TAM e LAN vão se tornar uma única marca e unir programas de milhas em 2015

Denis Carvalho 31 · outubro · 2014

A TAM está com os dias contados. Pelo menos a marca. O presidente-executivo do grupo Latam, Enrique Cueto, confirmou que as companhias vão unificar suas marcas e passarão a operar com um novo nome, que será divulgado ainda neste ano. Com isso, os programas de milhas TAM Fidelidade e Lanpass também serão unificados – a previsão é que isso ocorra já no ano que vem.

O novo nome poderá ser uma junção das marcas LAN e TAM ou algo totalmente novo. O estudo está a cargo da consultoria Interbrand, mas a manutenção de ˜TAM” a criação de uma LAN Brasil estão descartadas. Da última vez que falou no assunto, Cueto já havia anunciado a unificação das marcas, mas previa que isso ocorresse em um prazo mais longo, de três a cinco anos. A grande novidade, contudo, deve ser a unificação dos programas de milhas TAM Fidelidade e Lanpass com a criação de um novo programa internacional no ano que vem. 

A julgar pelo que houve com a Avianca, que criou o LifeMiles após a fusão com a Taca, podemos esperar que o novo programa tenha mais força para disputar mercado com os concorrentes internacionais – o que na prática significa mais benefícios e promoções para seus clientes. Fontes ligadas à Latam informam que a intenção é que não haja downgrade de categoria, em uma fusão parecida com a do AAdvantage com o Dividend Miles, da American Airlines e US Airways, respectivamente, anunciada nesta semana.

Recuperação

Segundo a revista Exame, A Latam está tentando tranquilizar o mercado depois de uma sequência de prejuízos financeiros que somam quase US$ 1 bilhão entre 2012 e o primeiro semestre deste ano. Anteontem, Cueto anunciou um plano estratégico para fazer com que a companhia recupere suas margens e esteja entre as três maiores do mundo até 2018.

Estão na pauta cortes de despesas na ordem de US$ 650 milhões até lá e redução do quadro de funcionários, que hoje é de 53 mil pessoas em sete países da América Latina. “Queremos trabalhar de forma mais simples e gastando menos”, disse. “A meta é crescer de 15% a 20% com as mesmas pessoas.” No ano passado, a empresa teve despesas de US$ 12,6 bilhões – o objetivo é reduzir em 5% esse valor.

Com informações da Exame, Folha e G1 e dica dos leitores Carlos Romando e Leonardo Cassol

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Alexandre

    Que nomes vocês sugerem?

    • Cersei depiladora de opiniões

      LATAM é muito boa, LAN + TAM = LATIN AMERICA.
      Não sei o que querem inventar…

    • Rafael Lima

      TLan

      • Cersei depiladora de opiniões

        Até Lambada é melhor.

      • Cersei depiladora de opiniões

        Eu colocaria VARIG, só pra profanar, hehehe.
        (se não houvesse direitos em relação ao nome)

    • MTorres

      Creio que LATAN (Latin America) ou LAM (pode ser port LINHAS AEREAS MUNDIAIS ou espanhol LINEAS AEREAS MUNDIALES).

      Aposto em LAM, pois respeita a fonetica de ambas empresa, tanto TAM, quanto Lan.

    • Tiago

      Latina Airlines. 🙂

    • André Felipe

      Aerolatina

  • MTorres

    A Marca sera LATAM Airlines (Latim American air lines).

    • Tales

      Acredito que a manutenção desse nome não seria uma idéia interessante para a nova empresa.. Traria com ele toda uma bagagem não tão positiva de ambas as companhias.. Na minha opinião esse nome será realmente uma nova marca.
      Abs

      • MTorres

        Faz sentido. Mas em um mercado de prejuizos como o setor aereo, o gasto com mkt para uma nova marca do ZERO torna inviável. Vide a American.

  • Alguém me explica o pq de tanto prejuízo (sou leigo em economia, sério! rs)? Viajo de TAM e em todas as vezes, os voos estão lotados.

    • MTorres

      Tem MUITA coisa a mais que voo lotado. Os voos da TAM sao lotados em horarios de pico, mas os da tarde (e no meio da semana) saem vazios.

      Aeronaves nao tao competitivas, salario de funcionarios, impacto do dolar no leasing, lentidao na tomada de decisoes, entre outros.

    • Cersei depiladora de opiniões

      O pior é a GOL que fala que tem prejuízo. Eles que nem lanchinho servem. E uma cereja num lanche já faz muita diferença no orçamento.
      Aí falam “mimimi o dólar”. Mas aí você responde: “as passagens acompanharam o preço”.

      Aí pensa um pouquinho e depois eles solicitam apoio do BNDES pra “não falir”. Se até aquelas cias “Ryanair” e “Easyjet” conseguem se manter… Aliás, em negócio que não da lucro, ninguém trabalha. Pq eles não vendem a cia, então?

      Bom findi, Carlos.

    • Tales

      Carlos, falando bem basicamente, até porque também não sou especialista. As empresas aéreas trabalham numa margem baixíssima de lucro..
      Coloco nessa balança alguns quesitos importantes:
      – Variação cambial (nosso real frente ao dólar) (intervenção do governo)
      – preço do combustível (intervenção do governo)
      – Investimentos na renovação da frota são financiados a longo prazo, porém no balanço anual de uma empresa são declarados os valores absolutos. (ou seja, a Tam está renovando sua frota desde o ano passado, mesmo que o financiamento seja de 100 longos anos, o valor total será demonstrado nas contas do respectivo ano).
      Existem muitos outros fatores, que perseguem a maioria das empresas, mas acredito q esses, especificamente, são os que pesam mais para uma empresa aérea.
      Abs

    • diego b ferreira

      na verdade não podemos acreditar que esta assim tão ruim a aviação pode ser o fato de ter alguma concorrencia hoje em dia para uma cia ter prejuizo e outra não a grande questão é que para não pagar imposto sobre lucro eles tem de dar um jeito de passar uma imagem que vai tudo mal,assim eles podem mandar funcionário embora e com esse motivo fazer da cia o que quiser só por motivo de crise ou seja lá o que for,nem tudo esta assim tão perdido como se diz

    • DANIEL AGUIAR

      Carlos, sou do mercado financeiro e dei cobertura para companhias aéreas em bancos de investimentos. Posso lhe garantir que mercado aéreo é um dos menos competitivos da economia. A cada R$ 100,00 de passagem, o lucro líquido delas não chega a R$ 1,00. Isso vale para todas as CIAs hoje.
      Nem sempre vôo lotado é sinal de alto lucro, uma vez que o peso eleva consideravelmente o consumo de combustível.
      As companhias aéreas possuem dívidas em dólar, e com o atual governo está muito difícil lidar com isso pela instabilidade do real perante a moeda americana. Em breve teremos aumento dos preços de combustível e o rombo das empresas aéreas será ainda maior.

      • Cersei depiladora de opiniões

        Só isso? :O

        • top sunriser

          TAL transporte aéreo latino

    • André Felipe

      E tem a culpa da visão obtusa das cias aéreas TAM e GOL. Elas buscam muito o share sem se preocupar com a rentabilidade tb.
      Além do custo elevado trabalhista, os aeronautas brasileiros são os que menos voam, por ter uma legislação defasada e protecionista. Nos outros países eles geralmente voam mais que aqui.
      Outro motivo é o dólar. Em 4 anos ele variou de 1,68 para 2,50.
      A falta de estabilidade da economia também: empresas de economias instáveis pegam empréstimo internacional com juros maiores… e por aí vai.

  • Ronie

    Minha dúvida é de como eles farão essa fusão de pontos, porque na Lan são Kms e dependendo da conversão (1:1) por exemplo, seria mais vantajoso para quem tem Km da Lan, e no caso, para quem tem cartão Santander, e faz a transferência para Lan, o fator é de 1 ponto Superbônus para 1,61Km da Lan e se fizer para Tam é de 1 ponto Superbônus para 1 multiplus. Vamos esperar.

    • Ronie

      Complementando, se na Tam fossem milhas seria fácil igualar os programas, mas acontece que são pontos.

    • Leonardo BH

      Basta converterem essa aberração de pontos em km para milhas que é o padrão mundial… 1,6km vira 1 milha.

  • Rodrigo Ultramari

    chamar-se-á “LATÃO” …..

  • Rodrigo

    Será que os constantes cancelamentos de vôos e mudança de horários têm a ver com esse tal plano de recuperação? Espero que parem de fazer isso aos montes porque do contrário irão desfidelizar muitos clientes, como eu.

  • Gilberto

    Olha que eu mencionei isso ha poucos dias atras na nota da unificacao dos programas da American e da US Airways. Parece ate que os executivos do grupo leem o que postamos aqui.

  • diego b ferreira

    oi denis,
    eu não dou muito crédito a essa noticia não sabem porque porque desde o dia 6 de outubro disseram a mesma coisa no grupo latam e até hoje nada,isso até hoje é falado e todo santo dia é falado que vai mudar a marca depois nda ou falam que nada mudará uma confusão só.

  • Pois é Diego, mas dessa vez foi o chefão lá em Santiago! Vamos acompanhar para ver o que acontece! Abs

    • diego b

      vamos ver

  • Credo! kkkk

  • André Felipe

    O problema está em achar uma marca que tenha aceitação em todos os mercados. O nome LAN tem rejeição na Argentina, devido a ficar claro ser uma empresa chilena. Por outro lado, vão perder a força da marca no Brasil e no Chile.
    Estou curioso para saber como ficará o Multiplus Fidelidade…

    • jorge moraes

      Que eu saiba o Chile tem problemas com a Bolívia, por questões históricas. Até aí tudo bem, pois a Bolívia é uma pigmeu em tudo no mercado. Quanto à rejeição na Argentina, não sabia.

  • Danielsson

    Lixam ou Latão

  • Luciano

    O nome da empresa é LAN. Compraram a TAM e ainda não acabaram com a marca por receio do mimimi dos brasileiros

    • André Felipe

      Não é mimimi de brasileiro. É questão de identidade cultural. Vê se a Air France fez isso com a KLM e a British com a Iberia. Não é tão fácil mudar assim, eliminar uma identidade com a cultura.

  • MTorres

    Vao pegar o M de TAM e fazer LAM (com o provavel slogan “lineas aereas mundiales“).

    Apostas? kkk

  • Marcos Reis

    o novo nome será LAMENTAM por que só assim pra definir os serviços péssimos que a TAM tem oferecido, máquinas de checkin que não funcionam, pessoal despreparado pra atender… Um caos.

  • o guardiao

    Vai ser Vira-Latam airlines

  • re178

    Eles poderiam fazer uma pesquisa com as pessoas para escolher um novo nome, igual aquela que a Azul fez antes de ser criada!

  • Luiz Eduardo Gerent

    Concordo, mesmo porque latam já tem a piada pronta para latão (busão com assas) kkkk

    • Raul

      hehehe Ia dizer a mesma coisa. O nome Latam por si só não traz conexões positivas, mas é difícil imaginar outro se for a combinação das duas empresas. TAM vem de Taxi Aéreo Marília, ultrapassado que só. LAN vem Linha Aérea Nacional Chile, que também não serve. Para ser Latin American Airlines, as opções não são boas: Latam (latão), Lata, Lama, Lati, Latin… a menos mal acho que é Latin Airlines. É apenas uma reflexão minha.

  • llos

    Deveriam comprar a marca Varig.

    • Wall

      Pra q? Pra destruir a boa imagem q a Varig tem até hj? Melhor ñ!

    • Rodrigo

      Se tentarem, a Gol, com certeza, vai cobrar uma fortuna – a Varig só tem o nome (e que nome).

  • Emerson

    Minha duvida é, os pontos multiplus terão os vencimentos renovados?

  • Jean

    Pena! Perdemos mais uma cia nacional! Lamento!

  • Jefferson Reisinger

    Mais um programa bom de milhagens sucateado. R.I.P Lanpass

  • tenfelipe

    Chile e Argentina tem problemas históricos, e quase chegaram às vias de fato nos anos 80. Ver questão do canal de Beagle para maiores informações.

  • Marlon Rodrigues

    Mas já existe uma companhia aérea com esse nome(LAM – Linhas Aéreas de Moçambique.

  • Tan e Multipass Fidelity

  • Carlos Bender

    Caraca, sério que é 1 real apenas a cada 100 ?

    • André Felipe

      acho isso exagero. O principal problema é a falta de profissionalismo na gestão delas. A TAM está tentando se libertar da administração familiar com a entrada da LAN, mas fazer a empresa mudar de mentalidade da noite pro dia é difícil. Veja a própria cultura dos funcionários: os comissários da TAM jogavam fora os fones de ouvido que eles não distribuiam durante o vôo. Há comissários da GOL pegam as garrafas de água do avião para não gastar dinheiro com água no pernoite.

  • Danielsson

    Já que a ideia é levantar defuntos, que tal VASP ou Transfaliu? Lembrando que a Transbrasil quebrou graças a General Electric que cobrou indevidamente. Perdeu o processo mas foi tarde demais, já tinha quebrado a TB.

  • André Felipe

    O nome da Azul é uma piada… parece até que o concurso da Azul não foi sério. Afinal, o dono veio da Jetblue…

  • Rafael

    Poderiam fazer um concurso igual a azul fez. Escolher por votação o nome e nova pintura.