Royal Air Maroc terá Boeing 787 Dreamliner nos voos saindo do Rio a partir de outubro

Thayana Alvarenga 6 · março · 2018

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Royal Air Maroc, companhia aérea marroquina, anunciou que seus voos diretos entre Rio de Janeiro e Casablanca serão operados com o Boeing 787 Dreamliner, a estrela da frota, a partir do mês de outubro. O modelo já é utilizado na rota de São Paulo para Casablanca.

Atualmente, os voos são feitos por um antigo Boeing 767 com capacidade para 240 passageiros. A nova aeronave será capaz de transportar até 273 pessoas do Rio para a maior cidade do Marrocos. A Royal Air Maroc é a segunda companhia africana a voar com o 787 Dreamliner para o Brasil, já que a Ethiopian também utiliza o mesmo modelo.

A companhia também anunciou que mais uma frequência será adicionada ao trecho GIG-CMN, somando quatro voos semanais. Partindo do Galeão, no Rio, as operações serão às segundas, terças, quintas e sábados, decolando 00h10 e pousando em Casablanca por volta das 10h55. Os voos de volta saem às segundas, quartas, sextas e domingos às 15h10, chegando ao Galeão às 22h40.

De acordo com a Royal Air Maroc, entre as vantagens de voar em um Dreamliner, a principal é o aumento de 15% na oferta de assentos por aeronave. Além disso, a Classe Executiva se torna mais confortável e privativa, pois são apenas 18 lugares – eles se transformam em cama, totalmente na horizontal. Na Classe Econômica, os novos assentos em couro contam com avançado sistema de entretenimento e apoio ajustável à cabeça.

No mês passado, postamos uma avaliação de como é voar com a Royal Air Maroc com o Boeing 767 e muitos leitores reclamaram do avião. Com a chegada do 787, a expectativa é que a experiência de voo melhore.

E você, ansioso para voar no 787 no trecho Rio-Casablanca? Comente abaixo e participe com a gente!

Autor

Thayana Alvarenga - Repórter