Seguro World Nomads apresenta mudanças na cobertura para brasileiros

Thayana Alvarenga 19 · janeiro · 2017

Nas últimas semanas, o Melhores Destinos recebeu diversas mensagens de leitores insatisfeitos com algumas mudanças no seguro de viagens World Nomads, geralmente muito requisitado entre os brasileiros que precisavam adquirir alguma cobertura para viajar para o exterior com segurança.

Uma das mudanças que irritou os leitores foi a cobertura de despesas médicas deixou de ser ilimitada: agora há um limite para o cliente de acordo com a categoria contratada. Se não bastasse, algumas atividades esportivas, que eram um dos diferenciais da World Nomads, foram cortadas da lista de cobertura da seguradora.

Se essas alterações pioraram bastante o seguro, o que mais tem revoltado os clientes da World Nomads é que tais alterações afetaram apenas os brasileiros – os viajantes de outros países continuam a ter todos os privilégios inalterados!

Procurada pelo Melhores Destinos, a World Nomads atribui as mudanças à legislação brasileira. Segundo ela, quando decidiu entrar no mercado do nosso país foi necessário se adequar às regras e leis que regem o setor, como procedimentos de leis tributárias, normas da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) e Código de Defesa do Consumidor, entre outros.

Por exemplo, o Código de Defesa do Consumidor diz que é preciso vender produtos em reais e tudo em português, o que anteriormente não acontecia. Além disso, antes a empresa não tinha uma central em português que garantisse o atendimento 24 horas por dia. Hoje há a Zurich fazendo este papel.

Mudanças no seguro World Nomads

A World Nomads oferece dois tipos de seguros: o Standard e o Explorer. Nos novos planos, a cobertura para despesas médicas no exterior devido a acidente e doença pode chegar a 1 milhão de reais no plano Explorer ou 600 mil reais no Standard. No plano antigo, a cobertura era ilimitada, o que era muito mais vantajoso. A seguradora afirma, porém, que a regulamentação da SUSEP obriga a estabelecer um limite máximo de cobertura.

Para medicamentos prescritos por acidente ou doença, a cobertura pode chegar a 2 mil reais em qualquer um dos dois planos. Para tratamento de fisioterapia só há cobertura no plano Explorer, que pode chegar a 8 mil reais.

Para cancelamento de viagem a cobertura pode ser de até 20 mil reais no plano Explorer ou 10 mil no plano Standard. Em caso de a viagem precisar ser interrompida por morte, acidente ou doença, a cobertura pode ser de até 8 mil no Standard e 12 mil no Explorer. Para o caso de bagagem perdida, a cobertura no Explorer chega a 14 mil reais, enquanto no Standard são 8 mil reais. Para conferir o comparativo completo acesse essa página da seguradora, em inglês.

Para os viajantes aventureiros, a notícia é ruim. Isso porque algumas atividades esportivas foram cortadas da lista de cobertura. A World Nomads informou que está negociando com a Zurich para aumentar a lista de esportes cobertos e trazer estas modalidades de volta à lista de cobertura da empresa.

As mudanças entraram em vigor em agosto deste ano. Outra novidade é que agora as apólices estão em reais e, não mais, em dólar. A seguradora informou que esta nova medida se deu porque foram criados planos de seguro viagem para brasileiros que pagam as contas no exterior e recebem reembolsos em reais.

Além disso, a World Nomads agora tem parceria com a Zurich Seguros, que ajuda na administração e também faz o atendimento ao cliente. A empresa garante a emissão dos seguros, assumindo os riscos do cliente em cada viagem.

No site da World Nomads Brasil, é possível encontrar todas as informações sobre o seguro desejado, já atualizado com os novos procedimentos para brasileiros. Lembre sempre de comparar bem os preços e coberturas com outras seguradoras antes de contratar para não ficar no prejuízo!

Para solucionar qualquer dúvida ou se informar sobre seus direitos como segurado, entre em contato com a Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). Eles disponibilizam um canal de atendimento gratuito por meio do 0800 021 8484. Para quem não sabe, a Susep é o órgão do Governo Federal que fiscaliza e controla o mercado de seguros.

E aí, o que você achou das mudanças? Ainda vale a pena continuar contratando os serviços da World Nomads? Participe com a gente nos comentários!

Autor

Thayana Alvarenga - Repórter
  • Fernando

    Para mim, que contratava a empresa em minhas viagens, foi simples: passei a usar o mesmo argumento da empresa, de me “adequar”.

    Logo, me adequei e NÃO mais contratei a WN em minhas viagens…

    Infelizmente, um excelente seguro passou por uma depreciação ímpar. E não é só. Bloqueia-se qualquer tentativa de contratação do seguro estrangeiro, vez que ao se tentar acessar o link estrangeiro, é redirecionado para a página brasileira.

    Enfim, o que parece é que “compraram”/”locaram” a marca WN na esperança de se vender mais no Brasil… mas quem não entende muito de viagem até acaba caindo e comprando…

    Pois a alegação de limite é até plausível, face imposição da SUSEP. Mas quando se pergunta da restrição em esportes, a empresa “desconversa”, alegando que está em “negociação”… ué, as alterações não eram apenas as impostas pela legislação brasileira? Qual normativo nacional que restringe cobertura em esportes???

    • etl81

      Acho que nem a alegação de limite é plausível. Suponhamos que seja verdadeira a alegação de que a SUSEP determina que se deva ter um limite máximo de gastos. A Worldnomads poderia ter colocado um limite bem superior, como, por exemplo, 100, 200, 300 milhões, já que anteriormente era ilimitado. Ela optou por fixar um valor baixo.

  • Jose Resende

    Péssima mudança. Recomendo a todos boicotarem o serviço. A vida do cliente Brasileiro vale menos que a de todos os outros. Essa história de ” se adequar ao mercado, tributos, etc” é conversa para boi dormir. Brasil não é o país que mais tributa esse setor. Há seguros no Brasil que oferecem cobertura de 15.000 reais e há malucos que contratam acreditando estarem seguros. 1 milhão de reais não são nada para algo sério. Creio que a melhor alternativa, agora, é a Tokyo Marine HCC ( digo em cobertura e valor, não sei se cobrem esportes radicais.)

    • Igor

      Boicote já!

      • Igor

        Eu contratei a Seven Corners final do ano passado. Não precisei usar, então não tem como emitir uma opinião pessoal. Mas era um dos melhores custo x benefício no momento.

        E lendo uns reviews em sites gringos, também era o “menos pior” avaliado.

        • Jose Resende

          Valeu pela indicação! Vou pesquisar sobre ela. Já estou boicotando esse absurdo. Se for para contratar um seguro, que seja para viajar seguro. Contratar seguro para “fingir” estar seguro é a mesma coisa que nada.

  • Feliz sem Jesus…!

    Coisas que SO ACONTECEM no Brazil…!!!!

  • Igor

    World Nomads ficou um lixo! Todos deveriam é bocoitar a empresa. Qualquer País você consegue a cobertura ilimitada. Agora ela oferece muito menos, pelo mesmo preço praticamente que era no passado.

    Então pergunto, qual a vantagem de entrar no mercado brasileiro?

    Boicote à World Nomads já!!

  • etl81

    Já estava ciente da mudança desde o ano passado, quando viajei e quis contratar o seguro da Worldnomads. Quando vi o quão ruim tinha ficado, optei por contratar outra seguradora. Sempre utilizei a Worldnomads, mas, depois das alterações, não mais usarei. Simples assim.

  • Sidnei Sanches

    Poxa sacanagem estava quase fechando com world nomads. Galera seguinte sou a favor de “boicotar”. Mas deem sugestões de outros seguros com bom custo x benefício

    • César Novaes

      Sidnei, contratei pela MondialTravel, que tem parceria com a Allianz, achei uma boa relação de custo x beneficio

  • etl81

    Parece que a principal seguradora por trás da Worldnomads no restante do mundo é a BUPA. Não sei se houve um contrato de exclusividade da Worldnomads/BUPA com a Zurich, mas, coincidência ou não, todos os seguros que busquei, que tinham como seguradora a BUPA, não estavam disponíveis para brasileiros. Ou seja, parece que o negócio foi pior ainda.

  • Igor

    É tão absurdo que 15 dias na França, partindo da Venezuela, o Plano explorer, Unlimited, sai por $ 192 dólares o casal e para brasileiros, mesmo plano,destino e período R$ 464,00 reais para uma cobertura máxima/irrisória de 1 milhão de REAIS.

    Chega a ser surreal!

  • Kildare Castro

    qual uma alternativa a WN? não consegui achar uma ilimitada mais 🙁

    • etl81

      Estou tentando respondê-lo, mas o Melhores Destinos toda hora veta, não sei por que motivo, a minha resposta.

  • etl81

    Não vejo a regulação estatal como o grande vilão aqui. O maior problema me parece ser o que acontece com tudo no Brasil. As empresas querem, de qualquer maneira, ter lucros estratosféricos, oferecendo como contrapartida o mínimo possível. Destaque-se que o valor para a contratação do seguro da Worldnomads permanece igual, mesmo com essa cobertura irrisória. Há, inclusive, seguradoras, em âmbito nacional mesmo, com coberturas bem superiores. Não que buscar o lucro não seja correto. Longe disso. É a finalidade primordial de qualquer empresa. Só acho que, em regra, as contraprestações por aqui estão muito aquém do desejável, do que seria justo pelos valores que são pagos. Se fosse para piorar o serviço, melhor que a Worldnomads não tivesse aberto filial por aqui. Enfim, é só a minha visão…

    • Carolina Malheiros

      Acho que a empresa foi bem esperta em culpar apenas a regulação estatal. Assim, as pessoas ficarão indignadas com a regulação (como o colega Victor) e nao perceberão que isso é apenas uma manobra pra sair “bem na fita”. Como disse o Fernando, havia outras formas de se enquadrar na regulação, a empresa que escolheu as “piores” e se escondeu atrás da desculpa do estado malvadão.

  • Diego Koga

    Bom, além das péssimas mudanças a qualidade no atendimento também caiu e muito.

    Esta é a segunda vez que utilizo este seguro. A primeira vez precisei acionar por problema dentário, onde eu fiz o pagamento e o reembolso foi efetuado em uns 15 a 20 dias. Tudo muito rápido e eficiente eu diria.

    Desta segunda vez, precisei ir com minha esposa ao hospital. Eles demoraram quase 2 horas para me dar uma resposta de onde eu poderia levá-la (isso pq eu liguei várias vezes). Chegando no hospital não havia nenhum registro nosso, ficamos esperando o tal prestador local entrar em contato com o hospital por mais de 4h quando finalmente, eu em uma das milhares de ligações, descobri que não iriam enviar a garantia de pagamento. Pediram para eu efetuar o pagamento e solicitar o reembolso.

    Bom, o fato foi no começo de dezembro e até agora não consegui resolver nada. Sempre uma desculpa diferente.

    • etl81

      Você adquiriu o seguro nos novos moldes ou na sistemática antiga?

      • Wagner Bittencourt

        Oi Diego! Quais foram os países onde vc acionou a WN?

    • Wagner Bittencourt

      Oi Diego! Quais foram os países onde vc acionou a WN?

      • Diego Koga

        USA

  • Khalil Chaves

    Já contratei a WN algumas vezes, graças a Deus nunca precisei usar. Quais as atividades aventureiras foram cortadas?

  • Flavio

    Para mim a World Nomads acabou. Simples assim.

  • Karen Ka

    Desculpe fazer a pergunta aqui, mas meu marido comprou passagens resgatando milhas e pagando as taxas com o Mastercard Platinum. Tinha lido que o seguro do cartão cobria doenças preexistentes aqui no MD, mas quando liguei para o cartão, o atendente disse que não. Alguém tem alguma informação mais precisa? Obrigada!

  • Jorge

    Tem tantas empresas que fazem este tipo de seguro, é só buscar outra melhor !

  • Caroline Macedo

    Alguém pode me dar indicações de seguradoras para uma viagem de 15 dias no verão por Lisboa, Paris e arredores… Sem esportes radicais…

    • Cláudio Frohlich

      veja meu comentario publicado acima

      • Regina Leme Dardillac

        oi Claudio, nao encontrei seu comentario….

        • Cláudio Frohlich

          Olá Regina
          Eu informei na época que tinha feito um seguro na Alemanha através da forma de. Walter GmbH que tem várias opções e bom preço válidos para schengen e toda Europa. Apólice em inglês. Nesta bviahem8

  • Marcio Ribeiro

    Eu ja tinha percebido a mudança na nossa ultima viagem e ja tinha me desagradado a mudança no atendimento, que na versao internacional tem varias modalidades inclusive por sms. Na versao brasileira vc tem que ligar pro brasil, o que é um incoveniente quando se esta no exterior.

    Como alem disso tem a diminuicao da cobertura e a exclusao de esportes, eu vou boicotar.

  • Kildare Castro

    muito obrigado pelos links, vou checar os reviews

  • Ozeias Souza

    A Visa tem um seguro próprio para viagens compradas pelo cartão, não sei se cobre todos os cartões o meu é Elite Platinum, cobre pra qualquer país. Só viajei pra o Mercosul, mas sempre uso ele.

  • Diego Koga

    Minha saga continua!!! Acabei de mandar este e-mail para um monte de e-mails da WN que eu tenho de um outro claim… Alguma outra ideia?
    —————————————————————-
    Hi folks,

    I hope everybody are good that side because here it is all messed up.

    This is the second time a need to claim something under my policies. First time was perfectly fine. However, this second time it is being a pain in the butt.

    Yeah, you read it correctly. PAIN IN THE BUTT!!!!

    Can you believe that? And you know why?

    The company you guys made a partnership in Brazil is a SHIT!!! They don’t reflect what you had been doing. This is really frustrating.

    Here is some back history:

    My wife had strong migraines at December, 1, 2017 when I called the emergency number. As usual they asked for an hour to arrange everything. Two hours later no contact and my wife was getting worst. I called and they said to go Universtiy Hospital and everything was set-up.

    The first nightmare came up. There was nothing set-up. They took another 4 hours to say that they could not send the payment warranty and gave me a lot of excuses. I was told to paid and ask for refund. Before that time I took the risk and asked for medication because she was really bad.

    Everything were good and the hospital said to call the insurance again and ask them to pay it, it was not required to pay at that time.

    This is the second nightmare, it’s being 3 months and billions of excuses of your partner!! I’m still getting collecting letters and calls every other day.

    If you call them, they will say that the bill was paid February, 24. And now it is responsibility of the local operator to pay and blá blá blá blá…

    I hope you guys can help to clean all this shit.

  • Wilson Moraes

    Alguém conhece algum plano comercializado no Brasil que não possua limites? Eu não!!!
    Alguém conhece algum plano comercializado no Brasil com os mesmos limites e mesmo preço? Não achei nenhum!!!!
    Os plano comercializados no Brasil cobrem Esportes Radicais ?Quem precisa tem que pagar pelo maior risco como seguro de veículo.
    É preciso comparar para concluir.Neste Paizinho todos jogam na defensiva porque Brasileiro lá fora não é considerado confiável por morivos que todos sabemos.

  • Juliana

    #RIP World Nomds – não cobre qualquer distúrbios ou envenenamento causado por comida. Por isso a importância de ler os termos.
    Pelo amor de Deus!!!
    Piorou muito. Tive muita dor de cabeça com a Zurich. Ta lotadoooooo de coisas no reclame aqui referente ao WN e Zurich. Ja eras. Abrasileirou.
    Usei 2x (mexico e USA) perfeitos. A 3ª foi Australia e foi terrivel. Nao recomendo mais. Vamos começar a desvendar novas opcoes.