Sete Linhas Aéreas anuncia cancelamento de quase todas as rotas devido à crise

Denis Carvalho 2 · dezembro · 2015

A companhia regional Sete Linhas Aéreas anunciou ontem a suspensão de todos os seus voos e o cancelamento definitivo de suas principais rotas a partir de janeiro devido à crise econômica. Deixarão de ser operados todos os voos operados com aviões Embraer EMB120, incluindo as capitais Belém, Brasília, Goiânia, Palmas, São Luís e Teresina e as cidades de Imperatriz e Altamira.  As rotas operadas com aviões Cessna C208 serão mantidas, mas passarão por readequações, segundo a companhia.

As más notícias foram comunicadas pela companhia por meio de um comunicado assinado pelo presidente Luiz Roberto Vilella. No documento, ele justifica os cancelamentos pela atual conjuntura econômica do país.

encerramento-sete-linhas-aereas

Pelo mapa de rotas da companhia é possível verificar que quase todos os voos deixarão de ser operados a partir de janeiro:

sete_mapa_rotas

Curiosamente, a companhia vinha trabalhando o slogan “Pra qualquer crise uma viagem”, incentivando o turismo em meio aos tempos de instabilidade econômica. Infelizmente a campanha não foi suficiente para que a Sete conseguisse se manter.

Avaliacao-sete-linhas-aereas1

Veja a nota oficial no Facebook da Sete Linhas Aéreas

Agradecemos a dica do leitor Luiz Henrique

 

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Monique Galvão

    Triste!

  • Xplorer_man

    ahaah ! Eu pensei que eram 7 Empresas aéreas cancelando voos . Ainda bem que é so o nome.

    • Lorena

      Eu também!

    • Henry

      Eu tb pensei que sete empresas aéreas iriam fechar…e não que a Sete – Linhas Aéreas….
      De qq forma, muito triste…são pessoas que ficarão sem emprego e pessoas que deixarão de ser atendidas…
      Mercado é assim… muitas das vezes, as demandas não são planejadas…
      Por isso mesmo que sempre vi com bons olhos a maneira equilibrada que a Avianca Brasil procura crescer.. com o pé no chão…muito embora isto não a isente de pegar uma crise pela frente, como, aliás, todas estão…
      Setor aéreo, SEMPRE foi muito conturbado por quebras, fusões, falências, etc… etc…

  • EIion Tallet

    Não tá fácil pra ninguém!

  • Danilo Fernandes

    Nunca ouvi falar…

    • Bruno

      E daí?

      • Rafael

        E daí?

        • paluzoid

          E daí?

      • Danilo Fernandes

        E daí?

        • Rafael

          e dai oq?

    • Jurandir

      Devem ter várias outras empresas no Brasil que você nunca ouviu falar e nem por isso elas são irrelevantes.

    • Rodrigo eugenio

      E daí?

  • Mateus

    Em um dado momento, pesquisei uma viagem Belém – São Luiz… Enquanto Gol, Tam e Azul estavam com preços variando entre 150 até 200 reais, a Sete estava com impressionantes 540 reais uma perna… Ficava difícil concorrer com as outras companhias se esse preço fosse normal!!!
    Em todo caso, um prejuízo muito grande para as cidades com poucas opções de voos!

  • Handria Rebelo

    muito triste viu 🙁

  • Mike Manitti

    Sete o quê? O ano de 2015 bateu todos os recordes de vôos no Brasil. Há muitos fazendeiros montando companhias aéreas. É melhor que voltem a cuidar bem do seu gado.

  • E a nossa querida presidenta veio a público anunciar projeto de incentivo ao voos regionais.
    Mas uma promessa não cumprida.
    Lacra o 13 e confirma.

    • Danilo Fernandes

      Segundo a nota oficial a empresa atuava no setor de transporte executivo, aeromédico e hangaragem e não no transporte de passageiros comuns que era o foco do projeto de incentivo aos voos regionais. Agora a torrada cai com a manteiga pra baixo e a culpa é do governo.

      • Wólnei Franco

        A Sete atua com o transporte de passageiros tbm. Basta dar uma olhada no site da companhia.

      • William Jr

        Danilo, a empresa também operava no transporte de passageiros, inclusive eu utilizei algumas vezes os serviços entre BEL-IMP. Logo, sua argumentação não faz sentido.

      • Danilo, a Sete operava os voos regulares de passageiros. Inclusive o mapa das rotas está no post. A nota diz que os serviços que você citou não serão afetados

      • Eliot Ness

        Isso ai, o cidadão sequer consegue interpretar o texto de uma nota oficial. Só mesmo alfabeto funcional para tentar defender a atual governanta e a máfia que se instalou em Brasília!

      • Renan Gleyson

        Hoje em Altamira (ATM), tem-se um fluxo altíssimo de passageiros devido a maior obra em andamento no Brasil, Usina Hidrelétrica de Belo Monte, com certeza muitos trabalhadores serão afetados pela ausência desta companhia!

      • Viviane Riffel

        Já fiz voos com a Sete, ela transportava passageiros sim!!!

    • Henry

      Nós não temos um presidente da república há 13 anos….o que temos nestes últimos anos são pessoas (2) que transformaram o posto num entreposto comercial e onde as maiores sacanagens foram arquitetadas e postas em prática, com o objetivo espúrio de saquear recursos públicos..
      A partir do momento em que temos esta visão, não nos surpreendemos com mais nada, assim como não esperamos nada de bom dos ocupantes da Chair Number One…

      • Fernando

        Quando as coisas dão certo, o empresário é bem-sucedido, inteligente, esperto, é o tal. Quando as coisas dão errado é culpa do governo.

      • Dionísio Alencar

        Militonto fanático, seja de qualquer partido ou ala só passa vexame. Vergonha alheia!

    • Ítalo Alencar

      Voltei no 13 e não vejo nada demais. Na próxima eu voto novamente.

      • Azazel

        Pelo visto só vai perceber que fez cagada quando começar a passar fome ou quando for demitido.

        Pior recessão desde 1930 e ainda tem gente que defende..

        • Danielle Castanheira

          Ele voLtou, não votou rsrsrsrs.

      • O pior cego é aquele que não quer vê…

        • Ítalo Alencar

          Votei e voltei a confirmar no 13 e não me arrependo. E nem perco o meu tempo julgando quem votou contra igual a vocês. Kkkklk

      • Jacqueline

        Também votei e voto de novo. Melhores governos estaduais que tivemos foram do 13. Municipal também. Federal deu um impulso inimagínável para minha cidade, para nossa universidade e instituto de educação. Concursos em que foram admitidas várias pessoas de minha família. Antes eram professores contratados na universidade, sem incentivo, sem valorização. Quem fala deve ser por inveja dos que aproveitaram as oportunidades. Eu fui para a Europa e lá fiquei sempre de cinquenta a sessenta dias durante todos os anos deste governo 13. Antes nunca tinha conseguido ir além do Chile. Nem sou filiada. Mas conheço um monte de gente que pensa igual a mim. Imagine somando aos filiados. Só acho que este não é o espaço para virem discutir política. Chata essa insistência de falar mal do governo. Seria bem feito essa gente aguentar uma porcaria como estamos aguentando agora e que está aqui só por causa desse sentimento anti-13.

      • William Jr

        Você deveria ter “voLtado” é para as aulas de português e ética

    • Cidadão

      Tinha um projeto de lei que dava incentivos à aviação regional e subsidiava parte dos acentos de pequenas aeronaves. Daí o projeto foi para o congresso e o lobby das grandes companhias remendou a lei o texto todo para serem beneficiados também. Até hoje a lei está em discussão e não foi pra frente. Enquanto isso as pequenas empresas estão quebrando ou sendo engolidas pelas outras

    • Marcelo, o projeto começou a afundar quando foi para o congresso. Como um colega abaixo lembrou bem, o lobby das grandes que dominam o mercado exigiu que o incentivo fosse dividido com eles. Basicamente, este projeto previa algo como um “bolsa combustível”. Basicamente, os cofres públicos pagariam assentos nesses voos. Infelizmente (ou não), muitas empresas pequenas se firmaram na esperança de ganhar esta bolsa (falam tanto de bolsas, né?). Assuntos assim (como vários outros) não devem ser tratados de forma simplória ou achincalhando eleitores, principalmente porque você elegeu algum senador e alguns deputados. Para entender melhor, sugiro aos leitores daqui que leiam o andamento e os textos da MP 656/14. Espero não ter parecido rude.

  • Antonio Silva

    Enquanto surge a Flyways, desaparece a Sete !!! #Triste.

  • Marcelo Barbosa

    Tinha que abrir + a concorrência, abrir o mercado, assim, c/ concorrência, seria melhor pra os consumidores, e não ficaria nessa máfia que existe entre essas cias sem vergonha…

  • Eriston

    Já voei algumas vezes com essa empresa e aqui no trabalho ela representa uma boa alternativa para chegar a regiões de difícil acesso e pouca oferta. O serviço de bordo era absolutamente diferenciado comparando com as grandes do mercado…o avião (120) tinha poltronas confortáveis e espaçosas. Espero que voltem em breve.

  • Numismata Jaime

    O pt só vai sossegar quando conseguir destruir a última empresa privada deste país…

  • Ricardo Machado

    Uma pena. Cidades importantes como Imperatriz e Araguaina deixarão de ser atendidas. O que já era ruim, vai ficar pior. Nem de teco teco mais! Deveria ser como no Alasca, Vitória, Vancouver com aviões fluviais. Diversas pessoas com seus próprios aviões ofertando trechos curtos a preços módicos.

  • Gustavo

    Achei interessante compartilhar trecho sobre parte da história da empresa:

    “Além de criar a TAM, Amaro fundou, em 1976, a Sete Táxi Aéreo, que, na época, explorava a aviação executiva. Mas, na década de 80, Rolim preferiu vender a Sete para Vilella e se dedicar exclusivamente à TAM. ”

    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/negocios/20100917/dois-estilos-voar/37877

  • Oscar Luiz da Silva Neto

    Uma pena para as cidades que eram atendidas. Fará falta! Quem sabe a Azul não entra no vácuo?

  • RABUGENTO SFQNS

    Quem está voando para São Gabriel da Cachoeira-AM? TRIP/AZUL já cancelaram há algum tempo.

    • Felipe Edwards

      Bom dia, respondendo a sua pergunta, a Map Linhas Aéreas, está com voos regulares para São Gabriel e outros 16 destino no norte, a Map hoje se encontra em pleno processo de expansão para novas rotas. FROTA: ATR 42 – ATR 72

      • RABUGENTO SFQNS

        Pelo preço acho melhor ir pegar uma praia no Caribe. 😉
        De qq maneira muito grato pela informação.

  • Kelly

    Nem sabia da existência dessa companhia…

  • Kym

    As pessoas não se dão conta o quão prejudicial é para o país não ter uma malha aérea regional bem desenvolvida. Nos últimos 15 anos, vimos quase todas as empresas regionais morrerem, serem absorvidas ou, no caso da trip, se fundirem. O Brasil tem dimensões continentais e milhares de cidades que poderiam ser atendidas por via aérea se o governo investisse em infraestrutura. Temos hoje a Passaredo que para não morrer teve que enxugar muito a malha, a Map com operações bem pontuais no norte, a Sete que corta esse “interiorzão” do país e a Azul que após a fusão com a Trip deixou vários destinos e simplificou a malha para aumentar as sinergias. O resultado!? Temos um país sem trens, com ônibus precários e aviões que atendem apenas as maiores cidades.