Como é voar nos modernos A321 da TAM nas rotas pelo Brasil

Leonardo Cassol 25 · novembro · 2014

A TAM adotou um novo acabamento interno de suas aeronaves para voos domésticos, após a fusão com a LAN e criação da LATAM. A nova configuração apresenta diferentes elementos visuais, poltrona ultrafina com acabamento em couro e um espaço um pouco maior entre as poltronas, se comparado aos Airbus A320 e A319 que a empresa possui operando em voos dentro do Brasil. Confira as novidades e a avaliação do voo nesse review exclusivo. Para facilitar a leitura o post foi dividido em 2 partes: a primeira com as novidades da aeronave e a segunda com o relato sobre o voo. 

Voo 3260 GIG x FOR (Rio de Janeiro – Galeão x Fortaleza – Pinto Martins)

1 Aeronave - Fonte - Airbus

PARTE I – A AERONAVE

Visão geral dos novos Airbus A321

O A321 é uma versão alongada do A320 (aeronave padrão dos voos domésticos da TAM), com poucas mudanças significativas. A área das asas é maior e incluí flaps double-slotted (foto), mais eficientes. As turbinas e os trens de pouso foram reforçados e a aeronave tem uma capacidade bem maior de carregar combustível.

avaliacao-tam

A TAM possui 16 Airbus A321 em sua frota, sendo que seis deles, os que iniciaram a operação em 2014, são mais novos e podem ser facilmente identificados pois possuem “sharklets” (foto acima), versão da Airbus dos “winglets” consagrados pela Boeing – aquelas extensões verticais nas asas que, por sua aerodinâmica, reduzem o arrasto e o consumo de combustível em até 4%. Foram esses aviões que ganharam o novo interior da LATAM apresentado nesse post. (Alguns Airbus A320 da TAM também possuem sharklets, mas não foram equipados com o novo interior).

3 Cabine

Os A321 da TAM foram configurados com 220 assentos em classe única econômica (formato 3 x 3 – com 38 fileiras), sendo uma das maiores aeronaves de um corredor do mundo (seu grande concorrente é o Boeing 737-900ER que não opera no Brasil). Essa configuração garantiu o selo B da Anac, com espaço de 71 cm a 73 cm entre os assentos, maior que os A320 e A319 que receberam selo C e possuem entre 67 cm e 69 cm entre as poltronas.

4 Frota TAM

As novidades do A321:

1. Novas poltronas Slim

As novas poltronas slim são ultrafinas e economizam até 4 cm em cada fileira de assentos. Fruto de inovações tecnológicas, são confeccionadas com espumas especiais que, apesar da menor espessura, causam a mesma sensação de uma poltrona comum. As novas poltronas possuem ainda acabamento em couro e descanso flexível para a cabeça, que o tornam bem melhor que os assentos antigos.

5.2 Nova poltrona 3

2. Espaço mais generoso nas saídas de emergência e 1ª fileira (Espaço +)

O Espaço + é pago, exceto para passageiros em cadeira de rodas ou com dificuldade de locomoção, que podem consegui-lo gratuitamente. Nessas aeronaves a TAM parece ter caprichado mais no espaço, bem como na reclinação da cadeira, conforme mostram as fotos. Além disso, a aeronave possui oito saídas de emergência, sendo quatro portas (duas de cada lado) no meio da aeronave, o que adiciona uma fileira adicional de Espaço + em relação ao A320 e duas em relação ao A319.

6.1 Saida Emergencia 1

3. (Pouca) Maior distância entre as poltronas

A distância entre as poltronas é 4 cm maior que nas demais utilizadas em voos domésticos pela TAM. Não é muito significativo, mas rendeu à aeronave o selo B da Anac. A sensação é menos claustrofóbica que nas poltronas dos A319 e A320 da TAM, que, na minha opinião, são as piores do Brasil. Mesmo com a melhoria, os assentos do A321 ainda estão bem atrás dos concorrentes Avianca e Azul, cuja maior parte das aeronaves recebeu selo A da Anac, assim como a GOL< que aumentou o espaço das poltronas com o GOL+.

6.7 Distancia poltronas

4. Acabamento interno ligeiramente melhor

Piso e painéis amadeirados, luzes de LED e novos desenhos das saídas de ar e do banheiro deram um tom ligeiramente melhor que as aeronaves mais antigas, conforme mostram as fotos. Porém não esperem um interior completamente renovado ou inovador. É muito parecido com o antigo.

7 Acabamento 1

PARTE II – O VOO

Check-in

O check-in da TAM pode ser feito pelo site, APP, totem ou no balcão. Eu havia feito pelo APP, mas utilizei o totem para fazer a antecipação do voo. Como não consegui, provavelmente porque o voo que eu queria dispunha de poucas vagas, acabei me dirigindo ao balcão. Consegui antecipar sem problemas e fui bem atendido.

A fila do check-in regular da TAM no Galeão merece destaque, pois estava imensa. O check-in estava lotado como nunca vi, especialmente para o horário da tarde. Acredito que isso tenha ocorrido por conta das poucas posições de atendimento operando, bem como por um grande volume de passageiros com malas. Portanto, vale a pena chegar cedo quem tiver bagagem para despachar.

Após antecipar meu voo fui colocado sem nenhum custo no Espaço +, pois não havia outros assentos disponíveis (o voo estava lotado) e, acredito eu, também por conta do status no programa de fidelidade. Nota 9!

8 Cartao Embarque

Embarque

O embarque das aeronaves A321 iniciam uma hora antes da decolagem. No voo avaliado, o embarque começou 50 minutos antes da partida. Isso porque embarcar 220 pessoas por apenas uma porta realmente leva mais tempo. Isso acaba sendo um ponto negativo dessa aeronave, já que temos que aguardar 30 minutos a mais para decolar em relação ao Airbus A319, por exemplo, que leva até 144 passageiros. O fechamento das portas ocorreu um pouco antes do previsto. Em seguida, as comissárias serviram as famosas balinhas e prepararam a aeronave para a partida. Nota 7!

Poltronas

Espaço +
A poltrona do Espaço + é paga. Em contrapartida, oferece maior reclinação e possui um bom espaço para as pernas, conforme foi mostrado na primeira parte do post. A poltrona é mais confortável que as antigas e reclina mais.

6.2 Saida Emergencia 2

Demais poltronas
A poltrona é mais confortável e com 4 cm a mais de distância. O espaço maior não é tão perceptível, apesar de menos asfixiante que os assentos dos Airbus A319 e A320 da TAM. O acabamento em couro também ficou muito bonito. Destaque positivo para o apoio flexível para cabeça, que permite descansar o pescoço durante o voo. Nota 7!

Serviço de bordo

A TAM simplificou e padronizou o seu serviço de bordo em voos domésticos, conforme o horário do voo e a rota. São basicamente 3 opções: (1) sanduíche frio; (2) snack – caixinha com cream cracker, polenguinho e um bolinho; e (3) cortesia – um biscoitinho. Nos três casos, as bebidas que acompanham são coca cola, coca zero, suco de laranja e água. Há opção de café solúvel nos voos diurnos.

8.1 Lanche 0

O problema é que, em alguns voos de três horas de duração, como esse, o que a TAM serve é muito simples. No voo avaliado foi oferecido o snack. Eu, por exemplo, não havia almoçado nesse dia e cheguei faminto a Fortaleza.

8.2 Lanche 1

Isso irrita e também divide os consumidores. Uma parte, onde eu me incluo, prefere ter algo melhor à disposição, mesmo que pago. Outro grupo acha que já que a TAM opta por servir algo sem cobrar, deveria fazê-lo com mais qualidade. Enfim, é uma grande polêmica, especialmente considerando que o serviço de bordo gratuito já foi abolido na maior parte do mundo. Nota 5!

8.3 Lanche 2

Sistema de entretenimento e amenidades

A frota da TAM que realiza voos domésticos (A319, A320 e A321) possui um sistema de entretenimento compartilhado, com telas que ficam sob os compartimentos superiores de bagagem. O A321 não foge à regra. São exibidas séries de TV e documentários ao longo do voo, bem como um jogo de perguntas e respostas.

9.2 Nu00E3o mudou 3

Um ponto negativo é que a TAM não disponibiliza mais fones de ouvido para voos com menos de 3 horas de duração, sendo responsabilidade do passageiro levar um. Vi muitos clientes reclamando. Travesseiros e a segunda rodada de bebidas também foram abolidos dos voos. Sinal dos novos tempos… Nota 6!

Comissários e equipe de solo

O serviço dos comissários foi eficiente. Elas foram simpáticas e atenciosas, o que infelizmente não é a regra na TAM. O mesmo posso falar da equipe de solo. Nota 9!

Porta

Programa de Fidelização

Recebi 500 pontos referente à tarifa básica e 500 de bônus para cartões Fidelidade Black. Acho pouco, considerando o valor da passagem ou as 1.346 milhas voadas. O acúmulo em voos domésticos foi muito reduzido desde a última grande mudança das regras do programa, que hoje valoriza mais quem faz voos internacionais. Nota 6!

Conclusão

Concluindo, é bom assistir a renovação e modernização da frota de aeronaves que operam no Brasil e a preocupação da TAM de aprimorar o interior dos aviões. Os novos A321, de fato, são uma evolução, e as 15 aeronaves encomendadas que ainda faltam ser entregues serão muito bem vindas, mesmo com as ressalvas apresentadas nesse post.

E você, já viajou nos novos A321 da TAM? Compartilhe suas percepções nos comentários.

Sobre o autor:
Leonardo Pereira Cassol é economista e colaborador do Melhores Destinos. Trabalha como consultor e é passageiro frequente de várias companhias aéreas.

Publicado por

Leonardo Cassol

Editor

  • José

    Parabéns Cassol: ótimo relato!

  • Fabio Le Preguissé

    Acho irrelevante avaliar uma companhia aérea pelo que ela oferece para comer. Avião não é restaurante e os tempos são outros. Todos querem um padrão Varig de serviço de bordo que cobrava quase U$300 em uma passagem CGH-BSB, mas niguem quer pagar mais do que 99 reais hoje pelo trecho. Que continuem as promoções. Eu levo sempre um lanche comigo por garantia.

    • Torres

      Tem que ser avaliada por tudo. Quem quiser pagar o preço do serviço, que pague. Eu estou contigo. Vou até em pé se for barato.

      Mas a avaliação tem que conter tudo sim. Imagine se você tem duas companhias com o mesmo preço para um mesmo trecho…Qual escolheria? A relação conforto x atendimento x pontualidade é importante para decisão.

    • Achei a comparação válida, pois a GOL cobra pelo serviço e a Avianca e a Azul ainda oferecem serviço gratuito, com mais opções que a TAM. Mas concordo totalmente quanto ao melhor ser o preço baixo, Fabio!

    • marc lago

      apoiado,amigo. aqui no brasil a gente vê as viúvas da varig querendo serviço 5 estrelas, mas exigindo passagem de busão. eu , nos últimos 2 anos, viajei mais do que muitos contemporâneos da varig , assim como zilhões de pessoas também aproveitaram as promoções para passear. eu quero segurança nos aviões e preço baixo. quando quero algo diferente da tam ou gol, vou lá no site da azul, pago 100 até 250 reais a mais(ou até mais,muito mais), e viajo com conforto e tv ao vivo. minha gente, deixemos essas discussões sobre comida de lado, vamos aproveitar as tarifas baixas e desbravar o nosso brasil que é lindo demais!

    • ArthurJ

      A avaliação tem que conter o item serviço de bordo sim. Esse argumento de que avião não é restaurante é falacioso. Se o voo oferecido é longo e não há opção adequada de alimentação eu julgo como defeito do serviço prestado e isso influi na minha escolha. Viajei de Gol entre 09:00 e 16:00 de sul ao norte com várias escalas e recebi quatro amendoins e referigerante (copo com uns 100ml) sem direito a repetir nada e com criança. Prefito o serviço pago de hoje. A TAM conquistou seu lugar, na era Rolin, com serviço de bordo (quem lembra?). Hoje fica difícil voar com eles e não ter a nítida impressão de downgrade na marca (que vai sumir, sei).

  • Torres

    Pelo que vi, identico aos que a Lufthansa anda usando não? As poltronas mega finas são as mesmas.

  • llpadilha

    Onde diz tanque de combustível, é apenas o mecanismo que faz baixar os flaps.

  • Muito parecida! Não sei se é o mesmo fabricante mas é quase igual, mudando a cor do acabamento externo.

  • É isso aí. Temos sempre que comparar. Já comprei passagem na Avianca por 1/3 do preço da TAM e o conforto e lanche foram muito superiores.

  • Obrigado, José! =)

    • Breno

      Leonardo, você deveria ter o mesmo badge “Equipe MD” que o Denis. Sempre boas colaborações!

      Sempre faço o trecho GIG-FOR. Quase sempre de Gol. A Tam perde cada vez mais aquela imagem de 5+ anos atrás de boa companhia aérea =(

      Achava que a LAN era bem boa, mas o vôo 779 (RIO-SCL) que fiz uns meses atrás era pior do que os vôos da Gol.

      Nunca achei que fosse pegar um avião tão ruim num vôo internacional.

      • Obrigado, Breno! Já ouvi muitas reclamações da LAN no A320. Engraçado que no 767 os comentários são o oposto. Só elogios. Mas eles só operam o 767 e 787 via Guarulhos. E o preço costuma ser o mesmo…

  • Ficou meio fora do local quando minimizou a foto, mas não achei que desse para confundir.

    • Rodrigo Figueiredo Bertelli
      • lvcivs

        E não é só isso… o autor provavelmente usou a foto externa da aeronave sem autorização, e nem créditos pôs:
        http://xfw-spotter.blogspot.com.br/2014/01/a321-231sl-tam-d-avzj-pt-mxl-msn-5947.html

        * O que foi marcado como tanque de combustível é apenas uma canoa de flap, uma capa aerodinâmica para os mecanismos que suportam e permitem a movimentação dos flaps.
        * A área da asa de TODOS os aviões da família A320, isto é, A318, A319, A320 e A321 é a MESMA.
        * O A321 não tem capacidade maior de carregar combustível, é praticamente a mesma do A320, sendo na verdade até um pouco menor. (até a wikipedia tem esses dados)

        * O grande rival do A321 não é o 737-900ER, e sim o imbatível Boeing 757, que não tem substituto à altura no momento (e nem terá pq mesmo o futuro A321Neo com alcance extra não terá o mesmo alcance o que o 757 tem hoje).

        • José

          Verdade. São os pax do dia a dia que acham que são os Cmte do ar.

  • orderandprogress

    As “refeições” da TAM são uma desgraça. Eu não ofereceria nem para o meu cachorro. Melhor levar um lanche de casa ou comprar uma banana, uma maça etc.

    • PROFISSIONAL TURISMO

      Tudo gera custo meu amigo. A simples bala oferecida a bordo, custa milhões somado ao numero de decolagens diárias. Nos tempos em que voar, era Glamour, aí sim, poderia exigir, mas atualmente, onde voar ficou popular, se quiser comer bem, come em casa ou em um restaurante. Com tudo isso, a Tam ainda é a melhor cia aérea brasileira.

    • Luiz

      Não tá bom, não voa. Simples assim!
      E o que você fala a respeito da Gol? Que vende? Quer comer bem, vai a um restaurante.

  • Rafael

    Esse espaço+ da tam é ridículo (assim como o equivalente da gol). Vc ganha espaço na frente mas perde nos lados, já que o braço é fixo e ocupa toda a lateral. Deveriam ter melhorado isso no A321. Nada como o espaço azul.

    Quanto ao lanche, acho que tem q ter um opção simples e “gratuita” mas tb opções pagas, desde que por um preço honesto.

  • Paulo

    Viajo constantemente do Rio para Curitiba e Porto Alegre. Há mais de tres anos não o faço pela Gol, ela é pior em tudo. É o resto da aviação no Brasil.

  • Marcos Reis

    Só ressaltando uma coisa, a informação dos fones de ouvido é errada, ontem voei de Aracaju para Guarulhos menos de 3 horas e disponibilizaram já na ida a mesma rota não tinha… Ou seja essa informação de voos com mais de 3 horas é mentira!!! Sobre o lanche, como eu viajo muitoooo, só disponibilizam sanduiches nas rotas Congonhas/Santos Dumont/Congonhas a chamada Ponte-Aérea, nos demais trechos é sempre servido esse mesmo snack (2 biscoitos salgados, 1 polenguinho e 1 bolinho horrível, doce, sem gosto e amassado – acho que é o pior produto que a Bauducco já fabricou).

    • Elisa Dantas

      Senhor Marcos, por favor não leve a mal, mas poderia ser um pouco mais educado nas suas colocações. Ainda que o leitor que fez a avaliação tenha se enganado ou se confundido, me desculpe a franqueza, mas é grosseria afirmar que ele mentiu e ainda ressaltar com três exclamações. Um pouco de ponderação e polidez só faz bem a todos, especialmente ao senhor, que passa receber o mesmo dos demais leitores.

      • Marcos Reis

        Senhora Elisa Dantas, educação faz parte logicamente, não chamei ninguém de mentiroso, independente de terem se enganado ou não, o que é uma MENTIRA é essa justificativa que alguns tripulantes dão quando a bordo questionamos sobre o fone e sobre o tempo de voo… Isso eu até já questionei com alguns já que dizem que só embarcam fone pra voos com mais de 3 horas e quando na verdade não é.

        • Everton Basílio

          O mesmo se repete para as refeições, fiz esses dias um GRU-NAT, não é super ponte, e foi servido sanduíches frios no vôo. E fone de ouvi eu já fiz voos com menos de duas horas e para alguns foi embarcado fones e para outros não. Logo fica difícil falar de uma empresa que não mantém um padrão. .

    • Marcos, nesse voo nao teve e os comissários explicaram no microfone o que chamaram a nova política da empresa. Como eu voo com freqüência pela TAM nesta e em outras rotas com grande e curta duração, asseguro que a política eh essa mesmo. Porem, em alguns voos os comissários guardam fones ou a própria equipe de solo abastece e o mesmo eh disponibilizado. Mas isso nao acontece em todos os voos e isso precisa ficar claro para os passageiros. A cada 10 voos que faço pela TAM em 9 eles dizem que nao tem mais fone disponível.

      • Everton Basílio

        Isso acontece mesmo, alguns tripulantes, quando vêem de uma perna que já tinha embarcado fones, meio que “seguram/economizam” para render para a próxima perna.

  • Roberto Guedes

    Sempre tive curiosidade em voar em um A321. Creio que atualmente no Brasil é a maior aeronave comercial em atividade (voando entre as principais cidades brasileiras).
    Gostei da experiência, serviço de bordo padrão e etc… Porém não sei se me arriscaria novamente em optar por um trecho nesta aeronave. Digo pois o ponto negativo é que pro embarque e desembarque de todos os passageiros é um pouco mais demorado, pois a aeronave é maior… Tal fato resultou no voo atrasar e eu perder uma conexão para meu destino final. Tive que dormir em SP por conta da TAM. 🙂
    Fora isso, é uma sensação bacana voar no A321.

    • Everton Basílio

      Se não me engano a azul ta usando A330 nas rotas de VCP para MAO e a tam usa uns B767 para Manaus tbm, visando o transporte de cargas, além dos passageiros.

      • Douglas

        Everton,a Tam opera todo sábado em Porto Alegre um voo de Gru/Poa e vice-versa feito num A330,deve ser um barato.

  • Oscar Luiz da Silva Neto

    A TAM é uma enganação. Ela diminui o tamanho do assento para dar mais “espaço” para as pernas. Quero ver quanto tempo vai durar isso.

    E quanto ao atendimento, é um favor que a TAM faz em te transportar. A arrogância do pessoal de bordo e o despreparo do pessoal de solo são exemplares –> de como NÃO se deve tratar o passageiro.

    Depois, repararam que tem tantos passageiros nesse A321 como num A330?

    E Leonardo, você vai direto pro céu: São Paulo –> Fortaleza de TAM é preciso de um quiropraxista…

    • Max

      Já fiz o mesmo trecho FOR-GRU no A321. A poltrona é mais dura, o lanche é pouco… Mas as funcionárias são mega simpáticas, se esforçam para antecipar o voo mesmo quando o avião está lotado (como o avião é maior é mais fácil de alguém desistir). Voei e voaria novamente. A parte pior é op desembarque, são quase 90 passageiros a mais para pegar mala no caos do aeroporto de Guarulhos.

      • leda perrin

        Concordo com você,aliás, acho que tive a felicidade de, em meus voos, sempre ter uma equipe maravilhosa, não tenho do que reclamar, quanto ao lanche, pode até ser pouco ,porem ,temos que considerar, que, no voo, o que se espera é segurança, avião realmente não é restaurante, e tudo o que vier é lucro, amo a TAM, tenho orgulho de voar na maioria das minhas viagens por ela, e o A 321 é um monumento aéreo ,técnicamente perfeito , seguro ,lindo, e cabe no nosso bolso !!! Que mais se pode esperar de uma companhia aérea, sobre a qual, pesa a responsabilidade de levar em suas aeronaves , mais que numero de passageiros , vidas, que eles se propõe a transportar através de milhares de quilometros, e garantir que cheguem no destino, vivos, e em segurança !!! Não se pode dizer que isto é irrelevante !!! Maravilha, TAM ,seja sempre o que você é ,e cada vez, melhor !!! Você conquistou meu coração !!! Leda T.K.Perrin

    • Diogo Marxx Ramirez

      Concordo, o pessoal de solo da TAM é horrível, em CGH quase fiquei no chão porque eles fecharam o embarque 5 minutos antes do estabelecido no cartão. Aí tiveram que chamar uma kombi para levar eu e mais duas pessoas.

  • Oscar Luiz da Silva Neto

    A TAM se esforça para ser a pior em tudo. Vai por mim.

  • Guest

    Os reclamam do espaço entre os assentos da TAM e GOL ? È porque vocês nunca voaram num A-320 da LAN você sentado praticamente reto, mal reclinar o assento e é muito aperto o espaço para pernas. Já voei de LAN dentro do Peru, Chile e Argentina. Com relação aos novos Boeing 737-800 da Gol NÃO tenho do que reclamar excelente em termos de espaço.

  • Vocês reclamam do espaço entre os assentos da TAM e GOL ? È porque nunca voaram num A-320 da LAN você sentado praticamente reto, mal reclinar o assento e é muito aperto o espaço para pernas. Já voei de LAN dentro do Peru, Chile e Argentina. Com relação aos novos Boeing 737-800 da Gol NÃO tenho do que reclamar excelente em termos de espaço, bato palmas.

    • Guilhe

      Fato, voei num 320 Lan Peru é realmente é muito apertado.

  • Jean

    Gosto de voar nos A321! Só lamento o fato de a TAM só existir de fachada. Essa história de fusão com a LAN está estranha: O presidente da LATAM é chileno, a sede é em Santiago, as aeronaves seguem o padrão da compania chilena! Acho que perdemos a maior aérea do Brasil atual. Pena!

  • Karl

    Em termos de conforto, a TAM é a pior. Qualquer aeronave da Azul, Gol ou Avianca oferece mais espaço do que os terríveis Airbus da TAM.

  • Fernando Viana

    Eu viajei nesse mesmo modelo do A321 sharklets entre POA e GRU, eu achei normalzinho, é mais confortável, a tripulação foi bem simpática, aeronave não sofre tanto as turbulências, eu gostei, mas nada de impressionante!

  • Vale a pena conhecer o GOL+. Mas nao crie muitas expectativas kkkk

    • Em termos de espaço para pernas e reclinação, acho melhor inclusive que o Espaço Azul.
      Mas quanto ao serviço, realmente não há comparação, afinal continua sendo padrão GOL.

  • Pior que em alguns casos eles te expulsam para acomodar prioridades, mesmo você tendo pago. Ai você tem que fazer vários telefonemas para ser reembolsado, e ainda acaba viajando numa poltrona que nao reclina.

    • Tony Coelho

      Por isso os tripulantes da TAM chamam esse espaço conforto de “espaço confronto” de tantos pagantes insatisfeitos e outros que resolvem mudar para lá depois de fecharem as portas e os tripulantes são obrigados a proibi-los disso.

  • Everton Basílio

    Acho que o braço não daria para modificar, pois neles ficam as mesinhas…

  • Alexandre Vaccarezza

    A Tam para mim é a pior empresa do Brasil

  • Rodrigo, a Boeing considera o A321 rival do B737-900ER. Tem muitas reportagens sobre isso:

    http://www.reuters.com/article/2014/10/29/us-airbus-usa-factory-idUSKBN0II00V20141029

    A foto foi autorizada e eh utilizada para divulgação.

  • Ano que vem vai ter uma nova empresa e nome novo. A marca TAM vai mesmo acabar.

  • Guilherme Tomasetti

    Ótimo Relato, parabéns pelos detalhes!
    A TAM tem perdido em relação a entretenimento.
    Telas individuais já estão sendo adotadas até para voos curtos. Acho q a mudança deveria ser gradual a começar pelas novas aeronaves.
    Incluindo o espaço entre as poltronas, até a Gol que sempre foi a pior percebeu a necessidade do conforto.
    Sou do tipo que paga um pouco a mais pelo conforto e melhor serviço, até por isso, na rota q faço com frequência, prefiro Azul à TAM ou Gol.

    • Obrigado, Guilherme! Importante sempre pesquisar pois as tarifas e os benefícios em cada rota variam muito.

  • Werlesson

    Parabéns pelo relato, Nesse ultimo Feriado fui ao RJ partindo de Campinas VCP x SDU e fui de GOL, fiquei impressionado com a qualidade da aeronave, não sei ao certo qual modelo era, mas estava cheirando carro novo, aeronave novíssima e com ótimo acabamento com LED no teto me surpreendi.

    • Tito Bosco

      737-800 Sky Interior certamente. Voei numa aeronave dessas num trecho muito curto CWB – GRU e SSA – AJU – SSA. nada de excepcional pelo menos para trechos curtos.

      • Werlesson

        É esse mesmo, sinceramente comparado com a carroça da TAM que peguei ano passo me surpreendeu.

    • Legal, werlesson. Tive a mesma boa impressão. Obrigado por compartilhar

  • Já viajei no A321 no trecho GRU – CNF
    Tinha acabado de chegar do México e estava morto, simplesmente apaguei a viagem toda.

  • Guilherme

    Leonardo,
    Viajo bastante no Brasil, nesse ano foram 34 voos de TAM, 13 de azul, 13 de avianca e 8 com a GOL. Sem dúvida nenhuma a TAM é a pior delas em todos os quesitos, de serviço de bordo a espaço entre as poltronas.
    Acho incrivel o descaso com qual a TAM trata os passageiros elite, sou Vermelho e acho um descaso e só imagino o que você como Black deve achar. A TAM sequer disponibiliza o Espaço+ pra top tiers.
    Voce percebe a diferença no serviço ao voar pra cidades do nordeste, onde você não irá comer sanduiche ou tomar sucos (reservado pra rotas “melhores”).
    Como a TAM é a unica na Oneworld e eu quero manter meu cartao Gold da British, vou continuar usando eles para meus voos domésticos.
    Pra mim o raking é: Avianca (nos A319 e A320), Azul, Gol, Passaredo, Tam.

    • Plenamente de acordo, Guilherme, considerando os voos domésticos. Na malha internacional a TAM é eficiente e tem um serviço e produto bem melhor. Mesmo assim, caiu muito. Já passei por cada uma kkkkk. Só não conheço bem a Passaredo, mas confio no seu feeling. Ainda assim, a TAM é importante pois tem uma malha boa e bem robusta. Acredito que vai reagir à concorrência e investir em melhor serviço. Ainda assim pretendo manter o black por conta dos upgrades. É bom demais!

  • Dani

    Com relação à antecipação de voo, uma dúvida: é possível antecipar o voo mesmo já tendo feito o check in pelo app?

    • Sim. Na GOL a antecipação pode ser feita pelo APP com ou sem o check in feito. No aeroporto idem. Na TAM só faz pelo Totem do aeroporto ou no balcão, com ou sem o check in feito. Azul e Avianca no check in. É possível antecipar também no portão de embarque, em alguns casos, em todas as empresas (geralmente nas super pontes)

    • Dani

      Denis e Leonardo, muito obrigada pela atenção em responder a pergunta! Vocês são 10! Abraços

  • Já fiz isso na GOL, a funcionária resmungou mas antecipou. Na TAM deve ser a mesma coisa

  • Carlos Jr

    A TAM peca em vários pontos, parece desprezar seus clientes mais assíduos.
    Mesmo se sendo vermelho, vermelho plus ou black, ainda ainda se paga pelo espaço +, enquanto a grande maioria das concorrentes internacionais fidelizam o cliente e oferecem essa escolha gratuitamente. As refeições são pífias. Até aí tudo bem, afinal o transporte se tornou mais popular, porém deveria ter opção de veda a bordo. Você sai direto do trabalho, após mais de oito horas de reunião, corre para o aeroporto, embarca afobado, faz um voo de mais de três horas e recebeu uma bebida simples e um pacote de porcaria. Ora, vendam. O mais gritante é quando se compra passagem sem muita antecedência, valor valor e nada mais é ofertado. Certa vez tive que ir de Belém a Brasília diante de uma emergência profissional e dois dias antes do embarque apenas um trecho custo quase 3 mil reais.

  • Alefe Siqueira

    Se as azas ficaram maiores, consequentemente a capacidade para combustível também. já que o mesmo também fica armazenado nas azas.

  • Igor

    viajei nesse aí, bem melhor que os demais, uma pena que na volta foi num a321 antigo

  • michael

    Viajei esse ano para os EUA na azul !!! Paguei de longe o melhor preço de todas as cias !!! Lata de sardinha como qualquer outra, porém serviço de bordo e alimentação nota 10 !!!

  • Eduardo Barros Leal

    O melhor de qualquer aeronave, é quando pousa e você chega ao seu destino, vou próximo mês para a Patagonia, e não curto comida acima das nuvens, quando desembarcar, escolho o restaurante ao meu gosto, minha bebida predileta e Pour Parler

  • Bruno Fagaraz Barreto

    Parabéns a todos pela discussão de alto nível, eu sou daqueles que ainda aplaude na aterrissagem, tenho um cagaço de voar enorme, então quando chego vivo, bato palmas mesmo, não ligo pra amendoim, lanchinho ou balinha, pra mim o que conta é chegar vivo, são e salvo. Uma dúvida que eu tenho é, todas a cias. brasileiras, sem exceção dão prejuízo, correto? Então pq elas continuam operando? Será que eles não economizariam na manutenção?
    Abraços

  • Andressa Gimenes

    Ooi, você saberia me dizer se é seguro levar instrumentos musicais no avião (no meu caso, violão) caso seja necessário despachar?? Desde já obrigada (:

  • adriano neto

    No último dia 20/01, fiz o trecho BSB/BEL, e fiquei super encantado com a maravilha do A 321. TAM continua sendo a melhor companhia para voar. Parabéns pelo relato tb, Cassol. Acho que, pelo que pagamos, merecíamos lanches melhorados. Lembro dos áureos tempos dos Convair, Caravelle, Boeings 707, enfim, que até jantávamos num trecho BEL/GIG, por exemplo. Tristeza é ter que pagar por lanches, e que não são toda aquela maravilha, como na GOL. Mas…..tempos difíceis, tudo fica difícil.

  • Denis Papacosta

    Espaço entre as poltronas muito pequeno. Claustrofóbico. Gol e Avianca ganham fácil!

  • Diego Lisboa

    Já fiz BSB for NAT no novo a A 321 e de cara percebi a diferença no regresso NAT for BSB pois era na configuração comum, de fato não precisa ser um especialista para notar a diferença, viajei depois de dois meses BSB for MCZ de GOL no espaço GOL+ num B737-8 e msm assim ainda me senti mais a vontade no A321 Neo, certo que o serviço de bordo da TAM não é ruim mas nos vôos da GOL parecem ter abordado esse tema como prioridade, pois a excelência em atendimento tem melhorado de forma significativa! E nos vôos que procuro, a Avianca tem preços sempre mais altos e no caso da Azul além dos preços poucas ofertas de vôos diretos, ao menos saindo se Brasília que é o meu caso, já os programa de fidelidade, todas as empresas deixam a desejar, cheguei a cliente Smiles prata mesmo sem fidelidade total a GOL mas desisti de plano de fidelidade, porém pesa quando viaja com frequência, por isso pretendo investir em múltiplos!

    Obrigado Cassol pelo relato da sua experiência que é de grande valia, com tantos detalhes podemos aproveitar e fazer balanço para escolhas importantes nessa área!

  • David

    Os assentos no Airbus A321 são desumanas. Em primeiro lugar, a parte traseira do assento era como uma tábua de passar e eu tinha que inclinar para a frente todo o vôo porque eu achei tão desconfortável que me deu uma dor nas costas. Em segundo lugar, os assentos são colocados tão estreitamente juntos, que foi extrememly difícil para chegar ao meu window seat. Isso me mostrou que Latam está mais interessado no lucro que o conforto de seus passageiros.
    Latam deveria ter vergonha.