Singapore Airlines deixará de voar para o Brasil em outubro!

Leonardo Cassol 15 · junho · 2016

A Singapore Airlines anunciou hoje que deixará de voar para o Brasil a partir de 20 de outubro de 2016. A companhia aérea alegou o fraco desempenho sustentado pela rota, que hoje opera três voos semanais de Cingapura para São Paulo, via Barcelona, em aeronaves Boeing 777.

Em nota encaminhada à imprensa, a companhia disse que “tomou a difícil decisão de suspender os serviços em São Paulo” mas que seguiu sua “política de coincidir capacidade e a demanda do mercado”.

Os clientes com bilhetes confirmados emitidos antes de hoje para viagens a partir e para São Paulo, depois de 20 de outubro de 2016, serão elegíveis para reembolso, sem taxas administrativas ou penalidades. Isto também se aplica aos bilhetes emitidos com milhas do programa KrisFlyer. Serão feitos esforços para o contato com os clientes afetados para oferecer opções de viagens alternativas. Quem desejar pode ligar na central de atendimento ao cliente da Singapore no Brasil no telefone 0800 – 777 4227.

A Singapore Airlines afirmou que continuará a servir o Brasil, utilizando conexões com as companhias aéreas parceiras da Star Alliance, como a Lufthansa, Swiss, TAP, Air China e Turkish, por meio de vários outros pontos da Europa operados pela Singapore Airlines.

É uma pena. É uma das melhores companhias aéreas do mundo, com um serviço realmente diferenciado. Essa decisão diminuirá ainda mais as opções de voos que os brasileiros dispõe para ir à Europa e à Ásia, já que o aeroporto de Cingapura é um importante elo com o continente asiático.

Após perder o melhor voo para os Estados Unidos, que era o de São Paulo a Los Angeles com a Korean, os brasileiros ficarão sem sua melhor opção para a Europa, que eram os voos de São Paulo a Barcelona com a Singapore!

como-e-voar-singapore-airlines

Novo voo entre Cingapura e São Francisco 

 A Singapore Airlines lançará voos sem paradas entre Cingapura e São Francisco e adicionará um segundo serviço diário para Los Angeles em uma expansão de suas operações nos Estados Unidos. O voo direto Cingapura – São Francisco será operado diariamente, a partir de 23 de outubro de 2016, com aeronaves Airbus A350-900.

“Nossos passageiros nos solicitam mais serviços nos Estados Unidos e temos orgulho de oferecer. Com novos voos sem paradas para São Francisco e o aumento da frequência para Los Angeles, os passageiros terão dois voos diários para escolher nos dois destinos populares da Costa Oeste dos Estados Unidos”, disse o Vice-Presidente Sênior de Planejamento de Marketing, Lee Wen Fen.

Publicado por

Leonardo Cassol

Editor

  • gotardi

    Elo de ligação não.

  • Pedro Ventura

    Não fiquei nem um pouco surpreso. A Singapore tem um ótimo serviço, porém, seus preços não são nada amigáveis normalmente. O brasileiro ainda quer viajar (mesmo com crise), mas agora ao que parece preço sobrepõe conforto.

  • Hellix Blu

    Poderia deixar apenas um voo por mais um ano.

  • Paulo Oliveira

    Boa análise. Não dá para simplificar tudo e falar que é culpa da crise, principalmente com a grande concorrência que as companhias do Oriente Médio oferecem com atraentes tarifas para destinos na Ásia.

  • Mateus

    Victor, você está de parabéns!!! Mas, não é qualquer parabéns, é um parabéns que quer dizer lucidez e capacidade de interpretação que vão além do #ForaPT, #ForaDilma, #CorruPTos… e todas essas pessoas de pensamento limitado que justifica qualquer coisa pela crise, como se empresários não tivessem culpa na crise.
    Outro dia argumentei que o cancelamento da rota Salvador-Miami, da American Airlines, se deu muito por conta da qualidade dos serviços e do equipamento oferecidos!
    Choveu aqueles comentários idiotas sobre crise, que tem como objetivo sempre dizer que empresário é coitadinho e não tem culpa de nada!
    Não quero com isso dizer que o Governo Federal, principalmente, não tenha que ser isentado da situação política e econômica do país.
    Seus fatos e argumentos (se forem verdade, desculpe, mas não conheço essa malha) quebra qualquer desculpa esfarrapada de crise econômica!

  • Antonio Silva

    Mais uma…qual será a próxima ?

  • Eliezer Fonseca

    A Turkish…. acho que não, ainda… Ao contrário da Singapore, a Turkish sempre partiu de preços melhores, excluiu a escala em Dakar e aumentou para vôos diários, além da perna até Buenos Aires. Mais a mais, até mesmo para um stopover Istambul é bem mais interessante que Cingapura. Como próxima a abandonar o barco, apostaria mais na saída da Etihad… A Singapore, por tudo o que já disseram aqui, já vai tarde. E mais, na minha modesta opinião, experimentei o vôo deles GRU-BCN-SIN-DEN, e não achei nada de tão especial que justique tamanha disparidade nos preços.

    • jorge moraes

      Creio que a Etihad ficará. Ela tem subsídios do governo daquele país, assim como a Emirates, portanto as duas podem voar com aviões mais vazios e ainda assim sem cancelar rotas.

  • Complementando o seu comentário Victor, essa rota da Singapore tinha outros problemas:

    1)
    Baseava-se somente no direto pra Barcelona ou os destinos asiáticos (se
    seu destino não fosse SIA, teria que fazer outra parada).
    2) Acho
    que aqui no Brasil, só tinha code-share com a Avianca, certo? Ou seja,
    passageiros de muitas cidades, inclusive BH, não conseguiam pegar esse
    voo em um bilhete só.
    3) O voo da TAM, além de conseguir conectar com
    todos os destinos que ela atende aqui, ainda traz passageiros do
    Uruguai, Paraguai, Argentina, Peru, Colômbia e Chile.
    4) Com a TAM dá pra fazer conexão para outros destinos na Europa usando a Iberia ou Vueling.

  • Jonatas Elias

    Air China é estatal, e como os governos chinês e brasileiro (PT) são próximos, fico em dúvida quanto a real demanda de mercado ou se há alguma ingerência política. Não duvidaria que depois do impeachment ela deixe de voar. Ademais, por ser Star Alliance, é fácil alocar os pax em outras rotas, seja via Norteamerica (United, Air Canada), África (South African e Etiophian) ou Europa (Turkish e Lufthansa).
    Quanto a Air Canada, não duvidaria do fim do voo no Galeão.

  • André Felipe

    Bogotá tem voos para Barcelona, mas não diariamente, pelo que eu me recorde.

  • André Felipe

    Peguei voos da Air Canada com 95% de ocupação. Não haveria motivo para ela sair… A TAM não oferece nenhuma competição com a AA para o Canadá.

  • Carolina Mello

    Poxa, tenho vôo de 8 a 15 de outubro… espero que mantenham essa data!!!