No ar o Guia de São Francisco: a cidade que arrebata corações!

Monique Renne 26 · agosto · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Algumas cidades no mundo arrebatam o nosso coração de tal maneira que é até difícil explicar o motivo. Eu poderia dizer que me apaixonei por São Francisco porque achei impressionante o espetáculo diário da fog; por ter atravessado de bicicleta a Golden Gate; por me sentir convidada a tirar os sapatos em todos os parques onde passei ou simplesmente porque o cable car é um charme.

Eu poderia encontrar um milhão de motivos para explicar quão espetacular é a cidade, porém algumas coisas só entendemos de verdade quando as vivenciamos. Se você está em dúvida sobre o seu próximo destino, inclua São Francisco na lista. Só mesmo estando lá para entender como ela é apaixonante!

Uma cidade grande com um encantador espírito de boa vizinhança do interior. Essa foi a minha primeira impressão quando cheguei. Quantas vezes fui parada na rua simplesmente por estar com um mapa aberto. “Posso te ajudar?”, a pergunta, que ouvi tantas vezes, não era uma mera formalidade, mas sim uma amostra grátis da simpatia local. Sempre tive um pouco de dificuldade em acreditar que São Francisco poderia realmente ser diferente de outros destinos turísticos dos EUA. Acredite, ela é! Nem mesmo é possível compará-la. A começar pela receptividade aos turistas.

Fui resgatada por uma moradora, em uma parada de ônibus próxima ao Twin Peaks, simplesmente por estar frio demais. “Morro de dó dos turistas que ficam aqui nesse vento”, disse ela enquanto caminhava comigo até uma parada mais quentinha. Fui orientada sobre caminhos mais rápidos, a melhor opção de transporte e a fog que estava chegando (o céu azul não me deixou acreditar, mas o morador acertou na previsão de que a neblina chegaria em meia hora). Bati muito papo, recebi muitos sorrisos e poucas vezes me senti tão bem recebida em uma cidade.

Os mapas, disponíveis em todo balcão, mostram que é muito fácil circular por São Francisco, seja a pé ou em um dos muitos meios de transporte público disponíveis por lá. Um convite a aventurar-se entre os bairros charmosos que dividem a cidade. Difícil mesmo só o interminável sobe e desce de ladeiras. A caminhada pode levar de 10 a 30 minutos, a depender da rota escolhida. É quase uma loteria para quem visita a cidade pela primeira vez.

São Francisco - Estados Unidos - Foto: Monique Renne

Ser marinheiro de primeira viagem em São Francisco não é nenhum problema, pelo contrário. Tudo é literalmente desenhado (basta ver os mapas) para tornar o dia a dia do visitante mais prazeroso e fácil. Difícil mesmo é aguentar as variações de temperatura em uma mesmo dia: da camiseta regata passamos para o cachecol em menos de uma hora, especialmente no final da tarde.

Apesar da baixa temperatura nos fazer esquecer que a cidade faz parte da Califórnia, a vida em São Francisco segue prioritariamente ao ar livre. Os moradores ocupam do menor quadrado de grama ao grandioso Golden Gate Park. Entre leituras, corridas, passeios com os cachorros, piqueniques, sonecas e concertos particulares, todos usam as áreas verdes como extensão de casa. É absolutamente irresistível se juntar ao grupo, especialmente quando a vista convida ao pôr do sol, como na Alamo Square ou no Dolores Park.

Dolores Park - São Francisco - Estados Unidos - Foto: Monique Renne

O fenômeno se repete ao longo da baía, que atrai turistas e locais. Passeios de barco até a ponte; deliciosos restaurantes com frutos do mar no Fishermans Wharf; amigáveis leões marinhos no Pier 39; a barca para a Ilha de Alcatraz (o passeio é absolutamente incrível) e uma belíssima orla tornam a região de Embarcadero uma das mais populares na cidade. Porém outros cantinhos de São Francisco também merecem atenção: North Beach e os sabores italianos; Mission com arte por toda parte; Castro e a maravilhosa liberdade de ser como quiser; Haight Ashbury com seu eterno espírito hippie; e a maior Chinatown fora da Ásia são passeios imperdíveis.

NIQ_3437

Quem visitar a cidade com mais tempo poderá aventurar-se um pouco mais longe. A região é cercada de belas atrações. O Yosemite Park e as sequóias gigantes da Muir Woods são um sonho para quem curte o contato com a natureza, assim como Napa e Sonoma são obrigatórias para os amantes dos vinhos. Uma voltinha mais perto, porém não menos encantadora, é a famosa rota de bicicleta até Sausalito, passando pela ponte Golden Gate. Do outro lado da baía, o clima de praia é ótimo em um belo dia de sol.

NIQ_5586

Caso o tempo vire, não há com o que se preocupar. São Francisco oferece excelentes passeios indoor, especialmente os museus. The Young, Legion of Honor e SF MoMA destacam-se pelo acervo de obras de arte. Já o California Academy of Science e o Exploratorium atraem crianças e adultos com experiências científicas e mostras sobre o universo em que vivemos. O Aquarium of The Bay é como um resumo da fauna presente no oceano e baía ao redor da cidade. Os passeios são ótimos com ou sem sol.

NIQ_3156

Apesar de ser uma cidade que não se caracteriza pelas compras, é possível encher algumas sacolas por lá. A região que concentra o maior número de marcas é a Union Square e a Market Street. As lojas estão dispostas ao longo da calçada e em várias ruas, o que dificulta um pouco. Prepare um mapinha com a localização dos seus alvos para não perder tempo. E se quiser um acessório mais exclusivo e descolado, não deixe de ver as vitrines do Castro e Mission.

Independente do que voltará na sua mala, o mais importante é que você leve um pouco do espírito da cidade para casa. Tenha certeza que um pedaço de você também ficará por lá. Quer conhecer mais sobre São Francisco? Acesse o guia e veja dicas sobre o que fazer, como chegar, onde ficar, quando ir, como se locomover, passeios, pontos turísticos, onde comer e muito mais!

Já esteve em São Francisco? Compartilhe com a gente as suas dicas e impressões e deixe a sua avaliação sobre o destino no guia.

* Atenção! A região de Napa, na Califórnia, foi atingida no dia 24/08, domingo, por um grande terremoto que causou danos a várias vinícolas. Não aconselhamos a visita a essas regiões neste momento. Caso queira manter a programação, consulte a propriedade que você irá visitar para buscar mais informações sobre a possibilidade, ou não, de realizar o passeio.

Autor

Monique Renne - Editora de Destinos