Como conhecer duas ou mais cidades pagando uma passagem: o que é “stopover” e dicas para aproveitá-lo

Leonardo Cassol 12 · agosto · 2015

Já pensou em curtir uma cidade, aproveitando sua passagem para outra? Por exemplo, conhecer o México ou o Caribe durante uma viagem até os Estados Unidos? E algum país da Europa, durante uma viagem para a Ásia? E o melhor, fazer tudo isso economizando, sem precisar comprar um bilhete adicional? Conheça mais sobre o “Stopover” e dicas para usá-lo em sua próxima viagem.

O que é o Stopover?

Stopover é quando o passageiro faz voluntariamente uma escala ou conexão com duração maior que 24 horas (em voos internacionais) e maior que 4 horas (em voos domésticos), antes de sua destinação final, sem incorrer em custo adicional. Ou seja, você aproveita a passagem com destino a uma determinada cidade para conhecer outra, fazendo uma parada programada entre os voos. Confira alguns exemplos:

  • Exemplo 1: Viagem de alguma cidade no Brasil com destino final para Paris (França), com conexão em Lisboa (Portugal), o passageiro escolhe ficar uma ou mais noites em Lisboa, sem pagar nada a mais por isso, aproveitando a passagem original.
  • Exemplo 2: Viagem de alguma cidade no Brasil para Nova Iorque (EUA), com conexão no Panamá, o passageiro escolhe escolher ficar uma ou mais noites no Panamá, sem pagar nada a mais por isso, aproveitando a passagem original.
  • Exemplo 3: Viagem de alguma cidade no Brasil para o Tóquio (Japão), com escala ou conexão em Los Angeles (EUA), o passageiro escolhe escolher ficar uma ou mais noites em Los Angeles, sem pagar nada a mais por isso, aproveitando a passagem original.

american_air_lines_0102201315

Em que ocasiões o Stopover pode ser feito?

Em voos internacionais, quando sua viagem entre origem e destino final envolver uma escala ou conexão, bem como sempre que as regras do bilhete e da companhia aérea permitirem. Em alguns voos domésticos dentro dos Estados Unidos, México, Europa, Ásia e Oceania. As companhias aéreas possuem diferentes políticas. Algumas permitem até 2 Stopovers por bilhete (exemplo: um na ida e outro na volta).

Como devo proceder para realizar o Stopover?

Stopover deve ser feito preferencialmente antes da compra da passagem. Em alguns casos, no entanto, é possível pedir o Stopover depois do bilhete ser emitido, antes de se iniciar a viagem, sujeito, nesse caso, a uma taxa adicional.

Antes do voo, basicamente, o Stopover pode ser feito de 3 maneiras:

  1. Internet, utilizando a opção multi-city, múltiplos destinos ou múltiplas cidades, do site da companhia aérea ou de agências virtuais, como o Submarino Viagens. Veja um passo a passo sobre como pesquisar no final desse post.
  2. Central de vendas da companhia aérea, informando o destino, datas e a opção desejada de Stopover.
  3. Agentes e agências de viagem especializadas, quando não envolver um pacote pré-estabelecido, informando o destino, datas e a opção desejada de Stopover.

É essencial pesquisar inicialmente as opções de voos, datas e preços, considerando seu interesse de origem e destino final. Em muitos casos, é possível fazer o Stopover aproveitando as superpromoções divulgadas pelo Melhores Destinos.

Em seguida, monte diferentes opções de roteiro, avaliando se prefere fazer a parada do Stopover no trecho de ida ou de volta da viagem, e em quais datas e horários eles podem ocorrer. Quanto maior a flexibilidade, maior é a chance de conseguir realizar o Stopover. Esse planejamento inicial da viagem é muito importante, pois pode acontecer de haver vaga na mesma classe tarifária numa data ou voo específico, e de não haver em outra, como acontece no tradicional processo de compra de uma passagem aérea.

Na hora de pesquisar e comprar, a dica para ter certeza de que você não pagará nada a mais pelo Stopover é verificar se o valor da tarifa utilizando o múltiplos destinos é igual à tarifa da passagem origem x destino final original. Se houver mudança no preço, verifique então se estão sendo respeitadas as regras estabelecidas pela companhia aérea (exemplo: restrições de tempo de permanência no destino intermediário, classe tarifária, número de conexões etc.). Atenção: é possível haver um pequeno acréscimo no preço final da passagem, em função da cobrança de taxas aeroportuárias adicionais relacionadas ao local onde será realizado o Stopover.

como-voar-icelandair-asa

É possível realizar Stopover em passagens emitidas com milhas ou com pontos?

Sim, na maioria dos casos. O Smiles permite a emissão de passagens internacionais com Stopover, mas não é possível emitir ou pesquisar pelo site. É necessário entrar em contato pela central de atendimento (veja o passo a passo para fazer stopover no Smiles). Já o TAM Fidelidade e o Amigo (Avianca Brasil) não permitem bilhetes com Stopover.

Veja abaixo em que programas é ou não permitido o Stopover:

Stopover permitido: Smiles (GOL), Lan Pass (LAN), AAdvantage (American), MileagePlus (United), Victoria (TAP), KrisFlyer (Singapore), Miles & More (Lufthansa e Swiss), Aeroplan (Air Canada), Executive Club (British), Avios (Iberia), Flying Blue (Air France e KLM), Miles & Smiles (Turkish), Clube Premier (AeroMéxico), Skyawards (Emirates) e MilleMiglia (Alitalia).

Stopover não permitido: TAM Fidelidade (TAM), Amigo (Avianca), Lifemiles (Avianca e Taca) e Skymiles* (Delta).

* O programa da Delta proibiu o stopover para bilhetes emitidos a partir de 1o de janeiro de 2015.

Cada programa tem políticas e regras que precisam ser observadas. Procure informações detalhadas no site do seu programa de fidelidade ou na central de atendimento.

O que devo fazer se eu já emiti a passagem, mas estou interessado em fazer o Stopover?

Caso ainda não tenha voado o primeiro trecho, entre em contato com a central reservas da companhia aérea onde o bilhete foi adquirido e se informe sobre a possibilidade de Stopover. Geralmente, para a solicitação de Stopover após a emissão do bilhete é cobrada uma taxa na faixa entre US$ 50 e U$S 150.

É possível fazer Stopover em viagens domésticas dentro do Brasil?

Não. As atuais regras das empresas aéreas não permitem Stopover nos voos dentro do Brasil. Em alguns casos, é possível fazer conexões maiores de 4h em alguns bilhetes, mas não como ação voluntária do passageiro e sim quando o sistema de reservas permitir. No entanto, TAM, GOL e Azul possuem a opção “vários trechos / cidades” em seus sites, onde é possível montar roteiros de viagem, sem no entanto, o benefício equivalente do Stopover.

Dicas importantes:

  • Bagagem: verifique as regras com sua companhia aérea. Em paradas com intervalo superior a 24 horas as bagagens são retiradas e despachadas novamente, após o Stopover, normalmente como um novo embarque.
  • Alfândega: atenção para as regras alfandegárias de cada País. Caso tenha interesse em fazer compras (Stopover nos Estados Unidos, por exemplo), é melhor fazê-lo no último trecho do retorno, pois além de não ter que carregar as compras ao longo da viagem não há risco de ter seus bens taxados ou confiscados durante a viagem. Alguns itens como cigarros e bebidas podem ter restrições adicionais.
  • Trechos intermediários: cumprir seu itinerário é imprescindível. No caso de abandono de conexão ao longo do trajeto o restante do bilhete será cancelado e o prejuízo será grande. Portanto, caso mude de planos ao longo do Stopover, será necessário reemitir o bilhete e arcar com as taxas e diferença de tarifa aplicáveis.

Foto: Monique Renne

Quais as principais cidades e empresas possíveis para Stopover, partindo do Brasil?

Stopover é mais fácil de ser obtido voando com as companhias que fazem conexão na cidade que você tem interesse. Conheça os principais hubs (centros de conexão) de todas as companhias aéreas que operam no Brasil:

  • Estados Unidos: Miami (American); Nova Iorque (American, Delta, United); Los Angeles (American e Korean); Washington, Chicago e Houston (United); Dallas (American); Atlanta e Detroit (Delta)
  • Europa: Amsterdã (KLM); Barcelona (Singapore*); Frankfurt e Munique (Lufthansa); Lisboa e Porto (TAP); Londres (British); Madri (Ibéria e Air China*); Paris (Air France), Roma (Alitalia); Zurique (Swiss).
  • América do Norte e Central: Cidade do México (Aeroméxico); Cidade do Panamá (Copa); Havana (Cubana); Toronto (Air Canada).
  • América do Sul: Bogotá (Avianca e LAN); Santiago (LAN); Buenos Aires (Aerolíneas); Lima (LAN e Avianca); Assunção e Ciudad del Leste (Tam Mercosul); Cochabamba (BoA); Quito (Tame).
  • África: Casablanca (Royal Air Maroc); Joanesburgo (South African); Adis Abeba e Lomé (Ethiopian); Luanda (TAAG); Praia / Cabo Verde (TACV).
  • Ásia: Abu Dabi (Etihad); Doha (Qatar); Dubai (Emirates); Istambul (Turkish); Pequim (Air China); Singapura (Singapore).

*Barcelona e Madri não são hubs da Singapore e da Air China, respectivamente, mas é possível realizar stopover tendo em vista que os voos fazem escala nessas cidades.

Ficou interessado? Veja o passo a passo e considere fazer o Stopover em sua próxima viagem.

Passo a passo:

Ex: Objetivo: Viagem São Paulo x Paris, com interesse de conhecer outra cidade na Europa.

  1. Pesquise no site de sua preferência o trecho São Paulo x Paris e procure os melhores preços, considerando voos com conexão. Caso os preços sejam parecidos, escolha a empresa que faz conexão na cidade que você achar mais interessante (Ex: Madri, com a Ibéria; ou Lisboa, com a TAP).
  2. Anote o valor da passagem no trecho e datas escolhidos.
  3. Defina quantos dias pretende ficar na cidade intermediária e se pretende fazer o Stopover no trecho de ida ou de volta (flexibilidade é bem vinda).
  4. Pesquise novamente no site de sua preferência, selecionando a opção “acrescentar outro destino” o trecho São Paulo x Cidade Intermediária escolhida na data de saída de sua viagem + Cidade Intermediária x Paris (2o trecho) na data desejada + Paris x São Paulo (3o trecho) na data de retorno escolhida.
  5. Verifique se houve alteração na tarifa: caso a tarifa não tenha mudado em relação à pesquisa original, você conseguiu o Stopover e pode compra-lo. Caso o preço da tarifa se altere significativamente, repita a operação tentando alterar as datas e trechos, respeitando sempre as regras da companhia aérea, que podem ser observadas no site.

Fique atento as promoções do Melhores Destinos e avalie as oportunidades de Stopover. É econômico, divertido e seguro. Ficou com alguma dúvida? Já aproveitou Stopover que tornou a sua viagem memorável? Compartilhe e opine!

Não perca, em breve, a segunda parte desse artigo, que vai trazer dicas sobre o “Open Jaw, onde é possível comprar passagens com destino a uma cidade e retorno por outra, economizando durante sua viagem.

Autor

Leonardo Cassol - Editor Editor e especialista em programas de fidelização do Melhores Destinos.
  • Almir

    Eu já fiz Vegas e Miami numa mesma viagem usando stop over, esse ano farei Los Angeles e Nova York, sempre pela American Airlines e não teve qualquer outra taxa a mais por isso, agora em outras cias não consegui sem ser cobrado a mais pelo stop over.

    • Fernando

      Boa tarde.
      Almir, você já fez está viagem? estou pretendendo fazer uma viagem para Las Vegas, ou seja, de GRU para LAS e stopover em NYC. Se vc já foi viajar, o que vc me conta sobre sua experiência?? e quanto as bagagens, como funciona??
      Obrigado

      • Almir

        Boa noite Fernando,
        Sim, já fiz a viagem em outubro.
        Amei Las Vegas, tudo é muito iluminado, grande, fabuloso, voltarei mais vezes.
        Nova York também é muito bonito, parece que vc está dentro dos filmes, porém achei uma cidade muito gelada e o metrô muito complicado de se entender no começo.
        Los Angeles me decepcionou um pouco por tudo ser muito longe, tem que alugar carro e não tem tanta coisa pra se conhecer como outras cidade americanas.
        As malas vc deve pegar no aeroporto da primeira cidade que vc desembarcar, vc pega a mala depois de passar na imigração e despacha logo em seguida se estiver fazendo conexão. Como seu vôo sai de Guarulhos vc pode levar até 2 malas de até 32kilos cada.
        Mais dúvidas pode me perguntar.

      • Almir

        Fernando, já tentei te responder várias vezes, mas o moderador bloqueia sempre, desculpa

    • Rafael

      Boa tarde Almir
      Tenho os seguintes trajetos: SAO->SFO (stopover) LAS->NYC (stopover) NYC->SAO, TODOS comprados na mesma passagem (american airlines), (no entanto o primeiro stopover sai de aeroporto diferente) estou preocupado com a franquia de malas, será que em todos os voos será respeitado a franquia internacional (2 malas de 32kg)? ou o Voo interno seguirá regras diferentes? Obrigadão.

      • gustavo

        Conseguiu descobrir?

    • Daniel Fonseca

      Pretendo fazer stopover em Miami em outubro… É tranquilo curtir a cidade dependendo apenas de transporte público?

  • Mika

    Excelente guia! Muito obrigada MD 🙂 tava na dúvida há muito tempo em relação ao Stopover e agora entendi super bem, valeuuu!

  • Leonel Avila

    Baita guia! Muito bom!

  • Tadeu Salgado

    Para fazer um stopover sem pagar nenhuma taxa a mais, a passagem precisa custar mais de 500 dólares.

    • Guilherme Lisiane

      Tadeu, Paguei pouco menos de 500 pela American. Vou em outubro, stopover em JFK e destino final Estocolmo

      • Tadeu Salgado

        Legal! Qual companhia aérea você vai?
        Esses dias teve promoção para Praga com parada em Roma pela Alitalia. Eu liguei na Viajanet e o cara disse que nas passagens promocionais tem que pagar uma taxa a mais para fazer o stopover. Que nas passagens acima de 500 dólares não precisa pagar a taxa. Mas vc e outras pessoas conseguiram, então melhor ainda. Valeu

    • Rafael

      Há dois meses fiz um stopover em Bogotá com uma passagem que comprei para Cartagena via Avianca. Custou US$ 290 e não paguei nada mais pela parada de 6 dias em Bogotá.

      • mariostefa

        Vou em Setembro para San Andrez, pedi um stopover em Bogota, me pediram U$ 150 para alterar. Sem chances. pela Avianca

        • Rafael

          Veja ali no texto que diz que se você alterar depois de ter comprado tem que pagar pela taxa de alteração que geralmente vai de US$ 50 a 150. Quando eu fiz stopover, a escolha foi feita diretamente na hora da compra. Eu comprei o bilhete Rio – Cartagena – Bogotá – Rio e paguei o mesmo preço Rio – Cartagena – Rio. E foi pela Avianca mesmo.

          • Bruno Bastos

            Se vc não voltou de Bogotá pra Cartagena pra começar seu trecho de volta, então vc fez um open jaw.

          • Rafael

            Não Bruno. Eu fui em Cartagena uma vez só. Foram 4 dias em Cartagena e depois 6 dias em Bogotá no que seria a conexão de volta para o Rio. Não entendi como isso não seria stopover.

          • Bruno Bastos

            Isso é stopover, vc tem razão. Mas no comentário vc escreveu Rio-Cartagena-Bogotá-Rio, interpretei como se a sua viagem de volta tivesse começado em Bogotá. Na verdade vc fez GIG-BOG-CTG na ida e o caminho inverso na volta, mas isso não ficou claro.

    • Thiago Castro

      Fonte?

  • Henrique

    Consegui pela United, destino final Madrid com stopover em NY. Dá trabalho procurar, mas vale a pena.

  • Julio

    Creio que a resposta seja não, mas se alguém souber e quiser ajudar agradeço: se eu emitir a passagem com milhas da TAM (que não permite stopover), mas num voo que será operado pela British (que permite), é possível marcar o tal do stopover em Londres?

    • philip

      O que dá para fazer na TAM é emitir três trechos separados tipo São Paulo – Londres, Londres – Milão, Milão – São Paulo, mas o trecho europeu não dá para emitir pelo site, além de ser tabelado em 20k milhas, o que não vale nem um pouco a pena.

      Então o que vale a pena é emitir trechos independentes só da viagem intercontinental e dentro da Europa vc se vira comprando o trecho do stop-over, que as vezes pode ser até de trem.

      O único problema dessa abordagem é que no voo interno vai ficar limitado a franquia local de bagagem, normalmente uns 20kg, dependendo da cia aérea.

  • Carlos Alexandre Lobato

    Bom do saberia me informar devem uma viagem pela copa que tem parada no Panamá de 17 hs para troca de avião as bagagens tem que ser retiradas ou não?

    • André Felipe

      Se a bagagem for despachada para destino final, vc não tira não. Vc nem ve sua bagagem, geralmente.

    • William Ciesielski

      não retira a bagagem. Quando a escala é no Panamá, a bagagem vai direto até o destino final

    • Letícia Padilha

      William tem razão. Porém, se a sua intenção for conhecer um pouquinho e comprar, acredite: com uma mochila e a roupa do corpo você se vira. Ao chegar a um Mall (Shopping), você pode renovar o guarda-roupa e ainda de quebra comprar uma mala nova (lembre-se do tamanho de bagagem de mão permitida rs).

  • Paulo Brito

    Parabéns pelas explicações e dicas. Já fiz stopover pela American, no voo Vancouver – São Paulo, Stopover em Dallas, TX (com 24 horas de permanência). Foi excelente opção além de ótimas compras.

  • Paulo Brito

    Em outubro irei fazer um stopover no voo de Helsink para Copenhagen, pela empresa Air Baltic, com stopover em Riga,capital da Letônia. Com certeza será uma ótima opção.

    • wagner brito

      Ai… Pode rolar uma trio report diferente aqui no MD 😉

      • Paulo Brito

        Wagner Brito, não entendi “rolar uma trio report “

  • Alan Silva

    Jah consegui um stopver em Lisboa numa viagem a Genebra na Suíça. Fiquei 4 dias em Lisboa na volta e por incrivel que pareça paguei mais barato por Recife-Genebra-Lisboa-Recife do que Recife-Genebra-Recife. A economia foi de cerca de 300 reais isso voando com a Tap. E digo uma coisa valeu muito a pena !

    • Rafael

      Achei que as coisas não faziam muito sentido enquanto lia, mas depois me dei conta de que era uma companhia lusitana, então, ah, tudo normal rsrsrs

  • Thiago Castro

    Stopover é tudo de bom. Certa vez, voltando de Miami para o Rio, consegui um vôo que parava na Venezuela (que a principio seria uma baita furada, certo?) e passei 3 dias incríveis em Los Roques (que é o lugar mais bonito que já vi. Pena que fica na Venezuela).

    • Los Roques é mesmo 1000, Thiago! Tb foi o lugar mais bonito que já vi!

    • Bruno Bastos

      Que preconceito com a Venezuela…

      • Papel Aluminio

        Pq será né? >_>

      • Thiago Castro

        Pq será né? (2) kkkk

  • Gi*.*

    Já fiz alguns stopover porque o horário dos meus voos mudaram. Sempre que compro uma passagem, fico atenta a conexão desse voo, escolho a melhor conexão e torço para ter alteração de horário. Quando tem (90% das vezes) solicito alterar meu retorno para 1 ou 2 dias a mais na cidade de conexão. Esse ano fizemos Las Vegas e NY , Cancun e Atlanta sem nenhum custo a mais. Agora estou torcendo para a alteração de horário num voo da Copa para Orlando para ficar um dia a mais no Panamá.

  • Vlade

    Já consegui algo melhor com o stop over, no mês de junho comprei uma passagem pra New York pela TAM por R$1500,00. Porém, em julho a empresa aérea fez uma alteração num trecho e isto me deu o direito de solicitar reembolso da mesma. Então, entrei no site da mesma empresa aérea e comprei outra passagem pro mesmo dia e mesmo destino por R$1200,00 com stop over de dois dias em Santiago do Chile. Além do preço mais barato, o stop over irá me permitir usufruir do trecho pra Santiago que será operado pela LAN. Nem sempre um dólar progressivamente mais caro é sinal de passagens mais custosas!!!

  • Lucassurf

    uma dúvida, alguém já fez LAX > POA com parada de 7h em San Salvador (El Salvador)? Tem algum city tour ou algo para fazer nesse tempo?

      • Lucassurf

        valeu, tava complicado de achar dicas de El Salvador

        • Thiago Castro

          “Nos últimos meses, a violência urbana voltou a assolar El Salvador e uma trégua entre a polícia e as gangues foi quebrada. O mês de maio foi um dos mais violentos desde o fim da Guerra Civil de 1992 e registrou 635 homicídios.”

          Eu não sou neurótico com violência (até pq sou do Rio e moro em SP), mas acho que El Salvador tem um dos maiores índices de violência do mundo. Eu não sairia do aeroporto não.

          • Lucassurf

            cara, estava vendo isso agora, sinistro ein.. pior que achei um surf tour valendo, agora já não sei..

          • Lucassurf

            cara, estava vendo isso e realmente, parece estar complicado mesmo, uma pena, pois tinha encontrado um surf tour que caberia no tempo que tenho

  • Julio, como seu bilhete é TAM, provavelmente não será possível. Mas, mesmo assim, consulta na central de atendimento a possibilidade (4002-5700)

  • izabella melo

    Ficou Top!!

  • Heber Maldonado Sargaço

    Eu já fiz pela Turkish (Fiquei em Istambul 3 dias) e o destino final era em Paris, pela Emirates (6 dias em Dubai) onde o destino final era o Cairo, Egito e pela copa Airlines (3 dias no Panamá), destino final Miami. Vale a pena!

    • Guilherme

      Heber, como faço pela copa? Tenho um bilhete para Havana e queria fazer stopover na cidade do panamá. Já liguei p call center diversas vezes e nunca atendem, valeu.

  • wally jarek

    Uma duvida, a Delta não faz stopover apenas pelo skymiles? ou qualquer tipo de passagem? Eu tentei, fazer um stopover de uma passagem que tenho, porem foi cobrado a taxa de R$1.900,00 por pessoa.

    • Gi*.*

      @wallyjarek:disqus espera quem sabe uma alteração de horários no teu voo. Sempre consigo stopover com a Delta assim.

      • wally jarek

        @Giselee:disqus Então eles alteraram meu voo, porem não o tempo minimo para stop over, mesmo assim liguei lá, e fui informado que mesmo com mudança de horario eu posso apenas alterar o data de inicio do trajeto.

        Eu venho de Bangkok e queria fazer um stopOver em NY. vc ja fez isto? será que eu consigo?

        Muito Obrigado!!!

        • Gi*.*

          Eu consigo alterar os voos do trajeto que sofreu alteração. Ou seja, se seu voo de ida foi alterado, peça stopover na ida. A Delta tende a não aceitar na primeira vez que solicito. Vou para o site e faço uma reclamação informado que tenho o direito, recebo a resposta positiva. Você precisa ser persuasivo no pedido.

        • Renato Vazquez

          Tb to nessa promo, amigo! rsrsrs

    • Só no SkyMiles, mas nem todas as tarifas da Delta são elegíveis ao stopover.

  • ThiagoR

    Valeu mesmo! Tinha várias dúvidas e pretendo fazer um stopover na minha próxima viagem! Ajudaram muito!

  • Christopher Smith Bignardi Nev

    Tenho dúvidas: emiti pelo tam fidelidade gru-mad-doh-dur (durban). Iberia-qatar-qatar. A bagagem vai etiquetada para dur? ou não??

    Segundo: A volta é JNB-HKG-LHR-MAD-GIG (cathay-british-iberia) as bagagens como funcionam novamente?

    Terceiro: como perguntaram é possivel stopover quando chegar em londres ou madri na hora de voltar? Ou seja, postergar o voo?? Abraços.

    • Christopher, se for o mesmo bilhete as bagagens são etiquetadas até o destino final. Infelizmente, como está descrito no post, o TAM Fidelidade não permite stopover.

  • Diego D.

    Ótimo post. Acredito que o stopover está apenas começando a se tornar conhecido do grande público.

  • Ernesto Lippmann

    Ótimo guia, parabéns!

  • Leonardo PA

    Geralmente a Air France e a KLM permitem fazer stopover em Paris e Amsterdã sem cobrar adicional. Geralmente saem o mesmo preço:
    – Rio-(Paris)-Roma com conexão em Paris na ida e na volta
    – Rio-Paris(stopover)-Roma-Amsterdã(stopover)-Rio

    • Numismata Jaime

      Geralmente só permitem 1 parada, ou na IDA ou na VOLTA.

      • Leonardo PA

        Talvez tenha sido alguma promoção no ano passado então, pois um amigo meu comprou um bilhete assim e a diferença foi só nas taxas de embarque mesmo.

  • Rafael

    Eu sempre quis saber como era esse negócio de stopover e não fazia ideia de como comprar essas passagens. Foi quando eu vi uma promoção no MD em abril desse ano para Bogotá a R$ 845, ida e volta, saindo do Rio de Janeiro. Mandei whats para um amigo chamando ele para ir comigo, e ele disse que não queria ir pra Bogotá. Queria conhecer Cartagena. Eu, sem muita esperança, fui no site da Avianca ver como ia ficar o preço da passagem com os dois destinos para atender a vontade de nós dois. Fiz a busca e, para minha surpresa, continuou saindo por R$ 845! Foi assim que “acidentalmente” descobri o stopover.

  • Thiago Castro

    O ruim desse expediente é que vc tem que ter flexibilidade na reserva dos hoteis para poder fazer o stopover tranquilo.

    • philip

      A maioria dos hotéis permite que vc faça cancelamento grátis se reservar por Booking, expedia, decolar.com,etc. e por sinal nunca é aconselhável fazer reserva com penalidade, só se for um mega desconto, pois vc pode ficar doente, entre outros imprevistos. Daí depois vc vai acompanhando para ver se baixa o preço ou surge uma promo melhor.

    • Gi*.*

      Coincidentemente na maioria das vezes fiz stopover na volta, ou seja, não altero minha reserva no destino. Uma vez fiz stopover na ida e alterei meu voo de ida para um dia antes, permaneci na cidade de conexão por um dia continuei minha viagem para destino no mesmo horário contratado inicialmente. Por isso, também não alterei minha reserva do hotel de destino.

  • Amarildo de Gaspari

    Bela Matéria, gostei

  • Luciano Polisseni

    Indo para Havana, fiz um stopover em Bogotá pela Avianca/TACA. Sensacional!

    Como a maioria dos sites de pesquisa de passagens não incluíam Cuba nas pesquisas, consegui pela Central de Atendimento do Viajanet.

  • RayBandeira

    Eu tenho a mesma dúvida, mas considerando fazer a emissão com pontos Multiplus mas voando com parceiras da Oneworld.

  • Moraes

    Excelente novamente, MD. Ano passado já tinha seguido as dicas daqui e peguei uma passagem bsb londres com stopover de 3 dias em amsterdam na ida e de 7 em paris na volta. Top demais!

  • Numismata Jaime

    Muitos confundem stopover com tempo de conexão, como no famigerado vôo da Aeromexico para a Europa.

    • Thiago Castro

      No final, dá quase no mesmo, só muda o tempo no local. Eu vou pra Roma e faço conexão de 13 horas em Lisboa. Vou passar um dia bacana em terras lusitanas. Achei bom. Só tem que tomar cuidado com conexões longas onde vc passa a noite no local (furada total!!!).

      • Numismata Jaime

        Não é bem assim. No seu caso, você já está no espaço Schengen, então tudo bem. Mas, por exemplo, naquele vôo da Singapore com escala para Barcelona, provavelmente não deixariam você sair do aeroporto, caso seu destino final fosse Cingapura.

  • Henrique Macedo

    É mais fácil conseguir stop over nas cidades onde é o HUB da companhia, exemplo COPA – Cidade do PANAMA, AMERICAN – Dallas, Charlotte, Los Angeles, Nova York, Miami, Chicago, Filadélfia, Phoenix e Washington, etc…

  • Rafael

    Parabéns ao MD! Muito bom difundir as opções de Stopover e Open Jaw pra gurizada!

  • Luiz Fernando A Garrafiel

    Muito boa a matéria, eu achava que o stopover era possível só pagando as taxas.

  • Guilherme Lisiane

    Me desculpa, confundi os bilhetes rsrsrs paguei cerca de 700 dólares por ela, vou de American, mas achei um excelente preço, sabe porque? Consegui, alem do stopover, uma conexão na volta de 23hs em Los Angeles, vindo de A380 da British (voo codeshare da american) de Londres 😀

    • wagner brito

      Já rola fazer uma trip report sobre como é viajar no A380 da terra dos “fish and ships”. Fika dika MD 😉

  • Ivana Araujo

    Realizei uma viagem com stop over em abril deste ano pela KLM,sem nenhum custo adicional, Rio x Paris comparada intermediária de 05 dias em Amsterdam. pretendo realizar muitas outras assim, agora para os EUA.

  • Márcio Sampaio

    Leonardo, parabéns pelo guia!

    Só fica aquela dúvida: será que com a unificação das empresas na LATAM o Tam Fidelidade passará a aceitar stopover como o LanPass ou será o contrário (o LanPass deixar de aceitar)?

    • philip

      Os programas de fidelidade não foram unificados, logo por hora as regras permanecem as mesmas. Se vão mudar alguma coisa não foi divulgado. O problema para unificar os programas é que o Multiplus não é da LATAM, são empresas distintas. Acredito que o TAM fidelidade tenha um acordo de exclusividade com o multiplus.

    • Ainda é cedo para saber… Vamos torcer pra nesse caso a regra do LanPass prevalecer!

  • Bacana, Rafael! Obrigado por compartilhar!

  • Flavio Nichikuma

    Boa tarde, otimo roteiro. Uma duvida e confesso que li todos os relatos e não vi a resposta no TUDO AZUL permite Stopover? agora com a entrada de uma cia americana na Azul, como será que fica???? abs, MD.

    • Não permite, Flavio. Nesse caso, a United não muda nada.

  • Cleiton Teixeira

    Muito interessante, eu cheguei a fazer sem conhecer o termo, nas minhas pesquisas, viajar de Sao Paulo para a Argentina era o mesmo se eu fizesse São Paulo x Santiago x Buenos Aires, já que esse determinado voo tinha essa conexão, achei muito interessante, e comecei a fazer minhas viagens só desse jeito! E foi viajando com a LAN.

  • Fabiana

    Uma vez comprei Brasília/ Barcelona pela air france com conexão em Paris. O preço foi mais barato com parada de 3 noites em Paris na volta. Se a parada fosse na ida seria bem mais caro, por isso tem q pesquisar de todas as maneiras.

  • Luiz Ferreira

    Em 2008, fui do Rio a St. Martin, no Caribe, fazendo stop over em Miami na ida e em NY na volta, usando milhas da American, sem qualquer custo extra.

    Pena que a Tam/Multiplus não permita, mesmo quando se voa pela American….

  • Nilton

    Ótimas dicas. Parabéns a equipe MD.

  • Guilherme

    Comprei uma passagem para Havana pela Copa, com conexão na C. do Panamá, é possível fazer stopover lá de tipo 1 dia? Já tentei diversas vezes ligar para central de vendas da copa, mas nunca atendem.

  • Thiago Castro

    Eu tb busco essas tarifas flexíveis nas minhas reservas. Só quis pontuar que para usar o expediente que ela falou TEM que haver flexibilidade nas hospedagens. Muita gente fecha por agência ou direto com o hotel e fica meio preso.

  • Thiago Castro

    Troca uma idéia com o pessoal do tour. Sendo um passeio fechado assim, talvez seja uma boa. Tipo: te pegam no aeroporto, vai pra praia, surfa e volta. O que eu não faria era city tour, pontos turísticos, essas coisas sabe?

  • Thiago Castro

    Rapaz, isso tudo aí é hub da AA??? kkk

  • Antonio S

    Olá,
    Não vi falar da air europa e a possibilidade de stopover em Madri, alguém sabe dizer se eles permitem stopover lá ?

  • Marcos

    Perfeito como sempre MD, jamais pensei que eu economizaria tanto em uma viagem… Stopover e Open Jaw é o que há. =D

  • Beto Karioca

    Pelo o que eu soube recentemente o AAdvantage da A.Airlines nao permite mais fazer o tal stoppover gratuitamente, havera cobrança de milhas para cada trecho. Ja se for a passagem comprada, a American Airlines faz stoppover gratuitamente em apenas algumas citades base como Miami, NYC, etc Essas informações estão corretas, alguem sabe ?

  • wille

    A decolar.com geralmente permite stopover sem pagar nada a mais. Às vezes a companhia cobra pelo stopover e a decolar oferece o mesmo preço da passagem normal.

  • MAURO

    TENHO UMA DÚVIDA: POSSO FAZER STOPOVER COM MILHAS?

  • Carlos Henrique

    Estou tentando emitir passagem stop over com minhas milhas smiles, e só via central telefone, mais está difícil. eles dificulta, demora para antender ou fala que você digitou errado o se número e senha, sendo que não.

  • Natalia

    Alguém sabe onde encontro esta opção “acrescentar outro destino” ? Pelo submarino não estou achando esta opção.

  • Jurgenklopalaio

    Achei confusa essa parte…

    4. Pesquise novamente no site de sua preferência, selecionando a opção “acrescentar outro destino” o trecho São Paulo x Cidade Intermediária escolhida na data de saída de sua viagem + Cidade Intermediária x Paris (2o trecho) na data desejada + Paris x São Paulo (3o trecho) na data de retorno escolhida.

  • Liz Nogueira de Faria

    Boa Noite. Estou querendo ir para San Andres em janeiro de 2017 como o voo da volta faz conexão com Bogota eu queria fazer um stopover para pegar um voo para Cartagena, mais putz não consigo pensar em uma solução barata e não consigo fazer essa seleção de destinos em um site. Alguém teria uma dica para mim??

  • Oi Cleia, o stopover é uma parada à escolha do passageiro, ou seja, ele não “acontece”, você reserva ele se quiser para aproveitar mais a viagem e os gastos são todos por sua conta.

  • É sim, a Air France permite stopover em algumas tarifas. Compre utilizando o multiplos destinos pelos nossos links, se desejar.

  • Fernando

    alguma empresa que voe pra Australia ou Nova Zelândia e faz stopover?

  • anderson

    Então, se viajar do Rio para Milão pela TAP, com stopover de quatro dias em Lisboa, minhas bagagens serão entregues a mim em Portugal, e ao seguir viajem faço novo despacho, ou minhas bagagens vão direto ao destino final ?

    • Leonardo PA

      Você vai receber as malas em Portugal e só vai despachá-las novamente no dia da viagem para Milão.

  • anderson

    OK, … e ao seguir VIAGEM (substantivo e não verbo).

  • Mayra Cabrera Costa

    Podiam atualizar a lista de cias aereas que permitem stopover

  • Tenta pela central de atendimento.

  • Leila Freire

    Comprei passagem para Paris, com stopover em NY, pela American Airlines (aproveitando aquela promoção de abril).
    Vocês sabem me confirmar se posso levar duas malas de 32kg? Mesmo no trecho entre Paris e NY?

  • Alexandre Gromboni

    A LATAM ainda não realiza opção de Stopover de passagens compradas por milhas?