Vale a pena trocar pontos por passagens internacionais no site do seu banco? Veja nossa avaliação!

Denis Carvalho 30 · abril · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

No início do mês nós publicamos aqui no Melhores Destinos uma avaliação dos programas de troca de pontos por passagens aéreas oferecidos pelos bancos, que oferecem a possibilidade de emissão dos bilhetes diretamente de seu site, sem a necessidade de passá-los para os programas de milhas das companhias aéreas. No primeiro comparativo, nós focamos as passagens nacionais, mas ficamos devendo uma avaliação com relação aos bilhetes internacionais, que é o que faremos nessa segunda avaliação.

Como são muitas opções e muitos trechos, não há como chegar a uma conclusão definitiva, mas é possível verificar alguns parâmetros interessantes com relação aos prós e contras destes sites para o cliente. Para recordar, vamos a eles:

Itaú Sempre Presente / Ponto Viagem

O caçula dos portais de troca foi lançado pelo Itaú há dois meses. O portal Ponto Viagem (www.pontoviagem.net)  funciona em um site separado do banco, ao contrário dos concorrentes, e é mantido em parceria com a empresa Conexxtravel, sobre a qual há pouca informação na internet.

Avaliação: Apesar de ter  um visual bacana, o site mostra o valor de milhas de ida separado das milhas da volta e acaba induzindo ao erro. Fora isso, não apresentou problemas durante as pesquisas. Oferece opções nas principais companhias nacionais e muitas internacionais. Segundo a empresa são mais de 80 companhias aéreas.

 

Santander SuperBônus


Oferecido em parceria com a empresa Brasil CT e dados do TripAdvisor, o Superbônus viagens superbonusviagens.com.br é integrado ao site do programa de pontos do Santander e oferece opções interessantes, como mesclar os pontos com pagamento em dinheiro.

Avaliação: A integração com o site do banco facilita para o cliente encontrar a página. Em nossas pesquisas, ela apresentou alguns problemas, como uma janela de “pesquisando”  que não desaparecia mesmo com os resultados já na página, mas bastou recarregar a página para o problema sumir.

 

Bradesco Fidelidade 

Para oferecer o serviço de troca de viagens aos seus clientes (bradescofidelidade.com.br), o Bradesco firmou uma parceria com o portal Submarino Viagens. Por ser uma das maiores empresas do setor, isso oferece uma segurança adicional aos clientes. A troca pode ser feita por passagens, hotéis e pacotes.

Avaliação: A página possui visual limpo e integração perfeita com as demais. Durante o teste não houve problemas de acesso nem nas pesquisas e todas as companhias nacionais foram mostradas.

 

American Express Membership Rewards

Apesar de ser emitido pelo Bradesco, os clientes dos cartões American Express têm um programa separado, o Membership Rewards Viagens membershiprewardsviagens.com.br. A página tem visual parecido e funções semelhantes.

Avaliação:  Apesar de ser praticamente a mesma página do Bradesco Fidelidade, em parceria com o Submarino, chama a atenção a grande diferença de valores entre as duas, como veremos a seguir.

 

Banco do Brasil / Dotz

Não se trata de um site bancário, mas decidimos incluir a página do programa de pontos Dotz devido à parceria com o Banco do Brasil. O serviço Viaja Dotz (viaja.dotz.com.br) é oferecido em um site diferente do programa, em parceria com a Voe Master. O preço das passagens é um pouco mais elevado, mas vale destacar que como regra geral é mais fácil acumular dotz que pontos em bancos.

Avaliação: Ao contrário das demais opções, a página do Dotz é a única que cota e mostra as passagens de ida e volta separadamente. Isso permite combinações de companhias aéreas.

 

 Avaliação

Para nossa segunda bateria de estes, separamos alguns trechos internacionais de forma aleatória, mas em rotas de grande procura: São Paulo a Miami, Rio de Janeiro a Buenos Aires, Brasília a Santiago e São Paulo a Madri. Além da grande demanda, são rotas que oferecem uma boa oferta de companhias – com exceção de Brasília a Santiago. Pesquisamos em todos os sites em três datas diferentes: nos dias 10, 15 e 29 de abril. Para servir de parâmetros, fizemos as simulações também nos sites dos programas das companhias aéreas.

Apresentamos os resultados a seguir:

GRUxMIA

O primeiro trecho pesquisado foi de São Paulo a Miami, a rota mais concorrida entre Brasil e Estados Unidos. De uma forma geral, nenhum dos programas bancários conseguiu oferecer trechos melhores que os programas das companhias aéreas GOL, AeroMexico, Avianca e LAN. Todavia, o Santander Superbonus se destacou dos demais, já que ofereceu a menor diferença. Além disso, ele possibilitou um bom preço pela AeroMexico, companhia que não possui vínculos com nenhum banco brasileiro em seu programa Premier. Isso abre uma nova e interessante possibilidade de troca para o cliente. O mesmo se pode dizer dos programas Bradesco e American Express, que ofereceram passagens Avianca, apesar que os preços foram bem mais caros que os encontrados no site do LifeMiles.

 

BSBxSCL

Na rota de Brasília a Santiago o domínio é quase total da dupla TAM e LAN e passar seus pontos para o Fidelidade parece ser de longe o melhor negócio. Enquanto o programa da TAM emitia passagens por 14 mil pontos, os bancos cobraram o dobro do valor pelos mesmos voos. Agora, curiosamente o Lanpass conseguiu ser ainda mais caro, com viagens por até 56 mil kms, mas vale lembrar que a cotação no programa da LAN também é diferente, o que justifica a diferença. Curiosamente, o Ponto Viagem listou a opção de voo pelas Aerolíneas Argentinas, algo impossível pelo programa de milhas da companhia.

 

GIGxBUE

O terceiro trecho da avaliação foi do Rio de Janeiro a Buenos Aires, mais uma rota de grande procura. Mais uma vez o Santander Superbonus foi a melhor opção, com voos de ida e volta a partir de 18 mil pontos contra 20 mil nos dites do Smiles e Fidelidade. Na pesquisa realizada ontem, além das companhias brasileiras, o site listou uma interessante opção de voo com a Emirates, por apenas mil pontos a mais. Um ótimo negócio!

GRUxMAD

Por fim, fechamos a pesquisa com o voo de São Paulo a Madri. As melhores opções foram quase todas para voar com a Iberia e ninguém conseguiu oferecer menos pontos que a companhia espanhola, pelo Iberia Plus, por 50 mil avios.  O Bradesco Fidelidade, contudo, foi o que mais se aproximou, com diferença de apenas 5 mil ou 6 mil pontos. Isso quer dizer que a emissão por ali pode ser de fato um bom negócio, visto que os bancos brasileiros não oferecem a opção de transferência para o programa da Iberia. Na TAM, o mesmo trecho estava cinco vezes mais caro que na concorrente.

 

Conclusões

As mesmas vantagens e desvantagens que listamos em nossa primeira avaliação se aplicam no caso das passagens internacionais, mas hpa diferenças importantes. A primeira delas é a possibilidade de escolher entre mais companhias, como AeroMexico, Iberia e Emirates – uma grande vantagem para os sites dos bancos. Por outro lado, quando a melhor tarifa é em alguma companhia brasileira, como GOL e TAM, é mais vantajoso quase sempre enviar os pontos para as empresas aéreas e emitir por lá.

Por fim, vale ressaltar que a variação de preços nos sites dos bancos se mostrou maior que nos programas das companhias aéreas, portanto é preciso que o cliente fique atento pois os valores e opções de companhias aéreas oferecidas podem mudar muito de uma semana para outra ou mesmo em poucos dias.

Como dissemos, estas avaliações estão longe de esgotar o assunto, mas servem de pontapé inicial para as discussões sobre estes programas. Por isso, convidamos a todos os leitores que fazem uso dos sites de seus bancos para a emissão de passagens a compartilhar suas impressões e experiencias com eles. Deixe seu comentário e participe!

Leia a nossa primeira avaliação aqui.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe