Trip pede autorização para Caiena, seu primeiro voo internacional

Denis Carvalho 2 · outubro · 2012

A Trip solicitou ontem à Anac autorização para incluir o primeiro destino internacional à sua extensa malha aeroviária. A companhia deseja iniciar em março de 2013 voos para Caiena, capital da Guiana Francesa. Se aprovada, a rota será operada a partir do Aeroporto de Belém.

Segundo a Anac,  os voos serão operados cinco vezes por semana, às segundas, quartas, sextas, sábados e domingos em turboélices ATR-72 com capacidade para 68 passageiros. As partidas do Pará devem ocorrer às 14h30 e da Guiana Francesa às 18h30. O tempo médio de voo entre as cidades é de 2h20. Se não houver restrições por parte da agência nacional, a data prevista de início é 18 de março do próximo ano.

A Guiana Francesa deve ser apenas o primeiro país sul americano a receber voos da Azul Trip. O fundador da Azul, David Neeleman, há tempos diz que seu projeto no futuro é estender a malha da companhia para os países vizinhos e a compra da Trip, que somada à Azul têm cem destinos nacionais, acelerou a expansão pelo País, possibilitando novos voos internacionais em breve.

Com informações da Anac

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • @PRDANIEL_

    Legal, eu torço pela Azul/Trip, duas cias aereas onde estão de parabéns pelo atendimento. O único "porém" são as ofertas que estão cada dia mais raras.

    • Bruno

      Mas será que há demanda para 5 voos semanais para Caiena? Tomara.

    • PabloCB

      A falta de ofertas e de um programa de fidelidade descente.

  • Leonardo Franklin

    Pessoal, só um comentário: a Guiana francesa não é um país, e sim um território Francês…

    Vamos ver o que vai acontecer com a concorrência da Surinam Airways, que também pediu a rota Belém-Cayenne-Paramaribo.

    • eduardo

      Acho que as duas deveriam ser avaliadas, mas pelo conhecido ótimo serviço da Azul Trip votaria na Trip.

    • Márcio

      Essa Surinam já operou esta rota e a cancelou 2 vezes… a Varig operava, e desistiu… não sei se é rentável!

      De qualquer forma, é louvável o crescimento da TripAzul, só esperamos melhora nos preços.

  • Bruno Willames

    que da hora… mas agora não entendi direito, justo a Guiana? rsrs… tem gente aí que talvez nem saiba que a Guiana fica na América do Sul hahaaha.

    • Eduardo

      Assim como tem gente aí que talvez nem saiba que existem cinco "Guianas", sendo o extremo norte do Brasil considerado a "Guiana Portuguesa"…

    • nalva

      Ola, a guiana é um territorio ultramarino, eu que tenho parentes lá , sei o quanto é dificil fazer essa viagem, minha irmã que mora lá há 15 anos, sabe a dificuldade, pesquise sobre isso e fique bem informado antes de falar qualquer bobagem.´Já morei lá, e estarei indo ano que vem de novo, há muitos brasileiros que dependem desse vôo.

  • Thiago Castro

    "A Guiana Francesa deve ser apenas o primeiro país sul americano a receber voos da Azul Trip."

    Legal a internacionalização da Azul. Espero que no futuro, ela expanda as operações para outros países. Mas o que será que tem em Caiena pra merecer esse vôo??? Fiquei curioso. rs

    • eduardo

      Euro, amigo o mais perto que estamos do euro moeda da Europa é a Guiana francesa. Moram muitos Brasileiros lá que ganham em euro e tem família nos estados brasileiros como o Pará.

    • Bruno Willames

      Deveria ir logo pra Punta del Este, muito mais show! Fora que só a falecida Pluna fazia essa rota.

  • Igor

    Também torço por esta fusão. E que o serviço Azul predomine sobre a Trip.

    Também espero que a Azul que na questão vôo doméstico pra mim é a melhor (não contanto programa de milhagens) se aperfeiçoe no atendimento em solo (site, check-in, sac, mala perdida)

    O número de reclamações de trapalhadas vem se igualando ao número de GOL e TAM de uma forma gritante.

  • eduardo

    Legal, depois que a air caraibes parou de fazer essa rota quem vem da guiana fica infelizmente obrigado a enfrentar 12 horas de viagem no minimo até o aeroporto mais próximo o de Macapá passando por Oiapoque e a "belíssima" estrada que leva a Macapá.

  • Ivan

    Que legal.

    Bem que eles podiam estabelecer Porto Alegre como hub para voos para Argentina, Chile e Uruguai.

  • Cayene é territorio frances porém digo que é como pisar na França pois lá é o Euro,o idioma é frances com mistura de outro idioma que esqueci o nome, pisar na guiana é o mesmo que pisar na união européia!!

  • enquanto isso a moeda do Equador é o dolar cujo é o pais mais perto dos EUA que esta perto do Brasil

  • Que bom!

    Torço pela Trip e por qualquer companhia aérea nacional a alcançar novos horizontes internacionais =D

  • Michael

    Ótimo, tomara que deslanchem, e que diminuam os preços.

  • José Raimundo

    Realmente , é louvável essa iniciativa,Belém-Caiena, mas para a rota ser perfeita, deveria fazer escala ma Macapá por dois motivos, mais uma empresa para ampliar a concorrência no trecho e acredito que tem mais turistas franceses na cidade de Macapá do que Belém. 🙂

    • Camila Gomes

      Nem a Azul nem a Trip operam em Macapá… Deve ser por isso que não tem a escala

  • braulio

    Tem que levar em conta que os ATR são bem econômicos, gastam bem menos combustível que um jato.

  • Camila Gomes

    E é infinitamente mais turístico…

  • Rogério

    Para os que não sabem, existe um enorme contingente de brasileiros trabalhando nas três Guianas, sobretudo nos ricos garimpos da região, mas também em outras atividades. São pessoas vindas sobretudo do norte do Brasil e do Maranhão. Há sim demanda, apesar de a entrada pela Guiana Francesa ser um tanto quanto difícil, por causa da imigração (muito mais rígida que a da França metropolitana). Eu trabalho no Suriname e para mim a notícia é ótima, pois atualmente dependo dos vôos da Surinam Airways, uma empresa péssima, mas que é a única que opera voos regulares para quaisquer das três Guianas. Para quem não trabalha lá, de todo modo, pode ser uma parada no caminho para alguns destinos no Caribe que possuem rotas aéreas regulares com Cayenne, como Martinica e Guadaloupe.

  • Leandro

    Mas tem uma grande diferença do euro da Guiana Francesa é de verdade. Agora tente comprar alguma coisa nos EUA com uma moeda de um dólar equatoriana, vai pra cadeia.

    • Camila Gomes

      Quer dizer que os dólares que circulam no Equador são só supostamente americanos?

  • Daniel Bazetto

    A Pluna vai me fazer muita falta, as promoções dela era sensacional.

  • Daniel Bazetto

    Voei de Azul no seu primeiro ano senão me engano, os preços no geral eram ótimos e sempre tinha promoções. Mas ultimamente os preços estão altos demais e as promoções nem se comparam com as da GOL e TAM. Espero que a disparidade entre os preços da Azul e as outras caiam afinal pra mim que moro na região de Campinas a melhor coisa na hora de viajar pé sair de Viracopos.

  • Camila Gomes

    Vamos combinar que Caiena não é turística, pelo nível de desenvolvimento que a cidade (não) tem cidade você ainda vai lá e paga em EUROS?! Imagino que a viabilidade do voo seja por razões citadas acima, como gente brasileira que trabalha lá… Mas eu sinceramente não tenho curiosidade de conhecer, sairia muito caro para uma cidade com poucos atrativos turísticos. E eu sou de Belém, enfim…

    Eu tinha lido numa revista da Trip que eles cogitavam Lima como o primeiro destino internacional. Isso me faria bem mais feliz, hehe.

  • Reizinga

    Sairia mais barato voar para Paris a partir de Caiena, por ser território francês?

    • Danilo Fernando

      Bien sûr que non! É mais barato voar daqui para Portugal? O que manda é distância e demanda!

      • Jefferson Paulo

        E o Brasil é territorio Portugês?

  • Leandro

    Circula notas de dólar americano bem como o governo do Equador faz por conta própria moedas de dólar. Então é tudo misturado, dólar americano e "dólar equatoriano".

  • A. L.

    Vale lembrar que brasileiros precisam de visto de turismo para visitar a Guyana Francesa.

  • Pedro H

    A AirFrance vooa diario de caiena para Paris(Orly) em boeings 777 com preços normalmente a 750 euros(taxas inclusas). A AirCaraibes também faz esse voo, mais ou menos ao mesmo preço. O voo tem umas 8 horas de duração

    Considerando a saida de Belém, ou qualquer cidade do norte fazendo conexao em Belém, pode ser mais rápido(20horas com conexão no sudeste) e barato do que ter que ir ao Rio ou Sao Paulo, ou mesmo ao nordeste. Depende de quanto a trip vai cobrar nesse voo, e outra coisa, o visto necessário para ir a Guiana Francesa, que não é necessário indo direto para a França metropolitana!

  • Pedro H

    Pois é….

    A AirFrance voa subsidiada para Caiena, logo os voos não são tão caros quanto poderiam ser.

    Logo, faz sentido sim pagar menos por sair de um territorio frances.

    Fora taxas aeroportuarias dos aeroportos parisienses serem muito mais baratas para voos nacionais do que internaiconais…

  • Danilo Fernando

    É óbvio que uma coisa não tem nada a ver com a outra…! Foi isso que eu quis dizer! Tendeu? 🙂

  • Xavier Lo Pinto

    …Bravo et bienvenue en Guyane à la compagnie TRIP !

    En effet, pour raison de difficultés financière indépendante de cette ligne, la compagnie "Air Caraïbe" vient de suspendre son : Paris-Cayenne-Belém-Fortaleza, et la "Surinam Airways" qui elle, n'a jamais cessé de desservir Belém depuis Paramaribo, revient donc se poser à Cayenne qui est située presque à mi-distance entre ces deux villes.

    Les rotations reprennent à partir de demain, 04 octobre, à raison de deux A/R par semaine, les jeudi et lundi.

    Tous les organes de presse de Guyane ont cependant mis en avant "des tarifs prohibitifs", probablement du au coût de fonctionnement des gros porteurs, ce qui laisse entrevoir une possible et intéressante concurrence, en particulier grace à l'économie qu'offre les ATR.

    Par ailleurs, la restructuration et l'agrandissement qui sont en cours sur l'aérodrome d'Oiapoque, (à 200km de Cayenne) devraient permettre à la TRIP d'envisager une escale sur cette ville frontière, qui compte déjà plus de 20.000 habitants, qui tout comme les français de Guyane sont de plus en plus nombreux à se déplacer vers Macapá, où il serait du fait pertinent, que la TRIP envisage une autre escale.

    N'oublions pas non-plus les croissantes potentialités économiques transfrontalières qu'offre crescendo l'exceptionnelle situation géostratégique que constitue d'ores et déjà le sas opportunités d'affaires guyano-amapaense, entre le Brésil et la France, comme un peu plus loin mais dans très peu de temps, entre le Mercosul et la CE !

    Xavier Lo Pinto

    Président de Commission Transfrontalière du MEDEF en Guyane

    Mouvement des Entreprises de France

    …Bravo e bemvindo em Guiana à companhia TRIP !

    Com efeito, por razão de dificuldades financeira independente desta linha, a companhia “Ar Caraíbas” vem suspender sua : Paris-Cayenne-Belém-Fortaleza, e “Surinam Airways” que, nunca cessou servir Belém desde Paramaribo, retorna por conseguinte pôr-se Cayenne que é situada quase mi-distance entre estas duas cidades.

    As rotações retomam partir de amanhã, o 4 de outubro, à razão de dois I/V semana, pela quinta-feira e segunda-feira.

    Todos os órgãos de imprensa da Guiana contudo puseram adiante “tarifas proibitivas”, provavelmente ao custo de funcionamento dos gordos portadores, que deixa prever um possível e interessante concorrência, em especial graças à economia que oferece os ATR.

    Além disso, a reestruturação e a ampliação que são corrente sobre o aeródromo de Oiapoque, (à 200km Cayenne) deveriam permitir a TRIP encarar uma escala sobre esta cidade fronteira, que conta mais já de 20.000 habitantes, que da mesma maneira que os franceses da Guiana são cada vez mais numerosos a deslocar-se para Macapá, onde estaria do facto relevante, que a TRIP encara outra escala.

    Não esquecem mais, as crescentes potencialidades económicas transfronteiriças que oferece crescendo a excepcional situação geoestratégica que constitui já a peneira oportunidades de negócios guyano-amapaense, entre o Brasil e a França, como ligeiramente mais distante mas muito poucos em tempos, entre o Mercosul e a CE !

    Xavier Lo Pinto

    Presidente de Comissão Transfronteiriça do MEDEF na Guiana

    MEDEF : Movimento das Empresas da França

    PS. Obrigado me perdoar as formas erradas dessa tradução !

  • Xavier Lo Pinto

    Oi Camila…

    Claro que nao tem mas Maxu-Pixu do que Lago Titicaca na Guiana, mas por enquanto, nunca viu ne entendeu depois de trenta anos de permanencia por ai, nenhum dos numerosos brasileiros, seja brasileiras, dizer que for decepcionado do que eles encontrar neste pedaço de Europa, e por cima de França, sentado nas margems do Rio Oiapoque que dividamos sobre 700km de fronteira bem a frente e à nunca mais longe de 300 metros do seu gigante e tão bonito Brrrrasil !

    A menos que você prefira contar a suas amigas que você comprou este grande perfume numa loja colocada por baixa da tour Eiffel, do que um lugar muito mas reputada pelo tamanho das suas aranhas que por tanto, soes solamente as cunhadas de aquelas da outra margem !

    Com prazer ter oportunidade um dia, de poder lhe guiar nossa selva !

    Xavier

  • JFerreira

    E, haja perdão!!!Muito bom o comentário! Desconheço que a Air Caraïbe fizesse tb Fortaleza( jamais).

  • Joao Dutra

    E mais a Surinam Airways opera com aeronaves Boeing 737-300 e Airbus A340-300, acho que vai vingar sim,pois na Guiana Francesa ha muitos brasileiros e desendentes, pois o atul territoria da Guiana francesa pretencia a Portugal e fez parte da America Portuguesa, inclusive a Surinam Airways faz voos ''pateticos'' para Paramaribo, um aeroporto PATETICO sem a menor infraistrutura, foi por caua disso que a Varing ficos apenas 2 meses operando para Paramaribo

  • Joao Dutra

    não teoricamente,pois a Guiana fracesa faz parte da UNASUL,e se voce for para Guiana Farncesa para trabalhar outra outras ñ e nescessario o passaporte,mais para turismo acho que sim.

  • Joao Dutra

    So para lenbrar que a Air france tem acordos com a META LINHAS AEREAS que faz voos:

    Bélem/Caiena/paramaribo Macapa/Paramaribo/caiena

    Boa Vista/Caiena/Paramaribo

    todos em acordocom a Air France

  • Ramir Morais

    Lá tem gente pra viajar e eles tem muita grana, o problema é que, como em geral tudo lá é muito caro e nego cresce o olho, geral para de gastar dinheiro. Se a trip não faz a cagada de estrapolar os preços pode manter esse trecho durante vários anos em paz. Mas tem que tomar cuidado também com o monopólio para Belém. Imagino como vai ser feita a conexão de Caiena para os outros destinos, principalmente Fortaleza. Lá eles gostam muito de Fortaleza…

  • Lucas Moreira

    A trip já informou começará a fazer voos entre Macapá-Belém em breve. talvez no inicio de janeiro de 2013. Também pretende estender mas e fazer voos de Macapá para Cayenna e virce versa. Acho uma ótima noticia, pois aqui em Macapá so temos três opções de linhas aéreas para sair do estado. Valorizará a região, e cá entre nós neh. Macapá é a porta para o exterior, sem conta que partindo daqui a passagem fica mas barata e a viagem mas rápida. 😉

  • Lucas Moreira

    com o anuncio que a trip começará a opera em Macapá, automaticamente a Azul virá também, então vai melhorar o fluxo de entrada e saida e vai gerar concorrência que motivará a varias promoções. *-*

  • Henrique

    alguma novidade sobre a aprovaçao dos voos, estava previsto para esse mes de março o inicio dos voos…

  • Henrique

    alguma novidade sobre a aprovaçao dos voos, estava previsto para esse mes de março o inicio dos voos…