Saiba tudo sobre as mudanças no TAM Fidelidade a partir de amanhã

Denis Carvalho 31 · maio · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A TAM vai promover mudanças profundas no seu programa de passageiros frequentes, o TAM Fidelidade, a partir de amanhã (01/06/2013).  As alterações, anunciadas em fevereiro, incluem o aumento no prazo de antecedência para resgates, a criação de perfis de bilhetes com regras distintas e nova política de reembolso, assim como o número mínimo de pontos nas passagens nacionais e internacionais também será aumentado.Algumas mudanças são positivas para os clientes, mas de uma forma geral as regras devem dificultar a emissão das passagens prêmios. Confira o que muda e como ficará o maior programa de milhagem brasileiro:

1. Prazo de emissão

A primeira importante mudança se refere ao período de resgate. A partir de agora será possível emitir passagens com até 360 dias de antecedência-  hoje é possível pesquisar somente com 180 dias passagens internacionais e 90 dias nacionais e América do Sul. Isso certamente vai facilitar o planejamento das viagens e a TAM informa que os menores valores serão disponíveis com maior antecedência.

Tipos de resgate para voos TAM e de alianças

Outra mudança importante será a criação de tipos de resgate, semelhantes às classes tarifárias usadas pela TAM. Serão três novos perfis de resgate, com uma variação de disponibilidade de assentos e pontos necessários para voos TAM. A notícia ruim é que a companhia anunciou ainda uma nova tabela de resgates para voos em alianças, passando o valor mínimo dos voos internacionais para 25 mil pontos e nacionais para 5 mil pontos.

As classes de resgate serão Promo, Clássico e Irrestrito e cada um terá regras diferentes:

Segundo a TAM, haverá ofertas com passagens da categoria Promo em menor antecedência.

Além da antecedência, essa mudança importante pois os valores para reembolso ou remarcação das viagens vão variar de acordo com o perfil escolhido, como ocorre nas passagens vendidas no site, e passarão a ser cobrados em dinheiro.  Isso tem um lado bom, pois ao devolver menos milhas a companhia inviabilizava em alguns casos que o cliente emitisse uma nova passagem. Os valores, porém, serão salgados em alguns casos.

Veja a tabela:

mudancas-tam-fidelidade

Nova tabela de pontuação

Aqui o ponto que mais trouxe insatisfação aos clientes da TAM. A criação das categorias deve trazer consigo um considerável aumento no número de milhas necessários para a emissão das passagens aéreas. Os voos nacionais na categoria Promo começam em 5 mil pontos, mas o resgate na categoria Irrestrito só será possível com um mínimo de 11 mil pontos, podendo chegar a 35 mil. Um exagero para um bilhete apenas de ida em voo doméstico! Uma nova vantagem para os clientes com cartões vermelho e black é a possibilidade de resgatar esses bilhetes de 10 a 15 mil pontos, logo a categoria Irrestrito acabará se tornando  exclusiva para esses clientes – a TAM claramente quer atrair os viajantes executivos com essa regra.

 

As novas categorias também permitirão à TAM cobrar muito mais pelos voos internacionais, chegando a limites como 130 mil pontos em um bilhete one way para a Europa ou 115 mil para a América do Norte, ambos na categoria irrestrito. Só a partir de amanhã poderemos saber o impacto que isso trará de fato ao programa, pois depende muito de quantas passagens “promo” serão oferecidas pelo programa, mas só a criação de duas categorias, sendo que a padrão (clássico) já é mais cara que a atual, não nos deixa muitas esperanças e parece que o estrago será mesmo grande!

Categorias

As mudanças também afetarão os status dos clientes no Fidelidade. De início, a pontuação necessária para mudança de categoria no programa será alterada e a quantidade de voos realizados no período de 12 meses também passará a valer como critério de avaliação, caso a pontuação não seja alcançada. Outra novidade importante será a criação de uma nova categoria: o TAM Fidelidade Vermelho Plus. Segundo a TAM, ela terá benefícios exclusivos que vão permitir a mudança de categoria com mais facilidade.

Tam-fidelidade-categorias

 

Para chegar à categoria Azul, o número de pontos em voos TAM necessários subirá de 12 mil para 15 mil ou 15 trechos voados. As categorias Vermelho e Black pouco mudam, mas a Vermelho Plus poderá ser alcançada com 100 mil pontos, preenchendo uma lacuna que havia entre as categorias.

Veja os benefícios da nova categoria:

TAM-Fidelidade-Vermelho-Plus

Os clientes da categoria Black também terão alguns mimos a mais, como a possibilidade de upgrades cortesia das classes econômica para a executiva, tabela com menos pontos em voos nacionais na categoria Irrestrito  e aumento dos atuais 50% para 100% nos pontos bônus em voos TAM e LAN. Para os clientes categoria Vermelho as mudanças serão apenas a tabela com menos pontos e o aumento de 50% para 75% no número de pontos bônus nos voos TAM e LAN.

Considerações

Como dissemos, só será possível dizer com certeza o impacto dessas mudanças a partir de amanhã, mas as perspectivas não são nada boas. Se a TAM oferecer uma quantidade razoável de passagens Promo e continuar fazendo promoções, incluindo bilhetes com pontuação menor em especial para Brasil e América do Sul, o estrago pode ser pequeno. Mas não é esse o cenário que es tamos aguardando. Informações de bastidores dão conta que para conseguir os bilhetes Promo será exigida uma grande antecedência, o que vai tornar o Fidelidade muito menos atrativo, se confirmado.

O problema é que o Smiles, maior rival da TAM, também anda tomando decisões nada simpáticas a seus clientes, como o aumento súbito na tabela de emissões que surpreendeu a todos na semana passada. Nesse cenário, as esperanças recaem sobre a futura integração do programa Amigo da Avianca rasil com o LifeMiles, bem como a entrada da brasileira na Star Alliance, prevista para o ano que vem. Pode ser ainda que a Azul retire um coelho da cartola, mas David Neeleman parece satisfeito com o Tudo Azul, que agrada muito a quem nunca teve paciência para lidar com programas de fidelidade. Como já dissemos algumas vezes, está cada vez mais difícil viajar com milhas no Brasil!

Confira mais detalhes no site da TAM

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe