Tudo o que você precisa saber antes de viajar para a Tailândia a turismo

Wendell Oliveira 28 · março · 2017

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Viajar para a Tailândia a turismo tem se tornado a escolha de cada vez mais brasileiros. E motivos não faltam para isso! Praias paradisíacas, festas alucinantes, preços competitivos, gastronomia deliciosa… Sim, a Tailândia é tudo isso e muito mais! E como cada vez mais surgem promoções de passagens aqui no MD, esse país tem se tornado o primeiro destino asiático de muitos brasileiros.

Mas vale a pena saber um pouco mais sobre a Tailândia, e com um pouco de informação, fazer com que a viagem dos seus sonhos seja ainda mais inesquecível. Então, vamos lá:

1. É uma cultura completamente diferente

10 horas a frente do fuso-horário de Brasília, a Tailândia está literalmente do outro lado do mundo. E não são só as horas que mudam. O idioma incompreensível, as cores e cheiros fortes, a devoção religiosa e os costumes locais podem causar certo choque cultural, principalmente para quem ainda nem se recuperou do jetlag.

Apesar de ser um dos países mais visitados do mundo, o inglês ainda não é unanimidade. Prepare-se para lidar com uma leve barreira linguística em algumas situações. A comida costuma ser bastante apimentada para o nosso paladar; e o senso estético é no mínimo exótico, com milhares de táxis rosas, amarelos e verdes contrastando com monges vestidos de laranja, templos dourados, prédios cinzas e um mar azul cristalino.

O budismo é a religião predominante, e mais do que isso, é um estilo de vida. Os templos suntuosos fazem parte da paisagem e atraem fiéis e turistas. Vista-se adequadamente antes de visitá-los, cobrindo ombros e joelhos. Fotos do rei e da família real estão espalhadas pelo país e são dignas de grande respeito – não faça nenhum tipo de brincadeira ou crítica à realeza!

Apertos de mão, abraços e beijinhos dão lugar a um distante e afetuoso “wai”, cumprimento tradicional com as mãos unidas em forma de reza, na altura do peito, acompanhado de uma leve inclinação para frente.

Não toque na cabeça de ninguém e lembre-se de tirar os sapatos antes de entrar nos templos e casas: Na Tailândia a cabeça é sagrada e os pés são impuros.

2. Faz calor na Tailândia. Muuuuuito calor!

Deixe os casacos em casa e não esqueça o filtro solar. As temperaturas na Tailândia são elevadas, especialmente nos meses mais quentes do ano – de março a junho. Isso pode parecer atrativo quando se está nas ilhas e praias paradisíacas, mas nas cidades causa um certo incômodo.

Felizmente existem shoppings e lojinhas de conveniência com ar-condicionado por todo o canto. Use roupas leves ou deixe para comprar lá mesmo, já que a variedade é enorme e os preços são excelentes.

3. Visite o local certo na época certa

Calor não significa ausência de chuva! O clima da Tailândia é regido pelo sistema de monções, e dependendo da época, pode chover bastante. O segredo é escolher o lugar certo para fugir do aguaceiro.

Confira nosso guia sobre a melhor época para visitar a Tailândia!

Sim, existe muita diferença entre viajar na época seca e na época chuvosa…

Em Bangkok e na região Norte (onde fica Chiang Mai) o período de monções vai de maio a novembro. Já no Sul, onde ficam as principais ilhas, a definição é um pouco diferente, já que existem duas costas no país (Leste e Oeste).


Costa Leste (Golfo da Tailândia, onde ficam Koh Phanghan, Koh Samui e Koh Tao): O período de chuvas é de setembro a dezembro.

Costa Oeste (Mar de Andaman, onde ficam Krabi, Phuket e Koh Phi Phi): O período de chuvas vai de abril a outubro.

Apesar de nem sempre se manter regular ao longo dos anos, convém respeitar as monções asiáticas. As chuvas costumam ser passageiras, porém intensas, a ponto de causar grandes alagamentos e transtornos.

Dica importante: Caso você tenha pouco tempo no país e não queira arriscar, vale a pena visitar a ilha de Koh Samet, a poucas horas de carro de Bangkok.  Além de bonita, a ilha também é famosa por ser um dos lugares mais secos do país, com pouquíssimos dias chuvosos.

4. Viaje sem pressa

Como em qualquer outra viagem, evite querer fazer tudo ao mesmo tempo e visitar vários lugares de uma só vez. Muitas atrações tem horários limitados de funcionamento, e nem sempre distâncias curtas são sinônimo de pouco tempo de deslocamento. A Tailândia é melhor apreciada com calma.

Não é a toa que a filosofia de vida do país é o “Mai Pen Rai” (algo como “sem problemas”, em tradução livre). Caso alguma coisa pareça mais lenta ou menos eficiente do que você está acostumado, não se aborreça. Mantenha o senso de humor, sorria e lembre-se: você está passeando, aproveite a jornada.

5. Cuidado com os golpes (e não estamos falando de Muay Thai)

A Tailândia é considerada um destino muito seguro, não só para os padrões brasileiros. Assaltos à mão armada, sequestros e tráfico de drogas possuem penas pesadas e são praticamente inexistentes.

No entanto, como em qualquer lugar do mundo, tome precauções básicas. Ficar atento aos golpes contra turistas é uma delas. Não dê atenção a estranhos que apareçam querendo dar “dicas” sobre lugares ou restaurantes, nem confie em ninguém que diga que determinada atração está fechada e queira te levar a outro lugar. Esses são golpes bem conhecidos que visam apenas tirar dinheiro da sua carteira, sem violência, mas com muita malandragem.

Também tenha cuidado com coisas que pareçam baratas demais. Por mais que a moeda da Tailândia seja desvalorizada, motorista nenhum de tuk-tuk vai te levar para passear o dia todo com U$1. “Joias raras” e “antiguidades” vendidas na rua são provavelmente falsas. Táxis, somente com taxímetro. E muita atenção ao alugar motos e jetskis, procure por agências confiáveis, já que seu passaporte ficará com eles e em caso de avarias pode haver alguma tentativa de cobrança exagerada.

6. Aprecie com moderação

A Tailândia não conquistou uma posição privilegiada no turismo mundial à toa.

O país é incrível e o povo extremamente acolhedor. Aproveite as praias, as festas e os excelentes preços de tudo. Mas evite colaborar com o turismo predatório, que afeta a natureza e os animais. Não exagere no álcool e recuse qualquer tipo de drogas (as leis são realmente severas no país e você pode acabar em maus lençóis).

Respeite as autoridades e as leis locais, não se envolva em confusão ou manifestações políticas e tente não fazer uma sequência muito hardcore de Se beber, não case! ?

7. Informações adicionais

E se você chegou até aqui, é porque realmente está interessado em viajar para a Tailândia! Então lembre-se de alguns detalhes importantes:

Turistas brasileiros são isentos de vistos por até 90 dias. Além de um passaporte válido por mais de 6 meses, também é exigido a vacina da febre amarela e o Certificado Internacional de Vacinação emitido pela Anvisa. Sem isso você não entra no país, então não esqueça!

A moeda do país é o Baht, facilmente conversível por outras moedas fortes como Dólar, Euro ou Libra. Mas não o Real. Definitivamente não traga reais, apenas moedas fortes e cartão de crédito habilitado para uso internacional.

Tome cuidados básicos com a sua saúde. Faça um seguro viagem, você pode precisar. Atenção aos temperos fortes, principalmente com a pimenta, que pode desajustar seu organismo. Água da torneira, nem pensar! Só confie em água de fonte segura, preferencialmente engarrafada e lacrada, em lojas de confiança.

O país é seguro e problemas com turistas, especialmente brasileiros, são bem raros. Mas vale a pena anotar o contato da Embaixada do Brasil em Bangkok em caso de emergência.

Acima de tudo, faça uma boa viagem!
Não deixe de conferir também nossos guias de viagem de Bangkok e Phi Phi, com todas as informações para planejar a sua viagem!

Autor

Wendell Oliveira - Editor - Ásia Viajante profissional, está no fuso horário da Tailândia procurando as passagens mais baratas — e vai te acordar de madrugada quando encontrar :)