Governo promete que passageiros não pagarão tarifa de conexão

Denis Carvalho 19 · outubro · 2011

Após a polêmica gerada pela criação da tarifa de conexões, noticiada aqui no Melhores Destinos, o ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt, prometeu que a taxa não será repassada aos passageiros e será paga pelas companhias aéreas.

O pagamento da taxa de conexão está previsto nos editais de concessão dos aeroportos de Brasília, Guarulhos (São Paulo) e Viracopos Campinas). “O passageiro não pagará nenhuma tarifa a mais. Por definição, quem vai pagá-la é a companhia aérea, que é quem decide se o voo tem ou não escala. O passageiro, por ele, viajaria direto. O justo é que, se houver essa decisão, o custo recaia sobre a empresa aérea, e não [sobre] o usuário do aeroporto”, disse o ministro Bittencourt à Agência Brasil.

Segundo ele, apesar de não haver controle do governo sobre o preço das passagens, o aumento não ocorrerá porque os R$ 7 previstos como tarifa representa “um valor muito pequeno”. O que regula a passagem, disse o ministro, é a competição. “Por isso a nossa proposta envolve competição entre os aeroportos e também entre as empresas aéreas”.

“Ao aumentarmos a capacidade dos aeroportos, abriremos mais espaço para outras companhias que desejem entrar em um mercado altamente demandante, competitivo e crescente. Isso vai melhorar a qualidade de atendimento aos usuários, vai melhorar o serviço e, obviamente, vai continuar a reduzir o preço das passagens”.

Bittencourt acrescentou que a privatização também não resultará no aumento das tarifas aeroportuárias para os usuários. “Elas [as tarifas] são reguladas pelo governo e serão mantidas nos níveis que estão hoje. A única coisa que vai acontecer é a criação dessa tarifa de conexão. Até porque é importante que os aeroportos sejam remunerados por isso. É uma questão de equilíbrio entre aeroporto, companhias aéreas e passageiros. Portanto, os passageiros não serão de novo penalizados. Nem com aumento de tarifas diretas, nem do ponto de vista das passagens.”

Trocando em miúdos, a tarifa não será paga pelos passageiros, mas poderá ser incorporada pelas companhias ao valor das passagens, já que não há como impedir que isso seja feito. Aguardemos!

Leia a matéria completa na Agência Brasil

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Mauricio

    Mas são espertos, mesmo! Óbvio que será repassada ao consumidor. Sejam R$ 7,00 ou 50,00. É esse valor que vai subir a passagem!! E, como sempre acontece nesse país, se a taxa for de R$ 7,00, sobe a passagem em R$ 14,00. Será paga por nós uma taxa e "mais um pouquinho" em cima, pra aumentarem os lucros, claro… E o brasileiro fica quieto. Merece.

    • Denise

      Concordo plenamente com vc Maurício,este é o nosso Brasil…

    • Karl

      O discurso do governo é sempre o mesmo: "a tarifa (ou taxa ou imposto ou aumento ou o que seja) não será repassada ao usuário". Quem paga é sempre o usuário.

    • Igor – Poa

      Pura verdade!

    • GUILHERME

      Com certeza o valor será repassado para as passagens. Qdo isso ocorrer, bastará buscar na concorrência o voo direto sem taxa de conexão.

  • Feliciano

    Só esperando pra ver. Será que dá pra acreditar no governo? E se for assim, as empresas vão dar um jeitinho brasileiro e incluir o valor da taxa de conexão na cobrança ao consumidor.

  • Luiz Henrique Rodrig

    E eu vou acreditar tambem que o Papai Noel estara comigo neste Natal…..Este nosso governo substima a inteligencia de um povo tão legal…Uma pena, mas tem gente que vai acreditar!!!

    • Thiago

      Tem q ser muito inocente ou ingênuo pra acreditar num disparate desses!!!

  • LEOH

    Caro Ministro, devo rir ou chorar?

  • Paulo Oliveira

    Já tinha visto e confirmei agora: por exemplo, a GOL cobra taxa de embarque extra com conexão em vôos GIG/EZE:

    —————————–

    IDA: Serviços/Taxas – R$84,93

    Tx de Emb Dom – BR R$ 19,62(*)

    Tx de Emb Intl – BR R$ 65,31

    —————————–

    VOLTA: Serviços/Taxas – R$94,21

    Tx Imig Alfand – AR R$ 17,72

    Tx de Segur. – AR R$ 4,43

    Tx Aerop Internac – AR R$ 51,40

    Tx de Emb Dom – BR R$ 20,66(*)

    ——————————

    (*) – taxa de embarque doméstico Brasil

    Também já tinha visto coisa parecida na TAM.

    • mARCOS

      Esse itinerário não ta fazendo conexão em algum aeroporto no brasil nao?

  • braulio

    é, mas aí eu aposto na pouca vergonha das empresas…

    olha para o IPI dos carros, o governo impôs um aumento de 30% do IPI e daí uma marca asiática de carros aumentou o preço do carro de 35.900 para 39.900..

    ué? a conta não fecha?! 30% sobre qualquer ponto de vista ia dar mais R$ 10.000 e o carro só subiu R$ 5.000, o resto foi para onde???

    do exorbitante lucro, óbvio…

    BSB-GRU que são 1:40 de voo sai facilmente por menos de R$ 100 ,

    BSB-(nordeste que dá +ou- 2 horas de voo)e não se acha nada nem por menos de R$ 150???

    O combustível é mais caro quando se voa para o nordeste? o salário da tripulação é maior?

    é obvio que eles vão absorver isso sem repassar para o consumidor pq possuem muita margem para isso, o lucro é ofensivo…

  • Thiago

    Anrram, mas é CLARO q vou acreditar né?! Pq não acreditaria numa notícia dessa?? Governo, por favor mande meu nariz de palhaço…

  • titobosco

    OU deixar a patria livre ou morrer pelo Brasil! Q hs sai um voo para CDG heim???

    Palhacada pura esta declaracao heim seu moço do governo?

  • Ricardo Daniel

    Isso é para acreditar mesmo? Tão bonzinho esse ministro! Essas tarifas nós já pagamos há muito tempo, só não é discriminada para nós viajantes.

  • Ana

    Esses políticos acham que o povo é otário!

    Dizer que quem pagará a tarifa é a companhia aérea e não o usuário é uma redundância! Óbvio que a tarifa será repassada ao consumidor!

    Entretanto, os valores atuais de taxas aeroportuárias que pagamos já são extremamente abusivos pois não são proporcionais ao péssimo serviço nos aeroportos brasileiros.

    Proporcionalmente, aeroportos não brasileiros tem taxas bem menores.

  • Mas é óbvio que elas, de alguma forma, serão repassadas a nós passageiros.

    Governo fake.

  • Erlon S. Pinheiro

    E o coelhinho da páscoa? está isento dessa taxa ou só o Papai Noel?

  • Fábio Faria

    Mas isso já está ocorrendo!

    Recentemente comprei uma passagem Galeão-Assunción/Paraguai (ida-volta) e após efetuar o pagamento notei que me foi cobrado, pela GOL, uma taxa de embarque internacional e outra nacional, isso tanto na ida como no regresso.

    No voo de ida há uma conexão em Curitiba e no regresso em Guarulhos.

    Acho injusto isso, pois o meu destino final é Assunción na ida e o Galeão no retorno.

    Ainda não sei se é legal essa cobrança e gostaria de opniões de como proceder para tentar restituir os valores das 2 taxas de embarque nacional.

    Fábio

  • Bronca

    Eu comprei uma passagem POA-Recife (pontos fidelidade) e como vou ficar 4 horas e seis minutos na conexão em Guarulhos, foram-me cobrados 2 taxas de embarque (Poa e GRU). quando questionei a Tam, disseram-me que se minha parada for de mais de 4 hs tem uma taxa de embarque adicional. Isto é este governo de m que só quer nos roubar, pois, se fico mais tempo em algum aeroporto, é quase certo que irei consumir algo. Abs

  • Luciano

    Cobrar mais taxas o governo implemta rápido agora fiscalizar fica sempre para depois.

    Porquê não troca os slots das empresas que mais atrasam os voos, penalizando assim o serviço mal prestado? Imagine a GOL como ficaria…

  • Zu Fernandez

    Imagine aquela promoção onde a passagem sai 9 reais e a taxa de embarque 19 reais. Agora, se a promo for passagem 9 reais, a taxa ainda vai ser 19 (e quaaaase vira 19+7). Ou seja, é sim diferente proibir e não proibir a taxa cobrada ao consumidor. Quem sabe que voar no Brasil é possível apenas com as promos, sabe que faria diferença se as cias. não fossem proibidas de cobrar a taxa diretamente. Agora, se a promo de 9 reais vai custar 16 reais, aí é outra história pois a empresa estaria compromento a própria campanha publicitária. E quem viaja com milhas? Também escapa de pagar os 7 reais.

  • Edvaldo

    Hipócritas, isso é o que são esses politicos sem vergonha na cara. No fundo eles sabem que somos nós que vamos pagar toda essa conta, mas tem que fazer como todos o discurso policamente correto, governo e politico sempre vai ferrar o povo

  • Thiago

    Vc já viu alguma empresa privada abrir mão da sua MARGEM DE LUCRO?? E fala oq pros seus acionistas??

    "O governo inventou uma taxa aqui e como nossos lucros são ofensivos vamos abrir mão de um pedacinho dele ok?"

    Fala sério né?!! O Objetivo da empresa é DAR LUCRO e é só nisso que ela pensa. Quanto mais melhor!

    É ÓBVIO que a taxa será repassada no valor da passagem!!!

  • victor

    A Cia Aerea ja não paga pelo tempo que o aviao esta parado no pátio?(seja para embarque, reabastecimento, escala, ou conexao), entao ela ja estaria pagando pela conexao?

  • braulio

    ok, pq as empresas não repassaram o custo no caso do IPI dos carros?

  • fvfilho

    Esse Ministro é o maior cara de pau, e deve ser demitido, pois nao entende nada do que fala ou é dissimulado!!! Ministro???, todo custo é repassado ao consumidor final!! Preste atenção antes de ficar dizendo besteira!! Independente de concorrencia, ou não o custo ira ficar R$7,00 mais caro!!

  • fvfilho

    Ministro,em vez de ficar dizendo bobagens, veja se regulamenta a questão das bagagens de mão (cabine). O peso de 5 Kg, é rídiculo e atende ao que deseja estas cias exploradoras. Regulamente por tipo de aeronave. Aeronaves acima de Airbus 318 ou Boeing 737, claramente comportam bagagens de até 10 Kg.

    Tem dó, ministro??? pelo menos faça alguma coisa de útil aos passageiros. Vc taí para agir com isenção e não ser complacente com os abusos das cias aéreas.