Concurso elege as 7 Maravilhas Naturais da Argentina – confira as vencedoras!

Por Leila Aisen

Por meio de um concurso nacional encerrado ontem, com participação de pessoas de todo o país, foram eleitas as 7 Maravilhas Naturais da Argentina. Realizado pela New 7 Wonders, a votação teve 417 lugares inscritos na primeira fase da votação, realizada no ano passado.Em seguida, um painel de especialistas em diferentes áreas da ciência, turismo, fotografia, jornalismo e das artes escolheu os 28 finalistas para que todos pudessem votar e, assim, escolher os ícones 7 de calendário que identificam hoje para Argentina.

Os 28 finalistas eram: Parque Nacional Nahuel Huapi (Río Negro y Neuquén), Laguna del Diamante (Mendoza), Bañado La Estrella (Formosa), Cono de Arita (Salta), Esteros del Iberá (Corrientes), Dunas de Tatón (Catamarca), Río Mina Clavero (Córdoba), Bosques Petrificados (Santa Cruz), Parque Nacional Tierra del Fuego, Campo del Cielo (Chaco), Valle del Tafí (Tucumán), Parque Nacional Los Arrayanes (Neuquén), Serranías del Hornocal (Jujuy), Salinas Grandes (Jujuy), Salar de Pocitos (Salta), Parque Provincial Ischigualasto (San Juan), Campo de Piedra Pómez (Catamarca), Parque Luro (La Pampa), Glaciar Perito Moreno (Santa Cruz), Selva Misionera (Misiones), Volcán Lanín (Neuquén), Cerro Chaltén (Santa Cruz), Parque Nacional Talampaya (La Rioja), Península Valdés (Chubut), Cerro Aconcagua (Mendoza), Parque Nacional Los Alerces (Chubut), Saltos del Moconá (Misiones), e Delta del Paraná (Província de Buenos Aires).

New 7 Wonders foi também a responsável pela eleição das 7 Maravilhas Naturais do Mundo. Todos nós tivemos a chance de votar entre os 28 finalistas para escolher as 7 Maravilhas, então o resultado deste concurso é por voto popular. Claro que alguns lugares têm mais difusão do que outros ou são mais conhecidos.

Confira a lista dos vencedores e já anote para conhecer algumas nas próximas viagens!

As 7 Maravilhas Naturais da Argentina

1. Salinas Grandes – Jujuy

Localizado em Jujuy, é o terceiro maior salar da América do Sul, com uma extensão de mais de 12 mil hectares. A uma altitude de 4.000 metros, estima-se que o local tenha entre 5 e 10 milhões de anos. Um deserto de sal digno de ser conhecido! Leia mais sobre Salinas Grande em nosso post sobre o que fazer em Jujuy

2. Glaciar Perito Moreno – Santa Cruz

Esta massa de gelo é uma das joias naturais mais brilhantes do Cone Sul. O Perito Moreno mostra um fenômeno que fez dele uma das maravilhas do nosso país: o gelo avança sem cessar, dando
origem à ruptura e desprendimento de gigantescos blocos na frente de 5 km de largura. Isso lhe deu fama mundial e é a fonte do Canal de los Témpanos, por onde navegam blocos de gelo de proporções épicas. O ruído dessas rupturas foi comparado ao som do trovão. Uma maravilha da Argentina e do mundo e talvez a maior atração para quem visita El Calafate!

3. Parque Nacional Talampaya – La Rioja

Pouco conhecido pelos brasileiros, esse parque nacional fica a sudeste da província de La Rioja e foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. Impossível não se impressionar diante da formação gigantesca do cânion  do Talampaya, formado pela erosão e vento ao longo de 250 milhões de anos de história. Um lindo lugar no deserto com cores únicas!

4. Selva Misionera – Misiones

Vales, rios, frondosa vegetação subtropical e até serras que chegam a 800 metros de altura compõem essa floresta chuvosa e úmida, que ocupa mais de 35% do território misionero. É uma das eco-regiões mais biodiversas do planeta e também uma das áreas naturais mais ameaçadas do mundo devido ao contínuo desmatamento. Casa do yaguareté e do tatú-carreta, em seu espaço vivem mais de 400 espécies de aves que inundam a folhagem de árvores gigantes. Um verdadeiro paraíso natural!

5. Rio Mina Clavero – Córdoba

Em pleno território do Valle de Traslasierra, impera o rio Mina Clavero. Sua nascente no Pampa de Achala é o produto da confluência de córregos e riachos que o tornam fresco, cristalino e forte. É uma das áreas mais bonitas da província de Córdoba – leia mais no nosso post o que fazer em Córdoba.

6. Parque Nacional Nahuel Huapi – Neuquén / Río Negro

Bosques úmidos e frios, neves eternas em suas montanhas e uma grande variedade de lagos, riachos e rios formam uma paisagem excepcional, admirada em todo o mundo. Compartilhado pelas províncias patagônicas de Neuquén e Río Negro, o Nahuel Huapi é o parque nacional mais antigo do país, e um dos melhores passeios para quem vai a Bariloche.

7. Bañado La Estrella – Formosa

É a segunda maior área úmida da Argentina, ao norte da cidade de Las Lomitas. Aqueles que desejam visitar, tenha em mente que o local permanece inundado a maior parte do ano pelas chuvas e transbordamentos do rio Pilcomayo. Os 400 mil hectares do Bañado fazem dele o terceiro maior em termos de área de superfície no Cone Sul, depois do Pantanal (Brasil) e do Esteros del Iberá, também na Argentina.

Vale lembrar que as Cataratas do Iguaçú, que ficam na divisa entre Argentina e Brasil, não participaram do concurso por já terem sido declaradas uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo, por meio de concurso mundial também realizado pela New 7 Wonders.

E então, já conhece alguma das 7 maravilhas argentinas? Ficou interessado em conhecer mais alguma? Deixe sua opinião nos comentários e participe!