Venda de lanches nos voos da Webjet: testamos e aprovamos

Leonardo Marques 24 · maio · 2011

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Em novembro do ano passado o Melhores Destinos deu em primeira mão que a Webjet deixaria de oferecer lanches “gratuitos” a bordo e teria apenas o serviço pago. Na semana passada testamos o serviço e aqui vai a nossa avaliação.

Desde o começo de 2010 a Webjet vem reformulando seus serviços para ser a primeira empresa verdadeiramente low cost low fare (custo baixo tarifa baixa) do Brasil. Basicamente, essa reformulação consiste em aderir a práticas comum nas empresas de baixo custo que operam pelo mundo todo. Uma das mudanças foi o fim do lanche gratuito e o lançamento de um serviço de venda de lanches a bordo.

Segundo o presidente da empresa, Fabio Godinho, em vez de servir gratuitamente (já incluído na passagem) um saquinho da amendoim eles preferem oferecer um serviço pago à parte, mas com qualidade.

Hoje, em nenhum voo da Webjet é servido o famoso amendoim. Agora são vendidos lanches produzidos pela LSG Sky Chef’s, maior fornecedor mundial de catering aéreo (comida de avião).

No site da Webjet as informações sobre esse serviço estão desatualizadas, mas aqui nesse post tem tudo que você precisa saber.

No cardápio há sanduíches, sucos, refrigerantes, cerveja, chocolates, café, cappucino, chocolate quente, biscoito, sopa, batatas e castanhas. Há ainda kits que incluem alguns desses itens.

Sobre os preços, não podemos dizer que são baixos. Tudo é caro, mas não é mais caro que comprar no aeroporto. A Webjet tem um acordo com a empresa responsável pelos lanches e o valor cobrado nos aviões não pode ser mais caro que o preço cobrado nos aeroportos.

No fim desse post tem uma imagem em alta resolução com o cardápio completo que a Webjet está usando neste momento.

Bom… vamos finalmente ao que interessa! 🙂 Fizemos dois voos, no primeiro estávamos na fileira 15 e no momento de pedir o lanche os sanduíches “completo” e “leve” já tinham acabado. Nos restou apenas a opção do kit picnic que vem uma espécie de misto frio (pão de forma, queijo prato, presunto e maionese) + um suco + um chocolate. Além disso, pedimos um capuccino. Preço R$19. Gostoso, o lanche foi um boa escolha, mas queríamos mesmo era provar os sanduíches maiores! 🙂

No segundo voo finalmente pudemos experimentar o tal sanduíche grande… Pedimos um sanduíche completo (pão de leite com azeitona preta e orégano, queijo gouda, filé de frango, molho de mostarda e ervas, alface americana e maioneses) por R$12 + um combo happy hour (cerveja + chocolate + castanhas) R$10. Total R$22.Esse sanduíche é bem melhor que o primeiro.

O melhor custo/benefício parece ser esse sanduiche completo + suco/refrigerante que sai por R$17.

Achamos que a Webjet acertou no cardápio e a qualidade dos lanches está realmente muito boa. Nossa crítica é em relação à disponibilidade: nos dois voos quem estava depois do meio do avião tinha poucas opções de escolha.

No Brasil, além da Webjet a GOL também vende lanches, mas tem o serviço em poucos voos. Em breve também iremos publicar uma avaliação do serviço da GOL.

 

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos