Exclusivo! Smiles explica mudanças do novo regulamento e como será a emissão de passagens sem tabela

Denis Carvalho 26 · agosto · 2015

O novo regulamento do Smiles anunciado no fim de semana gerou uma onda de incerteza e insatisfação entre os leitores que são clientes do programa. No centro da questão está o fim da tabela mínima para a emissão de passagens e cláusulas controversas, como a possibilidade de exclusão de clientes que não tenha milhas e o compartilhamento de informações com parceiros comerciais.

O Melhores Destinos solicitou ao Smiles uma entrevista para tentar esclarecer as mudanças e antecipar seus impactos. Coube ao diretor comercial Carlos Mauad a tarefa de responder aos muitos questionamentos levantados pelos leitores, muitos deles já dispostos a gastar suas milhas e migrar de programa. Confira a seguir o que o Smiles planeja com as mudanças e tire suas conclusões:

MD –  Qual o objetivo do Smiles com o novo regulamento? 

Carlos Mauad – O regulamento atual é de longa data, em um mercado dinâmico e que passou por muitas transformações nos últimos anos. Então, independente de mudanças táticas, o primeiro objetivo foi simplificar e modernizar, deixar ele mais claro. Com relação às mudanças táticas, no post tem um alarde que não é justificado. A grande preocupação, pelo que eu vi, é a extinção da tabela de preços mínimos com as companhias internacionais, mesmo porque a GOL ja tem uma precificação dinâmica. A gente tinha uma tabela que funcionavam bem com um portfólio restrito de companhias. Era preparado para esse tamanho de programa, quando tínhamos apenas uma opção de parceira para a América do Norte, uma para a Europa, era simples manter uma tabela. À medida que fomos colocando novas aéreas, a operação foi ganhando complexidade e fomos nos engessando com essa tabela.

MD –  Como vai funcionar esse novo sistema de precificação flexível das passagens?

Mauad – A grande pergunta é como vai ser a vida dali para frente, com o novo regulamento. Muito simples: teremos flexibilidade de precificar voo a voo e não companhia a companhia ou região a região. Vou ter um preço diferente de Natal a Lisboa e de Porto Alegre a Lisboa, por exemplo, porque os custos são completamente diferentes. Vou ter preços distintos de São Paulo a Miami e de São Paulo a Las Vegas. Vamos precificar de uma maneira mais inteligente, ser mais flexíveis e poderemos colocar as promoções que as companhias parceiras oferecem e replicar nos preços. Hoje se uma companhia oferece metade do preço em determinado voo não consigo fazer o mesmo. Com o fim da tabela, podemos ter preços completamente distintos. Sabemos que fica uma percepção ruim ao tirar o que serve de referência, mas no fundo o que estamos fazendo é trazer flexibilidade, uma maneira mais adequada de definir os valores e não apenas deixar isso apenas na média, por limitações sistêmicas. Tudo o que fazemos é focado no que é melhor para o cliente. Quando a gente trabalha de uma maneira fixar, acontece o que vemos hoje: o cliente reclamando porque não consegue viajar na alta temporada ou não encontra disponibilidade. Assim como fazem as companhias aéreas, poderemos alterar a disponibilidade, tanto na alta quanto na baixa e trabalharmos com flexibilidade.

MD –  O preço médio das passagens deve aumentar com o novo modelo?

Mauad – A tendência é que o preço médio não suba, mas que haja uma estabilidade ou até que caia, dependendo da concorrência e o apetite das companhias parceiras. O importante é que deixaremos de precificar na média. A partir do novo modelo, um cliente que quer voar de Natal a Lisboa vai pagar mais barato que outro que deseja voar de Porto Alegre a Istambul, pois o custo desse voo também é menor. De uma maneira geral, os voos hub a hub devem ficar com preços estáveis. São Paulo a Paris, Amsterdã, Lisboa ou Atlanta, por exemplo, como carregam muito de nossas emissões ja estão na média e a tendências é que não tenham grandes mudanças, mas o importante é que  teremos critérios diferentes precificação.   

MD –  Como os clientes poderão estimar a quantidade de milhas necessárias para uma viagem?

Mauad – A gente enxerga a maturidade dos clientes crescendo recorrentemente no campo das milhas. A tabela de preços tem como principal finalidade oferecer aos clientes entrantes uma referência, mas os clientes experts no tema sabem que o preço sempre vai estar disponível online para ver se quer mandar pontos para cá ou não. Isso ja acontece exatamente da mesma forma nos voos domésticos. Se eu te perguntar quanto você vai em voo do Rio a Salvador daqui a 40 dias, com certeza você não saberia responder se vai ser 6 mil ou 18 mil milhas. Tem que consultar. Por isso temos a questão da reserva, para trazer tranquilidade ao cliente. Se ele encontra um voo interessante, pode reservar e ganhar tempo até poder emitir. Temos até planos para estender isso. Não posso dizer que vamos conseguir no curto prazo, porque não é simples, mas estamos trabalhando para isso.

MD – O novo regulamento trará alguma vantagem para os clientes?

Mauad – A precificação mais flexível, mais próxima aos preços das passagens, permitirá que ofereçamos as promoções que as companhias fizerem, pois teremos preços por voos e não por companhia ou região. Vamos supor, por exemplo, que a Copa tenha interesse em fazer uma oferta mais agressiva nos voos para Miami que saem na quarta-feira de manhã. Com o novo sistema poderemos baixar o preço naquele voo e cobrar 20 mil milhas em vez de 35 mil. Ajudamos a Copa, que quer vender esse voo, e nossos clientes que desejam voar mais barato. Com isso poderemos atender melhor aos nossos parceiros e a nossos clientes.

MD – Por que foi excluído o Anexo I do regulamento, que tratava das regras de acúmulo de milhas com a GOL e os bônus por categoria?

Mauad – Simplesmente porque o regulamento estava desequilibrado. Ele só falava da Gol e não das demais. Ou incluíamos as regras de todas as companhias ou tirávamos as da GOL e mantínhamos tudo dentro do nosso site. Isso não reflete nenhuma intenção de mudar a regra com relação à GOL, até pelo momento que o mercado vive. Simplesmente, ou colocava tudo ou tirava tudo, não fazia sentido manter apenas uma companhia. Aliás, se tivéssemos incluído todas, já teríamos que alterar hoje, com a emissão dos voos da Korean. Toda vez que alguma companhia entrasse no Smiles ou mudasse alguma coisa teríamos que mudar o regulamento e com um prazo de 90 dias de antecedência.

MD – Por que o Smiles decidiu proibir as alterações nos bilhetes emitidos com milhas? 

Mauad – Em primeiro lugar para unificar a experiência do cliente, já que é assim nos bilhetes da GOL. No site anterior a experiência é completamente diferente quando se emite um voo domestico e outro internacional. Queremos unificar essa experiência, inclusive no que se refere ao cancelamento bilhetes, já que na GOL a mudança voluntaria não existe, apenas cancelamento. Outro motivo é que essa cláusula vinha sendo usada de maneira indevida por alguns clientes, para manter a validade das milhas.

MD – O Smiles pretende implantar alguma taxa de emissão de passagens?

Mauad – Não temos nenhum plano nesse sentido.

MD – A taxa de cancelamento de bilhetes Smiles será alterada em 2015?

Mauad –  Esta taxa é intimamente ligada à companhia aérea, a decisão não fica com o Smiles. Se a aéra muda a taxa, mudamos o bilhete. Depende da tarifa, da classe tarifaria. Não temos nenhum objetivo de alterar, mas nós apenas acompanhamos a aérea e mudamos automaticamente, como foi caso da última mudança. 

MD – Os usuários que não tiverem saldo e movimentação em 12 meses serão mesmo excluídos do programa, como prevê o item 5.5 do novo regulamento? 

Mauad – Esta é somente uma garantia nossa. Por exemplo, caso a Oracle, que é responsável por nosso sistema, algum dia resolva cobrar pelo número de contas, conseguimos ficar somente com associados que tenham contas ativas. É mais uma questão jurídica que realmente de negócio, que influencia a relação com o cliente de alguma forma. Não é uma cláusula digerida com facilidade, mas não deve ter nenhum efeito. 

MD – O que o Smiles pretende com o item 6.1 que autoriza a passar suas informações sigilosas para parceiros comerciais? 

Mauad – Nosso business se assemelha muito ao de dados, como as empresas de cadastro e  cartões de crédito e muitas vezes temos de compartilhar informações para operações de cobranding ou parceiras. Esta foi uma forma de deixar isso claro para nossos cliente. Majoritáriamente, esse compartilhamento é feito com parceiros comerciais, através dos quais é feito algum tipo de venda direta ao consumidor.

MD – Muitos leitores do MD reclamam que o Smiles se tornou um programa de comércio de milhas e não mais de fidelidade ou de vantagens para os clientes. Qual a posição de vocês sobre isso?

Mauad – A gente intensificou muito a questão da venda de milhas por um motivo muito simples: os pontos de cartão de credito têm sido reduzidos devido à alta do dólar e à crise. São dois efeitos perversos: primeiro o dólar, depois a crise, que reduz os gastos pelo receio de onde vai parar. Hoje, o cliente esta desassistido do principal meio de acumular pontos, que é o cartão e os bancos têm restringido, com alterações e limites mínimos. Isso dificulta acumular milhas. Facilitamos a compra de milhas para mostar ao cliente que aqui ele vai continuar tendo ferramentas para que consiga viajar. Obviamente se num futuro distante o dólar voltar a R$ 1,50, essas ferramentas deixam de ter importância, mas com a falta de pontos no ecossistema, hoje entendemos que as promoções não deixam o cliente desanimar com os poucos pontos do cartão. Aliás, isso também vem sendo gerado pelas companhias aéreas, com as passagens promocionais que  não acumulam milhas ou acumulam menos.

MD – O Smiles foi eleito no ano passado o melhor programa de milhas do Brasil pelos leitores do MD. Com essas mudanças vocês acreditam que conseguirão manter o posto neste ano?

Mauad – Não tenho dúvida! Estamos confiantes e vai ser bom que a pesquisa ocorra após o novo regulamento estar vigente, para  tirar um pouco dessa ansiedade dos clientes, de que vão perder o poder de compra ou percepção de que o programa vai deteriorar no futuro 

MD – Com o novo regulamento, vai continuar valendo a pena investir suas milhas no Smiles?

Mauad – Definitivamente!

E então, o que achou dos esclarecimentos do Smiles? As mudanças ficaram mais claras ou ainda restam dúvidas? Deixe sua opinião nos comentários e participe!

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Thiago

    Parece um petista falando.. fala fala e não diz nada.

    • Fernando

      Sério que você precisa misturar política aqui?

      • Thiago

        Se você for ingênuo de achar que isso não tem nada a ver o fato da crise econômica estar só prejudicando os usuários de programa de fidelidade, ok. Você está certo.

        • Fernando

          Olha Thiago, com certeza que tem a ver com a crise econômica, com o dólar alto, com toda a situação por que passa o mundo, a crise não é só no Brasil, diga-se. Mas quando você começa falando da forma como você falou, você desqualifica o debate, entende? O debate deixa de ser sobre o tema em questão para virar uma disputa sobre política. Eu concordo com você que há muito da crise nisso aí. Por outro lado, li agora que o dólar australiano, o dólar canadense, a moeda da malásia estão todas no menor valor em 20 anos. Tanto é que a Apple pela primeira vez desde o lançamento aumentou os valores dos iPhones no Canadá. Então, a crise é grave, mas não é só brasileira e se ficarmos pensando assim será mais difícil achar a porta de saída dela. Abraços.

        • Hugo Leonardo

          O triste não é misturar a política, é atribuir os problemas a um partido, sendo que toda a nossa estrutura política, a base de qualquer partido, as regras, qualquer brasileiro em função pública está sujeito e ligado à nossa enorme ineficiência e roubalheira. O problema não é culpa de um grupo pequeno, se nosso congresso funcionasse, teríamos a reforma fiscal, política, do inss e várias outras que faria nosso país ser mais eficiente, exigindo menos impostos e fazendo a economia rodar, beneficiando todos. Claro que as decisões de quem está no poder influencia mais dos que não estão, mas se existisse a “paixão brasileira” nos demais, estariam todos trabalhando pelo bem da nação, e não para que quem está lá em cima caia levando o país para o buraco só para chegar lá na frente e esbravejar que era uma opção ruim.

          Eu li uma frase que explica tudo: brasileiro é um povo que torce para o piloto derrubar o avião só para mostrar que o piloto está errado.

          • Thiago

            Cara, vocês levaram a discussão para um patamar totalmente desnecessário. Voltemos ao tópico então. Vou reformular meu comentário: “Este cara falou falou e não disse nada”

          • Fernando Stern

            thiago, você achou que estava num fórum desses de portal de notícias onde a onda é linchar. Deu ruim

          • MATEUS

            Essa resposta é de quem acha que é só mudar o partido!!! Já mudamos inúmeras vezes de partido, porém nunca mudamos de personagens!!!!!!
            O problema do Brasil é o BRASILEIRO!!!!!!!!!

      • Kellt

        Pois é Fernando as pessoas misturam assuntos e esquecem que corrupção existe há anos, não é culpa de um ou outro partido.
        Blog de viagens super gostoso de ler e o povo no mimimi como se a crise fosse apenas no Brasil. Povinho desinformado leiam sobre o mercado da China.

    • PLINIO LUIS RIBEIRO

      É a aplicação prática do dilmês…

    • Osvaldo Silva

      Assino em baixo
      Falou tudo

    • MATEUS

      Brincadeira esse comentário!!! Típico de pessoas que acha que o problema do Brasil é um partido ou pessoa… O problema do Brasil é o BRASILEIRO!!!!!!!!

  • Fernando

    Papo mais que furado. Em resumo, eles vão pegar o preço da passagem e converter para um valor em milhas, da mesma forma que o DOTZ faz. Assim passagens para lugares mais distantes, cujo preço é mais caro, ficarão com preços astronômicos em milhas. E algumas passagens, quando houver promoção, poderão ter preços razoáveis. Só para título de exemplificação, eu calculei que o DOTZ vale 120 reais a cada 10.000 mais ou menos. Se a passagem custa 1000,00, vão te pedir uns 70.000 DOTZ. Assim caminha o Smiles, que vai deixar de ser um programa de fidelização para um programa de venda direta de passagens, convertida em pontos, com valor flutuante. O negócio é ruim demais, mas pode ser pior, porque as outras companhias (TAM e AZUL) podem achar interessante essa DOTZiação dos seus programas de milhagem e aí, estamos mal.

    • Evandro Gardenali

      não creio que as outras vão seguir, pois seria um tiro no pé: O Bradesco e o itaú já possuem esse sistema de venda direta (não posso afirmar, mas creio que o santander também tenha). Não vejo vantagem nenhuma de transferir os pontos se eles virarem mais um do mesmo…

    • Hugo Leonardo

      Em tese, já existe essa cotação milha/real. A gente que não é informado sobre o valor, mas eles “vendem” as milhas por um preço aos bancos e demais parceiros, só vão igualar essa cotação agora nas passagens. Ou seja, se o valor em dinheiro de uma passagem cair, cai junto o valor das milhas, não faz o menor sentido se esforçar em ter milhas além do acúmulo natural dos seus gastos. Não vale a pena comprar milha, trocar milha, usar ou pagar algo mais caro para ter milha, só vai valer a pena usar os serviços que você normalmente usaria para acumulá-las, pois em vez de ter seus planos preso ao Smiles, você pode usar seu dinheiro em qualquer empresa do mundo que lhe conveniente.

      • Fernando

        Exato, é basicamente um programa de cash-back agora.

        • Fabrício Roque

          O que não deixa de seu um programa de fidelização.
          Como bem disse o Hugo, certamente compra/troca de milhas não será mais vantagem, resta saber se o próprio acúmulo de milhas por cartão de crédito será vantajoso (em vista às limitações dos bancos, alta de dólar, etc) e mesmo a compra de passagens não-promocionais.

          • Fernando

            Oi Fabrício, acho que será mais ou menos assim: 2 a 3% do gasto no seu cartão de crédito irá retornar para você comprar passagens pelo preço normal que as parceiras vendem. Exemplo: gastos no cartão, R$ 2000 x 2% = 40 reais. Então você precisará de 50 meses para emitir uma passagem de 2000 reais na Alitália, por exemplo. Dependendo do nível no Smiles você pode ganhar mais do que 2 ou 3%, mas pelo anunciado basicamente vai ser algo parecido com isso.

          • Fabrício Roque

            Olá Fernando
            Com as anuidades a R$ 400, (R$ 33,33 / mês), não vejo exatamente como uma vantagem…

            Claro, uma parcela de clientes ainda poderá se beneficiar, mas as pessoas que têm platinums deverão realmente avaliar o nível de gastos com cartões e analisar se compensa mantê-los sem isenção/descontos.

            Você consegue imaginar como será o cenário para passagens não-promocionais, onde a gente pontua? Considerando que você está viajando em aéreas parceiras, pode-se imaginar que a taxa de cash-back seja um pouco maior, não? Quem sabe 5% ou talvez 10%?

          • Fernando

            Acho que passagens vai continuar pontuando como hoje, cada ponto por real (que é mais ou menos o equivalente a um cash-back de 2 a 3%).

          • Mariah Rafaela Silva

            Fernando, acho que vc está certo sim. Recentemente fiz 4 trechos entre Brasil e Europa pela KLM/AirFrance que totalizaram, os 4 incríveis/lamentáveis 7.846 pontos, pois fui ingênua de preferir pontuar na Smiles. Com esses 7.846 pontos não consegue emitir nenhum trecho nacional, para se ter uma ideia! Lamentável!

          • what_the_hell??

            Com um cartão Smiles Platinum pontuando 2 pontos por dolar, vc teria de gastar 17.500 reais para poder fazer 10.000 milhas.
            Só que o valor da milha está muito baixo: vi passagem q custava 50.000 milhas ou R$ 900, ou seja, cada 10mil milhas tá valendo, na Smiles, R$ 180, em média
            Ou seja, se a cada R$ 17.500 de gasto no cartão eu tenho R$180 de cashback, o retorno é de praticamente 1%! Uma lástima!

          • Fernando

            Sim, mas esse é um caso bem fora da curva. Uma passagem de 900 reais, geralmente, custa menos do que 50 mil milhas. Mas seu raciocínio está correto.

          • what_the_hell??

            Infelizmente, no caso da Smiles, a curva vem, paulatinamente, mudando pra pior! Cada vez q procuro uma passagem no site sempre tenho encontrado preços em milhas absurdos (até em baixa estação). Assim, acabo comprando nos concorrentes, e as milhas no Smiles só mofando! Daqui a pouco vou ter q comprar de qq jeito só pra não “perder” as milhas q tenho lá!
            Em outras palavras, o “valor” da milha Smiles está valendo, comparativamente, bem abaixo das milhas dos concorrentes!

    • Guilherme S

      Concordo, e se a intenção do Smiles em flexibilizar é aproximar-se do sistema Dotz, duvido que alguém emitirá passagem! Simplesmente porque o Dotz cobra de cinco a dez vez mais que qualquer outro programa! – Alias ele cobra mais que as próprias cias aéreas!

      Em outra entrevista o Smiles deixou claro que os clientes “alvo” do programa é o pessoal de voa em executiva… mas cobrando 1 milhão de milhas para ir a Paris, é melhor comprar direto na Air France! Quem é o desavisado que vai pagar 600.000 milhas + R$ 9.100,00 na melhor cotação?

    • Adorei esse termo, DOTZiação.

    • what_the_hell??

      Os preços já estão astronômicos!
      100k numa viagem nacional é MAIS que astronômico!!! É intergalático!

  • Maikon

    Com relação a contas inativas o mesmo acontece com uma conta bancaria 90 dias sem movimento o banco cancela a conta.

  • rodrigo

    Essa foi para fechar o caixão???

    • Fernando

      kkkkkk….por aí mesmo!

  • Hugo Leonardo

    Não me convenceu, ele falou bonito, mas não falou nada. Ainda sou da tese, fizeram a mudança sem alarde, fizeram por obrigação, não existe empresa nessa mundo que faça alguma mudança boa para o consumidor que não utilize do marketing para enfatizar tais pontos. Ele se sentiu pressionado em “explicar” porque um grande número de pessoas cancelou o Clube Smiles.

    Se realmente fosse bom daqui 3 meses, por que não soltou então essas coisas boas que virão? Estratégia de mercado? Se deixar as pessoas apreensivas e com medo vale menos do que os concorrentes terem uma noção das coisas boas por vir, então, está fazendo certinho, mas eu já abandonei esse navio, digo, avião.

  • thebestof80

    Pede pra sair Smiles!!!!

  • Pedro Mello

    A grande vantagem das milhas é voar barato em épocas e destinos caros! Para fazer a equivalência ao preço e ainda por cima pagar por milhas, como é a proposta atual, pq não comprar diretamente a passagem?
    Além do que passagem comprada garante milha

  • Celso

    Há nítida mudança. O programa penalizará o cliente nos voos mais longos sempre e ocasionalmente nos voos mais curtos pontualmente pode oferecer uma discreta reduçao de premio. O que é mais grave é a unilateralidade de arbitrar valor previamente desconhecido aos premios a serem cobrados que nos periodos de alta temporada serão obviamente muito onerosos. Um cliente com inteligencia mediana abandona imediatamente o SMILES.

  • Fabio

    “”Vou ter um preço diferente de Natal a Lisboa e de Porto Alegre a Lisboa, por exemplo, porque os custos são completamente diferentes.”

    United e AA , companhias bem mais serias,cobram a mesma quantidade de milhas seja para Miami ou para o Alaska. Ele acha que engana quem com essa conversa mole?
    Sinceramente nao sei a razao pela qual ainda exuste tanto aue com relacao ao Smiles. Esse lixo de programa ja deveria ter sido abandonado por todos e deixando os espertalhoes chupando o dedo. O meu eles nunca vao levar!

  • Thalitta Sousa

    Só me fez ter mais vontade de queimar o resto das milhas e hasta lá vista baby

  • patadec

    Adeus resgates de executiva..

  • Pedro Mello

    Na verdade quando eu procuro um programa de milhagens a primeira coisa é ver tabela de emissão e tabela de aquisição!

    Você vai ver la no Smiles

    Emissão: Varia de 1 até infinito
    Acumulo: Das milhas efetivamente voadas até 0

    Eu não daria esse pulo no escuro!
    Acho que não vão conseguir muitos clientes novos. A tendência é só perder cliente.

    • euler

      Daqui da um tempo, veremos a Gol valendo mais que a Smiles. A percepcao de mercado e confianca do consumidor em relacao ao smiles esta indo ladeira abaixo, sera que veremos reflexo nos numeros repassados aos acionistas?

  • Renato

    Galera do MD vocês perderam a oportunidade de questionar oque realmente esta acontecendo com a não emissão com a Aerolineas, sinceramente essa de que o sistemas das duas companhias está com problema não cola de forma alguma, até porque toda vez que eu entro em contato com a central do SMILES a resposta é totalmente diferente da ultima.

    • Thiago Castro

      O MD já perguntou e eles já responderam. Se os caras estão mentindo então não adianta ficar perguntando ne?!

      • Renato

        Novamente perderam uma otima oportunidade. Pior ainda se estão mentindo fizeram o MD soltar uma informação enganosa e irresponsável, não por parte da equipe do MD que tenho admiração e respeito. Mais sugiro que esse caso sirva de exemplo para futuras oportunidades não serem postadas de tal maneira.

  • Pedro Mello

    podiam fazer mudanças boas!

    Fazer que nem a AirFrance que as milhas não vencem nunca desde que você faça um voo AirFrance ou parceira Skyteam ou faça um gasto AF no cartão de crédito deles a cada 18 meses.
    Ai sim ia ser bom!

    • euler

      Planejamento a longo prazo e fidelizacao de clientes, sao dificeis de serem compreendidos pelo empresario brasileiro. Aqui até o padeiro faria um programa de fidelidade melhor do que o burocratico e cada vez mais desprestigiado smiles.

  • Thiago

    Vale pra você também a resposta dada ao Hugo. Este cara da GOL falou falou e não disse nada.

    • catvampiro

      Concordo plenamente… O Smiles quer é que o cliente compre, compre e compre milhas… Mas na hora de usar você se ferra fácil… Essa conversa de que vendem milhas porque os cartões estão dificultando é conversa fiada. Eu sinceramente nunca comprei e nem comprarei milhas a não ser num caso hiper extremo.

      • what_the_hell??

        Só a título de exemplo: fui ver uma passagem Nacional pra dezembro no Smiles e nas datas que posso viajar o preço mais barato, em milhas, está 50k tanto na ida quanto na volta! 100k por pessoa ida-volta!
        Antigamente isso era preço de passagem internacional na executiva!!!

        • Edson Magalhães

          Falou tudo..só da pra pegar MICO fora de temporada…..ir pro Gramado em março, pro nordeste em Maio, etc….

  • Juliano Almeida

    Ficará muito ruim, não tem como eu continuar utilizando o cartão de crédito Smiles se não consigo saber quantas milhas eu precisarei para emitir um determinado destino…

  • Guilherme S

    E já que sofrerá flexibilização (inflação disfarçada) a disponibilidade de assento ainda dependerá do repasse pelas cias aéreas?
    Agora pensa em encontrar disponibilidade de voo (E) preço justo! Smiles com cias parceiras será enterrado em novembro!

  • Danilo Fernandes

    Resumo da ópera: Com a flexibilização teremos abundância de passagens caras e escassez de passagens caras. É um aumento disfarçado. A Smiles acha que engana quem com isso??

  • Antonio

    Desculpe, mas até se o Smiles dissesse que daria passagens de volta ao mundo de graça pra todos os clientes eu deixaria de lado porque ia desconfiar que tem algo por trás.

    Infelizmente, o programa está sem credibilidade.
    Pra recuperar a confiança vai ser difícil.

  • Rodrigo Aguiar

    Caramba, espero que melhore e traga promocoes mesmo!!!! O entrevistado nao cobrou milhas pra dar entrevista? kkkkk

  • Tiago Cortez

    O que ele não lembrou é que antes para qualquer voo que voce fazia valia no minimo 1000 milhas no smiles, independente do preço pago, independente da categoria do voo.

    Sao paulo Rio ida e volta 2000 milhas…Hoje? Se for promocional 0 milhas …

    • Tarcísio Medeiros

      olha, antes só se for MUITO ANTES MESMO, porque antes de ser contabilizado por reais, a tarifa promocional pontuava 30% de milhas, ou seja, um voo Rio – SP dava 600 milhas ida e volta, 2000 seria por tarifa normal, apesar de algumas vezes a tarifa normal ter preço de tarifa promocional. Agora vale ressaltar tb que vôo com conexão contava como voos separados, uma vez vi Rio – CWB por R$ 45 e tinha conexão. Então num voo desse ganhava-se 4.000, o que naquela época dava pra fazer muita coisa numa promoção…

  • Tiago

    “Tudo o que fazemos é focado no que é melhor para o cliente” – Esse aí quando sair do Smiles pode virar comediante!

  • Fernando

    Sim, e é por isso que usamos o programa de FIDELIDADE deles, justamente porque conseguimos emitir passagem com o mesmo número de milhas, mesmo que se tenha custos diferentes. É isso que se chama FIDELIZAÇÃO!

    • Lorents

      Óbvio! Pois se fosse diferente, eu compraria a passagem mesmo, de acordo com o custo da operação. É brincar com a nossa inteligência, não?

  • Alê Feijó

    Fugiu dos questionamentos o tempo todo e nada elucidou sobre as dúvidas. . . O que ficou claro é que o smiles vai ser elitista, hub a hub, desrestigiando seus demais clientes!!! Vamos para a Azul!!!

    • Henry

      Não é o caso de sair de um programa que desrespeita o consumidor para outro que não o respeita.. TudoAzul e Smiles são farinha do mesmo saco: não tem regras claras sobre quantidade de pontos para emissão.. então não presta também…

  • Lorents

    Todas as baboseiras que foram ditas nessa entrevista não sobrevivem ao mais superficial controle de análise que a minha filha de 7 anos consegue fazer se olhar de forma crítica o que foi falado! Em síntese é a única coisa que restou claro de todo o regulamento: SMILES – TOTAL DISCRICIONARIEDADE PARA FAZER O QUE QUISER. CLIENTE – TOTAL OBSCURIDADE PARA TER QUALQUER PREVISIBILIDADE.

  • Almir Jr.

    Foi por causa desta conversa mole que cancelei minha assinatura, e não sinto a menor saudade.

  • Paulo Victor M da Fonseca

    Denis e demais companheiros apaixonados por viagem, só gostaria de deixar claro que, cada vez mais, me impressiono com a equipe dos melhores destinos. Parabéns, penso em fazer um blog sobre viagem, mas para que mais um se posso indicar os melhores destinos?

  • sigma7777777

    Opa, para mim faz mais sentido assim mesmo, mas resta saber se há pegadinhas. Claro que de Natal para Lisboa faz sentido que seja bem mais barato que saindo de outras cidades, basta ver a localização geográfica e voos já existentes. Espero que a Copa oferta voo direto saindo de Recife por essas 20 mil milhas, pois em 2012 precisei primeiro ir para São Paulo e só depois ir para Miami. Miami e Lisboa: bons destinos e baratos! De lá se parte para qualquer outro rumo depois, seja de carro ou voos domésticos 😉

  • Eu nunca entendi como 2 voos de lugares diferentes possam custar as mesmas milhas.
    Da mesma forma das promoções daqui do MD, com passagens de todos os lugares para os EUA pelo mesmo preço. Alguém está pagando pelo outro.

  • MTorres

    Acabou a farra de Business pra Asia a 100k =(

    • Leonardo PA

      Dá pra ir por menos que isso usando os programas da Lufthansa ou da Singapore. Aqui no Brasil o American Express transfere pro programa da Singapore.

      • Renato

        Das empresas estrangeiras qual o melhor para acumular aqui no Brasil?

        • Leonardo PA

          Dentre todos os programas, o que eu acho mais interessante para nós é o da British. Você consegue transferir para eles se tiver cartão Santander (através da Iberia), AMEX ou HSBC.

          Mas isso depende muito do tipo de viagem que você pretende fazer:

          – EUA: AAdvantage ;
          – Inglaterra ou Espanha: British/Iberia;
          – Barcelona: Singapore;
          – Ásia: Singapore e Smiles
          – Voos internos na Europa: British/Iberia
          – Voos internos na Ásia: Smiles

          A TAP, apesar de eu não listar acima, tem uma tabela interessante. Acho que ela tem o melhor valor para executiva do Brasil x EUA.

          A British/Iberia é baseada em distância e não em regiões, e acaba tendo uns valores muito bons para voos diretos e não tão bons se precisar fazer conexões.

          O programa da Air France/KLM tem uma tabela mais ou menos, mas tem promoções de 25 e 50% de desconto com frequência.

          Isso tudo depende do seu objetivo. Se você não tem um fechado, recomendo British/Iberia e TAP. Caso contrário, foque naquelas que possam te trazer o melhor custo/benefício.

          • Fernando

            O negócio é esse, mas como acumular AA no Brasil? Só voando TAM, que eu saiba ou pelo cartão de crédito deles que não é lá essas coisas.

          • Leonardo PA

            Sim, a AA é a melhor opção mas não significa que as outras sejam ruins. Por exemplo: Rio-Miami pelo programa da British (voando AA mesmo), sai 25 mil milhas, enquanto que no AAdvantage sai 20 mil. Se você não se importar com uma conexão em Manaus, sai por 22,5 mil.

          • Fernando

            Leonardo, eu tenho cartão Santander, mas não há opção para transferir para British. E pela Iberia não é essa pontuação. Como você faz? Estou com muitos pontos no Santander, se houvesse como fazer emissão pela BA seria ótimo.

          • Leonardo PA

            Fernando, a Iberia e a British fazem parte do mesmo grupo e, até onde sei, são os únicos programas de milhagem que permitem transferência de pontos entre eles (1 pra 1, online, sem custo e quantas vezes quiser).

            Você precisa ter uma conta no IberiaPlus e outra no British Airways Executive Club (BAEC) com exatamente os mesmos dados e cada uma das contas precisa ter pelo menos 90 dias para poder transferir de uma pra outra. A opção para fazer essa transferência fica no site da British e é chamada “Combine my Avios”.

            Com tudo isso pronto, você transfere do Santander pra Iberia (demora uns dias), e depois da Iberia pra British (online).

            Resgates interessantes da British:
            – Brasil x EUA: 25 mil voando TAM ou AA (POA acho que é 30 mil, Manaus 12,5 mil)
            – Rio x Santiago: 10 mil voando TAM ou LAN
            – São Paulo x Buenos Aires: 7,5 mil voando TAM ou Qatar
            – Rio x São Paulo: 4,5 mil voando TAM

          • Leonardo PA

            Dei uma resposta detalhada mas ficou presa na moderação. Pra facilitar, dá uma pesquisada por “Combine my avios” que vai ter o passo a passo explicando como faz pra transferir da Iberia pra British

          • Fernando

            Excelente, Leonardo! Consegui! Mas tem uma mensagem lá dizendo assim: “It is not possible to book online flights or upgrades, departing from Brazil, using Avios or Gold vouchers. Please call your local contact centre to do this.” Você sabe o que é isso?

          • Leonardo PA

            Pela legislação brasileira é proibida a cobrança de taxas de combustível em voos cuja origem é o Brasil. Como o sistema da British pode acabar realizando essa cobrança, eles pedem que seja feita por telefone para evitar que você seja cobrado indevidamente.

          • Fernando

            Entendi. Vou dar uma pesquisada e, provalmente, vou enviar sim pontos para Iberia –> BEC. Valeu mesmo!

          • Leonardo PA

            .

  • Filipe Calado

    O que de útil ele disse? Não foi claro em absolutamente nada!!!

    • Erika Lobo

      Eles provavelmente não pensaram nisso. E os melhores destinos poderia ter questionado!!

  • Igor

    Se o objetivo fosse realmente flexibilizar uma tarifa pra quando por exemplo uma companhia faz uma promoção, então pq não fazem uma tarifa promocional quando houver uma promoção.
    Um exemplo do que to querendo falar é a Tam com Multiplus, tem lá a tabela deles, porém ás vezes fazem uma promoção pra Miami por exemplo e em vez de 35 k, cobram 22 k. Simples, não precisa mexer em tabela alguma. Se quiseram excluir a tabela é porque pretendem cobrar mais caro do que tinha lá.

  • Rafael Melo

    Quem é mais fanfarrão? Ele a Dilma ou nenhum dos dois?

  • thebestof80

    A empresa vende as milhas e faz todo tipo de promoção para atrair milhas oriundas de bancos/cartões de seus consumidores e depois diz que a regra mudou e que os pontos vão valer o quanto a empresa achar que eles valem. Em resumo: me sinto lesado e enganado. A empresa merecia uma multa e indenizar todos que entraram no clube smiles ou tranferiram seus pontos de cartão de crédito e/ou bancos. Estou pensando seriamente em entrar na justiça e solicitar a devolução dos pontos pra minha conta do banco. Já não transfiro pro Smiles há muito tempo, mas ainda tenho algumas milhas lá. Respeitem seus clientes SMILES!!!!!!!!!!!!!

    • Renato

      Palavras bonitas e texto extenso e vago para uma simples resposta,
      com isso percebo realmente que não será de forma alguma uma mudança
      positiva, eu mesmo desistir de comprar 20.000k com o desconto de 65% do
      motivo 335, certamente perderemos o valor de compra com as milhas
      vejamos o exemplo da emissão pela gol que absurdamente cobra 36.000k de
      Brasilia para Buenos aires hoje enquanto com a tabela pela Qatar ou pela
      extinta parceira Aerolineas o trecho era fixado em 10.000k, galera não
      paguem pra ver depois dos 365 motivos para sorrir teremos os 365 motivos
      para chorar isso sim.

      • CAIO

        realmente é possível, to com medo

  • Thiago

    Solicitação de cancelamento de assinatura realizada com sucesso.

    O cancelamento será realizado na data da próxima recorrência escolhida.
    Enquanto isso não ocorre continue aproveitamento os benefícios do Clube
    Smiles.

  • Aline Fernandes

    Smiles nao para de decepcionar…
    So vou esperar dar o 1º ano de anuidade gratis no meu Smiles Platinum e to pulando fora dessa cilada.
    Os caras cobrando 20k de milha pra trecho curto no Brasil… Ta doido

  • Breno Vieira

    De fato, vc n sabe qto vai gastar RIO SSA daqui a 40 dias: 6 mil ou 18 mil ?
    Mas você em 95% do tempo encontra por 18 mil.

    Acho que PODE ser bom pra quem mora nos hubs (sp, rj, bsb, algumas outras pela TAP) e definitivamente quem pesquisa e/ou tem datas flexíveis.

    Se saírem promoções realmente boas de vez em qdo pelo menos os leitores do MD e quem compra sempre nas promos, estes sim podem se dar bem.

    Quem pesquisa e compra na msm hora pra uma data e local já determinados (90% das pessoas), esses vão se ferrar muito com isso td.

    Ainda bem que me enquadro nos que TALVEZ aproveitem essa mudança positivamente.
    Só o MD para nos ajudar nessa nova etapa do Smiles! 😀

  • Breno Vieira

    De fato, vc n sabe qto vai gastar RIO SSA daqui a 40 dias: 6 mil ou 18 mil ?

    Mas você em 95% do tempo encontra por 18 mil.

  • kleber silva

    FALTOU PERGUNTAR SE A PARCERIA COM AEROLINEAS VAI VOLTAR SÓ DEPOIS DO NOVO REGULAMENTO,ONDE A PASSAGEM VAI SUBIR DE 10 PARA 50 MIL PONTOS.

    • Renato

      Pena que os comentarios estão sendo apagados sobre esse tipo de opnião/questionamento.

      • Não estamos apagando nenhum comentário Renato, mas todos os leitores que preferem postar como anônimos, como você, precisam passar pela moderação. Faça uma conta no Disqus ou confirme por meio de uma rede social

        • Henry

          Denis..

          Eu fiz o Disqus..e quase sempre que eu posto uma mensagem que tenha a palavra do programa de fidelidade cor de laranja aparece esta mensagem: “Espere, isso está em espera para ser aprovado pelo Melhores Destinos”

          • Cristiano

            É também tenho o Disqus e noto que as vezes quando você fala mal de algo vai pra moderação mesmo quando você não fala palavras inadequadas, deve ser o sistema de moderação, não sei.

          • Henry

            Os meus, quase sempre que uso a palavra Smiles, vai para a moderação,muito embora sejam todos publicados e nunca retiraram uma única letra do que escrevi…e olha que eu sou muito crítico em relação ao programa Smiles…. não sem razão, né ??

        • Renato

          Denis, mais eu sempre posto com o meu login e sai meu nome e tudo. Mesmo assim fica como anônimo?, se isso ocorre peço desculpa e uma orientação de como proceder tenho a conta do Disqus a mais de um ano e eu pensei que estivesse tudo ok.

  • Flavio Nichitchan

    O ultimo que sair do Smiles que apaga a luz…

  • Henry

    Alguém acredita em alguma coisa que a galera desse programa fala ??
    Mentiram e mentem tanto que ninguém mais acredita…

  • Felipe

    Vou continuar voando pela Gol comprando adiantado ou pegando promoção…faz tempo que não consigo voar usando milhas, ainda mais com o acúmulo ficando cada vez mais difícil…antigamente eu voava e conseguia acumular milhas em nome dos que me acompanhavam caso eu tivesse comprado a passagem…hoje só pontuo o meu bilhete, portanto é inútil, afinal a minha enteada que voa pouco e mal acumula milhas vai ficar com milhas paradas na conta e eu aqui sem poder acumular…que o último apague a luz mesmo!

    • catvampiro

      Milhas no Smiles hoje só serve pra vc trocar por um jogo de cama 100% poliester (que geralmente custa 29,90) na Magazine Luiza… Viajar hoje em dia com milhas é cada dia mais difícil!

  • Alan Jeferson Souza Januario

    Esperar, pra ver na prática…

  • Obrigado Paulo! Esse apoio é muito importante para nós! Abs!

  • Cersei depiladora de opiniões

    Fuja do SMILES. Bjus

  • ivan

    Não adianta, este programa acabou. Dizem que é preciso sorte para achar uma oportunidade de bilhete Smiles por uma pontuação razoável. Pois no próximo ano eu terei uma pausa de 6 meses no trabalho e tenho TOTAL flexibilidade para viajar, em qualquer data e para qualquer destino. Mas quem disse que eu achei alguma coisa para fazer com minhas milhas Smiles que não seja tipo “promoção” de 26k para uma capital do Nordeste em baixa temporada? Nada. Todas as datas e todos os destinos são exorbitantes. Realmente eu não entendo o que eles pensam que vão conseguir ao piorar ainda mais deste jeito. Parece que querem falir mesmo.

  • Maicon A Z

    Quero ver eles cumprirem isso:

    “Vou ter preços distintos de São Paulo a Miami e de São Paulo a Las Vegas. Vamos precificar de uma maneira mais inteligente, ser mais flexíveis e poderemos colocar as promoções que as companhias parceiras oferecem e replicar nos preços. Hoje se uma companhia oferece metade do preço em determinado voo não consigo fazer o mesmo. Com o fim da tabela, podemos ter preços completamente distintos. “

  • YURI FAMINI

    O maior desafio do Smiles é honrar o que fala. Podemos começar com as passagens a 10k o trecho para America do Sul, passagens com a Aerolineas Argentina e outras coisas mais.

    Eu particularmente não estou tão otimista com o Smiles como algumas pessoas que enxergam um fio de esperança, se antes com tabela pré-fixada de mínimo de milhas para emitir um trecho dificilmente encontrávamos passagens com o mínimo, agora então com essa meta aberta.

    Depois do discurso da Dilmãe “não vamos colocar uma meta, vamos deixar a meta aberta, quando alcançarmos a meta, dobramos a meta” parece que o Smiles encorporou direitinho as palavras.

    • AVS

      Prezados,
      Nunca considerei e tratei o Smiles como meu programa principal. Até o momento sempre foi a TAM até mesmo pq nas minhas férias costumo ir para a Europa e sendo cliente BB não tenho opções de jogar os meus pontos em empresas internacionais.
      O Clube Smiles me associei uma vez, naquela promoção em que nos três primeiros meses o valor da mensalidade era pífia. No dia seguinte ao terceiro mês solicitei o meu cancelamento. Ou seja, comprei 3000 milhas por um preço excelente. Estou agora cumprindo minha quarentena de um ano, se depois disso eles lançarem uma oferta de ocasião aproveito… Senão só vou manter uma pontuação baixa lá pq é difícil, mas as vezes, eles acabam sendo a melhor opção num trecho doméstico específico.
      Abraços.

  • Estou mais na onda do “só o futuro dirá”, mas sinto-me no dever de comentar uma coisa: muitos leitores têm dito que não conseguem emitir passagens com baixa quantidade de milhas etc. Ao contrário destes, eu tenho emitido somente bilhetes por menos de 10k o trecho dentro da América do Sul. Para outros destinos eu nem tento. Faz alguns anos que só uso minhas milhas em voos internos, pois é quando os valores em reais, na minha opinião, mais compensam (nas minhas contas, é mais vantajoso usar 24k smiles em 4 trechos BSB-POA do que tentar para mais longe, por exemplo).
    Outra coisa é que o valor em milhas tem relação com o valor da passagem comprada em dinheiro. Mas se você tem uma agenda mais flexível, consegue também encontrar bons valores smiles.
    Por exemplo, acabei de pesquisar BSB-STM-BSB 20 a 27/10. Pelo Smiles 8k a ida e 9k a volta. Pelo voegol, R$366 a ida e R$385 a volta. Neste caso, o “valor” das milhas é bem mais interessante que os mais de 700 reais das passagens (se quiserem, confiram quanto custaria em outra cia e em outro programa de milhagem). Lógico que em outros trechos nem dá para olhar para o smiles.
    Resumindo tudo isso, se tiver como pesquisar e se programar com antecedência, dá para usar bem as milhas.
    Boas viagens. E tomara que o futuro (nossa permanência no programa) mostre ao smiles que as mudanças foram adequadas para ambos os lados.

  • catvampiro

    Desde do primeiro que saquei a jogada do Clube Smiles… Eu até entrei no clube, paguei 3 parcelas e caí fora… Isso logo no começo, acho que fui um dos primeiros…

  • Pepeu

    Pelas respostas do diretor do Smiles, o programa está caminhando para um modelo parecido com o do Viaja Dotz. Oferecem passagens com poucas milhas/pontos basicamente quando o preço cobrado pela cia aérea por aquele mesmo trecho, dia e horário também está em promoção/barato. Mas por que eu usaria milhas se a passagem já estiver barata? O Dotz até oferece algumas promoções interessantes, mas basta uma mão para contar o número de vezes no ano que elas ocorrem. Smiles deve seguir o mesmo caminho.

  • Ernesto P

    “Queremos unificar essa experiência, inclusive no que se
    refere ao cancelamento bilhetes, já que na GOL a mudança voluntaria não
    existe, apenas cancelamento. *****Outro motivo é que essa cláusula vinha
    sendo usada de maneira indevida por alguns clientes, para manter a
    validade das milhas.*******”
    Usado de maneira indevida????? Como membro do Smiles me senti ofendido. Como alguém que faz as coisas dentro do regulamento pode fazer uso indevido???? Eles acabam com a possibilidade de alterar datas de bilhetes e ainda por cima culpam o cliente!!!??? Foi isso mesmo que entendi? Para mim essa foi a fala mais simbólica. Nas entrelinhas está escrito: Vamos flexibilizar tudo a favor da empresa. Os clientes terão que atirar no escuro, porque é impossível saber quantos pontos serão precisos para cada rota. Ou seja, Smiles não será mais um programa de milhas, será um programa como o Dotz que irá converter pontos em dinheiro. Só os programas como Dotz podem ficar cobrando o preço de cada voo individualmente convertendo em dinheiro os pontos. Resultado: SMILES acabou. Agora não passa de um Dotz, mas que nem um banco por trás tem.

  • CAIO

    Parabéns ao MD por conseguir a entrevista com esse senhor, mas pouco esclareceu. Após ler as respostas, a sensação é a de total tiro no escuro, pouco mudou em relação ao primeiro post, não há segurança ou garantia alguma. Hoje em dia, se vc precisar de um bilhete FLN-EZE voando Gol, o site pode te pedir fácil mais de 30 mil milhas. Porém, vc pode emitir um FLN-EZE stopover BUE-MDZ por 10 mil pontos, isso graças à tabela. Não será mais. Gostaria que tivessem sido feitas perguntas como: promoções recentes, como executiva da Alitalia por 65 mil pontos continuarão a existir?; como ficarão os resgates da Qatar até a Asia em executiva, que hoje custam 100 mil pontos? E as regras do stopover (que deve deixar de ser permitido…)? Eu estou a pensar se sigo a pagar os 150 reais do Clube Smiles, se aceito a oferta dessa nova compra de milhas com desconto…. Até pode ser que venha a valer a pena, mas trata-se de uma roleta russa.

  • Gustavo Machado Sousa

    Em suma: caso o SMILES fique mais caro, impraticável, ADEUS! Felizmente temos canais de comunicação como este (parabéns MD) que certamente fará comparativos e irá nos dizer, mais adiante, como ficou o SMILES em relação aos outros programas. Se estiver ruim, é só migrarmos para outro programa mais vantajoso e mais interessante! Simples assim. #seligasmiles

    • Cristiano

      Se ficar ruim? Pra mim já é ruim quando você só pode resgatar um trecho em promoção, porque os valores normais de um trecho nacional é entre 20 e 30 mil milhas… Só compro voo gol com dinheiro e quando tá mais barato. Esse Club Smiles também é a maior mentira, fazendo promoção pra receber mais milhas e dobram os valores de resgate…

  • Fabio

    Pergunte para AA ou United que elas te explicam. Tanto faz se voa para Miami ou para Anchorage no Alaska, ambas pedem o mesmo numero de milhas.

  • Renato

    Caio todas essas promoções “maravilhosas” que acompanhamos no ultimo ano quem aproveitou se deu bem, daqui pra frente vão tirar o retorno deles não tenha duvida. Eu particularmente não vou arriscar, é triste mais é a atual realidade de insegurança que vivemos com a instabilidade do smiles.

  • Celso S

    Resumindo:O Smiles não vai estabelecer uma meta….assim que atingir a meta vão dobrar a meta ! Simples assim……Ahhh, se não entendeu ,vai cultuar a mandioca !!

  • Victor Pascoal Souza

    A chamada do post devia ser: EXCLUSIVO! Smiles dá migué mostrando só o lado positivo achando que todo mundo é troxa!! Ah, se catar rapaz!!

  • Henry

    O diretor do programa de fidelidade cor laranja M.E.N.T.E descaradamente quando diz que as pessoas usavam o cancelamento de passagens emitidas com milhas como artifício para prorrogar a validade das milhas..
    Há S.É.C.U.L.O.S o Smiles, quando vc cancela uma passagem e paga a multa pelo cancelamento, só retornam com milhas que ainda estejam na validade… ou seja, se vc emitir uma passagem, para voar em fev/2016, e no ato da emissão, tinham 10.000 milhas que iam expirar no dia 26/08, se vc fizer o cancelamento hoje (dia 27/08), estas milhas não retornariam…
    E mais.. quando a milha volta para a conta Smiles, ela P.R.E.S.E.R.V.A a mesma validade que tinha no ato da emissão…
    M.E.N.T.I.R.O.S.O como tudo que o programa laranja posta…

    • what_the_hell??

      Eu tb pensava isso! Realmente não entendi essa parte da fala dele!!!

  • Cristiano

    Na prática só coisas ruins pro consumidor com desculpas que só explicam os benefícios para a empresa. Alterações proibidas para passagens emitidas com Smiles, não consegui ver nenhum beneficio. Pra mim o Smiles virou mesmo uma outra moeda pra compra de passagens, quase um bitcoin. Mas vamos ver na prática se a Gol vai continuar oferecendo trechos nacionais por 30 mil milhas.

    • João Fogliatto

      Esses tempos eu pesquisei passagens de POA pra NAT e vi trechos por 50.000. Não acreditei…

      • what_the_hell??

        Eu fui olhar JPA-POA em dezembro e na data q eu podia ir estava tudo por 50k!!! só mudando a data achava “promoções” por 35k o trecho!!! Tá soda!!!

  • Cristiano

    Clube Smiles é a maior furada, mesmo com essas promoções que te dão mais milhas, porque as milhas Smiles hoje em dia não valem nada. 30 mil milhas pra vários trechos Nacionais… O coitado que participa desse club tem que ficar o ano todo esperando por uma “promoção” do Smiles enquanto aparecem várias promoções com dinheiro e ele já comprometeu seu dinheiro comprando milhas que não valem nada.

  • Cristiano

    Não sei se tu leu e entendeu o texto, mas esses trechos de 10k para América do Sul não vão existir mais já que não vai ter mais tabela minima e a quantidade de pontos vai ser de acordo com o preço da passagem, ou seja, se tiver promoção de passagem tem de milhas então qual a vantagem de ter milhas?

    • Pois é, pode ser que não emitam mais passagens por menos de 10k, mas como é feito hoje? Eu acho que o smiles está ficando mais próximo do multiplus fidelidade tam. Existe uma tabela de 10k para voos domésticos, mas vez ou outra você encontra voos por menos. Bom, só esperar mesmo. Talvez a grande sacada do smiles seja possibilitar a compra antecipada de assentos de forma indireta (comprando pontos). Abs.

  • A. Marcos

    Realmente. É o discurso da Dilma, cheio de subterfúgios, labirintos e mentiras. A verdade é que as novas regras vieram apenas para GOL, para os clientes nada. Vou gastar minhas milhas e migrar para outro programa.

  • Ricardo Rezende

    Pensando em cancelar esse ClubSmiles em breve.

    • what_the_hell??

      Já fiz mês passado! Parece q tava adivinhando!

  • Ricardo São José

    Alguém poderia informar quais cias aéreas cobram taxa de emissão de bilhetes de milhagem? Qual o valor? O ano passado fui surpreendido por EUR 200 na TAP. Essa não me pega mais.

    • Henry

      Ricardo….acho, mas não tenho certeza, que a TAP não cobra mais a taxa de US$ 200.00.
      O Lifemiles cobra US$ 25.00 por pessoa/bilhete (pode ser só ida, ou ida e volta, o valor é o mesmo).
      A American Airlines cobra uma taxa (não lembro agora se é US$ 50 ou 75) apenas no caso de vc emitir a passagem com menos de 30 dias (talvez seja outra quantidade de dias)… mas de 30 dias em diante, eles não cobram nenhuma taxa..
      Que eu me lembre são estas empresas..
      Ah..o Executive Club tem uma taxa, mas apenas em voos que estejam indo para Londres e que não estejam saindo do Brasil..e a Iberia tem uma taxa de combustível… o valor não me lembro agora, mas não é pouco.

      • Ricardo São José

        Obrigado Henry, bastante esclarecedor. Realmente os benefícios estão cada vez mais difíceis.

    • Leonardo PA

      Essa taxa é de combustível e ilegal para bilhetes cuja origem seja o Brasil. Você pode tentar abrir uma solicitação para reaver esse dinheiro ou entrar na justiça.

      De qualquer forma, ouvi dizer que não estão mais sendo cobrados.

      • Ricardo São José

        Farei isso, obrigado pela dica.

  • what_the_hell??

    Já eu não posso reclamar do Dotz pq comprei aquela passagem pra Vegas por 60mil Dotz o casal (15mil pontos por pessoa por trecho). Nunca vi uma promoção tão boa tendo em vista a facilidade de se pontuar no Dotz.

  • Henry

    Assim como a milha do E.x.ecutive C.lub e do I.beria Plus se chamam Ávios, a milha deste programa cor de laranja deveria se chamar Real… não tá valendo mais “pôla” nenhuma…pode dar bônus de 50% agora, porque daqui a uns dias aumenta a tabela de resgate em 100%…

  • Jorge Pizarro Esteves da Costa

    Por quê tantos pontos de exclamação em algumas das respostas do entrevistado.

    As respostas foram enviadas por escrito pelo smiles ou foram uma escolha do MD?

    Artifícios desse jeito parecem mais uma jogada mercadológica que jornalismo imparcial.

    • João Fogliatto

      Eu só vi dois pontos de exclamação.

  • what_the_hell??

    Acho q vai ser mais ou menos por aí mesmo!!! Infelizmente…

  • Tmjcf

    Papo furado de vendedor! O objetivo é dificultar o acúmulo de milhas e vender bem mais caro as passagens-prêmio disponíveis.

  • Welma

    Eu até troquei pontos com parceiros móveis por não consegui trocar por passagens, smiles pra mim agora é a pior programa de fidelidade, já foi a melhor, depois da privatização, virou um lixo, estou arrependida de ter um cartão de crédito smiles

  • Daniela

    Acabei de ligar pra Smiles e perguntar como funciona alteração da data de um bilhete emitido. Me dissera que por R$100,00 consigo fazer essa alteração e acabo de ler na entrevista que o novo regulamente põe fim a esta prática. Como fica o bilhete que já emiti? emitidos no regulamento anterior ainda podem ser alterados?

  • Daniela, o novo regulamento entra em vigor apenas em novembro.

  • Diego Demarchi

    A crise brasileira e seus efeitos, pouco tem a ver com a tal crise internacional se compararmos as peculiaridades de cada uma, se o nosso governo tivesse se preocupado mais com o Brasil do que com a reeleição, certamente estaríamos sentindo bem menos os efeitos da dita crise. Portanto, no final, a culpa é sim de um partido, o que está no governo, e isso poderia ser qualquer um , mas no momento é o PT, qual o problema de se dar nomes aos bois???

    • Fernando

      Você acabou de responder : poderia ser qualquer partido que isso não ia mudar.

  • Patricia Ribeiro

    Cansei e já transferi novos pontos para o Multiplus e ainda ganhei 20%.

  • euler

    La vem o sabio falar de política. Sem conhecimento algum, deve ser paulista e a falta d’agua ta afetando o julgamento. Ou ainda como diz o Rodrigo Constatino da Veja discípulo do astrologo é ideal lamber privada em Miami, pois os estado unidense são puros…

  • eduardo

    essa smiles é um lixo cancelaram minha conta com mais de 200mil milhas que tinha acumulado, fiquei 1 mês ligando pra vários números e ninguém resolveu ate hj, só sabia que estava bloqueada e não sabia o pq, resultado não transfiro mais meus pontos pra eles e não viajo mais de gol, faço todas as minhas viagens em companhias mais competentes azul e tam.

  • Augusto Feyh

    Exatamente. Com passagens diferentes pelo mesmo preço, quem viaja mais curto paga por quem viaja mais longo.

  • Juliano Almeida

    Depois dessa eu cancelei meu club smiles… economia de 150 mensais… irei cancelar o cartão Smiles Platinum assim que vier a anuidade: Solicitação de cancelamento de assinatura realizada com sucesso.

    O cancelamento será realizado na data da próxima recorrência escolhida. Enquanto isso não ocorre continue aproveitamento os benefícios do Clube Smiles.

  • Otavio Melo

    Esse programa virou uma palhaçada, fui ver esses dias uma passagem bsb-bh Cofins, pagando no site da gol custava 180 reais ida e volta+ taxas, pelo smiles cada trecho 19 mil pontos, ida e volta 38 mil pontos. Surreal, parece até erro, sqn.