Desvendando o mundo aéreo: o que é stopover

Denis Carvalho 18 · julho · 2011

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O Melhores Destinos se orgulha em ser a porta de entrada de milhares de brasileiros para um mundo inteiramente novo: o do transporte aéreo. São inúmeros os depoimentos de pessoas que por meio do site conseguiram encontrar uma passagem em promoção e realizaram o sonho de voar pela primeira vez.

O mundo da aviação, porém, tem muitas palavras e expressões complicadas, quase sempre em inglês, que muitas vezes geram dúvidas para quem não está habituado com ele. Pensando nisso, faremos uma série de posts para desvendar um pouco deste mundo fascinante , permitindo que nossos novos leitores ou mesmo quem tem dificuldade de encontrar o significado destes termos tirem suas dúvidas.

Uma dessas expressões que muitas vezes geram questionamentos é “stopover”, que é que uma parada no meio da viagem, para que o passageiro possa passar um tempo em uma cidade de conexão. É uma conexão voluntária.

Como funciona?

Imagine que você vai fazer uma viagem do Brasil ao Japão. Como o percurso é grande, as empresas optam, ou precisam, fazer uma escala (parada em que você continua no mesmo avião) ou conexão (quando há troca de avião) em algum ponto no meio do caminho, como em algum país da Europa, por exemplo. Para continuar nosso exemplo, façamos de conta que sua empresa faz uma parada na França. Se você tem tempo, pode querer aproveitar esse pouso em Paris e passar uns dias na bela capital francesa antes de seguir para o Japão ou mesmo na volta. Essa parada se chama “stopover”. Você desce em um destino intermediário e leva inclusive as malas, passa uns dias lá e depois continua a viagem.

Quem pode fazer?

Os stopovers podem ser feitos sempre que haja uma escala ou conexão em seu voo, seja ele nacional ou internacional, mas dependem de autorização da empresa e precisam ser previamente acordados. As empresa que permitem a parada podem cobrar uma taxa por ela ou oferecê-la gratuitamente como benefício adicional a seus passageiros. Também é comum que o stopover gratuito seja o atrativo de alguma promoção aérea, especialmente em voos internacionais.

Como saber?

A possibilidade de fazer alguma parada depende da companhia aérea, dessa forma você precisa entrar em contato com a mesma para verificar se é possível fazer a parada e se há alguma taxa. Em geral estas informações estão na descrição da tarifa. No Brasil, um exemplo de stopover é o Giro TAM, em que o passageiro escolhe até quatro destinos no Brasil para stopover e monta seu roteiro de viagem. Leia uma avaliação aqui no Melhores Destinos.

Dicas

– Os stopovers são feitos em escalas ou conexões (geralmente em conexões), então a forma mais fácil é procurar quais empresas usam a cidade escolhida como base para suas operações. É o caso de Paris com a Air France ou de Santiago/Lima com a LAN.
– O período de estadia no destino intermediário normalmente é de até trinta dias e varia conforme a companhia aérea.
– Se quer fazer stopover, veja isso antes de comprar a passagem ou no máximo, antes de começar a viagem. Não pense que vai chegar no meio da viagem e resolver descer e ficar uns dias na cidade da conexão.

Tem mais alguma dica sobre o assunto? Compartilhe nos comentários abaixo

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe