grátis para se fazer em Buenos Aires!
Onde comer em Buenos Aires
Dicas de compras em Buenos Aires
Dicas de transporte em Buenos Aires

Para ser mais amigável, bom seria baixarem a terrível taxa de embarque. Mas dessa ninguém falou, infelizmente!

Com informações do Ministerio do Turismo da Argentina.