Como é andar de Uber. E como os leitores do Melhores Destinos podem experimentar esse serviço sem pagar nada!

Leonardo Cassol 7 · março · 2016

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Provavelmente você já conhece ou pelo menos ouviu falar do Uber. Aqueles carros pretos, vistosos, que transportam pessoas com um tratamento diferenciado, com um custo muitas vezes menor do que o de um táxi, e que volta e meia aparecem nos jornais em meio a polêmicas com os taxistas. Em 8 cidades brasileiras e em 382 cidades no mundo o Uber é uma realidade que não pode mais ser ignorada.

Nesse post vamos explicar como funciona o Uber, apresentar algumas dicas para você aproveitar melhor o serviço e ainda oferecer R$ 20 em crédito para você fazer sua primeira viagem (válido apenas para novos clientes). Confira!

O que é a Uber

Uber é uma empresa multinacional americana de tecnologia que criou uma plataforma que conecta pessoas que precisam de um carro para se movimentar pelas cidades com pessoas que oferecem este serviço. Normalmente diferenciado e com um custo muito competitivo quando comparado às demais alternativas de transporte urbano, como os táxis. Em boa parte dos casos, uma viagem de Uber vai custar menos do que a de um táxi comum. Falaremos mais sobre o preço do Uber ao longo do post, mas, definitivamente, não é preciso ser rico para usar Uber. Pelo contrário, você pode economizar.

Atualmente o Uber opera em 383 cidades, em mais de 68 países. No Brasil iniciou suas operações em maio de 2014 e já atende 8 cidades:

  • Belo Horizonte
  • Brasília
  • Campinas
  • Goiânia
  • Porto Alegre
  • Recife
  • Rio de Janeiro
  • São Paulo

A empresa planeja expandir continuamente suas operações no Brasil e em outros países.

O serviço prestado pelo Uber é tão promissor que a empresa foi avaliada em US$ 51 bilhões em 2015 (aproximadamente R$ 200 bilhões). Mas junto com todo esse potencial disruptivo, o serviço coleciona uma série polêmicas no Brasil e ao redor do mundo, em função de seu crescimento rápido e agressivo, do modo de operação e da regulamentação ou falta de regulamentação em inúmeras cidades.

Como o Uber funciona

O Uber funciona através de um aplicativo, que pode ser baixado em celulares nas plataformas App Store (Apple), Google Play (Android) e Windows Store (Windows Phone). Para utilizar o serviço é necessário ter um cartão de crédito ativo e que o celular tenha acesso a internet (Wi-Fi ou 3/4G) no momento da solicitação da viagem. É muito fácil de usar. Tudo muito bem simples e intuitivo.

Através do aplicativo você poderá criar ou alterar seu cadastro, solicitar um carro, obter uma estimativa de tarifa para o seu trajeto, fazer o pagamento, dividir a tarifa com alguém e avaliar o motorista que te atendeu. O aplicativo identifica sua localização através do GPS do celular ou da inserção manual do endereço. É ainda possível ver o histórico de viagens, pedir ajuda e ver as promoções vigentes.

uber-menu-opcoesuber-estimativa-tarifa uber-dividir-tarifa

Tipos de carros Uber

Na hora de solicitar o carro, você pode escolher o tipo de serviço que deseja. No Brasil, atualmente, estão disponíveis dois tipos de serviço:

  • UberBlack: é o serviço tradicional do Uber, com carros sedam luxo de alto padrão (geralmente pretos, mas também nas cores prata e cinza escuro), bancos de couro e ar condicionado sempre ligado. Carros mais comuns utilizados no Brasil: Toyota Corolla, Honda Civic, Ford Fusion, Chevrolet Cruze Sedan, Peugeot 408, Citroen C4 Lounge ou C5, Nissan Sentra e Volkwagen Jetta.

uber-black

  • UberX: serviço com custo 30% menor, com carros compactos, em qualquer cor. No Brasil são aceitos veículos com 4 portas, ar condicionado e 5 lugares, portanto a variação de modelos aqui é infinitamente maior.

uberx

Além disso, depois de escolher entre UberBlack e UberX, é possível selecionar ainda, em algumas cidades, carros especiais para determinadas finalidades. Por exemplo:

  • UberPET: carros que aceitam animais de estimação, com banco traseiro forrado
  • UberSURF: carros com rack para pranchas de surf (disponível somente no Rio de Janeiro, no verão)
  • UberBIKE: com carros com suporte para bicicletas (disponível em São Paulo e em Brasília)
  • UberENGLISH: com motoristas que falam inglês

A empresa anunciou recentemente o Uber Moto, uma experiência em duas rodas que será feita em Bangkok para driblar o caótico trânsito na Tailândia.

Como é a experiência Uber

Demorei para experimentar o Uber. Não sei explicar muito bem o motivo. Minha primeira vez foi em setembro de 2015. A empresa já operava há mais de um ano no Brasil. Sempre gostei de testar novidades e os carros pretos volta e meia apareciam nos noticiários devido a polêmica com os taxistas. Sempre fui um usuário frequente de táxi, em deslocamentos a trabalho e pessoais. Há pouco mais de um ano me mudei e optei por não utilizar mais carro. Utilizo metro para ir e voltar do trabalho e, sempre que necessário, Uber ou táxi. Além de economizar bastante, confesso que sou mais feliz assim. Não perco mais horas diárias no trânsito ou procurando local para estacionar.

Vários amigos próximos já haviam me alertado sobre o Uber, sempre com comentários extremamente positivos. Eu já estava decidido a experimentar, só esperava uma boa oportunidade. Como grande parte dos meus deslocamentos são a trabalho e reembolsados, consultei minha empresa quanto ao ressarcimento com recibos da Uber. Não obtive nenhuma resposta. Insisti e descobri que a equipe administrativa não sabia o que fazer. Afinal, era um serviço novo.

Finalmente surgiu um compromisso pessoal. Era um show, numa arena cerca de 20km distante da minha residência. O show terminaria por volta de 2h da madrugada e eu já estava preocupado no suplício que poderia ser a volta para casa. Creio que grande parte das grandes cidades brasileiras sofra do mesmo problema. Em ocasiões de muita demanda, uma parte considerável dos taxistas escolhem as corridas que querem fazer (nem pensar ir pra perto) ou cobram arbitrariamente tarifas fixas muito mais altas do que o normal. Pra completar, eu tinha recebido um cupom do meu irmão com R$ 20 para eu fazer a primeira viagem de Uber. Definitivamente, era a ocasião perfeita!

Eu já havia feito o cadastro, que me tomou menos de 2 minutos. Então, com dois cliques chamei um UberBLACK. Recebi a informação que um carro estaria disponível em aproximadamente 3 minutos. Em seguida, veio a confirmação com o nome do motorista que faria a viagem, a placa do carro e a sua localização exata.

Inseri o endereço de destino. Não é algo obrigatório e o motorista só fica sabendo o destino após o seu embarque. Aguardei o carro chegar e, em 3 minutos, pronto. Uma nova notificação que o carro havia chegado.

Era um Citroen C4 Pallas. O motorista Welinton estacionou e, imediatamente, desceu do carro. Após um rápido cumprimento (“Sr. Leonardo? Boa noite!“), abriu a porta do veículo para que eu entrasse. Em seguida, disse: “Já identifiquei o destino que o senhor inseriu no aplicativo. Pretendo usar o Waze (App que indica o caminho mais rápido, em função da distância e do trânsito), a não ser que o senhor tenha outra preferência“. O caminho que usamos foi o definido pelo Waze, que eu já conhecia e utilizava.

O carro estava impecavelmente limpo. Era bem confortável. O motorista estava de terno e gravata (não é uma regra, mas é comum). O motorista perguntou se a temperatura do carro estava agradável e ofereceu água gelada e balas (um padrão no Brasil). Aceitei a água. Logo depois o motorista perguntou se eu tinha uma rádio de preferência ou se desejava utilizar as minhas próprias músicas no carro. Perguntei como isso era possível e ele respondeu que poderia ser feito através do aplicativo Spotify ou “pareando” meu celular com o som do carro através do bluetooth. Como eu não usava o Spotify, optei por parear o celular e fiz a viagem escutando as músicas disponíveis no meu celular. Muito legal!

Alguns veículos Uber também oferecem Wi-Fi, utilizando 3G. Mas isso não é tão comum. Fica a critério do motorista. Aliás, a água e as balas também não são itens obrigatórios mas, até hoje, com dezenas de viagens, nunca encontrei um Uber que não oferecesse água no Brasil.

Fiquei impressionado com a educação, cordialidade e sutileza do motorista. A impressão sobre a minha primeira experiência foi excelente do início ao fim. E, a partir dessa dia, passei a utilizar Uber com frequência. Ainda assim, continuo utilizando táxi, quando é mais conveniente ou quando o preço dinâmico torna a viagem de Uber muito cara (o próximo item explica como o preço da corrida é calculado pelo Uber).

Ao final da viagem, o motorista falou que ia encerrar a corrida no aplicativo. Agradeceu, desceu e abriu a porta para eu sair. Achei estranho, pois ele não falou o valor da vigem e mais nada. Meio sem graça, perguntei quanto eu tinha que pagar. Ele respondeu que o valor seria informado no aplicativo e cobrado automaticamente do cartão de crédito. E que eu também receberia um recibo no e-mail cadastrado. E, antes dele terminar de falar, de fato eu recebi um e-mail com o recibo. A princípio, parece um pouco incomum, especialmente para nós brasileiros, desconfiados e receosos de sermos prejudicados, mas você se acostuma. E rápido.

Já andei de BMW, Mercedes Benz e outros carros de luxo do mercado brasileiro, pagando menos que a corrida de táxi e com um atendimento muito superior. Além disso, nunca me ocorreu do valor da viagem ser maior do que o estimado ou do que eu mesmo esperava. E, se ficar alguma dúvida ou problema, você pode reclamar diretamente pelo app ou e-mail. A empresa responde as mensagem com bastante rapidez.

Como o preço da viagem é calculado na Uber

O preço é sempre calculado conforme a distância percorrida e o tempo de duração da viagem. E varia conforme a cidade. Verifique as tarifas em Belo HorizonteBrasília, Campinas, GoiâniaPorto Alegre, Recife,  Rio de Janeiro e São Paulo. Confira algumas tarifas:

UberBLACK

  • Tarifa base: R$ 3,80 (SP); R$ 4,00 (RJ); R$ 4,00 (DF); R$ 4,50 (BH)
  • Valor por Km: R$ 2,32 (SP); R$ 2,00 (RJ); R$ 2,20 (DF); R$ 2,17 (BH)
  • Valor por minuto: R$ 0,28 (SP); R$ 0,23 (RJ); R$ 0,32 (DF); R$ 0,30 (BH)
  • Tarifa mínima e cancelamento: R$ 9,00 (SP); R$ 8,00 (RJ/DF); R$ 10,00 (BH)

UberX

  • Tarifa base: R$ 2,00 (SP/RJ); R$ 2,70 (DF/BH); R$ 3,00 (POA)
  • Valor por Km: R$ 1,40 (SP/RJ); R$ 1,25 (DF); R$ 1,45 (POA); R$ 1,48 (BH)
  • Valor por minuto: R$ 0,26 (SP); R$ 0,15 (RJ); R$ 0,18 (DF); R$ 0,25 (POA); R$ 0,20 (BH)
  • Tarifa mínima e cancelamento: R$ 7,00 (SP/RJ/BH); R$ 6,00 (DF); R$ 8,00 (POA)

Segundo a Uber, esses valores geralmente asseguram uma viagem mais barata ou no mesmo valor que o táxi comum, nas cidades que a empresa opera.

Em Campinas, Goiânia, Recife e Porto Alegre, no momento, há apenas a opção UberX disponível.

Há uma tarifa mínima que varia entre R$ 6,00 e R$ 9,00. Esse mesmo valor é cobrado caso você chame um veículo e cancele num período maior que 5 minutos depois de ter chamado. Cancelamentos feitos em menos de 5 minutos são gratuitos. Ainda assim, é possível reclamar e reaver a tarifa de cancelamento, caso o Uber tenha demorado muito mais que o previsto na hora da chamada.

Preço dinâmico Uber

Em horários de maior demanda, é utilizado o preço dinâmico. Funciona assim: os valores padrão de tarifa são aumentados através de um multiplicador, que é definido pelo Uber conforme a oferta de veículos e a demanda de usuários na região. O aumento de preço serve de estímulo para motoristas que não estão trabalhando no momento e ou para carros que estão em outras regiões da cidade. Ou seja, é possível haver tarifa dinâmica num bairro e não haver em outro, num mesmo momento.

Exemplos: preço dinâmico 1,1x significa que a viagem vai ficar 10% mais cara. Pegando o exemplo do UberBLACK, a tarifa base será R$ 4,40, o valor por Km será R$ 2,20 e o valor por minuto será R$ 2,25. Se o multiplicador for 1,2x, a viagem vai ficar 20% mais cara. Se for 2,0x, será duas vezes mais cara. E por aí vai. Não há um limite definido ou, pelo menos, divulgado pela empresa.

uber-preco-dinamico-2 uber-preco-dinamicouber-sem-carros

Outra característica marcante do preço dinâmico é a velocidade com que ele é alterado. Quando você tenta solicitar um carro, aquela tarifa informada é válida por até 2 minutos. Se você decidir esperar, por exemplo, uns 10 minutos depois da primeira tentativa, pode ocorrer do preço aumentar ou diminuir, dependendo da demanda.

O importante é que o usuário é sempre alertado quando há preço dinâmico, antes de chamar a viagem. Você pode não aceitar e pedir que o aplicativo notifique quando o preço dinâmico terminar. Além disso, quando o preço dinâmico está muito alto, o aplicativo te obriga a ler, aceitar e até digitar o multiplicador informado, para evitar que você peça a corrida mais cara sem estar ciente de quanto vai pagar a mais por isso.

Obviamente, em períodos onde a tarifa dinâmica é implantada, o serviço Uber fica mais caro, podendo chegar até a um custo bem mais elevado que o que o táxi. Como o mecanismo de tarifa dinâmica funciona conforme a oferta e a demanda, ele tem maior probabilidade de ocorrer entre 17h e 19h em dias úteis, bem como finais de semana no final da manhã e a noite. Períodos de chuva, feriados e dias festivos, quando a demanda aumenta muito, também são fortes candidatos ao preço dinâmico. Mas isso varia conforme cada região.

Sem dúvida é um mecanismo bem mais flexível e inteligente que as bandeiras 1 e 2 dos táxis, que visa assegurar que sempre tenha um Uber disponível para os clientes. Ao mesmo tempo, creio que a maioria dos usuários não estaria disposta a pagar 2, 3 ou até 8 vezes mais caro no valor de uma viagem. Por isso, mesmo que você ame o Uber, é bom não deletar o aplicativo de táxis do seu celular.

Como dividir a tarifa da viagem com outros usuários

O mais interessante é que se você estiver acompanhado na viagem, também é possível dividir o pagamento da tarifa, através do aplicativo. Nesse caso, o usuário que pediu o serviço adiciona outro usuário, após o início da viagem, e todos os cartões de crédito cadastrados serão cobrados da mesma forma. Há uma taxa pequena, de R$ 0,60, para esse serviço.

dividir-tarifa-uber

Avaliação de motoristas e dos usuários

Um dos segredos do Uber para que os motoristas parceiros mantenham um bom nível de serviço é a avaliação do desempenho. Ao final de cada viagem você dá uma nota de 1 a 5 para o motorista. Caso ele tenha avaliações baixas ele será suspenso ou desligado. A nota média mínima aceita na Uber é 4,6. Por isso, a preocupação dos motoristas em agradar e a atenção para que nada saia errado é muito grande.

Por outro lado, os motoristas também avaliam o usuário. E você não fica sabendo sua nota. Apenas o motorista consegue observar sua avaliação média. Isso ocorre para coibir possíveis abusos por parte de usuários, que também podem ser banidos se violarem as políticas de utilização do serviço. Segundo os motoristas parceiros Uber com quem conversei, a avaliação do usuário pode ser prejudicada se ele deixar o motorista muito tempo esperando após fazer a chamada, se deixar lixo no carro, levar animais de estimação sem avisar ou utilizar o UberPET, tentar levar crianças sem a cadeirinha, ou ainda se ofender ou tiver um comportamento inadequado durante a viagem. Enfim, é algo positivo e que ajuda a coibir abusos dos dois lados.

Vantagens e desvantagens do Uber

Vantagens

  • A boa qualidade do serviço. Os motoristas parceiros são bem escolhidos e a avaliação realmente cumpre um papel importante. Além disso, os motoristas não tem acesso ao número do telefone do passageiro (o contato é sempre intermediado pelo Uber).
  • O trajeto fica registrado e pode ser auditado. O uso do Waze também é padrão. Isso inibe que o motorista utilize um caminho mais longo ou que dê voltas desnecessárias. Além disso, a tarifa é calculada pelo aplicativo, sem interferência do motorista.
  • Você tem grandes chances de receber mimos, como água e balas, e, com menos frequência, refrigerante, revistas, Wi-Fi e até Ipad.
  • O histórico fica salvo no aplicativo, sendo muito fácil se comunicar caso esqueça algo no carro, ou se tiver esquecido o preço que pagou, por exemplo.
  • Não é preciso se preocupar mais com dinheiro ou com troco na hora de pagar a viagem. É tudo automático e você recebe um recibo assim que a corrida é encerrada.
  • Quem se desloca entre municípios não precisa se preocupar com a taxa intermunicipal, que em São Paulo, por exemplo, é de 50% do valor da viagem. Ideal para quem precisa ir ou voltar do aeroporto de Guarulhos ou transita entre diferentes cidades.
  • Você pode usar o mesmo aplicativo para utilizar o Uber fora do Brasil, em um dos 68 países em que a empresa opera. Basta ter um cartão de crédito internacional cadastrado.

Desvantagens

  • A tarifa dinâmica dinâmica pode tornar a viagem de Uber cara. Pode ir muito além do que a bandeira 2 de um táxi. Fique ligado quando tiver o alerta de preço dinâmico e use a estimativa de tarifa para não ter dor de cabeça.
  • O Uber não pode utilizar as faixas exclusivas para transporte coletivo, como é permitido aos táxis em algumas localidades, como em São Paulo e no Rio de Janeiro.
  • Ainda está disponível em poucas cidades no Brasil.

Uma dúvida que eu tenho é se a qualidade do serviço vai se manter, dado o rápido crescimento do serviço. Afinal, muitos motoristas parceiros Uber não têm experiência prévia. Porém, até então, não tenho do que reclamar. Mas já ouvi relatos de colegas do Melhores Destinos que pegaram motoristas em São Paulo que não conheciam determinada região e que se perderam. Lógico que isso também pode acontecer com um táxi, mas não é o você espera quando procura um serviço diferenciado…

Dicas para economizar e aprimorar sua experiência Uber

  • Convide seus amigos e ganhe bônus em dinheiro. Se você convidar seus amigos pelas redes sociais utilizando o aplicativo ou um link específico da Uber, você ganha R$ 20,00 em crédito a cada amigo que se cadastrar e fizer a primeira viagem. Só vale para novos usuários.
  • O UberX é uma alternativa que permite economizar até 30% em suas viagens. Mas não espere carrões nesse caso. Além disso, saiba que o preço dinâmico dos dois grupos funcionam distintamente. É comum UberX estar com preço dinâmico e o UberBlack não, o que tornava o UberBlack a opção mais barata naquele momento. Consulte as duas opções quando encontrar o preço dinâmico.
  • Aproveite as campanhas de marketing da Uber. Em ações específicas, eles oferecem sorvete, camisas de clubes, fantasias de Carnaval e até viagens gratuitas. Geralmente as promoções são enviadas por e-mail e você precisa chamar os carros Uber participantes.
  • Evite a tarifa dinâmica: explicamos em detalhe como funciona esse sistema. Então, quando for chamar Uber, verifique se a tarifa dinâmica está ativa e se está muito alta. Até 1,2x no UberBlack e 1,5 no UberX não será muito diferente do preço de um táxi em bandeira 2. Se estiver com pressa pense uma alternativa, ou peça para o aplicativo informar quando a tarifa baixar e aguarde.

Seguro

Todos os motoristas Uber precisam contratar um seguro específico para os passageiros (além da eventual cobertura por danos oferecida no seguro do carro, por exemplo), no valor de R$ 50.000,00.

Polêmicas envolvendo o Uber

São muitas. Listamos aqui algumas delas. Mas nosso intuito nesse post não é defender ou atacar qualquer tipo de serviço, mas sim esclarecer nossos leitores sobre como é a experiência Uber e as potenciais vantagens e desvantagens em relação aos outros serviços.

  • O que garante a correta seleção de motoristas parceiros Uber? São checados os antecedentes criminais dos proponentes. É necessário ter carteira de habilitação quer permita exercer atividade remunerada. Os veículos precisam ser novos ou semi-novos e são previamente aprovados pela empresa.
  • O Uber funciona legalmente no Brasil? Sim. No entanto, o serviço ainda não foi regulamentado. Chegou a ser proibido em algumas cidades, mas hoje opera sem restrições através de uma decisão judicial, o que não traz risco para usuários e motoristas parceiros. Além disso, depois de muita discussão, a prefeitura de São Paulo iniciou em 2016 a regulamentação do Uber na cidade.
  • O motorista fica com o valor integral da tarifa? Não. O Uber recebe cerca de 20% a 25% do valor de cada viagem. Mas oferece bônus periódicos conforme a quantidade de corridas e as notas recebidas pelos motoristas, o que rende uma remuneração extra para os parceiros. Conversei com uns 10 motoristas, sem informar que estava escrevendo esse artigo, e todos se mostraram muito satisfeitos.

Além disso, tenho notado uma melhoria no serviço de táxi, muito provavelmente em função da concorrência com o Uber. Pela primeira vez na história um táxi perguntou que rádio eu gostaria de ouvir e ofereceu água, um dia desses. Eu nem acreditei!

O mais importante, na minha visão, é que o Uber se tornou mais uma alternativa para o consumidor! Uma opção inovadora, flexível e muito bem vinda, que está revolucionando o padrão de serviços de transporte nas cidades em que atua. Um economista austríaco, chamado Joseph Schumpeter, ficou famoso por popularizar um termo muito aplicável a esse contexto. Se chama “destruição criativa”. Empresas inovadoras como Uber, Airbnb, Google etc. lançam novos produtos e serviços que destroem e transformam abruptamente modelos de negócios e organizações, ao mesmo tempo que criam novas empresas, produtos e serviços. Boa parte do que fica para trás na verdade é deslocado, reposicionado ou completamente substituído por modelos mais eficientes. E isso é positivo a médio e longo prazo para o crescimento e o desenvolvimento econômico das nações.

Outro ponto que destaco é que o Uber é uma empresa privada e tem compromisso de dar retorno para seus investidores. Nesse sentido, para o consumidor, é importante continuar tendo alternativas. Apenas como exemplo, no Reveillón de 2016, no Rio de Janeiro, decidi chamar Uber por volta de 2h da madrugada, após os fogos, em Botafogo, na Zona Sul. Quase caí no chão quando vi a tarifa dinâmica de 8,1x. Ou seja, oito vezes a mais do que a tarifa normal. Uma viagem de R$ 50 custaria absurdos R$ 405! Até então, nunca tinha visto ela maior do que 4x (achei que era um limite, bem alto já, por sinal). Lei de mercado (oferta x demanda)? Pode ser… Mas isso mostra a importância da concorrência e de uma regulação, ainda que mínima.

Creio que não precisamos decidir definitivamente entre Uber, táxis e outros serviços. Não é um ou o outro. Não chegamos no juízo final. Ainda tem muita coisa para acontecer. Então, podemos aproveitar as oportunidades, comparar as diferentes opções, exigir bons serviços e acompanhar toda a evolução e eventual regulamentação que ainda esta por vir. O importante é ter me mente que mercados sem concorrência tendem a não ser eficientes.

——–

E você, já utilizou Uber? Compartilhe sua experiência!

Quero utilizar a Uber pela primeira vez. Como fazer a primeira viagem de graça?

Ficou com vontade de experimentar? Baixe o aplicativo do Melhores Destinos, disponível para Android e iOS, e acesse o cupom exclusivo de R$ 20 (válido somente para novos usuários, ou seja, usuários que nunca utilizaram Uber antes). Código: “UBERMD2016”. Sua primeira viagem pode sair de graça. Se a corrida for superior a R$ 20, você só paga a diferença. Se for inferior, o valor total será debitado. O código promocional é válido até 31 de dezembro de 2016 e será enviado pelo aplicativo do Melhores Destinos hoje.

Para quem nunca utilizou, após baixar o aplicativo Uber, você faz um rápido cadastro com seus dados pessoais e o número do seu cartão de crédito. Para testar se o cartão está ativo o aplicativo fará uma cobrança de um valor simbólico (R$ 3), que será estornado em seguida. Depois, é só seguir as instruções do aplicativo, para inserir o endereço de partida, de destino e confirmar os dados da corrida.

Uber-destino  uber-confirmacao-corridaScreenshot

Autor

Leonardo Cassol - Editor Editor e especialista em programas de fidelização do Melhores Destinos.