Uma viagem ao passado: Confira como foi o voo retrô da TAP de Lisboa para o Rio!

Thayana Alvarenga 8 · setembro · 2017

Para comemorar seus 72 anos, a TAP Portugal lançou um voo retrô que leva aos passageiros a experiência de estar em uma aeronave da companhia exatamente como era na década de 70. Tudo é realmente personalizado para que seja igual à época, desde o uniforme dos comissários até a pintura da aeronave. O Melhores Destinos esteve a bordo na Classe Executiva e conta a partir de agora como foi voar em um jato Airbus A330 completamente diferente. Ficou curioso para saber? Então venha com a gente e embarque nesta viagem de volta aos anos 70!

Check-in da TAP

Logo no check-in, tudo já estava adaptado. Havia uma sinalização diferenciada e até mesmo o logo da TAP na parede ao fundo dos atendentes era como antigamente. Nas imagens abaixo é possível observar as diferenças, sendo que o logo retrô contava com letras vermelhas, enquanto o atual tem também a cor verde, representando a bandeira de Portugal. Cada passageiro recebeu um “diploma de viajante no tempo”, certificando que esteve a bordo de um avião da companhia no ano de 2017, porém com as características setentistas. Além disso, o cartão de embarque também era personalizado e foi entregue dentro de um envelope bem bonito com a logo antiga da companhia. Legal, né?!

Embarcando

Ao observar a aeronave, um jato Airbus A330, o passageiro já notava que a pintura era antiga. Atualmente, os aviões da companhia possuem apenas a marca “TAP Portugal”, porém antigamente os jatos carregavam a marca “Transportes Aéreos Portugueses”, abreviação para o nome usado hoje em dia. Ao entrar, as comissárias conferiam os bilhetes e orientavam a direção dos assentos. Elas vestiam uniformes iguais aos utilizados na década de 70, com cores quentes.

Poltronas

Todas as poltronas da Classe Executiva traziam consigo dois tons de bege: um mais claro e outro um pouco mais escuro. Como normalmente, a configuração da cabine era 2 x 2 x 2 com poltronas completamente reclináveis. Nelas, o passageiro já encontrava edredom, travesseiro, kit de amenities com uma bolsinha vermelha super charmosa (como era oferecido na década de 70), um jogo de perguntas e respostas chamado “O Sabichão”, e um jornal chamado “Diário de Notícias”, com informações do voo retrô. Achei o máximo!

Amenities

Além do kit de amenities retrô, cada passageiro também recebeu a tradicional lata de sardinha – esta sim contendo os amenities utilizado atualmente nos voos da TAP. Nela havia vários itens, como um par de meias, tampões de ouvido, creme dental e escova de dentes, entre outros. Potentes fones de ouvido com a logo da empresa também foram disponibilizados para serem utilizados a bordo.

Serviço de bordo

O serviço de bordo também era idêntico ao oferecido na década de 70 e começou cerca de uma hora após a decolagem. Os comissários passavam anotando as preferências de cada passageiro, para depois apenas servir. O prato principal ficou entre Bife do Lombo à Portuguesa e o convencional Bacalhau. Optei pelo peixe, que estava incrivelmente saboroso. Um dos melhores que já provei.

Entretenimento de bordo

Entre as opções disponíveis no painel, havia um catálogo exclusivo com filmes da década de 70. Clássicos como Star Wars, Rocky, The Godfather, O Cerco, e muitos outros, poderiam ser encontrados. Para quem gosta dos filmes mais modernos, uma seleção de estreias também estava disponível com e sem legendas.

Este foi o quarto voo retrô da TAP Portugal, sendo que o primeiro foi entre Lisboa e Toronto no mês de julho, o segundo foi de Porto a São Paulo já em agosto, e o terceiro entre Lisboa e Miami, também no mês 8. O próximo voo retrô da companhia será com destino a Luanda, capital de Angola.

Pousamos no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, pouco antes das 18h. Ainda não havia escurecido, portanto dava para observar um céu limpo e azul, que tornou o momento ainda mais bonito. O calor carioca também já era perceptível: grande parte das pessoas com shorts e bermudas, além de roupas frescas.

Belíssimo céu momentos antes do pouso, no Aeroporto do Galeão

Para o senhor Manuel Diniz, de 78 anos, português que mora na Barra da Tijuca há mais de 55 anos, que já voou outras vezes com a TAP, o voo retrô poderia ser realizado mais vezes entre este trecho. “Gostei bastante de tudo, do atendimento e do visual. Esse aqui é muito melhor, traz bastante história”, disse ele.

E você, o que achou do voo retrô da TAP Portugal, de Lisboa para o Rio? Divida a sua opinião com a gente participando nos comentários abaixo! 🙂

Autor

Thayana Alvarenga - Repórter
  • Leonardo castilho

    Se Deus permitir estarei indo pra Portugal no começo do ano.
    Ano novo, país novo,vida nova, velhos sonhos se tornando realidade.
    Sem previsão de volta para o Brasil!!!

  • Alberto Kiess

    Bom, naquela época as aeronaves eram novas, hoje são velhas!! Voo retrô deveria ter aeronaves novas!! Eu particularmente nunca escolho a TAP nem a Alitalia.

  • Eduardo

    Podia fumar a bordo? Rs
    Sonho em um dia voltar

  • Armando Leal

    De retrô mesmo só a pintura do avião. Estava neste vôo na classe econômica que foi uma das mais apertadas que viajei. A comida não foi ruim mas nada que se compare aos daquela época. O sistema de entretenimemto é razoável. A tripulação muito simpática e atenciosa fez a diferença.

  • Adriano Mendes

    Que idéia maravilhosa!!!! Queria muito ter ido!

  • Valdeci Borges

    Infelizmente eu não estava nesse vôo, mas achei a idéia simplesmente fantástica!
    Vou, de TAP, para Portugal no começo de novembro, mas…
    Uma pena que não será em vôo retro!

  • Elioenai Costa Moreira

    A reedição dessa livery na aeronave foi uma sugestão do grande spotter e consultor de aviação brasileiro Gianfranco Beting, o Panda. www . betingbooks . com . br.