TAM vai cancelar voo do Rio de Janeiro a Montevidéu em janeiro

Denis Carvalho 30 · julho · 2013

A partir do dia 1 de janeiro de 2014, os cariocas deixarão de ter voos diretos do Galeão a Montevidéu com a TAM. A companhia anunciou a mudança em um comunicado às agências de turismo. A decisão é parte da estratégia de transformar Guarulhos no grande hub internacional da Latam, anunciada pelo chefe da Latam, Henrique Cueto, que já tirou outros voos internacionais do Rio de Janeiro. Na visão da companhia, com a proximidade e o grande número de voos entre Rio e São Paulo não há sentido em manter os dois aeroportos como centros de voos internacionais . 

A mudança também acarretará alterações nos horários dos voos partindo da capital paulista. Na próxima segunda-feira, dia 5 de agosto, um dos três voos diários chegará ao Uruguai no período noturno, saindo de Guarulhos às 21h40 e chegando ao Aeroporto Internacional de Carrasco à 0h15. 

“Dessa forma, os passageiros poderão sair mais tarde de São Paulo”, justificou a TAM. No sentido contrário, a aeronave sairá de Montevidéu às 11h35 e chegará à São Paulo às 14h10. Ainda segundo o comunicado, as mudanças tem como objetivo “priorizar a conectividade da malha aérea da TAM”.

Os passageiros que possuem passagens compradas para voar com a TAM devem entrar em contato com a companhia a fim de verificar se houve mudanças em seu voo e fazer as remarcações, se necessárias.

Mais informações no site da TAM

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Oscar Luiz

    Excesso de inteligência é um problema…

  • Que maravilha, o sr. Henrique Cueto está tentando fazer com que Guarulhos seja para a Tam o que Atlanta é para a Delta. Ele só se esqueceu da sobrecarga já existente com a malha atual e que o dito aeroporto não oferece o mínimo de conforto para os passageiros e nem tem estrutura para tal. Daqui a pouco até pra ir pra Buenos Aires os cariocas vão ter que parar em Guarulhos.

    • lucas_sensato

      Os gaúchos já têm que fazer isso. Tanto pra Buenos Aires, como pra Santiago.
      (a menos que usem a aerolíneas ou a gol, ou seja, melhor ir de carro)

      • Salvo um ou outro vôo fretado, a situação é exatamente essa: o insólito de ter de ir até SP para chegar em Bs.As. No final das contas, acaba-se indo de carro até Montevideo e dali, via Rio da Prata, atravessa-se para a Argentina.

    • Diego

      Não que GIG oferece algum tipo de conforto, sejamos bem francos!

      • lucas_sensato

        GIG e seu ar-condicionado sapeca.

        Mas pelo menos dá pra se movimentar la dentro, ao contrario do GRU.

    • jorge moraes

      Vc parece que não sabe que GRU foi concedido a uma empresa muito competente que está fazendo em 2 anos o que a InfraZero não fez em 25 anos.

      • Cassiano Amorim

        Olha Jorge, eu estava otimista com essa concessão, mas estive domingo lá e foi um show de incompetência: funcionários mal instruídos, não há mapa de localização de lanchonetes e restaurantes, se você está no embarque e quer sair para comer, vc precisa abrir o portão 15 e sair! Furando a segurança! Sem sinalização indicando saídas, fazendo os funcionários gritar para orientar os passageiros… Além da promessa de entrega do T3 em maio e falta MUITO, já que a estrutura não está perto de terminar, faltando vedação, acabamentos, instalações e comissionamento. Claro que se fosse a Infraero teria menos ainda.

        • jorge moraes

          Concordo em parte com vc. Os banheiros do mezanino ainda não foram reformados e os elevadores pré-históricos continuam os mesmos. Estas melhorias já poderiam ter acontecido. Mas prefiro pensar que eles estão assimilando o problema, para ai sim serem mais enfáticos. Afinal GRU ficou abandonado por décadas. Mas não vamos desanimar tão cedo assim.

  • Zé Carioca

    Frankfurt, Paris, agora Montevideu…

    LATAm f+dendo com o Rio de Janeiro.

    MAs isso será o "início do fim".
    Outras cias já tentaram o mesmo e se deram mal.

    E chegou a hora dos cariocas darem o troco.
    Europa ? Usem British, Iberia, KLM, Air France e TAP !!!
    EUA ? American
    Brasil ? Qualquer uma !

    Boicote aos "pseudo-malandros" e "malandrones".

    • Já parou pra pensar que voos do Rio em algumas rotas podem não ser economicamente viáveis para as cias aéreas por conta da menor taxa de ocupação com relação á São Paulo?

      • Wagner

        Quando leio isso, fico sem entender por exemplo o que seria economicamente viável. Os voos do Rio mesmo sendo mais caros saem todos LOTADOS.
        Claro que podem haver outras variáveis que eu não sei dizer, combustível, carga, não sei pq não entendo de aviação, mas o que eu sei é que um voo que sai com quase todas as poltronas cheias sobrando umas 5 no máximo não pode estar ruim!

        • Wagner, não concordo no ponto em que diz que os voos do Rio saem sempre lotados. Tenho uma agência, e cansamos de receber incentivos de comissionamento de cias aéreas para vendas de voos saindo do Rio de Janeiro, como American, KLM, Lufthansa, entre outras. E, as vezes em alta temporada, vender voos saindo do rio (mesmo com o cliente morando em São Paulo), sai mais barato pro cliente (mesmo comprando um trecho interno a parte), do que sair de São Paulo, pois a disponibilidade em alta temporada partindo de São Paulo é terrível e do rio muitas vezes é mais fácil encontrar boas tarifas.
          Mas sinceramente, acho péssimo que isso aconteça, e é uma pena o Rio de Janeiro perder tantas rotas boas como está perdendo, inclusive por ser uma das cidades mais importantes do Brasil (se não a mais) no cenário turistico atual.

      • Não são economicamente viáveis porque as próprias companhias não dão disponibilidade. Grande parte dos passageiros dos voos internacionais que saem de Guarulhos não são de São Paulo, eles vêm de outros estados, como os do sul e nordeste, além, é claro, do Rio de Janeiro. Ao meu ver, se ao invés de eles sobrecarregarem ainda mais Guarulhos eles dessem a opção destes passageiros fazerem sua conexão no Galeão, a taxa de ocupação seria a mesma. É o que acontece com Buenos Aires, que tem a Tam, a Gol, a Aerolíneas, a Turkish, a Emirates e a Qatar operando nessa rota, partindo de Guarulhos – você aproveita promoções maravilhosas, como essa da Turkish que o MD publicou há pouco, por menos de R$200 ida e volta, enquanto saindo do GIG você paga R$700 para voar de Aerolíneas, porque só tem a Gol e a Tam para competirem com ela.

        • lucas_sensato

          Disse tudo. GRU somente é atrolhado por isso. Todos vôos vão pra lá.
          É o que tem.

      • Considerando que a maior parte dos turistas estrangeiros tem o Rio como destino, como duvidar da viabilidade das rotas? Guarulhos é como Frankfurt: coração econômico do país, porém não o coração turístico!

        E demanda interna: ok, digamos que metade dos brasileiros que embarcam seja de SP… a outra metade é obrigada a ir pra lá???

        Sabe o que acontece? Se a companhia tem vários voos numa base, precisa manter aviões de reserva ali, caso algum que está em operação tenha problema. Isso é procedimento padrão no mundo todo. Pois bem, em vez de deixar aviões de reserva em 2 ou 3 aeroportos, deixa apenas em GRU que o custo é mais baixo…

        Outra coisa: em geral, o turista é bem mais flexível a conexões do que o executivo a negócios (esse último só quer voo direto, para o outro quase tudo é festa quando se está de férias). Eu não conheço ninguém que tenha ido a NY a negócios por conexões no Panamá, Lima, Bogotá, etc. Eles vão de American, Delta ou Tam pagando a passagem com seu cartão corporativo ou pelo convênio que seu empregador tem com a cia aérea (tempo é dinheiro…). Já os pobres turistas, que precisam tirar até moedinhas dos bolsos para pagar uma passagem (ou economizar lendo o MD rsrsrs), por mais que também prefiram voos diretos (é claro), estão flexíveis a viajar com conexões, e ainda tentando (e tentados) a conseguir um stop-over para conhecer outra cidade…

        Eis os 2 principais motivos da centralização dos voos em SP!

        • jorge moraes

          Vai me desculpar, mas o turista mais importante é aquele que gasta mais no destino e este com certeza é o turista de negócios, que gasta mais que o dobro do turista comum. É o turista de negócios que viaja de primeira classe e executiva, e são estas classes que dão lucro pra cias aéreas, por isso todas as aéreas querem voar pra SP, ou alguém dúvida disso?

          • Se primeira classe e executiva é que dão lucro, por que as cias nacionais não as utilizam nos voos domésticos? A Gol, então, está precisando muito! E já que nem barrinha ela serve mais na econômica, podia voltar a servi-la junto com amendoins na executiva! rsrsrsrs

            É claro que o turista de negócios gasta mais, e é claro que as empresas priorizam este público! Isto se reflete nos aeroportos "de negócios", que viram centros de conexões das respectivas companhias locais: Guarulhos, Frankfurt, Milão, Johannesburg, Madrid… Se fosse o contrário (prioridade para turismo de lazer), seriam Rio, Munique, Roma, Capetown e Barcelona, além do que o maior aeroporto americano seria Orlando!

      • Vitor

        Já fiz duas vezes o trecho GIG-MVD pela TAM e ambos os voos estavam lotados.

        • jorge moraes

          As cias domésticas não colocam executiva em voos internos por um motivo muito simples: o preço que teriam que combrar a mais. Seria tão alto que tais assentos voariam vázios. Simples assim.

    • Conexão em Guarulhos, na prática, inviabiliza qualquer voo partindo do Rio. Não há nada que compense tamanho sacrifício. A viagem em si torna-se, no mínimo, desestimulante.

      • lucas_sensato

        Imagina ir pra Buenos Aires ou Santiago, partindo de Poa, e ter que dar uma passadinha em SP.
        Chega antes indo de carro.

  • Quem mora no Rio só se dá mal. Com todas as taxas que se tem qu pagar, no final não vale a pena pegar um voo até São Paulo pra aproveitar a mega promoção da Turkish. Os cariocas ficaram na pista.

    • aureliomjesus

      CONCORDO…!!!

  • Daniel Mansur

    E viva as companhias estrangeiras!! Não entendo porque a TAM/LAN não seguem o caminho dessas companhias. A United tem hub em IAD, IAH, ORD. A Delta em ATL e DTW. A American em MIA, LAX, JFK. A Lufthansa em FRA e MUC. Qual o problema de ter mais de um hub??

    • lucas_sensato

      Todas querem GRU. Ganância.

      • jorge moraes

        Ganância não, sobrevivência.

    • Diego

      A idéia de vários hubs é lindo e lúdica, mas gera custos. Custos MUITO altos! E não otimiza a malha aérea da cia se não há demanda. Ter equipes de terra em um hub é sempre muito mais caro do que a equipe que fica em um aeroporto apenas de destino da cia. Manter aviões em 2 ou mais hubs também aumenta custos. Não há como comparar o mercado de aviação civil brasileiro com o americano. Aqui, por mais que se diga que o serviço está popularizado, o número de passageiros ainda é pequeno e as deficiências do sistema são sevaras para suportar companhias com diversos hubs internacionais. Apenas para comparação, em 2012 houve 100mi de passageiros transportados no setor de aviação civil brasileiro. No americano, 630mi+, no mesmo ano.

      • Daniel Mansur

        Concordo, mas não estamos comparando ter ou não ter um hub internacional a mais. A TAM vai continuar operando voos internacionais a partir de GIG. Será que esses voos que ela vai deixar de operar alteram tanto assim o preço?

    • Moises

      Faz sentido o que vc diz se um Hub tam fosse em GRU e outro no nordeste/ norte por exemplo. No Rio realmente nao vejo sentido.E olha que para eu ir para Londres saindo de tam no nordeste minha viagem aumenta seis horas no mínimo, só para descer para GRU e subir tudo de novo depois.

    • jorge moraes

      Daniel sua comparação é absurda. Se a United fosse brasileira com certeza centralizaria seus voos em um unico hub tbém, afinal a densidade de pax do Brasil é cerca de um décimo da norte-americana, por isto torna-se obrigatório para dar lucro aqui, escolhar um HUB e concentrar 90% dos voos nele.É isto que a Latam vai fazer daqui pra frente, se quiser ter lucro.

  • Lincoln

    Mais um vôo da TAM que abandona o Galeão…

    • jorge moraes

      Em breve, outros virão.

  • Pedro Mello

    quero que a TAM se exploda

    uma bost@ de cia com um programa de fidelidade de bost@ com manutenção de bost@ sempre atrasada e invariavelmente a mais cara!

    nos ultimos 2 anos o rio ganhou varios voos internacionais e outras empresas mudaram o aviao para dar maior capacidade e a TAM vazando…

    • lucas_sensato

      Mas é menos pior que a gol ne…

    • lucas_sensato

      Não reclamo do programa de fidelidades porque fui POA-SCL-POA por 10 mil milhas.
      Muito melhor que o da gol

  • Rodrigo

    Não podemos esquecer que o Galeão é o mais antigo do Brasil mas evoluiu pouco.
    Concordo que Guarulhos já está empanturrado mas o que fazer se os aeroportos não têm infraestrutura?
    Por exemplo, a LATAM poderia ter um hub em Porto Alegre. Mas o Salgado Filho é um aeroporto que não tem nem de longe estrutura pra ser hub de coisa alguma… Uma pena!

    • lucas_sensato

      Só vai ser HUB se fizerem o Aeroporto 20 de setembro, na região metropolitana.
      Só será menor que o de Brasília.

      • Mas isso (o aeroporto) eu acho difícil de acontecer…

  • Marcelo

    Ou seja, mais um passo na reveersão de tudo aquilo que ficou "decidido" anos atrás: desconcentrar as rotas de Guarulhos.

    Felizmente aproveitei enquanto foi tempo.

  • FAbricio

    Que falta faz a Varig!!!!

    • jorge moraes

      A Varig no auge tbém privilegiava GRU. E nem assim ela conseguiu sobreviver. Espero que a Tam tenha melhor sorte.

  • ANTONIO

    Mas o Galeão está sendo reformado.Quando estiver pronto será bem melhor que GRU.Estive lá mês passado, até esteira para levar o pax de um terminal a outro tem.

    • Fernando

      O moderno terminal 3 de guarulhos, destinado somente a vôos internacionais ficará pronto em maio de 2014.

      Essa construção sob gestão privada sendo viabilizada em um ano e pouco, é até satisfatório depois de tanto tempo de atraso da Infraero.

    • MattOKiller

      Já viu o projeto do TPS3 de GRU??

  • Bruno

    Infelizmente a TAM está certa. Precisa diminuir custos nem que para isso a população do Rio seja um pouco prejudicada. Mas acho que daqui algum tempo alguma companhia aérea grande vai "adotar" alguma cidade do nordeste como um outro hub diante da proximidade com EUA e Europa e distância de São Paulo.

  • Ricardo

    Pessoal, lembrem-se de que até maio do ano que vem (espera-se) será inaugurado o NOVO TERMINAL 3 em Guarulhos. Se a situação do aeroporto não estará 100% resolvida, certamente melhorará MUITO.

    A estratégia da LATAM certamente está levando isso em consideração.

    Não gosto da TAM e nem quero defender a empresa, mas isso ajuda a explicar.

    Outra coisa: o que mais dá dinheiro é passageiro de negócios, e não de turismo. É uma pena, mas verdade. E isso tem de sobra em GRU, e falta em GIG. Além da ideia de concentrar o hub em apenas um aeroporto, isso também é um fator.

  • cesarcardoso

    Centralizar voos em Guarulhos ajuda na hora dos Cueto conseguirem um descontão nas taxas e umas vantagenzinhas aqui e ali junto à GRU Airport. Então não custa nada ajudarem os parceiros e obrigarem todo mundo a pagar aquela taxinha de conexão pra se amontoar em GRU pra voar pra fora do Brasil, né? Os dois lados ganham.

    O risco dessa estratégia é se ficar mais barato voar de Aerolineas (que tá copiando a estratégia da TAP e voando de todos os aeroportos possíveis pra EZE) e fazer conexão em Buenos Aires (com aquela tentação de stopover até pro passageiro de negócios).

    (é uma pena que a Pluna quebrou.)

    • Bráulio

      Essa é de longe a opinião mais acertada aqui,,,,

      Melhor seria se todos pensassem como a TAP, mais cômodo e rápido para todos os passageiros,

      Mas o grande HUB da TAP está em Lisboa, e não no Brasil,… o mesmo com Aerolíneas, cujo HUB está em Buenos Aires,…

      Esperar que a TAM tenha voos diretos das principais capitais brasileiras para as principais capitais dos EUA, Europa e america do sul é meio loucura mesmo… A TAM na verdade é uma boa opção para quem mora no exterior, pois sempre terá um vôo direto para SP, seja em Paris, Londres, NYC, Miami, Santiago, Etc, etc,

      • jorge moraes

        Vc só esqueceu que a TAP está quebra-não quebra e o governo português não sabe o que fazer pra torná-la mais atrativa, pra se livrar dela,rs.

  • Caio C.

    2014 e 2016 a TAM vai querer criar voa da pq* pro Rio de Janeiro, era a hora de recusar e abrir a brecha para as internacionais.

  • Marcos Sobral

    Eu já falei aqui que isso iria acontecer. Outra razão também é a LATAM.

  • Cristiano

    É realmente, uma pena. Em maio, antes de conhecer o MD, comprei passagens de ida e volta para Montevidéu (via TAM) por R$ 595,00 (com taxas) no período de 01/10 à 06/10. Será meu primeiro e derradeiro vôo, pela TAM, à capital uruguaia…

    • Cristiano

      Saindo do Galeão…

  • Sou de SP e principalmente para o embarque internacional eu já vi filas quilométricas que davam duas voltas no AEROPORTO INTEIRO, e se eu vi, com certeza alguns de vcs podem ter visto tbm, e é terrível ficar 1:50min numa fila para entrar no embarque! Imagino que com a construção de um novo terminal vai melhorar!!!! VAI não significa que JÁ melhorou!!!! Sem nexo retirar voos do Rio, se não tem demanda para todos que diminua a frequência !!!! Irracional e aqui em SP que já é horrível a estrutura fica pior ainda!

    • jorge moraes

      Estive no embarque internacional na última sexta-feirta em GRU e não havia filas.

  • Caio C.

    Daqui a pouco vao ser os vôos de Miami e New York que serão desfeitos, como ja escutei no próprio guiche de Miami que os vôos pro Rio sao vôos extras e por isso muita bagagem só chega depois. Eles estao esquecendo que ano que vem tem Copa e o Rio concerteza sera mais visadoe em 2016 as olimpiadas. Depois que as internacionais chegarem e pegarem o espaço, nao tem nada a fazer. Qualquer brasileiro gosta de viajar com uma companhia do seu país, por conta da facilidade no idioma e etc… Mas a tam vem desejando muito. Já nao cizeram certo de se unir a LAN e muito mais depois que anunciou a saida da STAR ALLIANCE para ingressar na ONE WORLD.

  • Jose Coutinho

    A LAN Chile (ex-TAM) tem como objetivo acabar com a TAM, criando talvez a LAN Brasil. Este processo já vem ocorrendo há tempo. No caso do Rio, primeiro reduziu as frequenciais para Paris, Londres e Frankfurt. Irá cancelar agora em agosto de 2013 os voos diretos para essas cidades. Cancelou também o voo diário para Orlando em abril desse ano. O mesmo vai ocorrer com o voo para Santiago do Chile.Logo irá também cancelar os voos para Miami, New York e Buenos Aires. A justificativa do cancelamento do voo para Montevidéu em janeiro de 2014 é ridícula. Se o voo dá prejuízo deveria cancelar logo. Se a desculpa é Hubs próximos, não deveriam mais ter voos diretos do Rio, inclusive para Manuas, Natal, etc. Devo lembrar que a LAN Chile teve autorização pela ANAC de voar de Santiago a Miami com escala no Rio. Parece que não deu certo. Não consigo entender como as empresas estrangeiras podem voar do Brasil para outros países que não sejam os seus com a complacência da ANAC. A próxima vítima é a GOL comprada pela DELTA americana. É muita incompetência das aéreas ex-brasileiras com o vergonhoso aval da ANAC

  • Victor

    Que falta faz uma concorrência! Agora a TAM vai obrigar todos que saem do Rio a fazer uma inútil parada em São Paulo. Tomara que a Pluna volte a operar como foi noticiado e aí, adeus TAM…

    • Sarah

      Saudades da Pluna….Prefiro ir de carro que voar pela TAM, ficar em São Paulo, uma viagem de duas horas e meia, levarei quase um dia, Absurdo!

  • Douglas

    Vocês estão reclamando, mas precisam apenas sair do Rio para GRU, mas quem mora fora do Sudeste tem um desconforto imenso, pois se for voar por companhias "brasileiras" terá que passar horas em aeroportos desconfortáveis.
    Em todos os vôos no qual o meu destino foi Londres, Frankfurt e Barcelona tive que fazer essa maratona ilógica… eu não aguentava nem o meu cheiro ao chegar na cidade destino… ainda bem que a American Airlines e a Condor entraram no mercado. Sonho que entrem mais outras com vôos direto para alguma cidade do nordeste para pelo menos ter uma conexão mais rápida e num aeroporto mais confortável.

    • braulio

      Viva a TAP, que leva de várias cidades do nordeste(recife, salvador, fortaleza) para a Europa…

  • Victor

    Resultado da falta de concorrência. Para Buenos Aires, que é mais longe, a TAM está praticando tarifas mais baratas e não obriga a perda de tempo da escala em GRU. É uma pena a Pluna ter quebrado.

  • Gustavo

    Acho lamentável a decisão da empresa em concentrar vôos que são lucrativos em São Paulo, porém justifica que os mesmos têm baixa ocupação. Funcionários da TAM que atendem no Galeão afirmam que os vôos saem lotados e não entendem ainda de maneira clara a centralização em Guarulhos. Alguém precisa organizar um protesto contra a empresa e botar a boca no trombone. O benefício será de todos pois a empresa perde sua identidade.

    Precisa de um boicote

  • Lembro q tinha uma pesquisa, não lembro quem fez sinceramente, dizia q a demanda em Guarulhos era composta de 60% de pessoas fora de SP e 40% de paulistas, ou seja, teria sim condições de descentralizar esses voos, mas a incompetente ANAC q deveria ser independente e defender os passageiros e seu conforto, agora se deixa levar pelo lobby das empresas aéreas e não exige mais q um certo número de voos venha para o RJ. Antes a ANAC exigia isso, agora se deixou vender e não exige mais, absurdo! Nunca viajei de TAM e agora mesmo é q eu não viajarei mesmo!

  • Igor – Porto Alegre

    Daqui a pouco para qualquer destino teremos que ir a São Paulo. Aqui em Porto Alegre estou tentando comprar passagens para Montevidéu. É um absurdo temos apenas 2 vôos por dia, um pela GOL e outro pela BQB (que volta e meia cancela todos os vôos). Todos vôos a tarde e com preços bem salgados, quase o preço de um vôo para Europa. Serei obrigado a levar quase 4 horas (usando conexão em GRU) ou ir de ônibus (um desaforo).