TAM começa a vender passagens aéreas em rodoviárias

Denis Carvalho 25 · março · 2011

Após a GOL montar quiosques nas estações do metrô de São Paulo, a TAM fechou uma parceria para vender passagens aéreas em terminais rodoviários paulistas. O acordo foi firmado com a empresa de ônibus Pássaro Marron, que atende 50 cidades dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Em contrapartida, as lojas da da TAM Viagens em todos os estados vão oferecer passagens de ônibus da Pássaro Marron combinadas com bilhetes aéreos.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da TAM, o acordo entre as empresas teve início ontem (24/03), com a implantação de um projeto piloto na rodoviária de São José dos Campos, no interior paulista – coincidentemente (ou não) um destino operado pelas concorrentes Azul e Trip.

Após o período experimental de três meses do projeto piloto, as duas companhias planejam estender a parceria para outros terminais rodoviários onde a Pássaro Marron mantém agências, que também venderão passagens aéreas da TAM. Da mesma forma, todas as lojas da rede de franquias da TAM Viagens venderão bilhetes de ônibus da Pássaro Marron.

A TAM informou ainda que está em negociação com empresas de ônibus que operam em outras regiões do país, com o objetivo de “aumentar a sua capilaridade e facilitar o acesso das classes emergentes às viagens aéreas em todo o país”.

Do ponto de vista do cliente, é sempre interessante contar com novas opções para adquirir passagens e pacotes, mas não deixa de ser curioso que a TAM faça parcerias com empresas de ônibus enquanto baseia sua estratégia de marketing justamente nas vantagens das viagens aéreas sobre o “busão”. Como a Pássaro Marron opera apenas linhas regionais e ainda o “Airport Service” executivo de Guarulhos e Congonhas, caiu como uma luva para esta parceria.

Por outro lado, vale destacar a matéria divulgada nesta semana pelo jornal Folha de S. Paulo, de que neste ano o número de brasileiros que viaja entre estados de avião deve superar os de ônibus em 2011. Segundo a reportagem, no ano passado o Brasil registrou 66 milhões de passageiros de avião , com crescimento de 10 % no primeiro bimestre de 2011. Já o total de viajantes de ônibus ficou perto de 67 milhões em 2010, nível que está em queda desde 2003 e não deve se repetir este ano.

A tendência para o futuro próximo , que parece irreversível, é que as viagens de ônibus passem a se concentrar em trechos de até 500 quilômetros , ficando as ligações aéreas com as viagens mais longas. Resta saber como o sistema aéreo brasileiro conseguirá absorver o crescimento de demanda. Segundo a Infraero, o número de passageiros de avião, que era de 113 milhões em 2009, deve saltar para 180 milhões neste ano:  a tendência não é de subida, mas de decolagem!

Mais informações no site da TAM

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Alexandre

    A Tam foi esperta e saiu na frente. A hora agora é da classe C e D voarem. A briga vai ser boa.

  • Alexandre

    Acho que com este aumento no número de passageiros de avião, a Infrazero deveria direcionar a visão para aeroportos do interior visando uma expansão de voos e ao mesmo tempo diminuindo o ritimo de crescimento nos aeroportos das capitais.Na minha opinião deveriam privatizar os aeroportos.E vcs o que acham?

    • Tiago Macedo

      o negoço é por ATR em cada buraco desse pais!!!

  • emanuel messias

    deviam ter vergonha de operar num aeroporto como o de são luis,empresa aerea,infraero ´so querem saber de dinheiro.viajar de avião é para palhaço.

  • Paulo Roberto

    Não adianta nada ficar inventando promoções ou formas de vender passagens se não desafogar os gdes aeroportos e com isto acabar com os atrasos.

    Concordo com o parceiro Alexandre… As gdes empresas devem investir nas cidades do interior deste imenso pais.

  • Marcos Fonseca

    As opções de compras estão aumentando, já temos vendas de passagem em mercado, metrô e agora na rodoviária, isso é muito bom, agora precisamos de melhores preços!

  • André

    voar virou farofada..