Novas regras de remarcação e reembolso do TAM Fidelidade entram em vigor na próxima semana

Denis Carvalho 12 · julho · 2013

A partir da próxima semana começam a valer as novas regras para reembolso e remarcação de passagens aéreas emitidas pelo programa TAM Fidelidade. As alterações são parte do pacote de mudanças promovidos pela TAM que já noticiamos aqui no MD. A grande mudança é que agora as taxas são cobradas em dinheiro e não em pontos. A vantagem do novo sistema é que em caso de desistência você recebe 100% de seus pontos e volta. A desvantagem, claro, são as taxas.

A taxa de remarcação é cobrada para alterações de data, horário ou itinerário e varia conforme a classe da passagem emitida, sendo a menor taxa, no valor de  R$ 80, cobrada para bilhetes da categoria Irrestrito antes da partida do voo.

Remarcacao-TAM

 

No caso do pedido de reembolso, quando há desistência da viagem, os valores variam de R$ 130 a R$ 150 para bilhetes nacionais e de US$ 100 a US$ 200 para bilhetes internacionais. O valor depende do destino escolhido e do padrão da tarifa emitida.

Reembolso-TAM

Como dissemos, o lado bom do novo sistema é receber 100% dos pontos de volta, já que o modelo antigo reduzia sua pontuação e podia dificultar uma nova emissão. Mas vamos combinar que a TAM poderia ser mais camarada no valor das taxas, que ficaram meio salgadas. O melhor é se programas bem para tentar evitar essas taxas, se possível!

Mais informações no site da TAM.

Dica dos leitores Gabriel Quintella, Eduardo Medeiros, Rodrigo Aguiar, Márcio Lamana e Beatriz Amorim

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Andre Garcia

    Perdoem minha ignorância, mas isso quer dizer que agora eu consigo resgatar um bilhete na baixa temporada e, pagando essa taxa, alterar minha viagem para uma data na alta?

    • Paulo Oliveira

      Não. Tendo diferença na pontuação, eles vão cobrar também os pontos que faltam para a nova passagem.

    • Edu F Edu F

      Sim, mas não vale a pena: alem da taxa você vai pagar a diferença em milhas

  • Edirlandia Magalhaes

    Por fv, onde ha essa informacao pra ficar oficial?

    • Guilherme Sodr&eacut

      Eu recebi via e-mail da TAM.

    • Guilherme Sodr&eacut

      Eu recebi essa informação via e-mail da TAM

    • andre trindade

      Eu recebi um e-mail da TAM com as novas regras. Eles estão enviando para quem é cadastrado para receber news letters

  • Daniel Gadelha

    A TAM quer que a gente desista da viagem e perca os pontos, ao invés de remarcar ou pedir reembolso. Um absurdo. Como se não bastasse os trechos ficarem cada vez mais caros (emitindo com pontos), os cartões piorando a conversão dos nossos gastos em milhas, dentre outros.

    • andre trindade

      Sim, ao que parece passou a fase das milhas.Empresas dificultam cada vez mais as transações com milhas. Mas neste caso especifico, achei vantajoso até certo ponto, pois é preferível pagar uma taxa do que perder mais pontos ainda, já bastam as conversões ! Mas estou achando as taxas muito altas !

  • Rafael Simoes

    Eu não gostei. Antigamente, pagava-se 10% das milhas para cancelar (1.000 pontos, em geral). Agora a multa varia de R$ 130 a 150, que no mercado "paralelo" representa de 4.000 a 5.000 ptos.

  • Pedro Sales

    E ainda mais se unir o LANPASS com o Multiplus vai se tornar o pior programa de milhagens!!! É praticamente impossível trocar os Km da LANPASS, e são raras as promos de KM tal como houve este ano para o caribe colombiano de 3 anos como cliente lanpass foi a primeira promo q vi!

  • Julio Barcellos

    A ANAC deveria intervir nisso, fazer algo como a ANTT fez.

    Caso vc perca a viagem tem até 1 ano para remarcar sem cobrança ou então pedir o reembolso antes da viagem. Algo nos moldes da Lei 11975/2009.

    A equipe do MelhoresDestinos devido a sua influência, poderia auxiliar em muito em uma lei parecida para a aviação civil.

    • andre trindade

      É, as empresas estão cada vez mais dificultando e encarecendo os programas de milhagens.

  • Bia Amorim

    Este pagamento in dinheiro a pessoa tem que ir no aeroporto agora ou nas lojas credenciadas pessoalmenmte para pagar?? Não aceitam mais cartao de credito para resolver tudo online?

  • Renan Amorim

    Amigos,

    Há mais ou menos dois anos comprei uma passagem no site da Gol no trecho GIG-CWB para mim e mais 2 amigos. No dia da viagem, simplesmente desistimos de ir por um contratempo e abandonei essa passagem. Para minha surpresa, 1 mês depois chegou uma carta da Gol me cobrando R$300,00 de No-Show para os 3 viajantes no valor de R$100,00 cada. Eu me recusei a pagar e a companhia me colocou no SPC, o qual ignorei até hoje, quando isso começou a me afetar para valer.

    A minha pergunta é, a Gol tem o direito de me cobrar No-Show mesmo sem eu ter cancelado, pedido reembolso ou manifestado algum interesse em trocar a passagem?

    Eu já cansei de comprar passagem da Avianca, da própria TAM e simplesmente desistido de viajar, e isso nunca aconteceu!

    Uma vez comprei uma GIG-CNF via CGH pela mesma Gol e abandonei o vôo em SP (fiquei por lá mesmo). E nenhuma cobrança foi feita. Pergunto a vocês, isso que ela fez com meu nome é certo e correto?

    Eu tenho que pagar No-Show mesmo não ter me manifestado em nada sobre aquela passagem?

    Obrigado a todos e um abraço!

    • Tenho essa dúvida se consideram NO SHOW a partir do momento em que o passageiro faz o check-in.

  • Thomas H.

    As regras de transporte aéreo são mto diferentes das de transporte terrestre. Seguem os padrões da IATA, Conv. de Varsóvia, etc… não é tão simples mudar as regras.

    • Dionisio

      Essa desculpa não cola… as cias aéreas vivem mudando as regras ao seu bel-prazer, sobretudo essas regras tarifárias de remarcação e reembolso. Não acredito que a IATA tenha regras dizendo que se deve cobrar R$50 ou R$500 para uma remarcação. É justamente aí (onde as regras não são mto específicas) que as aéreas “deitam e rolam”

  • Carlos Eduardo Silva

    Outra situação nada boa para os "milheiros". Está a cada dia a situação ficando mais ruim para acumular pontos, adquirir passagens (não somente pela alta quantidade de pontos como encontrar uma data disponível), dólar cada vez mais caro e conversão cada vez mais ruim (no dólar turismo piora drasticamente), taxas altíssimas e por aí vai. Será que o fundo do poço é mais embaixo e a situação vai ser ainda pior? Que venha a Azul com seu programa de pontos para tentar resgatar alguma vantagem para nós consumidores, porque no momento, não está nada vantajoso para nós. Infelizmente.

  • Daniel Gadelha

    Eu acho até interessante que exista a possibilidade de você pagar a remarcação ou reembolso em dinheiro, porém, a opção de pagar com pontos deveria continuar a existir. Entre pagar 1.000 pontos de taxa (num trecho de 10 mil pontos) e pagar R$100 eu, particularmente, prefiro pagar os 1.000 pontos que, em pouco tempo, os teria de volta nas compras do meu cartão. Só pra gente ter uma idéia, se você remarcar uma passagem 10 vezes, terá que pagar mil reais, ao invés de perder 10 mil pontos. 10 mil pontos podem ser adquiridos em agencias de turísmo por valores entre R$250 e R$300.

  • Marcio Abreu

    Estão dificultando tanto que deveriam mudar o nome do "Programa de Fidelidade" para "Programa de Infidelidade", pois quando queremos utilizar nos trazem insatisfação/decepção…

  • Henrique

    I love SMILES!

  • Enrico

    Notícias s/a TAM:
    http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/esquema
    Desse jeito a TAM vai acabar como a VARIG…

  • FABIANO MIRANDA

    O brasileiro tem que deixar de ser besta e correr atrás de seus direitos. Conversando com uma amiga advogada no último sábado ele me disse que tem 2 ações contra a gol por cobrança abusiva de taxa de remarcação. Me disse que seu sogro já ganhou a ação referente à mesma coisa, pq a gol cobrou mais de R$ 100 pela remarcação. Resultado: ele ganhou mais de R$ 3500 pela cobrança abusiva mais os danos morais. Talvez eu tenha que cancelar uma viagem agora para miami pela tam. Vi que em cada trecho vou ter que pagar u$ 210. Ida-e-volta pago aproximadamente R$ 1000,00. Já cheguei a encontrar bilhetes por R$ 1400. Ou seja, totalmente abusivo. A própria ANAC tem resoluções dizendo que a cobrança não pode exceder 10%. A orientação do Procon, é pagar a cobrança e recorrer à justiça.

    • André

      me cobraram 50% do reembolso! isso é certo?

  • andre

    se eu comprei uma passagem com18 mil, mas agora o vlr do mesmo bilhete já e 25 mil, quero fazer uma troca, e esse novo bilhete custava 18 mil e subiu para 25, vou ter que pagar a diferença dos pontos????????

  • Andrea

    Eu não consigo receber um mero reembolso de 400 USD, após pagar 200 USD de multa. Pagto a vista do pacote. Esperei os tais 30 dias e….não me depositam o $ nem com reza brava. Já não sei onde mais recorrer. Talvez Procon e Pequenas causas.

  • wanessa

    Comprei 02 passagens ida e volta de belem para curitiba no inicio desse ano ,atraves de milhagens, so que nao deu p/ viajar na data que marquei, agora fui ao aeroporto para remarcar a passagem e fui informada que na dt da minha compra a vallidade da minha passagem seria de 3 meses, e nao de 01 ano, pois a nova regra que vale por 1 ano a passagem para remarcar come;ou a valer a partir de julkho, me sinto lesada, pois em momento algum fui informada q a passagem tinha a validade de 3 meses e nao de 1 ano que e agora, existe alguma lei que eu poderia me amparar nesse caso.

  • Valdecir da silva magalhaes

    Venho atrves deste pedir a remarcacao da passagem marcada para o dia 17 /12/013 . com destino Manaus/ Belem . se possivel remarca para seguinte data 20/11/014. por motivo pessoal nao sera possivel viajar na data anterior. certo da compreencao .

  • E se o valor de pontos for menor pro dia q irei remarcar? perderei os pontos em excesso q comprei. ( eu comprei por 40mil, perdi o voo quero remarcar e esta 25 mil)

  • Cristiane

    COMO PEÇO REEMBOLSO DAS MILHAS EM UMA PASSAGEM ?

  • sandra

    Comprei minhas passagens com potos , mas a empresa alterou a hora do voo, agora quero alterar data, como faço?

  • Rômulo

    Vocês falam em "lado bom", mas não tem lado bom porcaria nenhuma. É muito mais vantagem para o cliente perder 1.000 pontos, por exemplo, do que pagar R$ 150,00. É muito falta de vergonha e menosprezo a inteligência das pessoas dizer que estão melhorando o serviço…

  • sandro

    Ridículo isso

    Deveria ter opção de pagar ou usar milhas…

    Eu junto milhas e se não poder voar, tenho q pagar.

    E tem outra tem passagens de 50mil e outras de 10mil… Se cancelar QQ uma terei como escolha desistir das milhas ou pagar 200dolarea

    Ah vah

  • Andrêzza Castro

    Estou buscando no site da TAM uma informação e não encontro.
    Se alguém, puder me ajudar, agradeço.
    Se eu solicitar alteração de data de um bilhete da categoria irrestrito, eu pagarei os R$ 80,00 da multa de remarcação.
    E a diferença de pontos e menor, como fica?
    A passagem que eu quero agora está com 8000 milhas a menos.
    Essa diferença de milhas volta pra mim?
    Obrigada!

  • Halissa Odebrecht da Silva

    Ao comprar com a Multilplus, a passagem de volta pode ser alterada para um período maior que 3 meses (1 ano, no caso)?

  • Cidadão

    Esses valores não estão abusivos? Eles devolvem a taxa de embarque no reembolso?