Clientes Santander não poderão mais transferir pontos para o Skymiles da Delta!

Leonardo Cassol 24 · dezembro · 2015

Mais uma má notícia para os clientes do Santander. O banco vai encerrar a parceria com o programa Skymiles a partir de 7 de janeiro de 2016 , impedindo que os pontos acumulados no programa Bônus Esfera (antigo SuperBônus) sejam transferidos para o programa da Delta Air Lines.

O banco iniciou a comunicação para os clientes por e-mail e mala direta, juntamente com a informação do encerramento da parceria com o TAP Victoria, já divulgada pelo Melhores Destinos. 

Santander-Delta-Skymiles

Apesar da perda de dois parceiros importantes, o Santander continua a ser um dos bancos que mais opções oferecem aos seus clientes. É possível enviar seus pontos para Aeroméxico Club Premier, Avianca Amigo, Azul TudoAzul, GOL Smiles, Iberia Plus, Lanpass e TAM Multiplus, Também é possível reservar passagens, hotéis, cruzeiros e pacotes de viagem diretamente pelo Bônus Esfera Viagens, que não exige o limite mínimo de 15 mil pontos.

Agradecemos a dica do leitor José Marcelo Rabelo.

Publicado por

Leonardo Cassol

Editor

  • De forma geral, o Santander tem se mostrado o melhor banco para pontuar, principalmente se você tiver um cartão Mastercard. Pontos em triplo, bônus em dobro na hora da troca para algumas companhias, e metas de gastos que se atingidas, garantem pontuação extra além dessas já mencionadas.

    • Thiago

      Cómo assim, qual a diferença do mastercard e visa?
      Eu tenho os dois mas uso mais o Visa :S

    • Bruno Adv

      Antes era melhor, desde julho ele reajustaram a troca de pontos, assim para conversão dos pontos não redem!

  • Hens

    Acho que a situação para nós, clientes Santander, já foi melhor. Agora com esse mínimo de 15 mil pontos para transferência, e a redução de aéreas parceiras, não tem como chegar a outra conclusão. Com a cotação atual do dólar, fica muito difícil acumular quinze mil pontos assim… Antigamente, a cotação era melhor, e o mínimo para transferência era mil pontos… Enfim, é o novo (velho) Brasil.

    • maria lucia

      Pois é. Tenho pesquisado muito pq sou cliente Santander e tb. penso como você mas depois de gastar horas a fio buscando informações estou entre o Amex Gold do Bradesco e o do HSBC. Ocorre que qdo se começa a pedir para detalhar as info referentes a pontuação com parceiras aéreas que não as óbvias Multiplus e Smiles, faz-se um silêncio do outro lado que chega a ser possível cortar com faca! Concluo que os bcos não conhecem verdadeiramente o produto que têm para vender ou então são despreparados mesmo.

  • maria lucia

    @Cassol: Boa tarde, escrevi uma resposta para o Hens há aproximadamente 1 hora e simplesmente sumiu! Ou seja, mais uma vez caiu em moderação! Será que daria para, por favor, liberar antes que se completem 24 horas?

  • Luis Rocha

    O santander ja foi bom, hj esta muito ruim. Esse limite de 15 mil aliado a alta do dolar é ridiculo. Outra coisa, essas promoções com metas, na penultima deram 80% do limite essa ultima deram metas maior do que o limite, ou seja, impossivel de atingir.

  • Gilberto

    Não tenho certeza, se isso já foi feito. Se foi, peco desculpas pela repetição e solicito que me passem o link, por favor, mas que eu me lembre, acho que nunca foi publicado um artigo exclusivo que atrele os cartões nacionais a parcerias com companhias aereas internacionais e seria muito interessante, se voces fizerem este levantamento. Eu mesmo, nao tenho ideia de todas as parcerifas entre os cartões brasileiros e programas de fidelização de cias aereas internacionais e por isso, para mim, faria uma enorme diferença na hora da decisão da escolha de um cartao. Agradeço a atenção e desejo boas festas ao MD e seus leitores.

  • Caio

    Mais um! Parece que os programas de fidelidade em geral estão ficando cada vez mais difíceis. Se levarmos em conta que todas as companhias aéreas estão começando a migrar para um modelo que considera o valor da tarifa (e não mais a distância) para acúmulo de milhas, mais as dificuldades impostas pelos bancos para resgate/acúmulo de pontos e as tabelas de resgate cada vez mais inflacionadas, estamos caminhando para um futuro em que os programas de fidelidade como conhecemos perdem completamente o valor. Se uma pessoa com um padrão de gastos moderado não consegue mais acumular a quantidade mínima de pontos para transferência antes deles expirarem, o programa de fidelidade simplesmente não tem valor (ou alguém quer resgatar aquela cafeteira que você compra por R$100 com os pontos do ano inteiro?). Juntando a isso o fato de que você precisaria pagar mais caro nas passagens aéreas para ganhar uma quantidade razoável de milhas, se torna basicamente impossível para uma pessoa “comum” se beneficiar destes programas. Apenas viajantes a trabalho, que viajam realmente muito, serão beneficiados (seja com status seja com viagens-prêmio) ou pessoas que gastam muito dinheiro com viagens em geral, e que talvez exatamente por isso não vejam tanto valor em “resgatar a sonhada passagem”. Em fim, vamos ver para onde vão estes programas! Uma pena o Santander estar encerrando esta parceria. Espero que eles não tomem o caminho do Itaú e acabem com o que é hoje o melhor programa de fidelidade de cartão de crédito no país (pelo menos para os cidadãos “comuns”, hehe)

    • maria lucia

      Boa tarde Caio, concordo com todos os ptos levantados por você e compartilho seus questionamentos. Apenas pergunto pq estou em plena pesquisa de cartões: você pesquisou todos os outros cartões (me refiro a um universo mais amplo e não apenas cx, bb e itau) e suas parcerias aéreas estrangeiras, relações de troca (1:1 ou 1:0.8 ), minimo para transferências e aí chegou à conclusão de que o programa do Santander é o melhor?

      • Caio

        Na verdade o que eu estou levando em consideração neste caso é menos a quantidade de parceiros e mais a facilidade para acumular pontos. Com as promoções que o Santander costuma fazer algumas vezes por ano (pontos em dobro/triplo) fica mais fácil acumular pontos. Juntando isso com as promoções que acontecem de vez em quando para resgate com os parceiros (como por exemplo a que fizeram há alguns dias que dava 60% de bônus para transferências para a Multiplus/Smiles), o banco na minha opinião sai na frente dos concorrentes. Por enquanto não têm também uma taxa desfavorável para conversão de pontos x milhas como o Itaú (e espero que nunca resolvam ir por esse caminho!) e os cartões pontuam o padrão do mercado (1.5 para platinum e 2.0-2.2 para os Black/Infinite).

        • maria lucia

          Ok, obrigada pela explicação. Entendo sua argumentação.

  • Cleverson Lima

    Thiago, no MasterCard os bônus são em triplo nas promoções.

  • Cleverson Lima

    O problema é: para onde ir que seja melhor?

    • maria lucia

      Esse é o meu pto e a razão de minhas pesquisas – você tem procurado se informar em outros bcos?

  • Fabio

    Vai fazer falta alguma. A Delta, assim como sua subsidiaria Gol, tem um dos piores programas de fidelidade que existe. Inferior ao MileagePlus e ao AAdvantage mesmo depois de todas as mudancas.
    Alem de ser um pessima cia aerea.
    Mesmo para quem precisa acumular em alguma cia Skyteam, o Flying Blue eh uma opcao bem melhor.