TAM vai operar quatro voos semanais de Brasília a Punta Cana

Denis Carvalho 12 · maio · 2015

Na semana passada nós divulgamos que a TAM havia recebido autorização para operar quatro voos semanais do Brasil à República Dominicana e hoje a companhia revelou detalhes do voo. Se tudo der certo, a nova rota será de Brasília a Punta Cana.

A companhia informou que, com a confirmação de alocação de frequências por parte da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), trabalha para obter as aprovações por parte das autoridades da República Dominicana para lançar a nova rota.

“O novo voo pretendido pela TAM está alinhado com a estratégia do Grupo LATAM Airlines de incrementar a conectividade entre a América do Sul e o Caribe. A partir de julho, por exemplo, a TAM já vai acrescentar mais duas frequências semanais ao voo direto que a companhia opera atualmente uma vez por semana entre São Paulo e Cancun, no México”, afirmou a TAM.

Este será o primeiro voo do grupo Latam do Brasil a Punta Cana, mas há rotas da LAN para lá saindo de Santiago, Buenos Aires e Lima. Para quem esperava que a nova rota sairia de Guarulhos ou do Rio de Janeiro o anúncio foi uma grande surpresa!

 

 

 

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Igor Chianca

    Vão usar os A320 nessa rota, ou vão usar algum wide-body?

    • YagoG.

      Acho provável colocar os A321

      • Fernando Vieira

        O A321 é aeronave para rotas medias de grande densidade. A rota de Brasília da até alcance pra ele, mas imagino essa rota feita por 319. Se der muita demanda um 767 ou 330.

  • Henrique Vasconcelos

    TAM finalmente querendo se tornar a Flag Carrier Brasileira.

    • LLOS

      Um pouco tarde para virar flag carrier, pode até virar… do Chile.

  • Eduardo

    Espero que a concorrência nos traga preços mais acessíveis, pois a Gol literalmente “esfola” o turista neste trecho.

  • gilberto

    comprei 2 passagem pela copa por 2.630,00 , e agora está 1.630,00 nos mesmos voos ,pior que não tem o que fazer né ?

    • Verifica o valor da taxa de remarcação ou reembolso. Geralmente é entre US$ 75 e US$ 150 dependendo da tarifa.

      • gilberto

        valeu leonardo !

      • Marcio Rebello

        O problema é receber esse reembolso, já ouvi relatos de gente que chegou a passar mais de 6 meses para recebê-lo…

  • André

    E há toda essa demanda, desde BSB?

  • Pedro Henrique

    Que bom que as companhias tem visto o potencial do aeroporto de BSB. Infelizmente a seu terminal internacional não é perfeito como o doméstico, mas a tendência é cada vez melhor se as empresas mostrarem interesse. BSB tem tudo para se tornar um grande hub!

  • jorge moraes

    Tam mais uma vez metendo os pés pelas mãos. Brasília não tem nenhuma tradição , muito menos vocação pra voo internacional. Ainda mais de um destino com pouquíssima demanda.

    • Nobres

      Ah claro…Brasília tem vôo direto para Paris, Atlanta, Miami, Punta Cana (Gol), Buenos Aires, Panamá City, Lisboa…e além disso é o hub nacional mais importante da Tam, com vôo direto para todas as capitais…se isso não conta…rsrs.

    • Felipe

      Brasília já é a terceira porta de entrada internacional no país. Com a vinda do novo terminal internacional, não duvido nada que ultrapasse GIG em 7 a 10 anos.

    • Pedro Henrique

      Que pena que vc tem um pensamento com tanta mediocridade. Vc nao deve ao menos conhece-lo para falar uma besteira desta.
      Por isso que existem as conexões, nos nao somos obrigados, na maioria das vezes, ter que ir para GRU ou GIG para pegar um internacional?! Agora e a hora de reverter isso.
      Aliais, o terminal domestico de BSB em 2014 foi o 2º maior do pais e o 4º da America Latina. Temos uma sala vip mais que perfeita. Fomos considerados o 2º maior do país, etc.

    • Renato Garcia

      Cara,como que a capital do país não tem tradição ou vocação para voo internacional? Brasília está no centro do país e é o maior hub de voos nacionais (maior número de voos), ganhando até de guarulhos, então pesquisa um pouco antes de falar besteira

      • jorge moraes

        BSB grande hub doméstico, nada mais. Hub internacional pra valer neste país, só mesmo GRU.

    • Jair Ledson

      Recalque aí passou raspando kkkkkk.

      • jorge moraes

        Falou o senhor sabe tudo. Primeiro viaje pra fora do país com frequência, pra só depois vir debater aqui sobre hub internacional.

        • Jair Ledson

          Só esse ano fui pra Miami, Orlando e Nova York, passa longe recalque…

          • jorge moraes

            Seja humilde vc que me chamou de recalcado. Apenas dei o troco. Coitado de quem senta ao seu lado numa viagem internacional.

          • Jair Ledson

            Não desdenhe mais de Brasília, apenas isso, fique em sua capital paulistana tão somente, você se acha o comentárista do “melhores destinos”, mas fala muita abobrinha ao se referir a Brasília, não saber nada…

          • jorge moraes

            Eu respeito Brasília e seu povo, o que não respeito são seus comentários maldosos e disléxicos.

  • MOACYR LOPES DOS SANTOS

    Vai ser HUB. Vão concentrar os voos para lá. O preço da passagem saindo de uutras cidades deverá ser praticamente igual ao de BSB.

    Um abraço.

  • Renato

    Bem que a LATAM poderia colocar pelo menos um voo para LIMA ou SANTIAGO, saindo de Brasilia mais de qualquer forma já é um acréscimo.

    • jorge moraes

      Tirar o foco de GRU? Difícil vai ser convencer Tam/Gol e as estrangeiras a fazerem isso.

  • jorge moraes

    Pode até ter esses voos que vc citou, mas em aeronaves capenga ( antigos B767) e com pouca frequências.

    • Julio Dambrowski

      Acho que você está desinformado… TAP opera com sua frota regular de A330, Air France com B777, Tam para Estados Unidos com seus novíssimos B767-300, Copa com seus B737-800 novos (os mesmos que operam em GRU/GIG), Aerolineas Argentinas com sua subsidiária Austral em seus E195, a Delta substituiu seus B757 por novíssimos B767-300. Só sobrou a American, que voa com suas sucatas, inclusive lá, na casa dela.
      Então, não entendi seu comentário depreciativo sobre Brasília.
      Ahh, mais uma coisa… frequencias- TAP, voo diário, Tam Miami, passa a ser diário agora nesse semestre, Tam Orlando, passa a ser diario ainda neste ano, Air France, 4 frequencias semanais. Copa, duas freq diárias….
      Isso é inveja ou desinformação?

      • Eliezer Fonseca

        Sem aumentar o tom da discussão, mas concordo. Acho que Brasília tem sim muito potencial, acredito que os vôos internacionais que já existem devem com boa lotação. Dias atrás fiz conexão lá, só agora fui ver como o terminal ficou bonito e moderno. Ruim é pra quem mora nas capitais do sul, como nós em Curitiba, ou faz conexão em GRU/GIG/BSB, ou encara as poucas opções da Gol, American ou Aerolíneas, em 3 vôos semanais.

      • jorge moraes

        Realmente, em relação ao equipamento usado, são aeronaves novas de diversos tipos como A 330. Mas, em relação às frequências, a maioria não é diária, e vc mesmo disse que a partir de tal data serão diárias. Então, vamos esperar pra ver se as cias aéreas vão realmente torná-las diárias, ou se a crise vai mudar esses planos. Agora inveja? Pense antes de escrever, eu voo de GRU sem escala ou conexão para o mundo todo. Inveja, só se for da sua parte.

        • Julio Dambrowski

          Que bom que você consegue viajar direto para o mundo sem conexões. Aproveite suas viagens e abra sua mente para o Brasil fora de São Paulo.

      • Wescley Lima

        Realmente o aeroporto de BSB tem muita estrutura e condições para receber mais voos internacionais. Temos muitos voos e com o passar do tempo parece que os empresários estão investindo e acreditando mais em BSB.
        Torço para que esse novo voo seja sucesso.
        Espero também que os horários de saída para voos internacionais sejam melhores. Um voo simples e curto como BSB-EZE que sai daqui e chega ainda de madrugada em Ezeiza é desconfortável e meio inseguro para quem vai pegar táxi ou tem que fazer alguma pessoa te esperar de madrugada no aeroporto. Imagina quem vai pela primeira vez? A mesma coisa acontece com o trecho Brasília-Atlanta
        Da última vez que fui pra Argentina tive que fazer o trecho pela gol e com conexão em Curitiba. O voo dessa conexão era Brasília-Galeão e quase todos desceram em Curitiba. E na hora do embarque para Buenos Aires boa parte do pessoal que veio no mesmo voo que eu tbm estavam lá.
        Sem falar que muitos vinham de outros lugares e já estavam na segunda conexão.
        Mas vamos ter fé e acreditar no potencial de BSB. 😉

  • jorge moraes

    Conexões existem pra alimentar grandes hubs. BSB é um grande hub doméstico, nada mais que isso. E nós estamos falando de voo internacional.

    • Henrique Vasconcelos

      Acho que os executivos da TAM têm um pouco mais de knowhow pra falar onde e quando vão colocar novos voos.

    • Márcio Sampaio

      Pela sua lógica, São Paulo não deveria ser hub atualmente pq até os anos 1980 os voos internacionais no Brasil estavam concentrados no Galeão…

      Qual o problema de se criar um novo hub? Guarulhos já está saturado, tanto que Viracopos está sendo ampliado para absorver parte da demanda. Brasília pode ser um hub secundário, como Munique, Porto, Charlotte e Barcelona. Fora que é muito mais rápido alguém do Nordeste e Centro-Oeste fazer conexão em Brasília do que em Guarulhos… ou você também acha que só paulistas viajam. 😉

  • Fernando Vieira

    Amem. Pena que ela é chilena 🙁

  • Henrique, tem pessoas que falam com tanta convicção que qualquer leigo acredita. Do jeito que ele fala, ele quem fez um estudo de caso sobre o aeroporto de Brasília e não a TAM.
    Brasília tem sim uma demanda suficiente pra que haja quatro voos semanais pra Punta Cana.
    Brasília é a cidade com a maior média per capita de pessoas que viajam ao exterior anualmente (lembrando que atravessar a fronteira e ir ao Paraguaí e voltar no mesmo dia, não conta)
    Quem mora em Manaus ter que ir pra São Paulo, para fazer uma conexão para ir a um destino internacional é um absurdo, ainda mais quando a gente pensa que o Brasil é um continente.

  • philip

    Agora fez algum sentido porque entrar concorrendo num destino turístico com a mesma rota seria um tiro no pé. Como a renda de Brasília é alta. acho que fica viável essa rota e vai ficar muito mais competitiva que a rota da Gol para quase todas as regiões do país, exceto São Paulo.

  • jorge moraes

    Confio mais nos executivos da LATAM, pois os da Tam logo logo não vão apitar mais nada.

  • Rafael

    A decisão de Brasília deve ter se dado por alguma pressão bem sucedida da concessionária do aeroporto e subsídio no ICMS pelo governo local principalmente. A localização é boa e em geral fica na rota para quem sai dos maiores centros demandantes. Me preocupa a superoferta desse destino (somado à oferta das demais companhias latinas e americanas por meio de seus hubs), que dificulte a sustentabilidade da rota, ainda mais com dólar acima de R$3.

  • Rafael

    Alguém sabe se o A320 teria autonomia para fazer saindo de GRU?

  • Renato Garcia

    Não é surpresa nenhuma, Brasília está no centro do país e pode servir de hub perfeitamente